Exercícios extras sobre concordância verbal 16 09

634 visualizações

Publicada em

exercícios concordancia nominal

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
634
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exercícios extras sobre concordância verbal 16 09

  1. 1. EXERCÍCIOS EXTRAS SOBRE CONCORDÂNCIA VERBAL (RETIRADOS DO LIVRO Aprender e praticar Gramática, de Mauro Ferreira) 1- Considerando que o termo em destaque é o sujeito, escreva as frases, substitua a figura pela forma verbal que torna correta a concordância. a) A decisão dos diretores da empresa  os funcionários. (surpreendeu/surpreenderam) b) Nos últimos dias,  na imprensa boatos de aumento na taxa de juros. (surgiu/surgiram)g c) O velho relógio da igreja  dez horas. (batia/batiam) d) No velho relógio da igreja,  dez horas. (batia/batiam) e) A confusão começou quando  duas horas e os portões do estádio foram abertos. (deu/deram) 2- Faça como no exercício anterior. a) Um sentimento angustiante, repleto de contradições e dúvidas, -lhe a vontade de continuar o trabalho. (tirava/tiravam) b) Depois da inundação, não  na avenida nem vestígios de seu belo canteiro central. (restaram/restou) c) A planície infindável, recoberta por geleiras e recortada por abismos traiçoeiros, não  os exploradores. (amedrontava/amedrontavam) d) Não  parte do plano da expedição as terríveis dificuldades enfrentadas logo no início da longa viagem. (fazia/faziam) e) A obra está quase pronta;  faltando apenas a conclusão dos serviços de ajardinamento das laterais das pistas. (ficarão/ficará)
  2. 2. f) A análise dos resultados finais das últimas eleições municipais  um maior apoio dos eleitores aos partidos de oposição. (revela/revelam) 3- Escreva as frases, colocando no plural o termo em destaque e estabelecendo a concordância verbal adequada. a) Não se descobriu nova prova do crime. b) Necessitava-se de informação mais confiável. c) Não se confia em promessa eleitoreira. d) Contestava-se, naquela época, o valor cobrado. 4- Substitua o termo em destaque pelo indicado entre parênteses e refaça, se necessário, a concordância. Quando houver duas concordâncias válidas, indique-as. a) O resultado da pesquisa sobre alimentos transgênicos provocou grande polêmica entre os cientistas. (conclusões) b) Contrata-se costureira experiente. (costureiras) c) Precisa-se de costureira experiente. (costureiras) d) Vós recebereis todo o apoio de vosso povo. (Vossa Excelência) e) Muitos pássaros dormiam na imensa árvore. (uma porção de) f) Mais de um automóvel foi levado pela enchente. (dez) g) Quase todos os nossos alunos pretendem continuar os estudos. (a grande maioria de) 5- Escreva as frases, substituindo as figuras pela(s) forma(s) que torna(m) correta a concordância verbal.
  3. 3. a) Depois daquele incidente, o mágico e os dois palhaços  do circo. (desapareceu/desapareceram) b)  do circo, depois daquele incidente, o mágico e os dois palhaços. (desapareceu/desapareceram) c)  do circo, depois daquele incidente, os dois palhaços e o mágico. (desapareceu/desapareceram) d) Os móveis, as roupas e os alimentos  na enchente. (desapareceu/desapareceram) e) Os móveis, as roupas, os alimentos, tudo  na enchente. (desapareceu/desapareceram) 6- Nas duas frases a seguir, a concordância verbal obedece aos padrões da norma culta. Leia-as: I- Nem o técnico do Cruzeiro nem o do Vasco aceitaram o convite para ser o novo técnico da seleção brasileira. II- Nem o técnico do Cruzeiro nem o do Vasco será o novo técnico da seleção brasileira. Explique por que, embora o sujeito das duas frases seja o mesmo, em uma delas o verbo está no plural e, na outra, no singular. 7- Leia este trecho de notícia: “[...] O avião BEM-145 foi totalmente projetado no computador, com a finalidade de aumentar a produtividade. [...] O software acusa, por exemplo, quando componentes do sistema elétrico projetado está ocupando a mesma região no espaço que tubos do sistema hidráulico. O Estado de S.Paulo 27/11/1995 8- Durante a transmissão de uma partida de futebol, o locutor de uma rede de TV disse: Não foi divulgado ainda público e renda do jogo.
  4. 4. Imediatamente a seguir, julgando ter cometido um erro de concordância, ele refez a frase assim: Não foram divulgados ainda público e renda. Baseando-se na regra de concordância aplicável ao caso, comente se a alteração efetuada pelo locutor era realmente necessária. 9- (Unicamp-SP) Apesar de consideradas erradas, construções como “No segundo turno nós conversa”, “A gente fomos”, “Subiu os preços” obedecem a regras de concordância sistemática, características principalmente de dialetos de pouco prestígio social. O trecho abaixo, extraído de um editorial de jornal (portanto, representativo da modalidade culta), contém uma construção que é, de fato, um erro de concordância. “Pode-se argumentar, é certo, que eram previsíveis os percalços que enfrentariam qualquer programa de estabilização [...] necessário no Brasil.” Folha de S.Paulo, 7/11/1990. a) Transcreva o trecho em que ocorre um erro de concordância. b) Lendo atentamente o texto, você descobrirá que existe uma explicação para esse erro. Qual é? c) Escreva o trecho de forma a adequá-la à modalidade escrita culta. 10- Substitua as palavras e expressões em destaque pelas indicações entre parênteses e faça as alterações necessárias para adequar as frases ao padrão culto do idioma. a) Antigamente existiam bons projetos sociais na cidade. (haver) b) Em muitos países latino-americanos aconteceram golpes militares. (haver) c) Pesquisadores alertam que pode acontecer novo surto da doença. (novos surtos) d) Pesquisadores alertam que pode haver novo surto da doença. (novos surtos) e) Talvez ainda existam na biblioteca alguns exemplares desta obra. (haver) f) Ainda devem existir na biblioteca alguns exemplares desta obra. (haver)
  5. 5. g) Já faz um ano que ele se mudou daqui. (dois anos) h) Já se passaram dois anos desde que ele se mudou daqui. (fazer) 11- Substitua as imagens pela forma verbal adequada. a) Eles assistiram àquela cena pavorosa sem  um músculo da face! (mexer/mexerem) b) O advogado declarou não  provas contra seu cliente. (existir/existirem) c) As testemunhas afirmam  vocês os responsáveis pelo acidente. (ser/serem) d) Muitos prefeitos eleitos vão, depois da posse,  cortes nos gastos públicos. (anunciar/anunciarem) e) O contador pensava  desinformados quanto aos nossos direitos. (estar/estarmos) f) Esses são fatos raros de , mas acontecem. (acontecer/acontecerem) g) A ausência de chuvas fez os animais  de sede e fome. (morrer/morrerem) 12- Escreva as frases, preenchendo a lacuna com a(s) forma(s) verbal (is) que torna(m) correta a concordância. a) Nosso relacionamento amorosos  vendavais arrasadores. (foi/foram) b) As pequenas falhas do projeto  sua maior preocupação. (é/são) c) Isso não  argumentos coerentes. (era/eram) d) A fama dos filhos sempre  o grande orgulho do velho. (será/serão) e) Os filhos famosos sempre  o grande orgulho do velho. (será/serão) f) O perigo da viagem  as curvas... das mulheres. (é/são) 13- (Puccamp-SP) O holocausto foi possível porque se podia aceitá-lo e justificá-lo sem ver seus resultados.
  6. 6. Na reescrita da frase acima, a alternativa que apresenta uso incorreto da forma verbal destacada é: a) Existiram razões que tornaram o Holocausto possível: ele podia ser aceito e justificado sem que seus resultados fossem vistos. b) Podia-se aceitar e justificar o Holocausto sem ver seus resultados, por isso ele foi possível. c) Ocorreu circunstâncias que tornaram o Holocausto possível: ele podia ser aceito e justificado sem que seus resultados fossem vistos. d) Houve razões que tornaram o Holocausto possível; ele podia ser aceito e justificado sem que seus resultados fossem vistos. e) Circunstâncias tornaram o Holocausto possível: ele podia ser aceito e justificado sem que seus resultados fossem vistos.
  7. 7. Na reescrita da frase acima, a alternativa que apresenta uso incorreto da forma verbal destacada é: a) Existiram razões que tornaram o Holocausto possível: ele podia ser aceito e justificado sem que seus resultados fossem vistos. b) Podia-se aceitar e justificar o Holocausto sem ver seus resultados, por isso ele foi possível. c) Ocorreu circunstâncias que tornaram o Holocausto possível: ele podia ser aceito e justificado sem que seus resultados fossem vistos. d) Houve razões que tornaram o Holocausto possível; ele podia ser aceito e justificado sem que seus resultados fossem vistos. e) Circunstâncias tornaram o Holocausto possível: ele podia ser aceito e justificado sem que seus resultados fossem vistos.

×