Modais de transporte

4.242 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.242
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
76
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modais de transporte

  1. 1. 1 MODAIS DE TRANSPORTE A necessidade de integração entre as áreas litorâneas O desenvolvimento dos transportes possui estreita e do interior do Brasil com outros países da América do Sulligação com a economia de cada país. Não seria diferente no e do mundo tornou os meios de transporte indispensáveiscaso do Brasil. Em um país de dimensões continentais, além para o nosso país. O nosso primeiro grande obstáculo foi ade essenciais ao desenvolvimento econômico, os meios de dimensão do nosso território. Associado a isso, poucostransporte também são decisivos na integração territorial. investimentos em infraestrutura, pelo menos nas últimas Os principais meios de transporte são o rodoviário, o duas décadas, causou atrasos no desenvolvimento no setor,ferroviário, o hidroviário, e o aeroviário. Existe ainda o além, de altos custos e grandes problemas enfrentados atédutoviário, que se restringe ao transporte de gases e óleo. hoje, como:  Alto custo da manutenção de ferrovias e rodovias, eMODAIS DE TRANSPORTE NO BRASIL da conservação da frota e dos veículos;
  2. 2. 2  A necessidade de aparelhamento e da modernização carga no transporte rodoviário, em razão dos baixos preços dos portos fluviais e marítimos, dos aeroportos e da de frete, o que acaba impedindo o uso dos demais modais. infraestrutura em armazenagem e importação; Veja o gráfico a seguir:  Situação pouco satisfatória dos transportes urbanos. Esse setor também reflete as desigualdadeseconômicas do país, uma vez que, a maior concentração deferrovias; aeroportos; portos; metrôs; e rodovias, seconcentram no Centro-Sul. Consequentemente, há maiorconcentração urbano-industrial nessa região. A matriz de transporte de carga brasileira estábaseada no uso inadequado dos modais. Existe uma sobre
  3. 3. 31.1. TRANSPORTE RODOVIÁRIO: “Governar é abrir estradas” (Washington Luís, ex- presidente da República) O pensamento acima ilustra a filosofia dosgovernantes da época de 1920, e mais precisamente doséculo XX no Brasil. É claro que as razões que levaram osgovernantes a construir rodovias são diferentes, mas demaneira geral, o que mais se fez enquanto governante nopaís foi construir novas e recapear antigas estradas.
  4. 4. 4 O desenvolvimento do rodoviarismo no Brasil ao desejo de integração nacional e ao menor custo nainiciou-se de forma discreta no governo de Getúlio Vargas, implantação. Vale lembrar o slogan da ditadura: “Integrar (oque em 1937, crio o Departamento Nacional de Estradas e território) para não entregar (os recursos)”.Rodagens (DNER). Porém, foi aprofundado no governo de Na década de 1990, predominou, ainda, oJuscelino Kubistchek, que, entre outras razões, buscou investimento em rodovias. Entretanto, houve um maiorincentivar a chegada de indústrias automobilísticas no Brasil. estímulo à diversificação do transporte brasileiro.Além disso, as rodovias são mais rápidas e mais baratas de Na região Norte, o modelo rodoviário apresentouserem implantadas, promovendo também maior integração certo crescimento ao longo das últimas décadas, com aentras as regiões brasileiras, exatamente o que JK desejava construção de diversas rodovias, entre elas a que ligaem seu Plano de Metas. Manaus a Brasília (Belém-Brasília), e Rodovia Cuiabá- Durante o governo militar essa política foi mantida, Santarem. Contudo, ainda existem muitas estradas que nãodevido ao contínuo interesse nas empresas automobilísticas, foram efetivas, ou que estão parcialmente implantas, sem
  5. 5. 5pavimentação, como o caso da Transamazônica, que dosseus 5.550 km de extensão, somente 1.434 km sãotrafegáveis. Na região Sul, o transporte rodoviário é mais concentrado. Duas rodovias são as principais artérias do transporte de cargas e passageiros: BR-101 e BR - 116, que liga Porto Alegre a Curitiba pelo litoral e pelo interior, respectivamente; Rodovia Presidente Dutra (BR-116 no trecho São Paulo – Minas Gerais); Rodovia Rio – Santos(BR 101 no trecho que liga os dois estados).
  6. 6. 6Vantagens da Rodovia: b) Unidade de transporte pequena, levando pequena a) É um modal flexível (de porta em porta), quantidade de cargas por vez; promovendo a entrega de mercadorias e de c) Fortemente dependente do petróleo; passageiros em qualquer local; d) Elevados índices de acidentes. b) Rapidez e baixo custo de implantação; c) Completa as atividades da indústria 1.2. TRANSPORTE AEROVIÁRIO: automobilísticas; d) Grande poder de integração sócio espacial. Esse modal representou em 2008 apenas 0,4% do transporte de cargas, mas aumentou consideravelmente suaDesvantagens da Rodovia: participação no transporte de passageiros, devido à a) Elevado custo de manutenção; inauguração de companhias aéreas, que oferecem passagens a baixos preços.
  7. 7. 7 O país conta com 33 aeroportos nacionais e 33 praia de Estrela na Baía de Guanabara a Petrópolis. Foiinternacionais, sendo os principais: Congonhas e Guarulhos criada ainda no mesmo século a Estada de Ferro Dom Pedro(SP); Tom Jobim e Santos Drumont (RJ); Juscelino II. Esta, posteriormente chamada de Estrada de Ferro CentralKubitschek (DF); Luís Eduardo Magalhães (BA); Afonso do Brasil, após a proclamação da República em 1889, tinhaPena (PR); Salgado Filho (RS) e; Confins (MG). como função integrar as áreas urbanas que não paravam de crescer.1.3. TRANSPORTE FERROVIÁRIO: Entre 1860 a 1920, o Brasil viveu a Era das Ferrovias, porém, com o passar dos anos, o crescimento de A primeira ferrovia do Brasil foi a Estada de Ferro investimentos no setor foi diminuindo, devido aos altosPetrópolis. Inaugurada em 1854, era conhecida também custos de implantação.como Estrada de Ferro Mauá, já que havia sido construída Existem ainda hoje no Brasil duas grandes empresasgraças aos investimentos do Barão de Mauá. Visava ligar a ferroviárias: a RFFSA (rede Ferroviária Federal S.A), que
  8. 8. 8controla 80 % do setor; e a FEPASA (Ferrovias Paulista c) Menor dependência do petróleo.S.A), com 17% do total, ambas privatizadas. Um projeto importante, a Ferrovia do Aço, criado Desvantagens das Ferrovias:em 1975, e que ainda não está em implantação, ligaria Belo a) Infraestrutura obsoleta;Horizonte a São Paulo, abastecendo a siderúrgica (COPISA) b) Necessidade de grande investimento inicial;e aumentando a exportação de minério do país. Devido aos c) Diferença das bitolas (distância entre os trilhos);altos custos, ainda aguarda solução governamental. d) Carência de mão-de-obra qualificada; e) Concorrência com as Rodovias.Vantagens das Ferrovias: a) Grande capacidade de carga com menor custo de Obs: O transporte metroviário poderia ser uma solução para energia; os problemas de tráfego das grandes cidades brasileiras, b) Baixo custo de manutenção; porém, além de ter pequena participação no transporte
  9. 9. 9urbano de passageiros, existem em apenas algumas dascapitais.
  10. 10. 10 O transporte aquaviário representa cerca de 13% do1.4. TRANSPORTE AQUAVIÁRIO: transporte de cargas do país. Os principais portos brasileiros estão concentrados no Sudeste (13); Nordeste (13) e Sul Compreende todos os tipos de transporte que se (10). As regiões Centro-Oeste (2) e Norte (2) apresentam umutilizam dos recursos hídricos (mares, rios e lagos). Não número bem menor devido a sua menor concentraçãoBrasil são mais utilizados o transporte marítimo (entre portos industrial e populacional.de países diferentes) e o transporte fluvial (entre os canais As principais hidrovias brasileiras são: Tietê-Paranáfluviais). Apesar de o litoral brasileiro ser um dos mais (2400 km); Paraguai- Paraná (1332 km, no Brasil), na baciaextensos do mundo (7367 km), o transporte de navegação Platina; Madeira (1100 km), na Bacia Amazônica; epor cabotagem (percorre pequenas distâncias entre portos no Tocantins – Araguaia (2523 km).mesmo país, ou em países vizinhos) é pouco utilizado, tantopara passageiros, quanto para cargas. Vantagens:
  11. 11. 11 a) Menor custo de implantação e manutenção; Cada modal de transporte possui vantagens e b) Menos poluente e menos nociva ao meio ambiente; desvantagens em sua implantação. Em um país de grande c) Maior volume de carga e passageiros; extensão como o nosso, suas regiões tem características socioeconômicas e naturais diversificadas, havendo assim aDesvantagens: necessidade de um transporte intermodal. Ou seja, a a) O tempo para o transporte é maior; integração de diversos meios de transporte. b) Está sujeito a condições naturais (existência de rios navegáveis, assim como o regime de chuvas da EXERCÍCIOS região). 1) Os avanços tecnológicos e o uso adequado dos meios deA SOLUÇÃO: O TRANSPORTE INTERMODAL transporte sempre foram fatores preponderantes para a circulação de mercadorias e pessoas, condicionando a
  12. 12. 12ocupação e a organização do espaço em níveis regionais, ( ) A atual estrutura de transportes existente no Brasil, aonacionais e internacionais. Nesse contexto e acerca da potencializar a utilização do vasto litoral e a localizaçãoorganização da rede de transporte no Brasil, julgue os itens litorânea das indústrias, tem contribuído para a integração doabaixo. país na economia globalizada.( ) Na região Norte, a introdução do padrão de transporte ( ) No início do século XX, a expansão do transporterodoviário propiciou um surto demográfico naquela região. ferroviário possibilitou o avanço do espaço produtivo da( ) A priorização de investimentos na infraestrutura do economia cafeeira, sustentando o desenvolvimento dotransporte rodoviário brasileiro deve-se às condições modelo agroexportador.geográficas do território e à necessidade de cobrir grandesdistâncias rapidamente, de modo a reduzir os custos de 2) Assinale a única afirmativa incorreta sobre o temadistribuição de mercadorias. “transportes”.
  13. 13. 13a) A construção das vias de comunicação moderna esteve, no 3) O fluxo de mercadorias no território brasileiro é feitoinício, muito subordinada a certas condições do meio quase exclusivamente por rodovias, apesar de o Brasil contarnatural, principalmente o declive do terreno. com imensa rede hidrográfica, que poderia contribuir nab) As estradas primitivas sobrepunham-se às regiões dinâmica do sistema de transportes. Sobre esse assunto, éatravessadas e pouca alteração causavam às paisagens. correto afirmar:c) Nas regiões Centro-Oeste e Sudeste do Brasil, o ( ) Por razões de ordem climática, os rios brasileiros nãodeslocamento de cargas e de passageiros faz-se sobretudo apresentam volume de água suficiente para transportepelas ferrovias. hidroviário.d) O grande desenvolvimento rodoviário no Brasil ocorreu ( ) Os rios brasileiros são de planalto, não permitindo acom a implantação da indústria automobilística, nos anos 50. navegação fluvial. ( ) O frete no Brasil é considerado um dos mais baratos do mundo, o que justifica a manutenção do sistema rodoviário.
  14. 14. 14( ) A hidrovia Tietê-Paraná serve de modelo para o As tabelas a seguir mostram como está distribuída atransporte hidroviário, demonstrando a importância desse capacidade do deslocamento de carga em alguns países e osrecurso. custos de transportes.( ) Nos países desenvolvidos, as hidrovias são utilizadas emassociação com outros tipos de transporte em razão domenor consumo de energia em relação à quantidade de cargatransportada.4) O modelo de transportes que está materializado em nossopaís implica um enorme consumo de derivados de petróleo,uma fonte de energia cara que o Brasil ainda necessitaimportar.
  15. 15. 15Considerando exclusivamente os dados acima, é corretoafirmar que:a) o deslocamento de carga, no Japão, apresenta custosmaiores em relação aos do transporte, na França.b) o deslocamento de carga, no Brasil, apresenta custosmaiores em relação aos do transporte, na Rússia.c) o deslocamento de carga, no Japão, apresenta custosmenores em relação aos do transporte, na Rússia.d) o deslocamento de carga, no Japão, apresenta custosmaiores em relação aos do transporte, no Brasil.
  16. 16. 16e) o deslocamento de carga, na França, apresenta custosmenores em relação aos do transporte, nos Estados Unidos.5) O aumento crescente dos fluxos de mercadorias mostra anecessidade de adequar o meio de transporte à carga a sertransportada.
  17. 17. 17 Extraído de Magnoli, Demétrio; Araújo,Regina Estão corretas as afirmativas: In Projeto de Ensino de Geografia. São Paulo: Moderna, 2000. (A) I e II;I) os dutos, as hidrovias e as ferrovias apresentam, de um (B) II e III;modo geral, baixo custo por unidade transportada; (C) I e IV;II) os custos dos transportes marítimos caíram devido ao (D) II, III e IV;aumento da capacidade dos navios e à modernização dos (E) I, II, III e IV.portos;III) a relação entre peso e valor das mercadorias determina omeio de transporte a ser utilizado;IV) os custos relativos dos diferentes modos de transportedependem da extensão dos trajetos.

×