Sistemas operativos

368 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
368
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistemas operativos

  1. 1.  Introdução;  Windows;  Linux;  Características do Linux;  As desvantagens do S.O Linux;  Breve história sobre o Linux;  “Plug and Play” ou Configuração;  MS-DOS.
  2. 2.  É o programa mais importante de um computador, indispensável para o arranque e funcionamento da máquina. Serve para correr aplicações. O sistema operativo controla a atividade do CPU, gere as memórias e assegura a interação com o utilizador. Organização da informação através do sistema operativo.
  3. 3. Aspetos genéricos sobre o Windows: • O Windows é um sistema operativo que surgiu em 1995 para substituir o sistema operativo MS-DOS e o software de aplicação Windows 3.1.1. • Quando se liga o computador que tenha o Windows instalado, o sistema operativo é carregado e entra assim no ambiente de trabalho do Windows e o sistema informático fica apto a ser utilizado. • Quando nos referimos ao Windows, as melhorias introduzidas relativamente ao seu antecessor não são sentidas, apenas na forma como utilizamos o computador e na apresentação gráfica do sistema operativo, mas também ao nível interno, visto que se tornou mais estável. • Ao nível crashs que afetava o Windows 98, mantém-se estável sem que seja necessário efetuar a reinicialização do sistema. Ao nível de memória, apresenta-se mais organizado, aumentando a performance de todo o sistema. As operações do ligar e desligar o sistema são mais rápidas.
  4. 4. O Linux é um S.O. da família UNIX, desenvolvido através da Internet, por vários programadores. Este S.O. tem a particularidade de ser Software livre e não ser detido por nenhuma empresa, estando o seu código-fonte disponível para consulta em vários sítios da Internet, como em http://www.kernel.org. O código-fonte é o conjunto de linhas de programação que compõem o software. Podemos referir o Linux com dois significados diferentes:  Como o núcleo S.O.  Como a coleção total de programas
  5. 5. Software livre – é o software que pode ser utilizado, modificado e distribuído a outros sem que se tenha de pagar uma licença para tal efeito.
  6. 6. O Linux tem como principais características: • Flexibilidade – o seu código-fonte está disponível e por isso permite que se possa alterar e distribuir à medida das necessidades. Esta é a razão porque evolui tão depressa: contribuições de diferentes pessoas enriquecem-no e tornam- no mais funcional para diferentes necessidades. • Economia – um software livre como o Linux, ao contrário do que acontece com o software tradicional, não é preciso pagar uma licença para o instalar num computador. Isto torna-o mais económico para quem o utiliza, em casa ou nas empresas. • Fiabilidade – o Linux é baseado no Unix que é conhecido por ser um dos S.O mais estáveis. A sua arquitetura proporciona menos defeitos de construção, tornando-o mais sólido. • Segurança – como o código-fonte está disponível para todos, os erros de programação de S.O são descobertos mais depressa e as suas correções são imediatamente disponíveis na NET.
  7. 7. o Os programas para Microsoft Windows não podem ser executados, neste S.O. Para executar aplicações do interesse do utilizador é preciso obter a sua versão para Linux. Muitas empresas produtoras de aplicações e jogos já disponibilizam versões para ambos os S.O. o Há hardware, como scanners e modems, mais antigos que não é suportado pelo Linux. Se isto acontecer teremos que consultar na NET o sítio fabricante em questão.
  8. 8.  O S.O Linux foi criado por um estudante universitário finlandês, chamado Linus Torvalds. Como se pode verificar, a expressão Linux provém de uma alteração à última letra do primeiro nome do seu autor.  O seu desenvolvimento foi iniciado em 1991 quando Linus Torvalds era estudante na universidade de Helsínquia e sentiu necessidade de estudar melhor os S.O, decidindo começar ele próprio a desenvolver um S.O de raiz.  Através da NET, o Linux vem sendo desenvolvido por um conjunto de programadores liderados por Linus. Qualquer pessoa que queira contribuir para o núcleo do S.O pode fazê-lo, ficando a decisão, de integrar ou não a contribuição, a cargo do autor original. O Linux é utilizado em Portugal desde 1994 pelas Universidades.
  9. 9.  O sistema operativo deve ser capaz de reconhecer e adaptar-se ao hardware que o sistema informático tem instalado, bem como reconhecer e configurar hardware adicional que venha a ser instalado.
  10. 10.  O MS-DOS foi o primeiro sistema operativo do mundo. É um sistema operativo monotarefa (um só programa de cada vez) e com uma interface de utilizador baseada em linha de comando. Alguns comandos a utilizar do sistema operativo MS-DOS: • DIR – abrir diretoria • CD_nome – mudar de diretoria • CD - raiz (C:) • CD.. – voltar para diretoria anterior • MD_Nome – criar diretoria

×