Livro dos Espíritos Q346 ESE cap 28 3_VII

433 visualizações

Publicada em

Reunião Publica GECD - Dubai

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
433
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
96
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro dos Espíritos Q346 ESE cap 28 3_VII

  1. 1. “NEle a fonte; em ti a realização. NEle a sabedoria; em ti a execução. NEle a ordenança; em ti a obediência. Nele a vontade; em ti a fidelidade. Em Deus sois tudo; apartado dEle, nada.” Andrei Moreira e Espírito Dias da Cruz, Pílulas de Confiança
  2. 2. S 1- Estudo do Livro dos Espíritos Cap VII - Da Volta Do Espírito À Vida Corporal 2- Estudo do ESE Cap XXVIII – Coletânea de Preces Espíritas Dubai, 18-10-2015 Por Patrícia Farias
  3. 3. 346. Que faz o Espírito, se o corpo que ele escolheu morre antes de se verificar o nascimento? “Escolhe outro.” União da alma e do corpo a) - Qual a utilidade dessas mortes prematuras? “Dão-lhes causa, as mais das vezes, as imperfeições da matéria.”
  4. 4. 347. Que utilidade encontrará um Espírito na sua encarnação em um corpo que morre poucos dias depois de nascido? “O ser não tem então consciência plena da sua existência. Assim, a importância da morte é quase nenhuma. Conforme já dissemos, o que há nesses casos de morte prematura é uma prova para os pais.” União da alma e do corpo “A provação é a luta que ensina ao discípulo rebelde e preguiçoso a estrada do trabalho e da edificação espiritual. A expiação é pena imposta ao malfeitor que comete um
  5. 5. A morte mais não é que uma transformação necessária e uma renovação, pois nada perece realmente. A morte é só aparente; somente muda a forma exterior; o princípio da vida, a alma, fica em sua unidade permanente, indestrutível. A morte e a reencarnação que se lhe segue, em um tempo dado, são duas condições essenciais do progresso. Rompendo os hábitos acanhados que havíamos contraído, elas colocam-nos em meios diferentes; obrigam a adaptarmo- nos às mil faces da ordem social, e universal. Esta se acha, além do túmulo, na plenitude de suas faculdades, com todas as aquisições com que se enriqueceu durante as suas existências terrestres: luzes, aspirações, virtudes e potências. Eis ai os bens imperecíveis
  6. 6. Desde que começa a assimilação molecular que deve produzir o corpo, o Espírito fica perturbado; um torpor, uma espécie de abatimento invadem-no aos poucos. Suas faculdades vão-se velando uma após outra, a memória desaparece, a consciência fica adormecida, e o Espírito como que é sepultado em opressiva crisálida. Entrando na vida terrestre, a alma, durante um longo período, tem de preparar esse organismo novo, de adaptá-lo às funções necessárias. As leis inflexíveis da Natureza, ou, antes, os efeitos resultantes do passado, decidem da reencarnação.
  7. 7. “Nós sempre soubemos que ela era digna de ser amada simplesmente por existir.” Joana Croxato http://www.estacaoluzfilmes.com.br/index.p hp/producoes/item/81-eu-vitória
  8. 8. Cap. XXVIII Coletânea de Preces Espíritas
  9. 9. 3. PRECE. I. Pai nosso, que estás no céu, santificado seja o teu nome! II. Venha o teu reino! III. Faça-se a tua vontade, assim na Terra como no Céu. IV. Dá-nos o pão de cada dia. V. Perdoa as nossas ofensas, como perdoamos aos que nos ofenderam. VI. Não nos deixes entregues à tentação, mas livra- nos do mal. Coletânea de Preces Espíritas
  10. 10. Coletânea de Preces Espíritas Amém! “Palavra hebraica; para expressar concordância, confirmação (realmente, verdadeiramente, de fato, certamente, que assim seja) Ao redigirem o Novo Testamento, os evangelistas mantiveram a palavra original fazendo apenas a transliteração para o grego, razão pela qual também optamos por mante-la intacta sem tradução”. Haroldo Dutra Dias – O Novo Testamento VII. Assim seja. Empregada no fim de várias orações, não apenas no Cristianismo, mas também no Islamismo e Judaísmo. Amém pode ser traduzido, do hebraico, para "assim seja", e na maioria dos rituais de cada religião, a expressão é dita diversas vezes, como forma de confirmar que os fiéis acreditam em tudo que está sendo falado. Esta expressão passou da ordem jurídica israelita para a ordem litúrgica cristã e islâmica.
  11. 11. Coletânea de Preces Espíritas Praza-te, Senhor, que os nossos desejos se efetivem. Mas, curvamo-nos perante a tua sabedoria infinita. Que em todas as coisas que nos escapam à compreensão se faça a tua santa vontade e não a nossa, pois somente queres o nosso bem e melhor do que nós sabes o que nos convém. VII. Assim seja. Dirigimos-te esta prece, ó Deus, por nós mesmos e também por todas as almas sofredoras, encarnadas e desencarnadas, pelos nossos amigos e inimigos, por todos os que solicitem a nossa assistência e, em particular, por N…Para todos suplicamos a tua misericórdia e a tua bênção. Allan Kardec - O Evangelho Segundo o Espiritismo
  12. 12. Coletânea de Preces Espíritas VII. Assim seja. Pai Nosso em Aramaico Abed Tokmaji e Lucia Loxca https://www.youtube.com/watch?v=9nJwUtxz5I8

×