Livro dos Espíritos Questão 307 - Evangelho Especial dia das Mães

541 visualizações

Publicada em

Reunião Publica GECD - Dubai

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
541
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
82
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro dos Espíritos Questão 307 - Evangelho Especial dia das Mães

  1. 1. “(...) se guardas contigo o estigma do sofrimento, indagando pela solução dos velhos problemas do ser e da dor, se percebes a nuvem que prenuncia a tormenta e o vértice traiçoeiro das ondas em que navegas, vem conosco!... Estudemos a rota de nossa multimilenária romagem no tempo para sentirmos o calor da flama de nosso próprio espírito a palpitar imorredouro na Eternidade e, acendendo o lume da esperança, perceberemos, juntos, em exaltação de alegria, que Deus, o Pai de Infinita Bondade, nos traçou a divina destinação para além das estrelas.” ANDRÉ LUIZ - Uberaba, 23/7/58.
  2. 2. Dubai, 04/01/2015 Livro dos Espiritos Parte 2ª. Cap. VI – Da Vida Espírita - Recordação da existência corpórea - Questão 307 ESE - Cap XXVI Dai gratuitamente o que gratuitamente recebestes Dubai, 10/05/2015
  3. 3. Recordação da existência corpórea “De uma e outra formas. São-lhe como que presentes todos os atos de que tenha interesse em lembrar-se. Os outros lhe permanecem mais ou menos vagos na mente, ou esquecidos de todo. Quanto mais desmaterializado estiver, tanto menos importância dará às coisas materiais. Essa a razão por que, muitas vezes, evocas um Espírito que acabou de deixar a Terra e verificas que não se lembra dos nomes das pessoas que lhe eram caras, nem de uma porção de coisas que te parecem importantes. É que tudo isso, pouco lhe importando, logo caiu em esquecimento. Ele só se recorda perfeitamente bem dos fatos principais que concorrem para a sua melhoria.” 307. Como é que ao Espírito se lhe desenha na memória a sua vida passada? Será por esforço da própria imaginação, ou como um quadro que se lhe apresenta à vista?
  4. 4. Recordação da existência corpórea “O Sétimo caso”, foi um estudo publicado no Light de 1922. O médium, por quem elas foram obtidas, Mrs. Hope Hunter, é uma senhora de limitada cultura intelectual e que ignorava inteiramente as doutrinas espíritas. O interesse pelas pesquisas mediúnicas se manifestou nela repentinamente, em consequêcia da morte, na guerra, de um dos seus irmãos, a quem muito estimava. Ernesto Bozzano – Gênova 1862 -1943 (81 anos)
  5. 5. Recordação da existência corpórea “Sabia-me morto... e um caso estranho me acontecia: via passar diante de meus olhos todos os acontecimentos da minha vida, em os quais me comportara mal... Logo depois, divulguei um Espírito que me vinha ao encontro... Era meu pai; porém, não o reconheci. Entretanto, quando me chamou pelo meu nome: Will, imediatamente o reconheci e me lancei a chorar nos seus braços. Sentia-me extraordinariamente comovido e não sabia o que lhe dissesse. Nada posso dizer com relação ao tempo que ali permanecemos. Lembro-me apenas de que, durante esse tempo, deixei de ver os meus camaradas, de ouvir o ruído da batalha”. Will, o espírito irmão do médium
  6. 6. Recordação da existência corpórea Trata-se de um fenômeno muito notável da existência espiritual. A visão se desenrola diante de nós num rápido instante, mas nos oprime pelo seu volume e nos abala e impressiona pela sua intensidade. Quase sempre, vemo-nos tais quais fomos, do berço ao túmulo. Não me é possível dizer-te como isso se produz; porém, a razão do fato reside numa circunstância natural da existência terrena, durante a qual toda ação que executamos, todo pensamento que formulamos, quer para o bem, quer para o mal, fica registrado indelevelmente no éter_vitalizado que nos impregna o organismo. Trata-se, em suma, de um processo fotográfico; com isto imprimimos e fixamos vibrações no éter e este processo começa desde o nosso nascimento... O Espírito guia do médium O Eter “…e, como desencarnados, começamos a examiná-lo na sua essência profunda, para os homens da Terra o éter é quase uma abstração. De qualquer modo, porém, busquemos entendê-lo como fluido sagrado da vida, que se encontra em todo o cosmo; fluido essencial do Universo, que, em todas as direções, é o veículo do pensamento divino”. Emmanuel O consolador (1941)
  7. 7. Recordação da existência corpórea “Nestas condições, forçoso é convir em que a afirmação do Espírito-guia tem por si todas as probabilidades de ser verdadeira. Essas probabilidades são ulteriormente corroboradas, desde que se considere que a indicação dos psicólogos é impotente para explicar o fato de existir, na subconsciência humana, uma memória integral maravilhosa, que se conserva ociosa e sem utilidade durante a existência terrena. (…) à espera de emergir e manifestar-se em um meio apropriado, depois da crise da morte;
  8. 8. Dubai, 04/01/2015 Evangelho Segundo o Espiritismo Cap. XXVI –Dai gratuitamente o que gratuitamente recebestes Dubai, 10/05/2015
  9. 9. “Porque, tal seja a mulher, tal é o filho, tal será o homem. É a mulher que, desde o berço, modela a alma das gerações. É ela que faz os heróis, os poetas, os artistas, cujos feitos e obras fulguram através dos séculos. Para desempenhar, porém, tão sagrada missão educativa, era necessária a iniciação no grande mistério da vida e do destino, o conhecimento da lei das preexistências e das reencarnações; porque só essa lei dá à vida do ser, que vai desabrochar sob a égide materna, sua significação tão bela e tão comovedora.” Léon Denis
  10. 10. Sem Deus no coração, as futuras gerações colocarão em risco a Vida no planeta. Por maior que seja o avanço tecnológico da humanidade, impossível que o homem viva em paz sem que a idéia de Deus o inspire em suas decisões. (Chico Xavier) https://www.youtube.com/watch?v=u0Sm2udl Ty8
  11. 11. 9.700 aed

×