Livro dos Espiritos 271 ESE cap21 item6

344 visualizações

Publicada em

reuniao publica GECD

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
344
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
50
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro dos Espiritos 271 ESE cap21 item6

  1. 1. Dubai, 09/11/2014 Estudo de O Livro dos Espíritos e do Evangelho Segundo o Espiritismo L.E. – Parte 2ª. Cap. VI - DA VIDA ESPÍRITA - Questão 271 ESE – CAP. XXI HAVERÁ FALSOS CRISTOS E FALSOS PROFETAS
  2. 2. 6.200 aed
  3. 3. 1.470 aed
  4. 4. Parte 2ª. - Cap. VI - DA VIDA ESPÍRITA Escolha das provas 271. Estudando, na erraticidade, as diversas condições em que poderá progredir, como pensa o Espírito conseguí-lo, nascendo, por exemplo, entre canibais? “Entre canibais não nascem Espíritos já adiantados, mas Espíritos da natureza dos canibais, ou ainda inferiores aos destes.” Sabemos que os nossos antropófagos não se acham no último degrau da escala espiritual e que mundos há onde a bruteza e a ferocidade não têm analogia na Terra. Os Espíritos que aí encarnam são, portanto, inferiores aos mais ínfimos que no nosso mundo encarnam. Para eles, pois, nascer entre os nossos selvagens representa um progresso, como progresso seria, para os antropófagos terrenos, exercerem entre nós uma profissão que os obrigasse a fazer correr sangue.
  5. 5. Parte 2ª. - Cap. VI - DA VIDA ESPÍRITA Escolha das provas Não podem pôr mais alto suas vistas, porque sua inferioridade moral não lhes permite compreender maior progresso. O Espírito só gradativamente avança. Não lhe é dado transpor de um salto a distância que da civilização separa a barbárie e é esta uma das razões que nos mostram ser necessária a reeencarnação, que verdadeiramente corresponde à justiça de Deus. De outro modo, que seria desses milhões de criaturas que todos os dias morrem na maior degradação, se não tivessem meios de alcançar a superioridade? Por que os privaria Deus dos favores concedidos aos outros homens?
  6. 6. Parte 2ª. - Cap. VI - DA VIDA ESPÍRITA Escolha das provas A ESCALA ESPIRITA
  7. 7. Parte 2ª. - Cap. VI - DA VIDA ESPÍRITA Escolha das provas 272. Poderá dar-se que Espíritos vindos de um mundo inferior à Terra, ou de um povo muito atrasado, como os canibais, por exemplo, nasçam no seio de povos civilizados? “Pode. Alguns há que se extraviam, por quererem subir muito alto. Mas, nesse caso, ficam deslocados no meio em que nasceram, por estarem seus costumes e instintos em conflito com os dos outros homens.” Tais seres nos oferecem o triste espetáculo da ferocidade dentro da civilização. Voltando para o meio dos canibais, não sofrem uma degradação; apenas volvem ao lugar que lhes é próprio e com isso talvez até ganhem.
  8. 8. Parte 2ª. - Cap. VI - DA VIDA ESPÍRITA Escolha das provas • O americano Kevin Ray Underwood no Estado do Oklahoma. Após confessar o crime, ele foi condenado à pena de morte em março de 2009. • O ucraniano Andrei Chikatilo, desde 1978 e até o início dos anos 90. Chikatilo foi executado em fevereiro de 1994. Diversos casos relatados pelos jornais (…) Reino Unido, India, Brasil, EUA… REVISTA ESPÍRITA Jornal de Estudos Psicológicos Artigo, Problema Moral - OS CANIBAIS ABRIL DE 1859
  9. 9. Parte 2ª. - Cap. VI - DA VIDA ESPÍRITA Escolha das provas No deserto das incompreensões o amor de Deus a nos chamar A nos levantar das lutas humanas e enxugar lágrimas de um mundo afã (sofrimento). (…) O brilho do sol compadecido, inspirado, amável Percorre os caminhos, acalma o gemido dos aflitos De todos irmãos pequeninos, dos sedentos de Deus Necessário se faz amar, renovar-se no entendimento Necessário é trabalhar, ser fiel no pouco e no muito Necessário é esperar, a esperança é companheira Necessário é perdoar, o amor mais puro se doa (Música: Vaso Escolhido - Tim/Moisés Luna)
  10. 10. O Evangelho Segundo o Espiritismo Dubai, 05/02/2013 CAP. XXI HAVERÁ FALSOS CRISTOS E FALSOS PROFETAS
  11. 11. CAP. XXI HAVERÁ FALSOS CRISTOS E FALSOS PROFETAS Não creais em todos os Espíritos 6. Meus bem-amados, não creais em qualquer Espírito; experimentai se os Espíritos são de Deus, porquanto muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. (S.JOÃO, Epístola 1ª, cap. IV, v. 1.) São João Evangelista ou Apóstolo João, Além do Evangelho, também escreveu as três epístolas de João e o livro do Apocalipse. Seria o mais novo dos 12 discípulos, tinha provavelmente cerca de 24 anos quando foi chamado por Jesus; trabalhava como pescador junto com seu irmão Tiago Maior. As heranças deixadas nos escritos de João, demonstram uma personalidade extraordinária.
  12. 12. CAP. XXI HAVERÁ FALSOS CRISTOS E FALSOS PROFETAS Primeira Epístola de São João A falta de especial dedicação e saudação indica que a carta foi circular, provavelmente enviada às igrejas da província da Ásia Menor, perto de Éfeso. Logo após o estabelecimento da igreja cristã, o erro começou a infiltrar-se em seus ensinos. Os convertidos vindos do judaísmo e do paganismo, procuravam abalar a fé cristã com as teorias de suas primitivas crenças. Isto orientou a heresia e culminou com o gnósticismo. Esta seita, admitindo a divindade de Cristo, negava sua humanidade e retinha outras idéias heréticas. Chamavam-se gnósticos (os sábios) e se colocavam na posição de "aristocratas da sabedoria", só eles possuíam a verdadeira sabedoria e olhavam com lástima e desprezo a todos os que aderiam a fé apostólica. A palavra "saber" ou seu equivalente, encontra-se 32 vezes nesta epístola. EPÍSTOLAS
  13. 13. CAP. XXI HAVERÁ FALSOS CRISTOS E FALSOS PROFETAS Não creais em todos os Espíritos 7. Os fenômenos espíritas, longe de abonarem os falsos Cristos e os falsos profetas, como a algumas pessoas apraz dizer, golpe mortal desferem neles. Não peçais ao Espiritismo prodígios, nem milagres, porquanto ele formalmente declara que os não opera. (…) Aliás, como já se tem dito, tais fenômenos, por si sós, nada provam: a missão se prova por efeitos morais, o que não é dado a qualquer um produzir.
  14. 14. CAP. XXI HAVERÁ FALSOS CRISTOS E FALSOS PROFETAS O Espiritismo revela outra categoria bem mais perigosa de falsos Cristos e de falsos profetas, que se encontram, não entre os homens, mas entre os desencarnados: a dos Espíritos enganadores, hipócritas, orgulhosos e pseudo-sábios, que passaram da Terra para a erraticidade e tomam nomes venerados para, sob a máscara de que se cobrem, facilitarem a aceitação das mais singulares e absurdas idéias. (…) É considerável o número dos que, em diversas épocas, mas, sobretudo, nestes últimos tempos, se hão apresentado como alguns dos antigos profetas, como o Cristo, como Maria, sua mãe, e até como Deus. S. João adverte contra eles os homens (…) O Espiritismo nos faculta os meios de experimentá-los, apontando os caracteres pelos quais se reconhecem os bons Espíritos, caracteres sempre morais, nunca materiais.
  15. 15. CAP. XXI HAVERÁ FALSOS CRISTOS E FALSOS PROFETAS É a maneira de se distinguirem dos maus os bons Espíritos que, principalmente, podem aplicar-se estas palavras de Jesus: “Pelo fruto é que se reconhece a qualidade da árvore; uma árvore boa não pode produzir maus frutos, e uma árvore má não os pode produzir bons." Julgam-se os Espíritos pela qualidade de suas obras, como uma árvore pela qualidade dos seus frutos. O Livro dos Médiuns, 2ª Parte, cap. XXIV e seguintes.

×