Aspectos Físicos da América do Sul
Professor: Éderson Dias de Oliveira
Geologia
• A América do Sul é repre-
sentada, por três escudos
cristalinos com traços de
dobramentos antigos: Brasil-
eiro...
Choque de placas tectônicas
Relevo jovem, elevadas altitudes
Formações pré cambriana desgastadas
Altitudes modestas
• Esse...
Leste: Planaltos cristalinos/sedimentares erodidos – Planalto
Brasileiro;
Centro: Platôs, planícies e depressões – depress...
• O Planalto Brasileiro (5
milhões de km²) se
prolonga a norte, no
planalto das Guianas,
interrompido pela planície
amazôn...
• O oeste é ocupado pela 3ª
grande faixa morfo-estrutural
e que constitui a extensa
cordilheira dos Andes.
• Na morfoestru...
 A única área mais
acidentada é o litoral sul
do Chile
 Os Andes estendem-se da
Venezuela até a
Patagônia, caracterizand...
Relevo
Três regiões montanhosas
determinam o contorno
principal do subcontinente:
• a cordilheira dos Andes,
• os planalt...
Toda a costa leste é
composta por planaltos
antigos, que sofreram
longos processos erosivos,
possuindo atualmente
caracte...
Perfil transversal do relevo da América do Sul
Montanha Altitude País
Aconcágua 6.962 Argentina
Ojos del Salado 6.893 Argentina - Chile
Monte Pissis 6.795 Argentina
Huas...
Clima da América do Sul
 Diversificado:
 Fatores que influenciam:
 Latitude - grande extensão norte-sul – influência da...
Massa Equatorial:
• quente e úmida
Massa Tropical
Continental:
• quente e seca
Massa Tropical
Atlântica:
• quente e úmida
...
Presença dos Andes
• forte influência na distribuição das massa de ar;
• impede que a massa de ar à oeste da cordilheira p...
Domínio amazônico - Bioma
•Clima equatorial quente e
úmido
•Chuvas intensas
•Baixa amplitude
térmica
•Predomínio de planíc...
Clima equatorial
• Ocorre na maior parte das
terras banhadas pelos rios da
bacia Amazônica.
• As temperaturas médias anuai...
Domínio das savanas - cerrado
• Clima tropical
• Alternado úmido e seco
• Grande amplitude térmica
• Predomínio de chapada...
Clima tropical
Diferencia-se do equatorial por apresentar duas estações
bem definidas:
• a seca, que corresponde ao invern...
• Climas secos ou desérticos
• Chuvas irregulares
• Grande amplitude térmica
• Vegetação xerofítica
• Desertos do Atacama,...
Clima semiárido
• As temperaturas médias
anuais são superiores a 25 °C.
• As médias anuais de chuvas
são muito irregulares...
REGIÕES ÁRIDAS
Os planaltos influenciam na formação do clima árido do sertão
nordestino no Brasil.
ar úmido
Vai em direção...
Clima desértico ou árido
Ocorre principalmente:
• em parte do litoral peruano;
• no norte do Chile (deserto
de Atacama);
•...
Apresenta grande variação de temperatura
entre o dia e a noite, e chuvas escassas e
mal distribuídas.
Deserto de Atacama, ...
Domínio dos pampas
•Clima subtropical e
temperado
•Chuvas regulares e
estações bem definidas
•Predomínio de planícies
•Veg...
Clima subtropical
• Ocorre em zonas de transição, entre as áreas de domínio dos
climas temperado e tropical.
• Na América ...
Domínio dos Andes
•Clima frio de montanha
•Precipitações concentradas
no verão
•Forte oscilação térmica
•Vegetação acompan...
Clima frio de montanha
• As temperaturas médias anuais oscilam entre 5 °C e 15 °C.
• A vegetação predominante são estepes ...
Clima mediterrâneo
Suas temperaturas médias anuais variam entre 15
°C (meses mais frios) e 20 °C (meses mais quentes).
O v...
América - Climas
América – Vegetação Original
*A hidrografia dessa região
possui duas vertentes prin-
cipais;
*Atlântico Sul - possui três
grandes dispersores de
água –...
 O continente é bem servido de recurso hídrico - bacias
continentais - Seu grande potencial hídrico é proveniente do
clim...
• A vertente do Atlântico
Sul e as maiores bacias
hidrográficas da Terra;
• É a vertente mais extensa
e a mais importante ...
Vertente do Atlântico Sul
Fonte:Atlas2000.LaFranceetlemonde.Paris:Nathan,1999.p.109(adaptado).
MárioYoshida
Bacia Amazônica
• Seus centros dispersores situam-se nos Andes nos planaltos
Norte-amazônicos e no planalto dos Parecis.
•...
• Entra no Brasil com o nome de Solimões e, ao encontrar-se
com o rio Negro, passa a se chamar Amazonas;
• É um rio de pla...
• A sua formação se deu a partir de um grande golfo, que
originalmente se abria para o Pacífico.
• Com a separação do supe...
• Os setores superior e
inferior da bacia
apresentam bons índices
pluviométricos, enquanto o
trecho médio atravessa
áreas ...
• Com isso se constroem
canais de irrigação para
desenvolver a
agricultura moderna.
• As lavouras do vale
Franciscano prod...
• abrange terras do
Brasil, Bolívia, Paraguai,
Uruguai e Argentina;
• principais rios: Paraná,
Paraguai e Uruguai.
• possu...
Nessa BH encontram-se várias usinas hidrelétricas, como:
• Itaipu;
• Porto Primavera;
• Jupiá;
• Ilha Solteira.
Muda sua d...
• A bacia do Paraná é uma típica bacia flexural de interior
cratônico, embora durante o Paleozóico fosse um golfo aberto
p...
* Pacífico Sul - ao contrário do
que ocorre na vertente atlântica,
na costa do Pacífico poucos rios
alcançam um caudal ou ...
ATIVIDADES
1. Quais são os principais dissipadores de água das grandes
bacias hidrográficas da América do Sul?
2.Relacione...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Geografia da América do Sul

2.406 visualizações

Publicada em

Fisiografia da América do Sul, breve análise sobre os aspectos físicos do continente

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.406
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
57
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geografia da América do Sul

  1. 1. Aspectos Físicos da América do Sul Professor: Éderson Dias de Oliveira
  2. 2. Geologia • A América do Sul é repre- sentada, por três escudos cristalinos com traços de dobramentos antigos: Brasil- eiro; Guiano e Patagônico. • Esses são grandes áreas de rochas ígneas/metamórficas antigas expostas, formando zonas tectonicamente estáveis; • Essas são muito antigas cuja superfície se constituiu no Pré- Cambriano. • No Cretáceo, quando se iniciou o desligamento da África iniciou a formação da cordilheira dos Andes;
  3. 3. Choque de placas tectônicas Relevo jovem, elevadas altitudes Formações pré cambriana desgastadas Altitudes modestas • Esses mesmos esforços tangenciais, atuando sobre os escudos, os arqueou, e nas áreas de fraqueza, produziu fraturas, em falhas escalonadas (Serra do Mar).
  4. 4. Leste: Planaltos cristalinos/sedimentares erodidos – Planalto Brasileiro; Centro: Platôs, planícies e depressões – depressão do Chaco; Oeste: Dobramentos modernos Cenozóico/Terciário – Andes; Geologia
  5. 5. • O Planalto Brasileiro (5 milhões de km²) se prolonga a norte, no planalto das Guianas, interrompido pela planície amazônica; • Mais ao sul é interrompido pelos depósitos dos pampas, reaparecendo os planaltos na Argentina - Planalto da Patagônia. • Na Amazônica, o levan- tamento andino barrou as drenagens para oeste e, com o aumento da sedimen- tação, a bacia adquiriu um aspecto lagunar.
  6. 6. • O oeste é ocupado pela 3ª grande faixa morfo-estrutural e que constitui a extensa cordilheira dos Andes. • Na morfoestrutura do sub- continente há um contraste morfológico entre o litoral Atlântico - 16 mil km e o Pacífico - 9 mil km. • O litoral atlântico possui fraca declividade tendo depósitos fluvio-marinho com uma larga plataforma continental. • Já a costa do Pacífico se opõem com profundidades submarinas imensas, e uma pe- quena plataforma continental.
  7. 7.  A única área mais acidentada é o litoral sul do Chile  Os Andes estendem-se da Venezuela até a Patagônia, caracterizando a paisagem do Chile, Peru, Equador, Bolívia, Colômbia, Argentina e Venezuela;  Levantamento andino – drenagem do costa do pacifico para a costa atlântica;
  8. 8. Relevo Três regiões montanhosas determinam o contorno principal do subcontinente: • a cordilheira dos Andes, • os planaltos residuais Norte-amazônicos, e, • os planaltos e serras do Atlântico-Leste-Sudeste.  Há entre essas regiões, áreas de planícies, formadas pelas três principais bacias hidrográficas: a Amazônica, a do Orinoco e, a do rio do Prata;
  9. 9. Toda a costa leste é composta por planaltos antigos, que sofreram longos processos erosivos, possuindo atualmente características aplainadas.  No interior predominam planaltos com pequenas elevações e planícies.  No extremo ocidente o relevo é constituído por grandes altitudes, onde está localizada a Cordilheiras dos Andes, que corresponde a um dobramento alpino.
  10. 10. Perfil transversal do relevo da América do Sul
  11. 11. Montanha Altitude País Aconcágua 6.962 Argentina Ojos del Salado 6.893 Argentina - Chile Monte Pissis 6.795 Argentina Huascarán 6.746 Peru Llullaillaco 6.739 Argentina - Chile 5 Picos mais altos da América Monte Aconcágua é o mais alto pico do mundo fora do Himalaia.
  12. 12. Clima da América do Sul  Diversificado:  Fatores que influenciam:  Latitude - grande extensão norte-sul – influência das zonas climáticas intertropical e temperada sul;  Correntes marítimas quentes (Brasil e das Guianas) e frias (Malvinas e Humboldt);  Relevo - formação de corredores/obstáculos de atuação de massas de ar interioranas;  Continentalidade;  Maritimidade;  Massas de ar;  Altitude;
  13. 13. Massa Equatorial: • quente e úmida Massa Tropical Continental: • quente e seca Massa Tropical Atlântica: • quente e úmida • verão quente e chuvoso Massa Polar Atlântica: • fria e relativamente seca • inverno frio e seco Clima - Massas de ar
  14. 14. Presença dos Andes • forte influência na distribuição das massa de ar; • impede que a massa de ar à oeste da cordilheira passe para leste; • canaliza a massa de ar tropical marítima a leste da montanha;
  15. 15. Domínio amazônico - Bioma •Clima equatorial quente e úmido •Chuvas intensas •Baixa amplitude térmica •Predomínio de planícies fluviais •Floresta latifoliada equatorial
  16. 16. Clima equatorial • Ocorre na maior parte das terras banhadas pelos rios da bacia Amazônica. • As temperaturas médias anuais situam-se entre 24 °C a 27 ºC. • A pluviosidade é superior a 2.000 mm e pode ultrapassar 5.000 mm. • Sua paisagem vegetal mais abundante é a floresta equatorial. Floresta Amazônica. • Seu principal exemplo é a densa floresta Amazônica. • A grande biodiversidade dessa floresta é ameaçada pelas queimadas frequentes e pelos desmatamentos.
  17. 17. Domínio das savanas - cerrado • Clima tropical • Alternado úmido e seco • Grande amplitude térmica • Predomínio de chapadas • Vegetação herbáceo - arbustiva
  18. 18. Clima tropical Diferencia-se do equatorial por apresentar duas estações bem definidas: • a seca, que corresponde ao inverno, • a chuvosa, que corresponde ao verão. A vegetação é bastante variada: florestas tropicais nas áreas úmidas, savanas nos setores secos e estepes nas proximidades dos desertos; A temperatura média anual é superior a 20ºC, com médias de chuvas entre 1000 e 2000 mm.
  19. 19. • Climas secos ou desérticos • Chuvas irregulares • Grande amplitude térmica • Vegetação xerofítica • Desertos do Atacama, da Patagônia e o semiárido nordestino Domínio árido e semiárido
  20. 20. Clima semiárido • As temperaturas médias anuais são superiores a 25 °C. • As médias anuais de chuvas são muito irregulares. • No NE brasileiro, o clima semiárido é encontrado em uma área de cerca de 1 milhão de km². • O tipo de vegetação é a caatinga. • A vegetação apresenta-se bastante esparsa, na forma de tufos de grama. Processo de desertificação em Santa Terezinha, na Paraíba.
  21. 21. REGIÕES ÁRIDAS Os planaltos influenciam na formação do clima árido do sertão nordestino no Brasil. ar úmido Vai em direção ao continente Não consegue atravessa a montanha condensa e chove Teremos uma região árida com cactáceas
  22. 22. Clima desértico ou árido Ocorre principalmente: • em parte do litoral peruano; • no norte do Chile (deserto de Atacama); • no sul da Argentina (deserto da Patagônia). Deserto da Patagônia, na Argentina. As zonas desérticas localizam-se basicamente nas planícies costeiras e interiores da vertente do Pacífico; A vegetação das áreas de clima desértico é constituída por ervas e pequenos arbustos, sendo muito comum a presença de cactáceas.
  23. 23. Apresenta grande variação de temperatura entre o dia e a noite, e chuvas escassas e mal distribuídas. Deserto de Atacama, no Chile.
  24. 24. Domínio dos pampas •Clima subtropical e temperado •Chuvas regulares e estações bem definidas •Predomínio de planícies •Vegetação herbácea
  25. 25. Clima subtropical • Ocorre em zonas de transição, entre as áreas de domínio dos climas temperado e tropical. • Na América do Sul, na porção meridional do território brasileiro. • Suas temperaturas médias anuais oscilam entre 17-24 °C. • A pluviosidade média anual varia entre 1 300 e 2 000 mm. • Apresenta as 4 estações bem definidas e com chuvas bem distribuídas ao longo do ano. • No Brasil, o tipo de vegetação que corresponde a esse clima é a mata de Araucária, que tem grande importância econômica para a indústria de móveis e de papel, vem sendo intensamente devastada.
  26. 26. Domínio dos Andes •Clima frio de montanha •Precipitações concentradas no verão •Forte oscilação térmica •Vegetação acompanha o relevo •Vegetação de Estepes
  27. 27. Clima frio de montanha • As temperaturas médias anuais oscilam entre 5 °C e 15 °C. • A vegetação predominante são estepes – criação de llhama, vicunha e alpaca; • As precipitações pluviométricas médias anuais variam de 500 a 1000 mm.
  28. 28. Clima mediterrâneo Suas temperaturas médias anuais variam entre 15 °C (meses mais frios) e 20 °C (meses mais quentes). O verão corresponde à estação seca, enquanto o inverno marca a estação das chuvas. A vegetação típica desse clima é a mediterrânea, que se caracteriza por árvores de pequeno porte e arbustos. Está presente No litoral do Chile
  29. 29. América - Climas
  30. 30. América – Vegetação Original
  31. 31. *A hidrografia dessa região possui duas vertentes prin- cipais; *Atlântico Sul - possui três grandes dispersores de água – Planalto das Guianas, Planalto Brasileiro e os Andes; *Pacífico Sul – tem como centro dispersos a cordilheira dos Andes – cursos fluviais de pequeno trecho e encachoeirados; Hidrografia da América do Sul
  32. 32.  O continente é bem servido de recurso hídrico - bacias continentais - Seu grande potencial hídrico é proveniente do clima regional; As principais BHs são: 1.BH Amazônica: abrange Brasil, Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela e Guiana. 2.BH do Prata: união das bhs: Paraná, Paraguai e Uruguai. 3.BH do Orinoco: drena terras da Venezuela e Colômbia; 4.BH do São Francisco: encon- tra-se totalmente em território brasileiro. 5.BH do Magdalena: drena as terras compreendidas entre a bifurcação norte dos Andes;
  33. 33. • A vertente do Atlântico Sul e as maiores bacias hidrográficas da Terra; • É a vertente mais extensa e a mais importante do continente. • Nela estão situadas duas das maiores BHs do mundo: • a BH Amazônica (7 milhões km²) e; • a BH Platina (1,4 milhões km²).
  34. 34. Vertente do Atlântico Sul Fonte:Atlas2000.LaFranceetlemonde.Paris:Nathan,1999.p.109(adaptado). MárioYoshida
  35. 35. Bacia Amazônica • Seus centros dispersores situam-se nos Andes nos planaltos Norte-amazônicos e no planalto dos Parecis. • É a maior bacia fluvial do mundo, compreendendo terras do Peru, Colômbia, Equador, Venezuela, Guiana, Bolívia e Brasil. • O rio Amazonas tem mais de 7 mil afluentes, e possui 25 mil quilômetros de vias navegáveis. Representa 1/5 da água derramada no oceano por todos os rios do planeta.
  36. 36. • Entra no Brasil com o nome de Solimões e, ao encontrar-se com o rio Negro, passa a se chamar Amazonas; • É um rio de planície, propício à navegação, que permite a chegada de navios de grande porte até a cidade de Manaus; • os afluentes da margem direita são maiores com caudais mais significativos; • os da margem esquerda são de menor expres- são, destacando- se o rio Negro.
  37. 37. • A sua formação se deu a partir de um grande golfo, que originalmente se abria para o Pacífico. • Com a separação do supercontinente Pangea há 130 Ma - a formação da cordilheira dos Andes, esse golfo fechado a oeste, se abre para leste pela captura de drenagem vinda do Atlântico, tendo o grande rio assim se formado; O rio é divido em três partes: • nos países andinos, é chamado de rio Marañón • ao entrar no BR, é chamado de rio Solimões • ao receber as águas do rio Negro passa a ser chamado de rio Amazonas
  38. 38. • Os setores superior e inferior da bacia apresentam bons índices pluviométricos, enquanto o trecho médio atravessa áreas com clima seco. • Assim, cerca de 75% do deflúvio é gerado em MG, que responde por apenas 37% da área total. Bacia do Rio São Francisco • Nasce em São Roque de Minas-MG, a 1220m s.n.m.; • Drena uma área de cerca de 641000 km², tendo o trecho principal do rio 2830 km de extensão, atravessando regiões com condições naturais diversas;
  39. 39. • Com isso se constroem canais de irrigação para desenvolver a agricultura moderna. • As lavouras do vale Franciscano produzem, anualmente, frutas e legumes. Área irrigada pelo São Francisco. O vale do São Francisco e a irrigação • O rio atravessa uma área de clima semiárido, sendo aproveitado para a irrigação e para o transporte. • Em determinadas regiões o São Francisco, é um dos poucos rios perenes do semiárido;
  40. 40. • abrange terras do Brasil, Bolívia, Paraguai, Uruguai e Argentina; • principais rios: Paraná, Paraguai e Uruguai. • possui cerca de 60 % das hidrelétricas em operação/construção do Brasil. • Com 4.500 km de extensão, o rio Paraná é mais significante da BH. Bacia do Rio da Prata • Segunda maior BH da América Latina - ocupa uma área de cerca de 4 350 000 km²;
  41. 41. Nessa BH encontram-se várias usinas hidrelétricas, como: • Itaipu; • Porto Primavera; • Jupiá; • Ilha Solteira. Muda sua denominação para rio da Prata. Estuário com cerca de 90 km Na divisa da Argentina com o Paraguai o rio Paraguai deságua no Paraná Que posteriormente recebe o rio Uruguai
  42. 42. • A bacia do Paraná é uma típica bacia flexural de interior cratônico, embora durante o Paleozóico fosse um golfo aberto para sudoeste para o então oceano Panthalassa. • A bacia ocupa uma depressão ovalada, com o eixo maior no sentido quase norte-sul; • Esse sistemas hidrográfico drena 4 importantes capitais: Assunção; São Paulo; Montevidéu e Buenos Aires; • Foi rota de interiorização no período colonial, sendo fundamental para o escoamento da produção do interior da região platina;
  43. 43. * Pacífico Sul - ao contrário do que ocorre na vertente atlântica, na costa do Pacífico poucos rios alcançam um caudal ou uma extensão dignos de nota; * Entre eles se destacam os rios Majes e Santa no Peru; * A maior parte dos lagos da América do Sul localiza-se nos Andes ou ao longo de seu sopé. Ex; Titicaca e o Poopó; * A mais importante formação lacustre do norte é o lago de Maracaibo, na Venezuela, e na costa oriental salienta-se a lagoa dos Patos, no Brasil.
  44. 44. ATIVIDADES 1. Quais são os principais dissipadores de água das grandes bacias hidrográficas da América do Sul? 2.Relacione as correntes frias de Humbolt e Malvinas e os respectivo desertos da Patagônia e Atacama? 3.Como o relevo do litoral norte do Brasil influencia na formações de climas áridos no interior do nordeste? 4.A que se deve o maior desenvolvimento das drenagem da América do Sul serem direcionas para a vertente do Atlântico? 5.Explique como a latitude influencia no clima da América do Sul? 6.Explique como ocorre o fenômeno da friagem em área de baixas latitudes na América do Sul. Qual fator geográfico possibilita a ocorrência de baixas temperaturas no interior do continente?

×