Infografia cruz vermelha

1.646 visualizações

Publicada em

Publicada em: Estilo de vida, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.646
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
831
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide






  • Infografia cruz vermelha

    1. 1. Factos e números da Federação Internacional da Cruz Vermelha
    2. 2. Vulnerabilidades acrescidas num mundo em rápida mudança • Actualmente existem mais de 2,6 mil milhões de pessoas vulneráveis – 40% da população mundial que vive com menos de 2 dólares por dia. • 18 milhões de pessoas – 50 mil por dia – estão a morrer devido a causas relacionadas com a pobreza • Mais de 250 milhões de pessoas são afectadas anualmente por catástrofes relacionadas com o clima e mais de 98% destes ocorrem nos países em desenvolvimento • Cerca de 192 milhões de pessoas são migrantes, vivendo fora do seu país natal, cerca de 3% da população mundial. Estima-se que metade sejam mulheres e que 20% se encontram em situação irregular. • Mil milhões de pessoas estão a viver actualmente em bairros pobres urbanos. A população mundial neste tipo de bairros pode atingir cerca de 1,5 mil milhões de pessoas no ano 2020. Em 2030, cerca de 5 mil milhões de pessoas viverão em cidades – 60% da população mundial.
    3. 3. • Cerca de 963 milhões de pessoas no mundo têm fome. Todos os dias quase 16 mil crianças morrem devido a causas relacionadas com a fome, uma criança a cada 5 segundos. • Mais de mil milhões de pessoas nos países em desenvolvimento têm um acesso inadequado à água; 2,6 mil milhões não possuem saneamento básico. • As doenças relacionadas com a falta de higiene custam aos países em desenvolvimento 5 mil milhões de dias de trabalho por ano. • Todos os anos, a malária afecta 500 milhões de pessoas e ceifa 1 milhão de vidas – 3 mil crianças por dia. • Actualmente, 42 milhões de pessoas vivem com SIDA – 8 mil morrem diariamente devido à doença.
    4. 4. A acção da Cruz Vermelha: enfrentar catástrofes e crises • A FICV ( Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha) é a maior rede humanitária do mundo, com 186 Sociedades Nacionais e dezenas de milhões de voluntários que actuam ao nível comunitário antes, durante e após a ocorrência de uma catástrofe ou crise. • Todos os anos, a FICV apoia e melhora as condições de vida de mais de 200 milhões de pessoas espalhadas pelo mundo. • Nos últimos dois anos, a FICV reduziu o tempo de entrega de bens de primeira necessidade em 70%, através do desenvolvimento de capacidades regionais e focando-se na preparação. • O número de famílias apoiadas diariamente pela FICV cresceu 25% e o custo de entrega de um kit de assistência standard para essas famílias desceu mais de 400%, para uma média de 200 francos suíços. • O Fundo de Emergência para Assistência em situações de catástrofe da FICV é cada vez mais utilizado na preparação para crises iminentes, bem como na resposta a catástrofes.
    5. 5. • Para além de responder a crises alimentares de emergência, a FICV acredita que a segurança alimentar não pode ser obtida sem um investimento a longo prazo. A 10 de Abril de 2008, lançou um programa estratégico de 5 anos, visando melhorar as capacidades na área de segurança alimentar para 2,3 milhões de pessoas. • A FICV tem o compromisso de duplicar o seu apoio ao Programa HIV. A abordagem comunitária da Cruz Vermelha é rentável e completamente focada em apoiar as comunidades para enfrentarem os seus próprios desafios. • 4 milhões de beneficiários irão ser apoiados pelo Programa global de Apoio à Malária da FICV • Só na Europa, as Sociedades da Cruz Vermelha formam cerca de 3,5 milhões de pessoas em primeiros socorros todos os anos – isto representa 56% de um total estimado de 6,2 milhões de pessoas formados anualmente na Europa neste âmbito. • A abordagem do Movimento Internacional da Cruz Vermelha/Crescente Vermelho aos migrantes é estritamente humanitária, focada nas necessidades, vulnerabilidades e potencialidades dos migrantes nas suas comunidades de acolhimento, independentemente do seu estatuto legal, género ou raça.
    6. 6. Promover uma cultura de prevenção e Voluntariado • Um factor chave destinado a melhorar o nosso mundo consiste no empenhamento numa cultura de prevenção. No contexto das alterações climáticas mais vidas e meios de subsistência podem ser salvos quando a atenção é dirigida para uma preparação efectiva para catástrofes e crises. • Apenas 4% dos 10 mil milhões de dólares gastos anualmente em assistência humanitária destinam-se à prevenção e redução de riscos. • 1 dólar gasto na redução de riscos e na preparação para catástrofes pode poupar até 7 dólares na assistência de emergência e reconstrução • O sector não lucrativo, incluindo o Voluntariado, é uma força económica significativa, responsável por uma média de 5% do PIB em 8 países onde esses dados estão disponíveis (Voluntários das Nações Unidas). • No campo humanitário, o trabalho voluntário e a contribuição de tempo/horas distancia-se do valor das contribuições financeiras numa média de pelo menos 50%

    ×