Dançar ou não dançar

407 visualizações

Publicada em

Optar por dançar ou não dançar no culto cristão é uma escolha de cada comunidade cristã.

Publicada em: Espiritual
2 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Respeito opiniões divergentes no sentido de desconforto com a dança, porém tomar o lugar divino e decretar com referências vazias no sentido de proibições é que é algo que insere excrescência ou superfluidade em demasia. A referencia em destaque sobre o templo não pode ser separada do civismo e elevada a ordem divina, pois o estabelecimento dos turnos de louvores não ocorreram na entrega da lei por Deus a Moisés, mas foi um acréscimo que veio nos tempos do rei Davi e foi estabelecido por Salomão. Na verdade o louvor não foi uma instituição divina se formos ao pé da letra, mas o seu acréscimo não resultou na diminuição do valor do templo ou do culto, mesmo que se possa dizer que foi uma expressão humana, de talento humano etc. Há na verdade entre muitas pessoas a facilidade de aceitar algumas coisas e outras não. O louvor em si é para Deus e não para o homem. Os cristãos que adotam a dança como expressão de adoração a fazem para Deus e quem pode dizer que é errado e é autoridade para isso não trouxe proibição alguma. A oratória que hoje empregamos nos cultos cristãos tem berço na cultura grega e nem por causa disso podemos dizer que a ministração da palavra é inválida. Não vejo como espiritualização da arte de dançar o fato de pessoas se expressarem dançando, mas um oferecimento a Deus. Esta também é uma verdade:'doa a quem doer.'
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • O que acontece é que as referências a danças no VT são FORA DO CONTEXTO DO TEMPLO. Isto é, são manifestações cívicas (é mesmo difícil separar o civismo da religião em Israel, por isso muitos se confundem). As danças judaicas de hoje são folclóricas, não pertencem ao escopo da Escritura. E finalmente, dança não faz parte do culto cristão, senão teríamos nas cartas paulinas coisas como 'falando entre vós em salmos, hinos, e cânticos espirituais, DANÇANDO, cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração, sempre dando graças por tudo a Deus, o Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo”(Efésios 5:19, 20), ou “com salmos, hinos, cânticos espirituais E DANÇAS, louvando a Deus com gratidão em vossos corações” (Colossenses 3:16).
    A dança no culto é obviamente uma excrescência, doa a quem doer.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
407
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
2
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dançar ou não dançar

  1. 1. COMENTÁRIO BÍBLICO:Para expressar adoração no culto cristão a igrejadeve:Dançar ou não dançar?Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de HojePaulo Francisco dos Santos1“Louvem o Senhor com pandeiros e danças.Louvem com harpas e flautas.”Salmos 150.04O quê é a dança? A dança é o expressar do corpo. Expressar o quê?Emoções, alegria, tristeza, amor, raiva, sensualidade e mais uma infinitude deoutras coisas... Mas quais outras coisas? A expressão corporal podetransmitir e fazer perceptível inúmeras ideias e conduzir quem a vê a saberque a dança está contando por exemplo, uma historia, uma homenagem etc.Mas a dança e o culto cristão não tem um relacionamento antigo e não háuma base bíblica sólida para afirmar que se deve dançar na presença deDeus, ou seja, não há nenhuma ordem nas Escrituras do tipo: “PARA MEAGRADAREM NO CULTO VOCÊS TEM DE DANÇAR!” O interessante paracompletar a exclamação anterior é que também não há nos sessenta e seislivros uma proibição direta para inibir a expressão corporal que tem umafinalidade especifica: “adoração!” O quê distingue um louvor de uma musicasecular? Não é o direcionamento? Quando a musica é para adoração do DeusAltíssimo sabe-se que ela é um louvor e é uma expressão sonorapropositalmente direcionada para enaltecer, honrar e glorificar. O quêdistingue uma dança sensual ou dança pagã (clivo teológico) de uma dançadesenvolvida no culto cristão? “Adoração!” A resposta é simples porque é oque reveste o sentido de dançar para Deus. A dança sensual é direcionadapara criatura. A dança pagã que envolve o culto as divindades que não são oDeus dos cristãos é adoração direcionada aos seus ídolos. Dançar para Deusé simples expressar adoração e ponto final. O próprio salmista ciente do queé adorar e não adorar a Deus formulou o salmo acima com o seguinte1Pastor, escritor, poeta, Teólogo e bacharel em direito.1
  2. 2. COMENTÁRIO BÍBLICO:Para expressar adoração no culto cristão a igrejadeve:Dançar ou não dançar?Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hojepensamento: “Se é para adorar a Deus, então toque (louve) os instrumentos(pandeiros, harpas e flautas) e em relação à dança como expressão deadoração ele foi categórico em anexa-la junto dos instrumentos declarandocom isso que também é um referencial de adoração. Em trechos bíblicoscomo Êxodo 15.20 ou 2 Samuel 6.14 onde Mirian e Davi dançam não hácabimento afirmações que estão fazendo dança sensual ou pagã, mas háclaramente uma expressão de dança como adoração ao Deus o Altíssimo.Será que em Israel era aprovado a dança pagã? Porque então havia dançasnestes trechos bíblicos Jz 11.34; 21.21; Ct 6.13; Jr 31.13 Lm 5.15; Mt 11.17; Lc7.32; Lc 15.25. Dizer que dançar era costume pagão para abalizar uma tese eainda afirmar que Deus não recebe a dança como expressão de adoração éalgo tão frágil como dizer que não se pode usar guitarra no louvor por que foium instrumento usado principalmente para adoração satânica no Rock inroll, ou dizer que o teatro sempre foi uma criação pagã para exaltar o homeme suas histórias, e isso é motivo suficiente para não podermos usa-lo paraevangelizar. O quê dizer da internet que ao ser criada não foi com intuito deevangelização, mas por ser usada de forma pagã em seu inicio não pode serusada agora como veiculo para propagar a Palavra de Deus. E o cinema?Quem teria a coragem de afirmar que há mais filmes cristãos do queseculares? Quer dizer que o fato da cinematografia ser criada por homens enão estar especificamente descrita nas Escrituras impedem seu uso para oproposito de levar as Boas Novas? Hoje milhares de igrejas usam ocomputador para auxiliar o culto e por causa que tal aparelho em seuprincipio não foi usado com fins cristãos é motivo para exclusão de seupotencial uso? O quê dizer de projetor ou data show? E os microfones? Háigrejas que agora tem o auxilio dos interpretes de línguas de sinais (no Brasilo Libras) para alcançar os surdos, mas por que não há registro de tal uso nasEscrituras não se deve usa-lo? Usando de ética teológica e pastoral possorespeitar a opinião dos opositores a dança na igreja quando há o zelo pelocuidado imposto ao rebanho que lhes foi confiado, mas quando estáacontecendo o extrapolar de aprisco e clara interferência em outrosrebanhos produzindo falas e literaturas com afirmações que desqualificam2
  3. 3. COMENTÁRIO BÍBLICO:Para expressar adoração no culto cristão a igrejadeve:Dançar ou não dançar?Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hojepastores e teólogos que não desaprovam a dança como expressão deadoração e possuem conteúdo como – “DEUS NÃO RECEBE A ADORAÇÃOQUE SE EXPRESSA NA DANÇA!” – “QUEM DANÇA NÃO É SALVO” – “A DANÇAÉ EXPRESSÃO PAGÃ E QUEM DANÇA NO CULTO CRISTÃO ESTÁ ADORANDOSATANÁS” – é algo intolerável, pois quem tem autoridade para dizer que nãorecebe esta expressão de adoração se silenciou no quesito; ”PROIBIÇÃOEXPRESSA”, ou seja, não está escrito: “NÃO DANÇARÁS!” Se a dança comoexpressão de adoração é reprovável porque é algo novo tenho uma perguntasimples – “Porque não se faz o culto cristão da maneira que era realizado adois mil anos atrás?” Gostaria de saber se não houve nenhum progressodurante estes dois mil anos no culto, liturgia, literatura, pensamento ouvivência cristã?“Na verdade dançar como expressão de adoração no cultocristão ou não dançar é apenas uma questão de escolha de umadeterminada comunidade cristã e ponto final.”Para refletir: O apóstolo Paulo diz em Romanos 14.10,12: “Portanto,por que é que você, que só come verduras e legumes, condena o seu irmão?E, você, que come de tudo, por que despreza o seu irmão? Pois todos nósestaremos diante de Deus para sermos julgados por ele. Assim, cada um denós prestará conta de si mesmo a Deus.”SP, Maio de 2013.3

×