A VITÓRIA DO SERVO DE DEUS

1.612 visualizações

Publicada em

Ministração para o culto sobre Fé na Igreja do Evangelho Quadrangular, sito à Rua Nossa Senhora do Carmo, 468 - Madeirópolis - Divinolândia de Minas/MG

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.612
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
52
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A VITÓRIA DO SERVO DE DEUS

  1. 1. Isaias 53:7 a 12*
  2. 2. “Ele foi maltratado, mas aguentou tudo humildemente e não disseuma só palavra. Ficou calado como um cordeiro que vai ser morto,como uma ovelha quando cortam a sua lã. Foi preso, condenado elevado para ser morto, e ninguém se importou com o que iaacontecer com ele. Ele foi expulso do mundo dos vivos, foi mortopor causa dos pecados do nosso povo. Foi sepultado ao lado decriminosos, foi enterrado com os ricos, embora nunca tivessecometido crime nenhum, nem tivesse dito uma só mentira. OSENHOR Deus diz: „Eu quis maltratá-lo, quis fazê-lo sofrer‟. Eleofereceu a sua vida como sacrifício para tirar pecados e por issoterá uma vida longa e verá os seus descendentes. Ele fará com queo meu plano dê certo. Depois de tanto sofrimento, ele será feliz;por causa da sua dedicação, ele ficará completamente satisfeito. Omeu servo não tem pecado, mas ele sofrerá o castigo que muitosmerecem, e assim os pecados deles serão perdoados. Por isso, eulhe darei um lugar de honra; ele receberá a sua recompensa juntocom os grandes e os poderosos. Pois ele deu a sua própria vida e foitratado como se fosse um criminoso. Ele levou a culpa dos pecadosde muitos e orou pedindo que eles fossem perdoados.”Isaias 53:7 a 12
  3. 3. FOMOSCHAMADOSPARAVENCER EVENCEMOSMEDIANTE AFÉ NAPALAVRA DEDEUS!
  4. 4. O Cesto e a ÁguaDizem que isto aconteceu em ummosteiro chinês muito tempo atrás.Um discípulo chegou para seumestre e perguntou:- Mestre, por que devemos ler edecorar a Palavra de Deus se nósnão conseguimos memorizar tudoe com o tempo acabamosesquecendo? Somos obrigados aconstantemente decorar de novoo que já esquecemos.
  5. 5. O mestre não respondeuimediatamente ao seu discípulo. Eleficou olhando para o horizonte poralguns minutos e depois ordenou aodiscípulo:- Pegue aquele cesto de junco, desçaaté o riacho, encha o cesto de água etraga até aqui.O discípulo olhou para o cesto sujo eachou muito estranha a ordem domestre, mas, mesmo assim, obedeceu.Pegou o cesto, desceu os cem degrausda escadaria do mosteiro até oriacho, encheu o cesto de água ecomeçou a subir de volta. Como ocesto era todo cheio de furos, a águafoi escorrendo e quando chegou até omestre já não restava nada.
  6. 6. O mestre perguntou-lhe:- Então, meu filho, o que você aprendeu?O discípulo olhou para o cesto vazio edisse, jocosamente:- Aprendi que cesto de junco não segura água.O mestre ordenou-lhe que repetisse o processode novo. Quando o discípulo voltou com o cestovazio novamente, o mestre perguntou-lhe:- Então, meu filho, e agora, o que vocêaprendeu?O discípulo novamente respondeu comsarcasmo:- Que cesto furado não segura água.O mestre, então, continuou ordenando que odiscípulo repetisse a tarefa. Depois da décimavez, o discípulo estava desesperadamenteexausto de tanto descer e subir as escadarias.Porém, quando o mestre lhe perguntou de novo:
  7. 7. - Então, meu filho, o que você aprendeu?O discípulo, olhando para dentro do cesto, percebeuadmirado:- O cesto está limpo! Apesar de não segurar a água, arepetição constante de encher o cesto acabou por lavá-lo edeixá-lo limpo.
  8. 8. O mestre, por fim, concluiu:- Não importa que você não consigadecorar todas as passagens daBíblia que você lê, o queimporta, na verdade, é que noprocesso a sua mente e a sua vidaficam limpos diante de Deus.
  9. 9. Ao falarmos sobre fé, devemoster em mente sempre o exemplode Cristo e entender quedevemos viver o padrão deexcelência diante de Deus, o quesomente conseguimos se:
  10. 10. “Não se amoldem aopadrão destemundo, mastransformem-se pelarenovação da suamente”.Romanos 12:2, NVI
  11. 11. A única maneira da nossa mente serrenovada é quando deixamos a Palavrade Deus limpar as coisas que o mundocoloca nela. Se você perceber, omundo garante que as suas mensagenssejam constamente repetidas a fim deque elas sejam inculcadas em nossasmentes. Mesmo que não concordemos,acabamos como que dessensibilizadospara o pecado que o mundo estápromovendo.
  12. 12. Mas Paulo nos diz que não devemosdeixar que sejamos moldados poresses padrões, mas devemos renovara nossa mente. O que é renovar? Éfazer com que algo velho volte a sernovo; é restaurar a forma de algoque foi deformado.
  13. 13. A nossa mente depois de“bombardeada” diariamente com osconceitos mundanos acaba“deformada”, por isso devemos fazero esforço para trazê-la à formacorreta. Paulo diz em 1 Coríntios2:16: “Nós, porém, temos a mentede Cristo”. Esta é a forma correta quea nossa mente deve ter, a mente deCristo. O próprio Paulo nos dá algumasdicas para renovar a nossa mente:
  14. 14. A primeira dica é entregar o domínio dosnosso pensamentos à Cristo (”levando cativotodo pensamento à obediência de Cristo”, 2Coríntios 10:5). Devemos reconhecer que, seCristo é nosso Senhor, devemos a Ele aobediência em todos os aspectos de nossavida, inclusive de nossos pensamentos. Esteversículo nos diz que devemos anular todo tipode pensamento que coloca em dúvida asoberania e o amor de Deus através de Cristo esubmeter nossos pensamentos ao controle deCristo.ENTREGAR O DOMÍNIO DOS NOSSOSPENSAMENTOS A CRISTO
  15. 15. A segunda dica é não deixar os pensamentosvazios, mas ativamente escolher o que pensar:“Finalmente irmãos, tudo o que forverdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que forcorreto, tudo o que for puro, tudo o que foramável, tudo o que for de boa fama, se houveralgo de excelente ou digno de louvor, pensemnessas coisas” (Filipenses 4:8 NVI). MartinhoLutero dizia que a mente vazia é a oficina dodiabo. Não deixe sua mente divagar semobjetivo, traga-a à obediência de Cristopensando no que é bom.ESCOLHER ATIVAMENTE O QUE PENSAR
  16. 16. A terceira dica é meditar e memorizar a Palavrade Deus. O Salmo 1 fala que o segredo do homemque é bem-sucedido no que faz é que ele tem prazerna lei de Deus e medita nela dia e noite. A meditaçãobíblica, no entanto, não é uma atitude passiva deconcentração, mas uma busca ativa de oportunidadesde colocar em prática a palavra que está sendomeditada e memorizada. Esta é a grande diferençaentre aqueles que conhecem muitas passagensbíblicas de cor e os que colocam em prática aspoucas passagens que conseguem memorizar.MEDITAR E MEMORIZAR APALAVRA DE DEUS
  17. 17. Vale a pena este esforço. Ao nosapropriarmos da mente de Cristoatravés da renovação da nossamente pela meditação e práticada Palavra de Deus poderemosexperimentar, nas palavras doapóstolo Paulo, a “boa, agradávele perfeita vontade de Deus paranós.” (Romanos 12:2).
  18. 18. (Vinícios Torres - Esta mensagem foi publicada no site originalmente em 05 deJulho de 2002, o apresentação atual contém alguns grifos e acréscimos feitospelo Pastor Cleiton Juventino – twitter: @pastorcleitonhttp://www.pastorcleitonjuventino.wordpress.com)Deixe o seu comentário no site:http://www.ichtus.com.br/dev/2009/04/05/o-cesto-e-a-agua/

×