O racismo

205 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
205
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O racismo

  1. 1. O Racismo Ricardo Valente Nº15-2ºA
  2. 2. O que é o racismo Racismo é a convicção sobre a superioridade de determinadas raças, com base em diferentes motivações, em especial as características físicas e outros traços do comportamento humano. É uma opinião não científica sobre uma raça humana que leva a uma tomada de posição depreciativa e, frequentemente, violenta relativamente a uma coletividade.
  3. 3. Tipos de racismo Racismo individual  Racismo institucional  Racismo cultural 
  4. 4. Racismo Individual Realça-se, nas atitudes, nos comportamentos e até nos interesses pessoais que estão socializados entre brancos e negros.
  5. 5. Racismo institucional É claramente demonstrado em dados oficiais. O negro, o índio, o judeu, o cigano, os mendigos, os homossexuais, a mulher – sobretudo negra – e todos os marginalizados, destituídos e rejeitados, são ocultos ou abertamente discriminados no nosso sistema de trabalho, na justiça, na economia, na política e nas demais instituições.
  6. 6. Racismo cultural Traz elementos individual do racismo e do institucional, manifesta-se nos valores, nas religião, na crenças, na língua, na música, na filosofia, na estética etc.
  7. 7. Como combater o racismo  A primeira forma de combater o preconceito e o racismo é sem duvida o respeito para com essas pessoas.  Todos nós temos que saber que nascemos todos no mesmo mundo e somos iguais, só as nossas características são muitas delas diferentes.  Todos nascem com dois pés e duas mãos.  Ninguém pode se sentir o máximo, e sim levar a humildade consigo.  Por mais que a pessoa seja isso ou aquilo, não podemos fazer críticas e julgamentos em cima dela, por que afinal não somos ninguém para julgar.  É necessário conferir nossos erros e defeitos, para depois falar dos outros.

×