RUBBER AGAIN INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Av. Sapobemba, 5.234 .:. Vila Carmosina
São Paulo – SP .:. Tel.11-3326-9455 .:.
www...
CONSTITUIÇÃO SOCIETÁRIA
QUANTIDADE DE SÓCIOS – 02
CAPITAL SOCIAL:
R$ 500.000,00

50%

50%
Manoel
Cláudio
ORGANOGRAMA DA EMPRESA
FINALIDADE DO DEPARTAMENTO
CONTÁBIL

SPED e tem por objetivo a substituição da escrituração em papel
pela escrituração tra...
D.R.E
RECEITA BRUTA COM REVENDA DE MERCADORIAS
( + ) REVENDA DE MERCADORIAS

271.729,06

DEDUÇÃO DAS RECEITAS
( = ) DEDUÇÃ...
CÁLCULO DO IMPOSTO DE RENDA

Calculo do IRPJ e CSLL – Trimestral
Lucro R$ 48.215,74
IRPJ 15% R$ 7.232,36
Total do IRPJ R$ ...
ATIVO CIRCULANTE

536.138,71

BANCO
CLIENTES

466.431,87
69.706,84

BALANÇO PATRIMONIAL RUBBER AGAIN
PASSIVO CIRCULANTE

9...
D.M.P.L.

DMPL – Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido de 2013

DESCRIÇÃO

Saldo em 31/08/2013

CAPITAL SOCIAL

...
DFC – Demonstração do Fluxo de Caixa de 2013
LEI 11.638 DE 28.12.2007
PRINCÍPIOS DA CONTABILIDADE
CFC Nº750/1993 e 1282/2010

I - o da ENTIDADE;
II - o da CONTINUIDADE;
III - o da OPORTUNIDADE...
PRODUTOS
CONTROLE DE IMOBILIZADOS

Descrição

Valor Total

Móveis.................................................................1...
Matéria-prima e pessoal Utilizado

RECURSOS HUMANOS
QUADRO FUNCIONAL
Depto Administrativo
Assitente Administrativo
Técnico...
Fluxograma Produtivo
INFORMAÇÕES MERCADOLÓGICAS
PRINCIPAIS CONCORRENTES
-Principais Concorrentes
Barão da Borracha (SP)
Borcol (Sorocaba/SP)
Sa...
SETOR FISCAL

O Departamento Fiscal tem como objetivo claro e principal trazer ao cliente
direcionamento, instrução nos as...
DEMONSTRAÇÃO DE APURAÇÃO .:. ICMS
DEMONSTRAÇÃO DA APURAÇÃO DE ICMS TRIMESTRAL

DÉBITO DO IMPOSTO
Por saídas ou prestações
...
DEMONSTRAÇÃO DE APURAÇÃO .:. Pis e Cofins
BASE DOS CRÉDITOS
01-

Bens para Revenda

0,00

02-

Bens Utilizados como Insumo...
DEMONSTRAÇÃO DE APURAÇÃO .:. IPI
DEMONSTRAÇÃO DA APURAÇÃO DE IPI TRIMESTRAL

DÉBITO DO IMPOSTO
Por saídas ou prestações
Ou...
GIA e GIA-ST
.
- Guia de Informação e Apuração do ICMS é uma declaração mensal, exigida na forma da
legislação, cujas info...
DCTF significa Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais, uma declaração de
apresentação obrigatória à Receita...
Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte - Dirf é a declaração feita pela FONTE
PAGADORA, com o objetivo de informar...
DECLARAÇÃO DE COMPENSAÇÃO - PER/DCOMP

A restituição e a compensação de quantias recolhidas a título de tributo ou contrib...
Um certificado digital é um arquivo de computador que contém um conjunto de
informações referentes a entidade para o qual ...
NFE

Pela definição oficial brasileira, uma nota fiscal eletrônica (NF-e) é "um documento de
existência apenas digital, em...
FLUXOGRAMA FISCAL
Departamento Pessoal

Um dos setores que possuem um papel muito importante , pois é ele quem cuida dos
colaboradores além ...
Departamento Pessoal – SINDICATO

Sindicato Patronal (Federação dos nas Indústrias de Artefatos de Borracha do
Estado de S...
Departamento Pessoal –Resumo da folha
Departamento Pessoal - fluxograma
GASTO
INVESTIMENTO
CUSTO
DESPESA
DESEMBOLSO
PERDA
RECEITA
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com

518 visualizações

Publicada em

www.tc58n.wordpress.com

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
518
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
185
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com

  1. 1. RUBBER AGAIN INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA Av. Sapobemba, 5.234 .:. Vila Carmosina São Paulo – SP .:. Tel.11-3326-9455 .:. www.rubberagain.com.br Email: contato@rubberagain.com.br
  2. 2. CONSTITUIÇÃO SOCIETÁRIA QUANTIDADE DE SÓCIOS – 02 CAPITAL SOCIAL: R$ 500.000,00 50% 50% Manoel Cláudio
  3. 3. ORGANOGRAMA DA EMPRESA
  4. 4. FINALIDADE DO DEPARTAMENTO CONTÁBIL SPED e tem por objetivo a substituição da escrituração em papel pela escrituração transmitida via arquivo, ou seja, corresponde à obrigação de transmitir, em versão digital, os seguintes livros: I - livro Diário II - livro Razão III - Balancetes Diários, Balanços e fichas de lançamento FONTE:http://www1.receita.fazenda.gov.br/sistemas/sped-contabil/
  5. 5. D.R.E RECEITA BRUTA COM REVENDA DE MERCADORIAS ( + ) REVENDA DE MERCADORIAS 271.729,06 DEDUÇÃO DAS RECEITAS ( = ) DEDUÇÃO DAS RECEITAS 96.873,26 ( - ) ICMS SOBRE VENDAS 43.259,32 ( - ) PIS SOBRE VENDAS 3.965,30 ( - ) COFINS SOBRE VENDAS 18.265,30 (-) IPI 31.383,56 RECEITA LÍQUIDA ( = ) RECEITA LÍQUIDA DE MERCADORIAS 174.855,80 CUSTOS COM PRODUTO ( - ) CPV 47.982.21 LUCRO BRUTO ( = ) LUCRO BRUTO OPERACIONAL 126.873,59 DESPESAS OPERACIONAIS ( = ) DESPESAS OPERACIONAIS 78.657,85 RESULTADO ANTES DOS TRIBUTOS ( = ) RESULTADO ANTES DOS TRIBUTOS TRIBUTOS SOBRE O LUCRO 48.215.74 18.372,08 ( = ) TRIBUTOS SOBRE O LUCRO 11.571,78 RESULTADO LIQUIDO DO EXERCÍCIO ( = ) LUCRO LÍQUIDO 36.643,96
  6. 6. CÁLCULO DO IMPOSTO DE RENDA Calculo do IRPJ e CSLL – Trimestral Lucro R$ 48.215,74 IRPJ 15% R$ 7.232,36 Total do IRPJ R$ 7 .232,36 Lucro R$ 48.215,74 CSLL 9% R$ 4.339,42
  7. 7. ATIVO CIRCULANTE 536.138,71 BANCO CLIENTES 466.431,87 69.706,84 BALANÇO PATRIMONIAL RUBBER AGAIN PASSIVO CIRCULANTE 93.566,75 Maquinas Eq. Deprec.Acumulada Moveis Utensilios Veiculos 20.000,00 -332,00 26.404,00 48.000,00 Total 630.210,71 536.643,96 CAPITAL SOCIAL RESERVA LEGAL RESERVA DE LUCROS 94.072,00 8.946,32 1.971,47 2.218,19 17.753,07 24.199,73 10.217,66 7.232,36 4.339,42 16.688,53 PATRIMONIO LIQ. Ativo Não Circulante INSS A RECOLHER FGST RECOLHER PIS RECOLHER IPI RECOLHER ICMS RECOLHER COFINS RECOLHER IRPJ CSLL SALARIOS A PG. 500.000,00 1.832,20 34.811,76 TOTAL 630.210,71
  8. 8. D.M.P.L. DMPL – Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido de 2013 DESCRIÇÃO Saldo em 31/08/2013 CAPITAL SOCIAL RESERVA LEGAL RESERVA PREJUÍZOS RESERVAS ESTATUT ACUMULA DE LUCROS ÁRIA DOS 500.000,00 TOTAIS 500.000,00 Aumentos de Capital: - Lucro ou Prejuízo do Exercício 1.832,20 34.811,76 36.643,96 Reversão de Reservas Destinação do Exercício: - Reserva Legal - Reserva Estatutária - Dividendos Saldo em 30/10/2013 - 500.000,00 1.832,20 - 34.811,76 - 536.643,96
  9. 9. DFC – Demonstração do Fluxo de Caixa de 2013
  10. 10. LEI 11.638 DE 28.12.2007
  11. 11. PRINCÍPIOS DA CONTABILIDADE CFC Nº750/1993 e 1282/2010 I - o da ENTIDADE; II - o da CONTINUIDADE; III - o da OPORTUNIDADE; IV - o do REGISTRO PELO VALOR ORIGINAL; V - o da COMPETÊNCIA VI - o da PRUDÊNCIA.
  12. 12. PRODUTOS
  13. 13. CONTROLE DE IMOBILIZADOS Descrição Valor Total Móveis.................................................................14.453,00 Máquinas/Equipamentos e Caminhão................68.000,00 Utensílios..............................................................2.652,00 Informática............................................................9.299,00 Valor Total........................................94.404,00
  14. 14. Matéria-prima e pessoal Utilizado RECURSOS HUMANOS QUADRO FUNCIONAL Depto Administrativo Assitente Administrativo Técnico de Informática Logística 01 01 Motorista Ajudante Geral 01 01 Produção Ajudante de Máquina Operador de Máquina Auxiliar de Expedição Auxiliar de Controle de Qualidade Auxiliar de Manutenção 02 02 01 01 01 Depto de Vendas Vendedor 01 TOTAL DE FUNCIONÁRIOS total 12
  15. 15. Fluxograma Produtivo
  16. 16. INFORMAÇÕES MERCADOLÓGICAS PRINCIPAIS CONCORRENTES -Principais Concorrentes Barão da Borracha (SP) Borcol (Sorocaba/SP) Samara Car (SBC) -Meios/Canais de distribuição • Internet • Catálogo Impresso/Digital • Vendedor -Formas de Pagamento e Recebimentos • Compras de M.P. A vista/Prazo • Vendas Mercadorias Á vista/Prazo
  17. 17. SETOR FISCAL O Departamento Fiscal tem como objetivo claro e principal trazer ao cliente direcionamento, instrução nos aspectos legislativos do âmbito tributário e fiscal, com competência e responsabilidade para atuar nessa área que sempre enfrenta constantes mudanças.
  18. 18. DEMONSTRAÇÃO DE APURAÇÃO .:. ICMS DEMONSTRAÇÃO DA APURAÇÃO DE ICMS TRIMESTRAL DÉBITO DO IMPOSTO Por saídas ou prestações Outros débitos Estornos de créditos TOTAL 43.259,32 0,00 0,00 43.259,32 CRÉDITO DO IMPOSTO Por entradas ou aquisições Outros créditos Estornos de débitos SUB-TOTAL Saldo credor do período anterior 42,00 0,00 0,00 42,00 0,00 TOTAL APURAÇÃO DOS SALDOS Saldo Devedor Deduções Imposto à Recolher Saldo Credor à transportar. 43.217,32 43.217,32
  19. 19. DEMONSTRAÇÃO DE APURAÇÃO .:. Pis e Cofins BASE DOS CRÉDITOS 01- Bens para Revenda 0,00 02- Bens Utilizados como Insumos. 03- Serviços Utilizados como Insumos 0,00 04- Despesas de Energia Elétrica 0,00 05- Despesas de Alúgueis de Prédios Locados de P.J 0,00 06- Despesas de Alúgueis de Máquinas Locadas de P.J. 0,00 07- BASE DE CÁLCULO DOS CRÉDITOS 24.540,00 24.540,00 BASE DOS DÉBITOS 01- Receita de Vendas de Bens e Serviços 02- Demais Receitas 03- BASE DE CÁLCULO DAS RECEITAS Créditos de PIS 240.328,90 0,00 240.328,90 404,91 Débitos de PIS 3.965,43 PIS À RECOLHER 3.560,52 Créditos de COFINS 1.865,04 Débitos de COFINS 22.230,44 COFINS À RECOLHER 20.365,40
  20. 20. DEMONSTRAÇÃO DE APURAÇÃO .:. IPI DEMONSTRAÇÃO DA APURAÇÃO DE IPI TRIMESTRAL DÉBITO DO IMPOSTO Por saídas ou prestações Outros débitos Estornos de créditos TOTAL 43.259,32 0,00 0,00 43.259,32 CRÉDITO DO IMPOSTO Por entradas ou aquisições Outros créditos Estornos de débitos SUB-TOTAL Saldo credor do período anterior 42,00 0,00 0,00 42,00 0,00 TOTAL APURAÇÃO DOS SALDOS Saldo Devedor Deduções Imposto à Recolher Saldo Credor à transportar. 43.217,32 43.217,32
  21. 21. GIA e GIA-ST . - Guia de Informação e Apuração do ICMS é uma declaração mensal, exigida na forma da legislação, cujas informações devem refletir a escrituração efetuada no Livro Fiscal Registro de Apuração do ICMS.
  22. 22. DCTF significa Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais, uma declaração de apresentação obrigatória à Receita Federal. O objetivo dessa declaração é informar os tributos e contribuições que são apurados pela empresa por meio de programas geradores específicos. Através da DCTF também é obrigatório declarar se os tributos e contribuições estão pagos, se houve parcelamento ou, ainda, se existem créditos e compensações.
  23. 23. Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte - Dirf é a declaração feita pela FONTE PAGADORA, com o objetivo de informar à Secretaria da Receita Federal do Brasil: http://www.receita.fazenda.gov.br/TextConcat/Default.asp?Pos=1&Div=PessoaJuridica/dirf/20 11/Perguntas/
  24. 24. DECLARAÇÃO DE COMPENSAÇÃO - PER/DCOMP A restituição e a compensação de quantias recolhidas a título de tributo ou contribuição administrados pela Receita Federal do Brasil será requerida pelo contribuinte mediante utilização do Programa Pedido Eletrônico de Ressarcimento ou Restituição e Declaração de Compensação (PER/DCOMP).
  25. 25. Um certificado digital é um arquivo de computador que contém um conjunto de informações referentes a entidade para o qual o certificado foi emitido (seja uma empresa, pessoa física ou computador) mais a chave pública referente a chave privada que se acredita ser de posse unicamente da entidade especificada no certificado.
  26. 26. NFE Pela definição oficial brasileira, uma nota fiscal eletrônica (NF-e) é "um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar uma operação de circulação de mercadorias ou uma prestação de serviços, ocorrida entre as partes". É um instituto oficial de fiscalização tributária, em vigor desde o dia 15 de setembro de 2006, e que substitui a nota fiscal impressa modelos 1 e 1A, havendo a previsão de estender a substituição a outros modelos de notas fiscais.
  27. 27. FLUXOGRAMA FISCAL
  28. 28. Departamento Pessoal Um dos setores que possuem um papel muito importante , pois é ele quem cuida dos colaboradores além de ter a responsabilidade de trazer a eles satisfação e prazer de fazer parte de uma organização. O Departamento Pessoal é dividido em setores, onde todos possuem uma função, tendo a missão de acompanhar o colaborador desde a sua entrada na empresa, até sua saída.
  29. 29. Departamento Pessoal – SINDICATO Sindicato Patronal (Federação dos nas Indústrias de Artefatos de Borracha do Estado de São Paulo/SP). Sindicato dos Empregados (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Artefatos de Borracha, Acabamentos, Recauchutados, Pneumáticos, Beneficiamento de Borracha Natural, Látex de Monte Alto e Região de São Paulo/SP). Data base: 01 de Junho No mês de Setembro/2013, as empresas concederão Gratificação única, espontânea, não habitual e sem repercussão em encargos sociais, correspondente a 6% (seis por cento) dos ´salários nominais já corrigidos, limitada ao teto máximo de até R$ 120,00 (cento e vinte reais) para cada empregado.
  30. 30. Departamento Pessoal –Resumo da folha
  31. 31. Departamento Pessoal - fluxograma
  32. 32. GASTO INVESTIMENTO CUSTO DESPESA DESEMBOLSO PERDA RECEITA

×