Alíquotas do Lucro Presumido
Saiba qual é a alíquota que sua empresa paga de imposto quando opta pelo Regime do Lucro Pres...
Serviços em geral (exceto serviços hospitalares) ... 32,00%
Serviços hospitalares ... 8,00%
Intermediação de negócios ... ...
Legislação societária aula 01 introdução e conceitos
Legislação societária aula 01 introdução e conceitos
Legislação societária aula 01 introdução e conceitos
Legislação societária aula 01 introdução e conceitos
Legislação societária aula 01 introdução e conceitos
Legislação societária aula 01 introdução e conceitos
Legislação societária aula 01 introdução e conceitos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Legislação societária aula 01 introdução e conceitos

944 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
944
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
205
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Legislação societária aula 01 introdução e conceitos

  1. 1. Alíquotas do Lucro Presumido Saiba qual é a alíquota que sua empresa paga de imposto quando opta pelo Regime do Lucro Presumido. Sobre a receita bruta total mensal do mês, temos as seguintes incidências: PIS e COFINS PIS - 0,65% COFINS - 3% Ambos os impostos possuem o mesmo percentual sobre as atividades de venda e/ou prestação de serviço, para apuração deles soma-se o faturamento (receita) do mês e aplica-se o percentual. Veja abaixo alguns detalhes para recolhimento destes impostos: O PIS é pago através de uma guia chamada DARF, cujo código de recolhimento/receita é o 8109; Já o COFINS é recolhido através do DARF com código 2172; Vencimento mensal, todo dia 25. Sendo o respectivo dia, um dia não útil (considerando apenas o calendário nacional), deve-se antecipar o recolhimento do imposto; O valor mínimo para se gerar e pagar um DARF é de R$10,00, assim, se o valor do imposto apurado for inferior ao mínimo permitido para emissão da guia, deve-se acumular o valor devido com competências futuras; Exempo: Uma empresa que teve um faturamento no mês de julho de 2010 de R$50.000,00 deve de PIS e COFINS, os seguintes valores: PIS -> R$50.000,00 x 0,65% = R$325,00 COFINS -> R$50.000,00 x 3% = R$1.500,00 IR e CSLL (Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) Para se apurar estes impostos é necessário calcular primeiramente a base de cálculo, que é um percentual (do Lucro Presumido) sobre a receita bruta total da empresa, e em seguida aplicar sobre esta base de cálculo a alíquota do imposto. É importante salientar que para estes dois impostos o tipo de atividade da empresa influência no percentual presumido para a base de cálculo, desta forma antes de se apurar o imposto é necessário que a receita seja separada conforme a atividade. Desta forma temos as seguintes alíquotas de Lucro Presumido: Atividades em geral (RIR/1999, art. 518) ... 8,00% Revenda de combustíveis ... 1,60% Serviços de transporte (exceto o de carga) ... 16,00% Serviços de transporte de cargas ... 8,00%
  2. 2. Serviços em geral (exceto serviços hospitalares) ... 32,00% Serviços hospitalares ... 8,00% Intermediação de negócios ... 32,00% Administração, locação ou cessão de bens e direitos de qualquer natureza (inclusive imóveis) ... 32,00% Uma vez apurada a base de cálculo, o percentual do imposto devido é de 15% para o Imposto de Renda e de 9% para a CSLL. Todavia devemos observar os seguintes detalhes para estes impostos: Ambos os impostos são recolhidos trimestralmente, apesar da apuração mensal; No caso do Imposto de Renda, quando a base de cálculo exceder a R$20.000,00 mensais, sobre o valor excedente é devido um percentual de 10% denominado Adicional de Imposto de Renda; O imposto de renda é recolhido com DARF código 2089 e a CSLL através do código 2372; O vencimento de ambos é sempre no último dia útil do mês seguinte ao fechamento do trimestre, devendo ser antecipado em caso de dias não úteis; Em caso de atividades simultâneas exercidas por um mesmo contribuinte, como uma atividade comercial e outra de prestação de serviço, deve-se apurar as bases de cálculo separadamente sobre cada receita, e em seguida somando-se ambas as bases, aplica-se os percentuais dos impostos, e se for devido o percentual de adicional de IR. Exemplo: Uma empresa teve R$350.000,00 de receita de vendas, e R$280.000,00 de receita de serviços no mesmo mês. IR e CSLL Apuração da Base de Cálculo Receita Vendas: 350.000,00 x 8% = 28.000,00 Receita Serviço: 280.000,00 x 32% = 89.600,00 Total da base de cálculo = 117.600,00 Apuração dos Impostos IR -> 117.600,00 x 15% = 17.640,00 + 9.760,00 = 27.400,00 CSLL -> 117.600,00 x 9% = 10.584,00 * Para cálculo do adicional de IR temos: 117.600,00 - 20.000,00 = 97.600,00 x 10% = 9.760,00

×