Mes de maria 2011

236 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
236
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mes de maria 2011

  1. 1. “Maria mãe da Igreja, Igreja, mãe!” Igreja nossa mãe!” Nº7 Nº3 Dezembro Maio 20 ºANO 2011 2010 Mês de MariaA Igreja é mãe de todos os baptizados. “A fé da Igreja Mês de NATAL CEIAS DEMariaprecede, gera, suporta e nutre a nossa fé. A Igreja é aMãe de todos os crentes. «Ninguém pode ter a Deus porPai, se não tiver a Igreja por Mãe.»”(CIC 181 -SãoCipriano) Envio da Imagens para as zonas – Dia 2 de Maio pelas 21h, na Igreja Paroquial. Dia a Dia, nas diversas zonas, oração Maria, de acordo com o Calendário fornecido em destacável. Encerramento do mês de Maria com procissão de Velas – dia 31 de Maio pelas 21h30 com concentração no largo da Junta de Freguesia. Ao longo do Mês, ao contemplarmos Maria, mãe da Igreja, saibamos descobrir a Igreja como mãe que a todos acompanha ao longo da Vida.
  2. 2. Para reflexão -7- Maria mãe da Igreja, Igreja nossa mãe! Tempo Quaresmal / PÁSCOA O Concílio Vaticano II ensina que a verdadeira devoção não tem nada a ver com a curiosidade, com a vã credulidade, com o milagrismo, No tempo Quaresmal foram-nos proporcionados momentos de reflexão, com o sentimentalismo superficial e o formalismo das práticas externas;meditação, oração, silêncio e até renovação. Acho que estes objectivos mas, antes, consiste em reconhecer a dignidade singular de Maria, emforam alcançados através das procissões, leitura e meditação diária, adora- dirigir-se a ela com confiança e amor filial, em imitar as suas virtu- des para seguir Cristo juntamente com Ela68.ção e Via Sacra. No Tríduo Pascal começamos a dar passos de renovação Segundo Santo Agostinho, «honrar e não imitar não passa de adulaçãoonde fomos vendo novas pessoas a participar e a dar o verdadeiro sentido mentirosa» 69 . Maria quer ser modelo e não apenas refúgio. ão é umaa estes grandes momentos. No dia de Páscoa e da Ressurreição do Senhor, mãe protectora e possessiva, que bloqueia os filhos no infantilismo; masnotou-se a alegria do Cristo Ressuscitado na maioria das pessoas e daque- uma mãe que faz crescer para a maturidade e leva a enfrentar o risco. Acolhê-La como sua70, como o discípulo que Jesus amava, significales que o foram anunciar. Ana Flores – Zona 1 sobretudo assimilar as suas atitudes: fé corajosa, liberdade e dom de si, responsabilidade e presença na história, onde se realiza o desígnio de O tempo da Quaresma foi um bom tempo de reflexão e por muitos foi Deus.bem aproveitado. As orações do dia a dia para quem as viveu, ajudou muitonesta reflexão. No sábado de Aleluia é que para os idosos tornou-se umpouco cansativo. Natália Santos – Zona 2 NOTÍCIAS - Festas da Catequese Todo o Cristão deve viver o Tríduo Pascal como o auge da sua Fé. Na O 6º volume de o 3º volume de catequese vão celebrar a Profis-nossa comunidade estes dias não passaram despercebidos. No entanto, são de Fé e a Festa da Primeira Comunhão, respectivamente. Osapesar da Missa da Vigília ter sido bastante participada, nota-se que as primeiros celebrarão a afirmação da Fé na Eucaristia do dia 14 de Maio. A Festa da Primeira comunhão decorrerá na eucaristia do diapessoas ainda não se sentem tão sensibilizadas a participar nas outras 22 de Maio.celebrações: quer na Missa de Quinta-Feira Santa - Última Ceia, quer naAdoração da Cruz, não dando a estas celebrações a atenção que merecem. - Dia do DoentePara mim, a procissão do Encontro é muito especial, e sente-se também Este ano a celebração da Comunidade com a participação especial dos Doentes seráque as pessoas vivem este momento de forma muito intensa, chegando às no dia 5 de Junho próximo. Brevemente serãovezes a emocionarem-se. Marta Rodrigues – Zona 3 disponibilizados mais informações sobre esta celebração em que será ministrado o sacra- O bom tempo deu ânimo e cor às equipas que levaram Cristo Ressusci- mento da Unção dos Doentes.tado a todos os que O quiseram. À alegria dos “mensageiros de Cristo” jun- - Página da Paróquia na Internettou-se a vontade daqueles que aguardavam nas suas casas por receber a Pode visitar a página da Paróquia do Bunheiro emboa notícia: Cristo Ressuscitou! Esperemos que a alegria de Cristo Ressus- www.paroquiabunheiro.blogspot.com. com conteúdos interessantes,citado se prolongue por muito tempo nas nossas vidas. Ana Maria – Zona 4 motivos de reflexão e os avisos semanais à distância de um clic.
  3. 3. – 2011 – 2011Dia ZONA 1 ZONA 2 ZONA 3 Dia ZONA 4 ZONA 5 ZONA 61 Dom 1 Dom2 Seg Envio Igreja Envio Igreja Envio Igreja 2 Seg Envio Envio Envio Igreja Igreja Igreja3 Ter Teresa Custódia Figueir. Domingas Sobrelha S. Simão Mª dos Anjos Maria dos Anjos Florinda Esteiro L. Monte 3 Ter R. Igreja Celeiro Mata4 Qua Lurdes Nédia António Rodrigues Lurdes Amador. Maria Marrinhas Catarina Vilar Fernanda Lavoura Esteiro L. Monte S. Simão 4 Qua R. Igreja Celeiro B. Cima5 Qui Angelina Correia António Rodrigues Francisco Lucília Rosa Vieira Benilde Matos Esteiro L. Monte S. Simão 5 Qui R. Igreja Celeiro C.Senhor6 Sex M. Irene Maria Nata Domingas Figueir. Gina Santos Clementina Tav. Beatriz Esteves Esteiro L. Monte S. Simão 6 Sex S. Gonç Celeiro Touregas7 Sab 7 Sab8 Dom Beatriz Vilar Emília Raimundo Cecília Ruivo Júlia Pires Esteiro L. Monte S. Simão 8 Dom João Malafaia Casal São Esteves Chouso Touregas9 Seg Maria Júlia Emília Raimundo Zulmira Covas Adelino Serrano Donaciano Moisés Silva Esteiro L. Monte S. Simão 9 Seg Lagoinha Chouso Formiga10 Ter Rosária Bastos Manuel Nédio Fátima Barrega Carolina Pinto Esteiro L. Monte C. Monte 10 Ter Rosário Amador Lagoinha Fernanda Venâncio Facho Formiga11Qua Ascensão Beatriz Pomba Ana Rodriga Albano Esteves Esteiro L. Monte Lev. Sed 11Qua Inês Amador Lagoinha Casa do Facho Facho Formiga12 Qui Rosa Pedreira Manuel Barbosa Iria Bastos Manuel Esteves Esteiro R Forno Lev. Sed 12 Qui Lurdes Rebimbas Feital Cecília dos Anjos Estrepal Formiga13 Sex Maria Rosa Manuel Marques Alberto Tavares Manuel Esteves Esteiro R Forno Out. Alto 13 Sex Lurdes Rebimbas Feital Lena Fontelas Estrepal Formiga14 Sab 14 Sab15 Do Maria Pardaleira Maria do Carmo Rosa Arrojado Manuel Esteves Béstida R Forno Out. Alto 15 Do Maria Nédia Feital Mena Estrepal Formiga16 Seg Carla Rebimbas Maria da Adelaide Rosa Esteves Manuel Esteves Béstida R Forno Out. Alto 16 Seg João Gurgo Feital José M. Carrelha Estrada Formiga17 Ter Natalina D. Eulália Maria do Tomás Conceição Calheira Béstida S. Silvest Out. Alto 17 Ter Maria Custódia Feital Armandina Estrada Touregas18Qua Dina Lurdes José Ruela Albina Pinto Béstida S. Silvest Out. Alto 18Qua Maria Custódia Feital Armandina Estrada Touregas19 Qui M. Anjos Viola Júlia João Lopes Elvira Valente Béstida S. Silvest Out. Alto 19 Qui Rosa Penixeira Conferên António Amador Estrada Touregas20 Sex Amélia Zé Alberto Sara Alice Saleiro Béstida S. Silvest C. Monte 20 Sex São Lopes Conferên Maria Lúcia Estrada Touregas21 Sab 21 Sab Benedita Irene Tróia Linda Joaquim Cunha22 Do Béstida S. Silvest C. Monte 22 Do Celeste Fonseca Tomadia Maria Lúcia Estrada Touregas23 Seg Encarnação Rosa Simão Olívia Bolota Família Sardinha Béstida S. Silvest C. Monte 23 Seg Ana Rita Tomadia Júlio Couto Estrada Touregas24 Ter Alcina Magna Maria Silva Família Sardinha Béstida Agro C. Monte 24 Ter Amélia Moura Av. S.Mat Lurdes Sardinha B. Baixo Touregas25Qua Fátima Natália Elvira Família Sardinha Béstida Agro C. Monte 25Qua Rosaria Moura Av. S.Mat Irene Garrido B. Baixo Touregas26 Qui Glória Santas Joaquim Ruivo Catarina Silva Família Sardinha Costa Agro C. Monte 26 Qui Maria Pulga Ent. Sed. Suzete B. Baixo Touregas27 Sex Ana Rosa Santas Luciana Glória Barbosa Família Sardinha Costa Agro C. Monte 27 Sex Maria Pulga Ent. Sed. Esmeralda B. Baixo Touregas28 Sab 28 Sab Alzira Louvado São Capador Manuel Maria Conceição Ruela Ascensão Esteves29 Do Costa Congost. C. Monte 29 Do Av. S.Mat Júlia Inácia B. Baixo Touregas30 Seg Maria pinta Rosa Ruela Manuel Lamego António Pinho Costa Congost. S. Simão 30 Seg Fernanda Lamego Lagoinha José Costa Celeiro Touregas Maria da Pátria Encerramento31 Ter Encerramento Congost. Encerramento 31 Ter Encerramento Encerramento

×