PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA MARCA PARCEIROS VOLUNTÁRIOS
1) Síntese das barreiras da Marca X Diretrizes Estratégicas da ONG (Mapa Estratégico)
Diretrizes Estratégicas Nosso desafio de marca para cumprir as diretrizes: Ser lembrada como “sinônimo” de Voluntariado Or...
2) 04 Pontos importantes para Reflexão Estratégica no Marketing e na Comunicação
Pontos Importantes para Reflexão Estratégica O engajamento tem a ver com a lógica da abordagem. (*)  38% dos entrevistados...
Pontos Importantes para Reflexão Estratégica (*)  47% dos entrevistados disseram que o motivo para se manter como voluntár...
Pontos Importantes para Reflexão Estratégica A pesquisa mostra que os prospects são mais sensíveis à confiabilidade de “qu...
Pontos Importantes para Reflexão Estratégica A parceiros Voluntários deveria pensar em formas  de reduzir “o sacrifício” (...
3) A Visão do Caminho (A busca do Oceano Azul)
Reflexões necessárias do caminho Qual é a lógica de mercado das ONGs? Qual é a matriz de valor das promessas das ONGs?  Co...
A Matriz de Avaliação de Valor das ONGs 3.1)
Alto Baixo A Matriz de Avaliação de Valor no Mercado das ONGs Idealismo Emoção Investimentos em marketing Impacto na comun...
A pedra angular para construção de uma posição diferenciada na mente dos públicos Inovação de Valor Custos Valor para os p...
A matriz: eliminar-reduzir- elevar-criar 3.2)
Matriz: eliminar-reduzir-elevar-criar Eliminar Reduzir Ampliar Inovar A idéia de que a PV pode alavancar todas as OSC com ...
A curva de valor da Parceiros Voluntários 3.3)
Alto Baixo A Matriz de Avaliação de Valor no Mercado das ONGs Idealismo Emoção Investimentos em marketing Impacto na comun...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Arthur Bender - 21º Encontro Estadual da Rede Parceiros Voluntários

998 visualizações

Publicada em

21º Encontro Estadual da Rede Parceiros Voluntários

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
998
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Arthur Bender - 21º Encontro Estadual da Rede Parceiros Voluntários

  1. 1. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA MARCA PARCEIROS VOLUNTÁRIOS
  2. 2. 1) Síntese das barreiras da Marca X Diretrizes Estratégicas da ONG (Mapa Estratégico)
  3. 3. Diretrizes Estratégicas Nosso desafio de marca para cumprir as diretrizes: Ser lembrada como “sinônimo” de Voluntariado Organizado; Estabelecer uma diferença de valor significativa de todas as outras ONGs; “ Dominar” os atributos certos e ser reconhecida assim; Quebrar a inércia na adesão para sustentar o crescimento.
  4. 4. 2) 04 Pontos importantes para Reflexão Estratégica no Marketing e na Comunicação
  5. 5. Pontos Importantes para Reflexão Estratégica O engajamento tem a ver com a lógica da abordagem. (*) 38% dos entrevistados disseram que o motivo para a adesão seria “sentir-se útil”. As campanhas, geralmente, seguem uma outra lógica, centrando na idéia do valor de servir ao outro ou de mudar o mundo. (*)Fonte:. Pesquisa IBOPE Inteligência – 2007 – Base 406 casos A lógica na comunicação da promessa da Parceiros Voluntários
  6. 6. Pontos Importantes para Reflexão Estratégica (*) 47% dos entrevistados disseram que o motivo para se manter como voluntário é a satisfação/ gratidão das pessoas que atende. A retenção do voluntariado no programa deve estar centrada na gratificação emocional, não só nos números obtidos nos programas. (Mais divulgação de cases individuais e menos números totais para a base voluntária) (*)Fonte:. Pesquisa IBOPE Inteligência – 2007 – Base 406 casos A lógica na retenção de Voluntários nos Programas
  7. 7. Pontos Importantes para Reflexão Estratégica A pesquisa mostra que os prospects são mais sensíveis à confiabilidade de “quem convida” do que a instituição que está por trás. As campanhas de adesão deveriam intensificar a busca de novos voluntários através de programas “ amigo indica amigo” (Programa member get member). A lógica na adesão ao Trabalho Voluntário
  8. 8. Pontos Importantes para Reflexão Estratégica A parceiros Voluntários deveria pensar em formas de reduzir “o sacrifício” (custo) para ampliar a participação dos “sem tempo”. A lógica da principal barreira à adesão (*) 68% dos entrevistados alegam falta de tempo como maior motivo para não aderirem ao voluntariado (*)Fonte:. Pesquisa IBOPE Inteligência – 2007 – Base 406 casos
  9. 9. 3) A Visão do Caminho (A busca do Oceano Azul)
  10. 10. Reflexões necessárias do caminho Qual é a lógica de mercado das ONGs? Qual é a matriz de valor das promessas das ONGs? Como é possível marcar a diferença do nosso produto para o produto de todas as ONGs? Como é possível crescer e qualificar inovando e oferecendo mais valor aos nossos públicos?
  11. 11. A Matriz de Avaliação de Valor das ONGs 3.1)
  12. 12. Alto Baixo A Matriz de Avaliação de Valor no Mercado das ONGs Idealismo Emoção Investimentos em marketing Impacto na comunicação Gestão profissional Resultados Método Foco numa “ causa” VALOR
  13. 13. A pedra angular para construção de uma posição diferenciada na mente dos públicos Inovação de Valor Custos Valor para os públicos O que é possível sacrificar para conseguir redução de custos? Que pontos de dor são possíveis de serem minimizados? O que é valor para os nossos públicos? O que poderia ampliar a percepção de valor?
  14. 14. A matriz: eliminar-reduzir- elevar-criar 3.2)
  15. 15. Matriz: eliminar-reduzir-elevar-criar Eliminar Reduzir Ampliar Inovar A idéia de que a PV pode alavancar todas as OSC com metodologia 1 2 3 4 Sacrifício para aderir Uso da tecnologia Sacrifício para participar Atuação num única “ causa” social Experiências transformadoras
  16. 16. A curva de valor da Parceiros Voluntários 3.3)
  17. 17. Alto Baixo A Matriz de Avaliação de Valor no Mercado das ONGs Idealismo Emoção Investimentos em marketing Impacto na comunicação Gestão profissional Resultados Método Foco numa “ causa” Tecnologia Experiências transformadoras Curva de valor genérica das ONGs Curva de valor proposta para a Parceiros Voluntários Poder de Mobilização em Redes VALOR

×