Seminário de Boas Práticas - Escola Municipal Frederico Eyer

340 visualizações

Publicada em

Seminário de Boas Práticas - Escola Municipal Frederico Eyer

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário de Boas Práticas - Escola Municipal Frederico Eyer

  1. 1. ESCOLA MUNICIPAL FREDERICO EYER Projeto Pais Corujas Buscando Parceria com a Família
  2. 2. Problema: No início do ano, 85% da turma 1.204 era analfabeta, a frequência era irregular e não realizava as tarefas de casa, que foram combinadas em reunião com os próprios pais. O conhecimento de novas informações e instrumentos necessários para que seja possível ao aluno continuar aprendendo é orientação dos Parâmetros Curriculares Nacionais. Assim sendo, alunos que estão no ensino fundamental, e já trazem uma defasagem de aprendizagem, precisam recuperar sua autoestima para poder continuar aprendendo e alcançar um melhor desempenho no processo escolar. Nesse sentido, aulas de reforço, são um direito de todos. Portanto, é de interesse pedagógico implantar grupos de reforço, principalmente de Língua Portuguesa, visando corrigir distorções de aprendizagem e melhorar o desempenho na leitura e escrita.
  3. 3. Público Beneficiado Alunos do 2º Ano/2014 - Turma 1204 Objetivo Geral: Ampliar as possibilidades de aprendizagem dos alunos, dando-lhes oportunidades de reforçar, aprofundar ou suprir carências dos conteúdos em Língua Portuguesa. Objetivos Específicos: ● Desenvolver a autoestima e a perseverança na busca de um bom rendimento escolar por parte dos alunos. ● Desenvolver autonomia e hábitos de estudo nos alunos. ● Orientar os responsáveis sobre como acompanhar os filhos nas tarefas. ● Proporcionar momentos de aproximação e diálogo entre pais e filhos.
  4. 4. META: Melhorar o desempenho dos alunos envolvidos no Projeto METODOLOGIA E ESTRATÉGIA DE AÇÃO O projeto foi desenhado para se desenvolver da seguinte forma: ● Será realizada uma reunião de pais para exposição do problema da turma, como se dará seu funcionamento e elaboração regras do Projeto. ● Todos os alunos participarão do projeto. Os que já estão alfabetizados receberão tarefas mais desafiadoras. ● Toda segunda-feira, os alunos receberão um caderno do Kit escolar com tarefas a serem realizadas diariamente com o apoio dos pais. Serão tarefas simples, porém que possuem conceitos que os alunos já deveriam ter construído. Os cadernos deverão ser entregues na sexta-feira com todas as tarefas realizadas. ● Sempre será entregue na próxima semana com um bilhetinho da professora com suas observações e elogios..
  5. 5. CONTEÚDO O conteúdo será construído a partir das habilidades apontadas como não desenvolvidas ou em desenvolvimento, segundo os resultados das avaliações diagnósticas realizadas. Tomamos como norteadores os conteúdos do 2º ano e buscando desenvolver habilidades que são pré-requisitos para outas mais complexas. As atividades do Reforço Escolar apoiarão naturalmente com os conteúdos que estiverem sendo trabalhados na turma e os conteúdos em defasagem.
  6. 6. AVALIAÇÃO A avaliação dar-se-á diariamente na observação em sala de aula e registrando os avanços e dificuldades no próprio caderno do Projeto, nas reuniões de Pais em Relatórios bimestrais. Os pais que não acompanharem o Projeto, serão chamados à escola para explicar porque não estão conseguindo realizar as atividades. Juntos, família e professora buscarão alternativas para solucionar o problema. Se não houver adesão por parte da família, ela será desligada do projeto, com elaboração de um relatório contando com a presença da Direção e/ou Coordenação Pedagógica.
  7. 7. RESULTADOS E IMPACTOS ESPERADOS Melhoria do nível de aprendizagem dos alunos envolvidos no projeto. Melhoria da autoestima e da responsabilidade com o estudo de pais e alunos. Desenvolvimento da atenção. A cooperação dos pais e responsáveis no encaminhamento do Projeto.
  8. 8. INÍCIO: Maio/2014 TÉRMINO: Dezembro/2014 Lição aprendida: O Projeto Pais Corujas comprovou que a parceria família-escola é fundamental para o sucesso escolar dos alunos. Ele promoveu um maior diálogo entre os membros da família, a conscientização do seu papel e a responsabilidade no processo educativo de suas crianças.
  9. 9. O que deu certo: A diminuição do número de alunos não alfabetizados; A melhoria do desempenho escolar da turma; A promoção da autoestima; O desenvolvimento da organização e atenção em relação às tarefas escolares. O que deu errado: A não adesão ao Projeto por parte de algumas famílias, o que gerou uma frustração nas crianças. Mostrou que o “abandono intelectual” por parte de algumas famílias deve ser discutido e estratégias devem ser realizadas para enfrentar essa dificuldade.
  10. 10. “A Educação é um ato de amor, por isso, um ato de coragem. Não pode temer o debate. A análise da realidade não pode fugir à discussão criadora, sob pena de ser uma farsa” Paulo Freire

×