7a série singularidades da vida

490 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
490
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

7a série singularidades da vida

  1. 1. SINGULARIDADES DA VIDA Condições essenciais encontradas no nosso planeta
  2. 2. Água Distância ideal da órbita da Terra em relação ao Sol, permitindo a existência de água nos três estados físicos Grandes quantidades de água no planeta, permitindo a absorção do excesso de CO2 atmosférico Marte por exemplo, tem blocos de água no estado sólido, embora haja indícios de uma existência no passado de água no estado líquido A inexistência de oceanos de água líquida em Vênus fez com que o excesso de CO2 e respectivo efeito de estufa, elevassem a temperatura daquele planeta para os 480oC, aniquilando o desenvolvimento de vida, tal como a conhecemos.
  3. 3. Nos protege da radiação letal do Sol bem como dos ventos solares Nos protege da radiação letal do Sol bem como dos ventos solares A defasagem entre a parte interna líquida e Mercúrio e Marte o manto inferior sólido gera uma poderosa não têm campo corrente elétrica. magnético e o de Essa defasagem se origina a partir da Vênus é pequeno rotação da Terra e as correntes elétricas demaid produzidas nesse processo fazem surgir o campo magnético terrestre.
  4. 4. A composição inicial da atmosfera de um corpo geralmente reflete a composição e a temperatura da nebulosa solar local durante a formação planetária e o subseqüente escape dos gases interiores. Estas atmosferas originais sofrem muita evolução com o decorrer do tempo, sendo que a variedade dos planetas reflete em muitas atmosferas diferentes.
  5. 5. Por exemplo, as atmosferas de Vênus e Marte são compostas primariamente de dióxido de carbono, com pequenas quantidades de nitrogênio, argônio e oxigênio, além de traços de outros gases. A composição atmosférica terrestre reflete as atividades dos seres vivos. As baixa temperaturas e a alta gravidade dos planetas gasosos permite a eles reter gases com baixas massas moleculares. Portanto, estes contêm hidrogênio e hélio e subseqüentes compostos formados pelos dois. Titã e Tritão, satélites de Saturno e Netuno, respectivamente, apresentam atosferas primariamente constituídas de nitrogênio. Plutão também apresenta uma atmosfera semelhante, mas esta se congela quanto o planeta-anão se afasta do Sol.
  6. 6. A atmosfera terrestre consiste, da superfície até o espaço, da troposfera, da estratosfera, mesosfera, ionosfera e exosfera. Cada uma destas camadas apresentam gradiente adiabático saturado, definindo as mudanças de temperatura conforme a altura. Também protege a Terra para que os raios ultravioletas do Sol não cheguem diretamente ao planeta. A presença do gás carbônico na atmosfera possibilita a formação do fenômeno de efeito estufa que possibilita a retenção do calor A camada de ozônio protege o planeta da maior concentração de raios ultravioleta
  7. 7. Placas tectônicas A Terra é As forças As interações quimicamente As forças tectônicas meteorológicas entre os zoneada: sua dentro da litosfera, dentro da atmosfera geossistemas crosta, manto e controladas pelo e da hidrosfera, globais da núcleo são calor interno das controladas pelo tectônica de camadas profundezas, geram calor do sol, placas e do quimicamente terremotos, erupções produzem clima mantêm distintas que se vulcânicas e tempestades, um equilibrado segregaram soerguimento de inundações, geleiras ambiente na desde a origem montanhas. e outros agentes de superfície do planeta. erosão. terrestre.
  8. 8. Massa e densidade A massa é um factor Mas outro factor crítico pois deu à Terra a aparece aqui: a massa capacidade de capturar do planeta. A Lua está à e aguentar as moléculas mesma distância do Sol fundamentais na e não tem atmosfera atmosfera, mesmo à alguma! temperatura a que estão. Mas note-se que foi o Por exemplo, Marte não fato da Terra ter esta consegue manter uma massa intermédia, que molécula de água na lhe permitiu também atmosfera pois a sua perder o hidrogénio atracção gravítica é livre e o hélio, e deixar a fraca. atmosfera evoluir para a que hoje temos.
  9. 9. Satélite natural a Terra tenha Ainda a presença da mantém a sua Lua tão grande em Temos o maior inclinação de relação à Terra, cerca de 23o 26', Marte tem uma implica a existência satélite natural de e assim a inclinação de marés muito todos os planetas, existência de semelhante e fortes no nosso proporcionalmente estações do por isso planeta, o que tem ao tamanho da ano, devido à apresenta o contribuído para a Terra. estabilidade de equivalente às oxigenação dos inclinação e nossas estações oceanos, assim como rotação que este do ano, mas para a diversidade de satélite Vênus não as organismos proporciona. tem. adaptados às marés e à luz lunar.

×