Hipersensibilidade tipo I

544 visualizações

Publicada em

Hipersensibilidade do tipo I

Pamela Botelho Pinheiro
Mayara Camile Queiroz
Amanda Cardoso

Graduandas de Medicina Veterinária- Unime, Lauro de Freitas-Ba

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
544
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hipersensibilidade tipo I

  1. 1. - União Metropolitana de Educação e Cultura Hipersensibilidade tipo I Anafilática Docente: José Carlos Dicentes: Amanda Cardoso Mayara Queiroz Pamela Botelho
  2. 2. Hipersensibilidade • São reações excessivas e indesejáveis produzidas pelo sistema imune normal, que conduzem à danos nos tecidos se o antígeno estiver presente em grandes quantidades ou se o estado imune do indivíduo estiver em nível intensificado.
  3. 3. Hipersensibilidade tipo I • Hipersensibilidade imediata • São respostas imunes a alergenos que envolvem células Th2,IgE, Mastócitos, Basófilos e Eosinófilos. • Reações inflamatórias agudas
  4. 4. Alérgenos
  5. 5. • Contato com o alégeno • Ativação das Th2 • Produção de IgE • Ligação da IgE ao FC€RI dos mastócitos • Exposição repetida • Ativação dos mastócitos - União Metropolitana de Educação e Cultura
  6. 6. IgE • Alérgenos→ Th2 → Citocinas → IgE • Processos alérgicos • Liga-se a Mastócitos e Basófilos por receptores de alta afinidade.
  7. 7. • Tecido conjuntivo • Grânulos citoplasmáticos • Função • Receptores de IgE
  8. 8. Basófilo • Resposta alérgica e inflamatória
  9. 9. Eosinófilos • Grânulos tóxicos para parasitas.
  10. 10. Mediadores
  11. 11. • Histamina: Contração das células endoteliais, aumento da permeabilidade vascular. • Prostaglandina D: Vasodilatador e broncoconstritor. • Tripase: Danos aos tecidos • Citocinas: Inflamação alérgica
  12. 12. Fase Imediata • 5-30 min após exposição ao alérgeno • Vasodilatação, espasmo das células musculares lisas, aumento da permeabilidade capilar e secreção glandular. • A Histamina é principal mediador.
  13. 13. Fase Tardia • Acúmulo de Neutrófilos, Eosinófilos, Basófilos e células Th2. • Dano tecidual • Principal mediador: Citocina
  14. 14. - União Metropolitana de Educação e Cultura Manifestações Clínicas
  15. 15. Atopia em cães e gatos • A atopia é uma doença alérgica crônica, de origem genética e incurável. A pele do cão com atopia apresenta uma falha na função de barreira protetora.
  16. 16. - União Metropolitana de Educação e Cultura Atopia em cães e gatos
  17. 17. Diagnóstico • Teste sorológico: níveis de IgE • Teste cutâneo
  18. 18. - União Metropolitana de Educação e Cultura Choque anafilático •Alérgenos na corrente Sanguínea.
  19. 19. Manifestações Clínicas • Edema pulmonar • Enfisema • Hemorragia • Hipotensão - União Metropolitana de Educação e Cultura
  20. 20. Referências bibliográficas • http://www.olivaproenca.com/blog/2013/05/reacao- anafilatica-em-cao/ • http://www.portaldospugs.com.br/saude.htm • http://fofuxo.com.br/saude/dermatite-atopica-caes.html

×