FILOSOFIA  da  EDUCAÇÃO Ética Pensamento Ocidental Prof.  Patrícia Cássia Duarte Contato:  [email_address] INEL  Institu...
Conceitos <ul><li>ÉTICA   </li></ul><ul><li>Processo inacabado de adaptação reflexiva e crítica do ser humano em relação a...
Para os gregos <ul><li>SER HUMANO </li></ul><ul><li>Ser SER HUMANO é um processo </li></ul><ul><li>Nascemos “animais homen...
<ul><li>MORAL </li></ul><ul><li>Grego - povo pensante </li></ul><ul><li>Romano – povo guerreiro  </li></ul><ul><li>Etimolo...
<ul><li>Educação e Ética </li></ul><ul><li>Não existe ética em Educação; existe um processo ético educacional contínuo. </...
  Voarás  Todo mundo quer voar  Nas costas de um beija-flor Todo mundo quer viver de amor Mas nem tudo é só querer Todo mu...
<ul><li>TEMPO </li></ul><ul><li>Vida da humanidade : </li></ul><ul><li>1 –  Momento Cosmológico  - Séc. VI AC   </li></ul>...
<ul><li>3 – Momento Utópico – Séc.  XVII / XVIII </li></ul><ul><li>Pensamento da ERA da Razão (Reforma Protestante virada ...
<ul><li>Idade Contemporânea   </li></ul><ul><li>- Explosão da Razão / Tecnologia avançada / Conhecimento como capital / Fu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Introdução a Filosofia - Ética

18.070 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.070
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
176
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução a Filosofia - Ética

  1. 1. FILOSOFIA da EDUCAÇÃO Ética Pensamento Ocidental Prof. Patrícia Cássia Duarte Contato: [email_address] INEL Instituto Educacional Logus FINOM Faculdade do Estado de Minas Ano 2008
  2. 2. Conceitos <ul><li>ÉTICA </li></ul><ul><li>Processo inacabado de adaptação reflexiva e crítica do ser humano em relação ao meio : </li></ul><ul><li>- Natural </li></ul><ul><li>- Artificial </li></ul><ul><li>- Social </li></ul><ul><li>- Institucional </li></ul><ul><li>Nós mesmos </li></ul>
  3. 3. Para os gregos <ul><li>SER HUMANO </li></ul><ul><li>Ser SER HUMANO é um processo </li></ul><ul><li>Nascemos “animais homens” – seres abertos e só nos tornamos seres completos a partir das nossas construções, mediadas pelas “possibilidades” (meio, convívio social) </li></ul><ul><li>através </li></ul><ul><li>Mediações </li></ul><ul><li>Construção Humana </li></ul><ul><li>De Natura para Cultura </li></ul><ul><li>Construção constante </li></ul><ul><li>ÉTICA </li></ul><ul><ul><li>ethos – morada humana (Completude do Ser / O que queremos) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Princípio Fundamental </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Ethos – Hábitos, costumes, mediações (Como / caminhos, opções, escolhas) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Princípios Periféricos </li></ul></ul></ul>
  4. 4. <ul><li>MORAL </li></ul><ul><li>Grego - povo pensante </li></ul><ul><li>Romano – povo guerreiro </li></ul><ul><li>Etimologia da palavra: Mores (agir / costume) </li></ul><ul><li>Reflexão sobre a ação ou o agir humano(hábitos, costumes, ações diferenciadas de acordo com as reflexões / crenças / princípios que variam de povos para povos) </li></ul><ul><li>EDUCAÇÃO </li></ul><ul><li>Processo inacabado de desenvolvimento e de transformação humana – Aquisição e sistematização do conhecimento </li></ul><ul><li>ESCOLA </li></ul><ul><li>Espaço educacional de vivências educacionais </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Educação e Ética </li></ul><ul><li>Não existe ética em Educação; existe um processo ético educacional contínuo. </li></ul><ul><li>Não basta se rético na dimensão individual, a dimensão ética é coletiva. </li></ul><ul><li>“ DÊ A SI MESMO UMA VIDA BOA” </li></ul><ul><li>Duas possibilidades: </li></ul><ul><li>Humanização das resposta </li></ul><ul><li>Afastamento progressivo da transcendência </li></ul><ul><li>VALORES </li></ul><ul><li>Concepções ancestrais herdadas – “princípios” modo internalizado de acreditar e de ser. </li></ul>
  6. 6. Voarás Todo mundo quer voar Nas costas de um beija-flor Todo mundo quer viver de amor Mas nem tudo é só querer Todo mundo quer ser rei Nas costas de um homem bom Todo mundo quer voar além Mas é preciso aprender Voarás, voarás Paulinho Pedra Azul <ul><li>Idéias filosóficas </li></ul><ul><li>Aristóteles: A consciência é construída historicamente. O princípio é fundamental e os hábitos são construídos, internalizados. A exteriorização é a ação que relaciona o princípio e o hábito. </li></ul><ul><li>Sartre: “O Inferno é o outro” </li></ul><ul><li>Ética : Relação estreita entre os princípios fundamentais e periféricos </li></ul><ul><li>Escolhas presentes baseadas nas relações periféricas (aqui e agora), não relacionadas aos nossos princípios fundamentais (ser feliz / plenitude humana como processo “ascendente” crescente) – relacionado com o tempo futuro – podem gerar dor, sofrimento e morte. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>TEMPO </li></ul><ul><li>Vida da humanidade : </li></ul><ul><li>1 – Momento Cosmológico - Séc. VI AC </li></ul><ul><li>Pensamento mitológico (pré-história / racional grego) </li></ul><ul><li>Pré-história sem concepção de sujeito </li></ul><ul><li>Descoberta do Sujeito “Penso, logo existo” </li></ul><ul><li>Hierarquia: Força imperial Moral: Virtudes privadas (bondade, beleza, caridade, etc) </li></ul><ul><li>– Afirmação de que somos dotados de vontades/temos o livre-arbítrio para alcançar a transcendência. </li></ul><ul><li>- Amor ao Homem </li></ul><ul><li>2 – Momento Teológico – Cristianismo até o Séc. XVI / XVII </li></ul><ul><li>Pensamento religioso (temor e reverência a um único Deus) </li></ul><ul><li>- Idéia dos filhos do Pecado na terra / submissão a Deus “Pai todo Poderoso” – Idéia do dever </li></ul><ul><li>- Relações entre o bem e o mal/certo e errado/salvação e castigo </li></ul><ul><li>Hierarquia: a Divina Trindade sendo Cristo o idealista revolucionário </li></ul><ul><li>Moral: Somos seres fracos , pecadores, divididos entre o bem (obediência a Deus) e o mal (submissão à tentação demoníaca) </li></ul><ul><li>- Amor a Deus </li></ul>
  8. 8. <ul><li>3 – Momento Utópico – Séc. XVII / XVIII </li></ul><ul><li>Pensamento da ERA da Razão (Reforma Protestante virada do séc. XVII) </li></ul><ul><li>Nascimento do sujeito subjetivo </li></ul><ul><li>Idéia do dever “Ainda haveremos de enforcar o último Papa com as tripas do último Padre” – Idéia ideológica </li></ul><ul><li>- Ciência Moderna, descobertas </li></ul><ul><li>- Idéia da salvação do mundo pela razão – idéia laica do dever </li></ul><ul><li>Hierarquia: Domínio do real / Razão remédio para a humanidade </li></ul><ul><li>Moral: Ideais da Revolução francesa – Igualdade, Liberdade e fraternidade. </li></ul><ul><li>- Amor ao Conhecimento </li></ul><ul><li>4 – Momento Materialista (Modernidade) - Séc. XIX / XX até a Idade Contemporânea (dias atuais) </li></ul><ul><li>Questionamento da tradição/Crise da Razão a partir de 1950 </li></ul><ul><li>Crise do sujeito/subjetividade em crise </li></ul><ul><li>- Movimentos que se contrapõe: Nascimento do Rock, Movimento Hippe, Revolução Sexual </li></ul><ul><li>Idéias: Liberdade, expressão, movimento,liberdade contrapondo a violência das i e II guerras mundial “Paz e Amor”, drogas “Não quero saber disto tudo que está aí”, Liberdade sexual “hora e vez do prazer feminino” - Idéia de contrapor o dever </li></ul><ul><li>- Amor Patriótico até 1950/ pós 1950 amor relacionado ao compromisso </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Idade Contemporânea </li></ul><ul><li>- Explosão da Razão / Tecnologia avançada / Conhecimento como capital / Fuga da Razão / Busca da emoção </li></ul><ul><li>Desequilíbrio coletivo - nem dever, nem a laicidade do dever </li></ul><ul><li>Culto ao corpo / Procura do prazer efêmero / Preocupação única PRAZER em excesso / Falta de maior que a dos tempos bárbaros / Falta de comunicação e diálogo / Falta das relações Humanas. </li></ul><ul><li>Falta de respeito a qualquer forma de Hierarquia / Descomprometimento para com as Leis / Consumo exacerbado – cultura dos shopping’s, tráfico institucionalizado, música barata, cultura do descartável, amor com sentimento de posse – excessos </li></ul><ul><li>FALTA DOS SENSOS: ÉTICO E MORAL </li></ul><ul><li>Nunca a humanidade esteve tão avançada tecnologicamente e nunca esteve tão afastada de si mesma. </li></ul><ul><li>Para Refletir: </li></ul><ul><li>Educar não é só transmitir conhecimentos. </li></ul><ul><li>Educar é antes de mais nada, participar do processo de construção de respostas significativas para os conflitos da vida . </li></ul>

×