O que é IPHAN
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

O que é IPHAN

on

  • 4,329 visualizações

 

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
4,329
Visualizações no SlideShare
4,329
Visualizações incorporadas
0

Actions

Curtidas
2
Downloads
99
Comentários
0

0 Incorporações 0

No embeds

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

O que é IPHAN Presentation Transcript

  • 1. Um pouco sobre oIPHAN• Educação patrimonial• O contexto histórico para sua criação;• A instituição;• Patrimônios.
  • 2. Educação Patrimonial O que é? Todos os processos educativos em busca da construção de um saber cultural pelas comunidades detentoras e agentes sociais.
  • 3. Educação Patrimonial O objetivo do IPHAN é o dialogo da sociedade sobre as de identificação, reconhecimento, proteção e promoção do patrimônio cultural.
  • 4. O contexto histórico para sua criação A construção de uma identidade nacional: um antigo desejo. O Império Luso Brasileiro buscava se tornar forte, através de uma unidade cultural entre sua metrópole e colônias.
  • 5. O contexto histórico para sua criação A independência e a invenção do Brasil “Uma casa dividida contra si própria não pode ficar de pé”. (Abraham Lincoln)
  • 6. O contexto histórico para sua criação No “ideal europeu” de cultura, onde estão o negro e o índio?
  • 7. O contexto histórico para sua criação Contornos mais brasileiros no início do século XX. Obras como Macunaíma discutem a multietnicidade cultural do Brasil e artistas com o Aleijadinho são reinterpretados e revistos como heróis.
  • 8. A instituição A criação do organismo federal de proteção ao patrimônio, ao final dos anos 30, foi confiada a intelectuais e artistas brasileiros ligados ao movimento modernista. Era o inicio do despertar de uma vontade que datava do século XVII em proteger os monumentos históricos. O Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional foi criado em 13 de janeiro de 1937 pela lei nº 378, no governo de Getúlio Vargas.Mário de Andrade - Decreto lei nº 25(proteção do patrimônio histórico eartístico nacional)
  • 9. A instituição Vinculado ao Ministério da Cultura, o IPHAN, para exercer a sua função, utiliza entre outros, três importantes mecanismos: • O tombamento de bens materiais, o registro de bens imateriais e a lei de proteção aos sítios Arqueológicos.Edifício sede da 6ª SuperintendênciaRegional do IPHAN, localizado no • O IPHAN possui 21 Superintendênciasnúmero 46 da Avenida Rio Branco,centro do Rio de Janeiro Regionais, Centros Culturais, Casa e Parques Históricos. • O IPHAN tem o dever de identificar, inventariar, proteger, conservar e promover o patrimônio sob sua tutela. • O corpo técnico do IPHAN presta acessória direta nas obras de restauração e até mesmo executa em casos especiais.
  • 10. A instituição Os recursos para a preservação dos bens culturais, provém totalmente do governo ou através da capitação de recursos através da Lei Rouanet de incentivo a cultura. Esse incentivo a cultura é abatido no imposto de renda através do Pronac (programa nacional de apoio a cultura), com a participação da iniciativa privadaTeatro Municipal do Rio de Janeiro proporciona uma grande quantidade de obras de restauração. Podemos citar como exemplos recente a Reforma do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. E a reforma do Museu Nacional de Belas Artes. Ambas as reformas utilizaram os recursos do PRONAC.Museu Nacional de Belas Artes
  • 11. A instituição O Monumental – É um programa estratégico do Ministério da Cultura. Seu conceito é inovador e procura conjugar recuperação e preservação do Patrimônio Histórico com desenvolvimento econômico e social. Unesco – Organização das nações unidas para educação, a ciência e a cultura. • Foi criada em 16 de novembro de 1945, logo após a segunda guerra mundial, com o objetivo de garantir a paz por meio da cooperação intelectual entre as nações, acompanhando o desenvolvimento mundial e auxiliando os estados membros. É a agencia das Nações Unidas que atua nas áreas da educação, ciências naturais, ciências humanas e sociais, cultura e comunicação e informação. • O Rio de Janeiro, no dia 01 de julho de 2012, tornou- se a primeira cidade do mundo a receber o título da Unesco de patrimônio mundial como paisagem cultural urbana.
  • 12. Patrimônios Imateriais O que é tombamento? É a preservação de bens de valor histórico, cultural, arquitetônico, ambiental e afetivo para a população por meio de um ato administrativo realizado pelo poder publico, que determina que certos bens serão objetos de proteção especial. Quem pode tombar o patrimônio histórico e artístico? O tombamento pode ser feito nas três esferas do poder: Federal, Estadual e Municipal. O IPHAN é o órgão responsável pelo tombamento em nível federal. Nos estados, são os institutos do patrimônio histórico e artístico que podem executar essa tarefa. As prefeituras que possuem órgãos que podem executar essa tarefa. As prefeituras que possuem órgãos semelhantes também podem tombar um bem.
  • 13. Patrimônios Imateriais O que é patrimônio imaterial? “São os usos, representações, expressões, conhecimentos e técnicas – junto com os instrumentos, objetos, artefatos e espaços culturais que lhes são inerentes – que as comunidades, os grupos e, em alguns casos, os indivíduos reconheçam como parte integrante de seu patrimônio cultural”.
  • 14. Patrimônios Imateriais Preservação As ações de âmbito do Patrimônio Imaterial no IPHAN estão voltadas para a valorização da diversidade cultural e, para tanto, fomentam a realização de inventários, apoiam a instrução de processos de registros e implementam planos de salvaguarda. O trabalho é conduzido pelo Departamento de Patrimônio Imaterial, em Brasília, juntamente com as superintendências do IPHAN nos estados.Ritual Yaokwa do povo Enawene Nawe. As diretrizes do Patrimônio Imaterial voltam- se para as referencias culturais de: moradores de núcleos urbanos tombados; povos indígenas; contexto urbano de megacidades; populações afro-brasileiras e de populações tradicionais.
  • 15. Patrimônios Imateriais Inventário Nacional de Referências Culturais – INRC Categorias do INRC: • Celebrações: Ritos e festividades associadas à religiosidade, a civilidade e aos ciclos do calendário. Ex.: Candomblé. • Formas de expressão: Formas não linguísticas de comunicação associadas a determinado grupo social em região. Ex.: Tambor de crioula (Ma). • Ofícios e modos de fazer: Atividades desenvolvidas por atores sociais reconhecidos como conhecedores de técnicas e de matérias primas que identifiquem um grupo social de uma localidade. Ex: Ofício das paneleiras Acarajé (BA). • Edificações: Estruturas físicas associadas a certos usos, a significações históricas e de memórias e as imagens que se tem de certos lugares, que os tornam bens de interesse diferenciado para determinado grupo social, independente da sua qualidade arquitetônica. Ex.: SAARA: Sociedade de Amigos (RJ). • Lugares: Lugares que possuem sentido cultural diferenciado para a população local. São espaços apropriados por práticas e atividades de naturezas variadas, tanto cotidianas quanto excepcionais, tanto vernáculas, quanto oficiais. O sitio é a denominação dada às áreas inventariadas, que circunscrevem um determinado universo social e simbólico. Ex.: Feira de Baruarú (PE).
  • 16. Patrimônios Materiais Composto por um conjunto de bens culturais classificados segundo sua natureza nos 4 livros do Tombo: • Arqueológico • Paisagístico Sítio arqueológico em Rondônia • Etnográfico • Histórico • Belas artes • Artes aplicadas
  • 17. Patrimônios Materiais Estão divididos em bens móveis como: • Coleções arqueológicas • Acervos museológicos • Documentais • Bibliográficos • Outros
  • 18. Patrimônios Materiais Os bens culturais materiais tombados podem ser acessados por meio do ARQUIVO NORONHA SANTOS. Centro histórico de Belém é tombado pelo Iphan
  • 19. Agradecimento especial aOrquestra Jovem de Niterói (Bem Imaterial)