O Behaviorismo

458 visualizações

Publicada em

Slide sobre o Behaviorismo.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
458
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Behaviorismo

  1. 1. O ESTUDO DO COMPORTAMENTO
  2. 2. • O termo Behaviorismo foi inaugurado pelo americano John B. Watson.
  3. 3. *COMPORTAMENTALISMO *TEORIA COMPORTAMENTAL *ANÁLISE EXPERIMENTAL DO COMPORTAMENTO *ANÁLISE DO COMPORTAMENTO
  4. 4. Razão metodológica Razão histórica
  5. 5. A ANÁLISE EXPERIMENTAL DO COMPORTAMENTO
  6. 6. A Análise Experimental do Comportamento, ou simplesmente AEC, é a subárea encarregada de conduzir a produção e validação de dados baseados apenas nas experiências, e não nos estudos, em uma ciência autônoma do comportamento.
  7. 7. O COMPORTAMENTO RESPONDENTE
  8. 8. EXEMPLOS DE COMPORTAMENTO RESPONDENTE • a contração das pupilas quando uma luz forte incide sobre os olhos. • salivação provocada por uma gota de limão colocada na ponta da língua.
  9. 9. O COMPORTAMENTO OPERANTE
  10. 10. Comportamento Operante • O comportamento operante abrange um leque amplo da atividade humana; • Interação entre comportamento e consequência; • Ambiente: toda variável que está relacionada o comportamento;
  11. 11. Operante - ação
  12. 12. Burrhus Frederic Skinner (1904-1990) Psicólogo americano Projetou as “caixas de Skinner”
  13. 13. A ação do bebê de balbuciar, de agarrar objetos, são comportamentos operante.
  14. 14. REFORÇAMENTO
  15. 15. REFORÇAMENTO O reforço é toda consequência que, seguindo uma resposta, altera a probabilidade futura de ocorrência dessa resposta.
  16. 16. REFORÇO POSITIVO É uma operação que em um evento produzido pro uma respostas aumenta a possibilidade desta resposta ocorrer no futuro. REFORÇO NEGATIVO É uma operação que em uma resposta tem sua probabilidade de ocorrência aumentada pela eliminação de um estímulo aversivo.
  17. 17. As técnicas de estímulos é muito usado na Educação de crianças especiais e no adestramento de animais
  18. 18. MÍDIA E A PUBLICIDADE
  19. 19. ESTÍMULOS NEGATIVOS
  20. 20. No reforçamento negativo, dois processos importantes merecem destaque: a Esquiva e a Fuga. A esquiva é um processo no qual os estímulos aversivos condicionados e incondicionados estão separados por um intervalo de tempo. Fuga só há um estímulo aversivo incondicionado que, quando é apresentado,será evitado pelo comportamento de fugir do local.
  21. 21. EXTINÇÃO E PUNIÇÃO Extinção é um procedimento que no qual o estímulo deixa de ser reforçado. Punição é um processo no qual reduz-se a probabilidade de determinada resposta volta-se a ocorrer
  22. 22. Punição positiva
  23. 23. Punição negativa É quanto é retirado ou subtraído algo produzido pela a resposta, diminuindo a possibilidade de ocorrer erros novamente.
  24. 24. CONTROLE DE ESTÍMULOS
  25. 25. DISCRIMINAÇÃO Diz-se que se desenvolveu uma discriminação de estímulos quando uma resposta se mantém na presença de um estímulo, mas sofre certo grau de extinção na presença de outro.
  26. 26. GENERALIZAÇÃO Na generalização de estímulos, um estímulo adquire controle sobre uma resposta devido ao reforço na presença de um estímulo similar, mas diferente.
  27. 27. BEHAVIORISMO: SUA APLICAÇÃO
  28. 28. UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ PSICOLOGIA II
  29. 29. INTEGRANTES • MARIA GIRLANE • RAIMUNDO • WILLIAN • ELVES • VAGNER • OSEAS • ARTHUR
  30. 30. APRESENTAMOS
  31. 31. BIBLIOGRAFIA [1] BOCK ,Ana mercês Bahia, Odair Furtado, Maria de Loudes Trassi Teixeira.PSICOLOGIAS UMA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE PSICOLOGIA [2] CORIA-SABINI, M. A. Psicologia aplicada à educação. São Paulo, EPU,1986. (Col. Temas Básicos de Educação e Ensaio) [3] SCIENTIFIC AMERICAN. Psicobiologia: as bases biológicas do comportamento. Trad. Lídia Aratangy. São Paulo, Polígono/USP, 1970.
  32. 32. OBRIGADA

×