GEOGRAFIA FÍSICAGEOGRAFIA FÍSICA
INTRODUÇÃO AINTRODUÇÃO A
HIDROLOGIAHIDROLOGIA
PARTE IPARTE I
Professor : Omar Fürst
http:...
AS ÁGUAS DA TERRAAS ÁGUAS DA TERRA
 A água se apresenta em três estados:A água se apresenta em três estados: líquido,líqu...
ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
maresmares
 O que são oceanos?O que são oceanos?
– São grandes massas de água salgada que separa...
ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
 Os maiores oceanos da TerraOs maiores oceanos da Terra
 Pacífico,Pacífico, com 179 650 000 kmc...
ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
De onde vêm os nomes dos oceanos?De onde vêm os nomes dos oceanos?
 Atlântico.Atlântico.
 Vem d...
ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
 Por que a cor da água do oceano pode variar entre o azul ePor que a cor da água do oceano pode ...
ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
lagoslagos
 O que são lagos?O que são lagos?
– São massas líquidas envolvidas por terras, encont...
ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
lagoslagos
 De acordo com a formação e origem os lagosDe acordo com a formação e origem os lagos...
ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
lagoslagos
 De geleirasDe geleiras; formados em depressões delimitadas; formados em depressões d...
ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
lagoslagos
 Lagos tectônicosLagos tectônicos ;localiza-se em depressões;localiza-se em depressõe...
ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
lagoslagos
 De rioDe rio; abandono; abandono
de um meandro,de um meandro,
um rio aumenta aum rio...
ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
riosrios
 O que são rios?O que são rios?
– São cursos de água sobre os continentes. ASão cursos ...
ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
riosrios
– O derretimento de geleiras também pode darO derretimento de geleiras também pode dar
o...
ÁGUA LIQUÍDAÁGUA LIQUÍDA
rios - vocabuláriorios - vocabulário
 Afluente ou tributário ou rio secundárioAfluente ou tribut...
ÁGUA LIQUÍDAÁGUA LIQUÍDA
rios - vocabuláriorios - vocabulário
 Foz ou desembocaduraFoz ou desembocadura: área em que o ri...
ÁGUA LIQUÍDAÁGUA LIQUÍDA
rios - vocabuláriorios - vocabulário
 MeandroMeandro: curva no traçado do rio. Os rios meandrant...
ÁGUA LIQUÍDAÁGUA LIQUÍDA
rios - vocabuláriorios - vocabulário
 Regime hidrográfico ou regime fluvialRegime hidrográfico o...
ÁGUA LIQUÍDAÁGUA LIQUÍDA
riosrios
TIPOS DE BACIATIPOS DE BACIA
As bacias hidrográficas podem ser classificadas deAs bacias...
Água líquidaÁgua líquida
croqui de um riocroqui de um rio
 1 – nascente/ cabeçeira1 – nascente/ cabeçeira
 2- confluênci...
ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA
 No estado sólido, a água apareceNo estado sólido, a água aparece
principalmente sob a...
ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA
As geleiras continentaisAs geleiras continentais
 São encontradas no continente, recob...
ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA
 Durante o verão, essas geleiras podem se quebrar. OsDurante o verão, essas geleiras p...
ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA
gelo oceânicogelo oceânico
 Os icebergs são perigosos para a navegação,Os icebergs são...
ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA
gelo oceânicogelo oceânico
ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA
 As águas do mar também podem congelar na superfície. ÉAs águas do mar também podem co...
ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA
ÁGUAÁGUA
ESTADO GASOSOESTADO GASOSO
 OO vapor de águavapor de água contido na atmosferacontido na atmosfera
representa a ...
ÁGUAÁGUA
ESTADO GASOSOESTADO GASOSO
 AA principal fonteprincipal fonte de vapor de água nade vapor de água na
atmosfera é...
ÁGUAÁGUA
ESTADO GASOSOESTADO GASOSO
 assim como na superfície terrestre, a água distribui-seassim como na superfície terr...
ÁGUAÁGUA –– ESTADO GASOSO- NUVENSESTADO GASOSO- NUVENS
 Existem quatro tipos básicos:Existem quatro tipos básicos:
 Cirr...
ÁGUAÁGUA
O caminho da águaO caminho da água
 AsAs chuvaschuvas são asão a principal fonte geradora deprincipal fonte gera...
ÁGUAÁGUA
O caminho da águaO caminho da água
 Dentro do solo a águaDentro do solo a água
também circula,também circula,
fo...
ÁGUAÁGUA
O caminho da águaO caminho da água
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula introdução a hidrologia

330 visualizações

Publicada em

Estudo das águas da Terra, lagos, rios e mares

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
330
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula introdução a hidrologia

  1. 1. GEOGRAFIA FÍSICAGEOGRAFIA FÍSICA INTRODUÇÃO AINTRODUÇÃO A HIDROLOGIAHIDROLOGIA PARTE IPARTE I Professor : Omar Fürst http://bibocaambiental.blogspot.com.br/
  2. 2. AS ÁGUAS DA TERRAAS ÁGUAS DA TERRA  A água se apresenta em três estados:A água se apresenta em três estados: líquido,líquido, sólido e gasoso.sólido e gasoso.  ¾¾ da superfície terrestre são recobertos pelasda superfície terrestre são recobertos pelas águas dos oceanos.águas dos oceanos.  97,5%97,5% é água salgadaé água salgada  2,1%2,1% concentra nas geleiras, neves e subsolo.concentra nas geleiras, neves e subsolo.  0,4%0,4% em rios, lagos, pântanos, reservatórios,em rios, lagos, pântanos, reservatórios, atmosfera e até nos Seres vivos.atmosfera e até nos Seres vivos.  A ONU, criou o Dia Mundial da Água em 1992,A ONU, criou o Dia Mundial da Água em 1992, comemorado dia 22 de março.comemorado dia 22 de março.
  3. 3. ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA maresmares  O que são oceanos?O que são oceanos? – São grandes massas de água salgada que separam osSão grandes massas de água salgada que separam os continentes.continentes.  O que são mares?O que são mares? – São também massas de água salgada. A maioria fazSão também massas de água salgada. A maioria faz parte dos oceanos.parte dos oceanos.  Por que a água do mar é salgada?Por que a água do mar é salgada? – Durante milhões de anos, a chuva tem formado cursosDurante milhões de anos, a chuva tem formado cursos de água que vêm dissolvendo lentamente as rochas nasde água que vêm dissolvendo lentamente as rochas nas quais havia sal em abundância. Esses cursos de águaquais havia sal em abundância. Esses cursos de água formavam rios; como todos os rios correm para o mar,formavam rios; como todos os rios correm para o mar, este acabou ficando com grande parte do sal encontradoeste acabou ficando com grande parte do sal encontrado na natureza.na natureza.
  4. 4. ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA  Os maiores oceanos da TerraOs maiores oceanos da Terra  Pacífico,Pacífico, com 179 650 000 kmcom 179 650 000 km22  Atlântico,Atlântico, com 106 100 000 kmcom 106 100 000 km22  Índico,Índico, com 74 900 000 kmcom 74 900 000 km22
  5. 5. ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA De onde vêm os nomes dos oceanos?De onde vêm os nomes dos oceanos?  Atlântico.Atlântico.  Vem de Atlas, filho de Netuno, o deus dos mares.Vem de Atlas, filho de Netuno, o deus dos mares.  Pacífico.Pacífico.  Em l 520, quando o navegador português Fernão deEm l 520, quando o navegador português Fernão de Magalhães percorreu o litoral sul-americano, ficouMagalhães percorreu o litoral sul-americano, ficou impressionado com a tranqüilidade das águas. Daí terimpressionado com a tranqüilidade das águas. Daí ter dado ao oceano o nome de Pacífico. Na verdade, eradado ao oceano o nome de Pacífico. Na verdade, era uma época atípica. O Pacífico é mais perigoso que ouma época atípica. O Pacífico é mais perigoso que o Atlântico.Atlântico.  Índico.Índico.  Seu nome está ligado ao de países que banha: índia eSeu nome está ligado ao de países que banha: índia e Indonésia.Indonésia.
  6. 6. ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA  Por que a cor da água do oceano pode variar entre o azul ePor que a cor da água do oceano pode variar entre o azul e o verde?o verde? – A cor normal do mar é azul porque essa é a tonalidadeA cor normal do mar é azul porque essa é a tonalidade que as partículas de areia e microrganismos maisque as partículas de areia e microrganismos mais comuns na sua superfície refletem quando atingidas pelacomuns na sua superfície refletem quando atingidas pela luz solar (composta por comprimentos de onda nasluz solar (composta por comprimentos de onda nas cores vermelho, laranja, amarelo, verde, azul anil ecores vermelho, laranja, amarelo, verde, azul anil e violeta). Se houver outras partículas, a cor refletida serávioleta). Se houver outras partículas, a cor refletida será diferente.diferente.  Nas costas e próximo às ilhas, o tom é verde por causa dosNas costas e próximo às ilhas, o tom é verde por causa dos pigmentos amarelos da matéria orgânica de algas epigmentos amarelos da matéria orgânica de algas e vegetais; ao se misturar azul com amarelo surge o verde.vegetais; ao se misturar azul com amarelo surge o verde.  No mar Negro, entre a Rússia e a Turquia, há bactérias queNo mar Negro, entre a Rússia e a Turquia, há bactérias que produzem ácidos escuros.produzem ácidos escuros.  No mar Vermelho, entre a África e a Arábia, a poeira ricaNo mar Vermelho, entre a África e a Arábia, a poeira rica em ferro faz as águas ficarem vermelhasem ferro faz as águas ficarem vermelhas..
  7. 7. ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA
  8. 8. ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA lagoslagos  O que são lagos?O que são lagos? – São massas líquidas envolvidas por terras, encontradasSão massas líquidas envolvidas por terras, encontradas no interior dos continentes. As águas dos lagos podemno interior dos continentes. As águas dos lagos podem ser salgadas ou não.ser salgadas ou não.  Por que alguns lagos têm água salgadaPor que alguns lagos têm água salgada?? – o nível dos oceanos e dos continentes tem apresentadoo nível dos oceanos e dos continentes tem apresentado variações. Há períodos em que o nível dos oceanos sevariações. Há períodos em que o nível dos oceanos se eleva acima de um ou outro continente. Quando issoeleva acima de um ou outro continente. Quando isso acontece, as águas cobrem a terra. Posteriormente oacontece, as águas cobrem a terra. Posteriormente o mar recua, deixando porções de suas águas acumuladasmar recua, deixando porções de suas águas acumuladas em áreas baixas. Assim, formam-se lagos salgados, queem áreas baixas. Assim, formam-se lagos salgados, que nesse caso podem também ser chamados de mares.nesse caso podem também ser chamados de mares.  Dependendo da área ou do país, os lagos salgados recebemDependendo da área ou do país, os lagos salgados recebem a denominação de mar.a denominação de mar. – Como exemplos temos o mar Arai e o mar Morto, naComo exemplos temos o mar Arai e o mar Morto, na Ásia; e o mar Cáspio, entre Europa e Ásia.Ásia; e o mar Cáspio, entre Europa e Ásia.
  9. 9. ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA lagoslagos  De acordo com a formação e origem os lagosDe acordo com a formação e origem os lagos podem ser:podem ser: vulcânicovulcânico; formado na cratera de um vulcão extinto; formado na cratera de um vulcão extinto
  10. 10. ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA lagoslagos  De geleirasDe geleiras; formados em depressões delimitadas; formados em depressões delimitadas pelo acúmulo de materiais transportados pelaspelo acúmulo de materiais transportados pelas geleiras.geleiras. – Esse material no fundo do vale e na extremidade inferiorEsse material no fundo do vale e na extremidade inferior das geleiras formão asdas geleiras formão as morenasmorenas
  11. 11. ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA lagoslagos  Lagos tectônicosLagos tectônicos ;localiza-se em depressões;localiza-se em depressões originadas por fraturas e falha da crosta,originadas por fraturas e falha da crosta, sobretudo quando um bloco afunda e a depressãosobretudo quando um bloco afunda e a depressão é inundada. A formação é decorrente daé inundada. A formação é decorrente da movimentação tectônicamovimentação tectônica
  12. 12. ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA lagoslagos  De rioDe rio; abandono; abandono de um meandro,de um meandro, um rio aumenta aum rio aumenta a velocidade de suasvelocidade de suas águas e aáguas e a capacidade erosivacapacidade erosiva  ArtificiaisArtificiais; através; através de barragens.de barragens.  Em regiões áridasEm regiões áridas formam-se lagosformam-se lagos temporáriostemporários
  13. 13. ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA riosrios  O que são rios?O que são rios? – São cursos de água sobre os continentes. ASão cursos de água sobre os continentes. A maior parte dos rios nasce em fontes naturaismaior parte dos rios nasce em fontes naturais originadas de lençóis subterrâneos. Essasoriginadas de lençóis subterrâneos. Essas fontes estão relacionadas com a circulação defontes estão relacionadas com a circulação de água no interior das rochas, alimentadas pelaágua no interior das rochas, alimentadas pela infiltração de água das chuvas.infiltração de água das chuvas. – Há rios que nascem em lagos. Por exemplo, oHá rios que nascem em lagos. Por exemplo, o rio São Lourenço, situado entre os Estadosrio São Lourenço, situado entre os Estados Unidos e o Canadá, nasce no lago Ontário, queUnidos e o Canadá, nasce no lago Ontário, que é um dos cinco Grandes Lagos. O rio Nilo, naé um dos cinco Grandes Lagos. O rio Nilo, na África, nasce no lago Vitória.África, nasce no lago Vitória.
  14. 14. ÁGUA LÍQUIDAÁGUA LÍQUIDA riosrios – O derretimento de geleiras também pode darO derretimento de geleiras também pode dar origem a rios. É assim que nasce, por exemplo,origem a rios. É assim que nasce, por exemplo, o rio Amazonas.o rio Amazonas.
  15. 15. ÁGUA LIQUÍDAÁGUA LIQUÍDA rios - vocabuláriorios - vocabulário  Afluente ou tributário ou rio secundárioAfluente ou tributário ou rio secundário: rio que não atinge: rio que não atinge diretamente o mar, fazendo-o somente através do riodiretamente o mar, fazendo-o somente através do rio principal.principal.  Bacia hidrográficaBacia hidrográfica: área drenada pela rede hidrográfica.: área drenada pela rede hidrográfica. Sua análise envolve os aspectos físicos, os humanos e osSua análise envolve os aspectos físicos, os humanos e os econômicos.econômicos.  Canal fluvialCanal fluvial: sulco feito no relevo pelos rios, através de: sulco feito no relevo pelos rios, através de seus processos erosivos, ao se instalarem na natureza.seus processos erosivos, ao se instalarem na natureza.  Confluência ou junçãoConfluência ou junção: local em que um rio se lança em: local em que um rio se lança em outro.outro.  Débito ou vazão ou descargaDébito ou vazão ou descarga: quantidade de água que um: quantidade de água que um rio escoa em um ponto qualquer de seu curso. O débito ério escoa em um ponto qualquer de seu curso. O débito é medido em metros cúbicos por segundomedido em metros cúbicos por segundo (m3/s)(m3/s) e variae varia – a)a) ao longo do curso, aumentando o débito da nascenteao longo do curso, aumentando o débito da nascente para a foz;para a foz; – b)b) ao longo do ano, sofrendo maior ou menor variaçãoao longo do ano, sofrendo maior ou menor variação da vazão de acordo com as estações.da vazão de acordo com as estações.
  16. 16. ÁGUA LIQUÍDAÁGUA LIQUÍDA rios - vocabuláriorios - vocabulário  Foz ou desembocaduraFoz ou desembocadura: área em que o rio se lança no mar.: área em que o rio se lança no mar. Quanto à forma, a foz pode ser de dois tipos:Quanto à forma, a foz pode ser de dois tipos: – a)a) em estuário, quando existe somente um canal fluvial;em estuário, quando existe somente um canal fluvial; – b)b) em delta, quando o curso do rio se ramifica em váriosem delta, quando o curso do rio se ramifica em vários braços.braços.  Interflúvio ou divisor de água ou linha de cristaInterflúvio ou divisor de água ou linha de crista: corresponde às: corresponde às partes mais elevadas do relevo. Separam duas vertentes,partes mais elevadas do relevo. Separam duas vertentes, drenando as águas para bacias diferentes.drenando as águas para bacias diferentes.  Leito:Leito: trecho recoberto pelas águas ao escoarem, sendo detrecho recoberto pelas águas ao escoarem, sendo de largura variável, normalmente, aumentando das nascentes paralargura variável, normalmente, aumentando das nascentes para a foz, conforme a quantidade de água existente no canal fluvial.a foz, conforme a quantidade de água existente no canal fluvial.  Margens, terraço ou várzeasMargens, terraço ou várzeas: partes laterais que demarcam o: partes laterais que demarcam o leito fluvial. Conforme o sentido de escoamento das águas, daleito fluvial. Conforme o sentido de escoamento das águas, da nascentes para a foz, distingue-se a margem esquerda e anascentes para a foz, distingue-se a margem esquerda e a direita. Posiciona-se de frente para foz, sua direita demarcará adireita. Posiciona-se de frente para foz, sua direita demarcará a margem direita, e a sua esquerda a margem esquerda.margem direita, e a sua esquerda a margem esquerda.
  17. 17. ÁGUA LIQUÍDAÁGUA LIQUÍDA rios - vocabuláriorios - vocabulário  MeandroMeandro: curva no traçado do rio. Os rios meandrantes são: curva no traçado do rio. Os rios meandrantes são típicos de áreas onde o relevo é pouco movimentado, atípicos de áreas onde o relevo é pouco movimentado, a exemplo das planícies e, secundariamente, em algunsexemplo das planícies e, secundariamente, em alguns planaltos.planaltos.  Nascentes ou cabeceirasNascentes ou cabeceiras: locais onde se iniciam os rios.: locais onde se iniciam os rios.  Perfil hidrográficoPerfil hidrográfico: pode ser um gráfico ou um corte: pode ser um gráfico ou um corte topográfico realizado nos rios. Ele pode ser de dois tipos:topográfico realizado nos rios. Ele pode ser de dois tipos: – a)a) longitudinal, quando for um gráfico realizado dalongitudinal, quando for um gráfico realizado da nascente até a foz. Mostra a altitude e a distâncianascente até a foz. Mostra a altitude e a distância percorrida por um rio;percorrida por um rio; – b)b) transversal ou latitudinal, quando o corte topográficotransversal ou latitudinal, quando o corte topográfico mostra o vale do rio.mostra o vale do rio.  Rede hidrográficaRede hidrográfica: conjunto formado pelo rio principal e: conjunto formado pelo rio principal e todos os afluentes e subafluentes.todos os afluentes e subafluentes.  Rio principalRio principal: rio que coleta as águas de todos os afluentes: rio que coleta as águas de todos os afluentes e subafluentes, transportando-as até a foz. Normalmente, oe subafluentes, transportando-as até a foz. Normalmente, o nome de bacia hidrográfica corresponde ao rio principal.nome de bacia hidrográfica corresponde ao rio principal.
  18. 18. ÁGUA LIQUÍDAÁGUA LIQUÍDA rios - vocabuláriorios - vocabulário  Regime hidrográfico ou regime fluvialRegime hidrográfico ou regime fluvial: variação: variação do débito de um rio no decorrer do ano. Ver odo débito de um rio no decorrer do ano. Ver o item O clima e o regime fluvial.item O clima e o regime fluvial.  Talvegue:Talvegue: ponto mais baixo de um vale fluvial,ponto mais baixo de um vale fluvial, para o qual todas as águas do vale se dirigem.para o qual todas as águas do vale se dirigem.  Vale:Vale: parte que se estende de um interflúvio aparte que se estende de um interflúvio a outro, abrangendo o talvegue, o leito, asoutro, abrangendo o talvegue, o leito, as margens, as vertentes e o riomargens, as vertentes e o rio  Jusante:Jusante: direção que vai para a foz, a favor dadireção que vai para a foz, a favor da correnteza.correnteza.  Montante:Montante: direção que vai para a nascente,direção que vai para a nascente, contra a correnteza.contra a correnteza.  Vertentes:Vertentes: laterais dos vales fluviais, desde aslaterais dos vales fluviais, desde as margens até os interflúviosmargens até os interflúvios
  19. 19. ÁGUA LIQUÍDAÁGUA LIQUÍDA riosrios TIPOS DE BACIATIPOS DE BACIA As bacias hidrográficas podem ser classificadas deAs bacias hidrográficas podem ser classificadas de acordo com o escoamento de suas águas, como:acordo com o escoamento de suas águas, como: exorréicas:exorréicas: quando o escoamento das águas équando o escoamento das águas é aberto, voltado para os oceanos e maresaberto, voltado para os oceanos e mares  endorréicasendorréicas: quando a drenagem é interna, os: quando a drenagem é interna, os rios desembocam em lagos ou mares fechados;rios desembocam em lagos ou mares fechados; arréicas:arréicas: quando não se distingue a direção daquando não se distingue a direção da drenagem, são típicos das áreas desérticas e semi-drenagem, são típicos das áreas desérticas e semi- áridas;áridas;  criptorréicas:criptorréicas: quando os cursos fluviaisquando os cursos fluviais apresentam-se subterrâneos, como nas áreasapresentam-se subterrâneos, como nas áreas calcárias.calcárias. No Brasil, considera-se que todos os nossos riosNo Brasil, considera-se que todos os nossos rios apresentam apenas drenagens exorréicas, mesmoapresentam apenas drenagens exorréicas, mesmo aqueles localizados no sertão do Nordeste.aqueles localizados no sertão do Nordeste.
  20. 20. Água líquidaÁgua líquida croqui de um riocroqui de um rio  1 – nascente/ cabeçeira1 – nascente/ cabeçeira  2- confluência2- confluência  3-rio principal3-rio principal  4-afluentes4-afluentes  5- meandro5- meandro  6- foz(estuário)6- foz(estuário)  a- bacia hidrográficaa- bacia hidrográfica  b- margem direitab- margem direita  c- margem esquerdac- margem esquerda  d- alto cursod- alto curso  e- médio cursoe- médio curso  f-baixo cursof-baixo curso
  21. 21. ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA  No estado sólido, a água apareceNo estado sólido, a água aparece principalmente sob a forma deprincipalmente sob a forma de geleiras e banquisas.geleiras e banquisas.  A água submetida a frio intenso eA água submetida a frio intenso e prolongado pode congelar. Nesseprolongado pode congelar. Nesse caso formam-se as geleiras. Essascaso formam-se as geleiras. Essas formações podem ser continentais ouformações podem ser continentais ou oceânicas.oceânicas.
  22. 22. ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA As geleiras continentaisAs geleiras continentais  São encontradas no continente, recobrindoSão encontradas no continente, recobrindo superfícies localizadas nas áreas polares ou nossuperfícies localizadas nas áreas polares ou nos pontos elevados das altas montanhas.pontos elevados das altas montanhas.  As geleiras polares são denominadas:As geleiras polares são denominadas: – árticaártica — a que se forma na área polar norte;— a que se forma na área polar norte; – antárticaantártica — a que se forma na área polar sul.— a que se forma na área polar sul.
  23. 23. ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA  Durante o verão, essas geleiras podem se quebrar. OsDurante o verão, essas geleiras podem se quebrar. Os blocos desagregados se desprendem e escorregam para osblocos desagregados se desprendem e escorregam para os oceanos. Esses blocos se movimentam, levados pelasoceanos. Esses blocos se movimentam, levados pelas águas dos oceanos. São os chamadoságuas dos oceanos. São os chamados icebergsicebergs ouou montanhas de gelomontanhas de gelo
  24. 24. ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA gelo oceânicogelo oceânico  Os icebergs são perigosos para a navegação,Os icebergs são perigosos para a navegação, primeiro porque a maior parte do bloco ficaprimeiro porque a maior parte do bloco fica submersa, só aparecendo a crista; segundo,submersa, só aparecendo a crista; segundo, porque se movimentamporque se movimentam  Os icebergs sãoOs icebergs são comuns nas altas latitudescomuns nas altas latitudes. As. As áreas mais freqüentadas pela navegação queáreas mais freqüentadas pela navegação que estiverem na rota dos icebergs devem ser bemestiverem na rota dos icebergs devem ser bem mapeadas e dispor de meios para patrulhar osmapeadas e dispor de meios para patrulhar os movimentos dessas montanhas de gelo. Hoje,movimentos dessas montanhas de gelo. Hoje, sistemas sofisticados, como o uso de radar,sistemas sofisticados, como o uso de radar, fazem esse controle.fazem esse controle.
  25. 25. ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA gelo oceânicogelo oceânico
  26. 26. ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA  As águas do mar também podem congelar na superfície. ÉAs águas do mar também podem congelar na superfície. É quando se formam asquando se formam as banquisasbanquisas, outro problema para as, outro problema para as embarcações.embarcações.  Para se movimentar em mares e oceanos congelados, osPara se movimentar em mares e oceanos congelados, os navios precisam ter um dispositivo quebra-gelo.navios precisam ter um dispositivo quebra-gelo.  Hoje os perigos ligados aos gelos oceânicos são menores,Hoje os perigos ligados aos gelos oceânicos são menores, graças ao uso de mapas e equipamentos sofisticados degraças ao uso de mapas e equipamentos sofisticados de informação.informação.
  27. 27. ÁGUA SOLIDIFICADAÁGUA SOLIDIFICADA
  28. 28. ÁGUAÁGUA ESTADO GASOSOESTADO GASOSO  OO vapor de águavapor de água contido na atmosferacontido na atmosfera representa a água em estado gasoso.representa a água em estado gasoso.  A água está sempre se transformando emA água está sempre se transformando em nosso planeta.nosso planeta. – Sob frio intenso, ela congela;Sob frio intenso, ela congela; – sob calor, o gelo funde;sob calor, o gelo funde; – sob calor mais intenso, a água evapora.sob calor mais intenso, a água evapora. Este é o chamado ciclo da água. Como vocêEste é o chamado ciclo da água. Como você pode notar, ele se relaciona com as mudançaspode notar, ele se relaciona com as mudanças de temperatura.de temperatura.
  29. 29. ÁGUAÁGUA ESTADO GASOSOESTADO GASOSO  AA principal fonteprincipal fonte de vapor de água nade vapor de água na atmosfera é a evaporação que ocorre naatmosfera é a evaporação que ocorre na superfície dos oceanos e dos continentes.superfície dos oceanos e dos continentes.  Pela evaporação, as partículas de águaPela evaporação, as partículas de água vão para a atmosfera e são levadas, emvão para a atmosfera e são levadas, em parte, pelo vento, dos oceanos para osparte, pelo vento, dos oceanos para os continentes e, em menor proporção, doscontinentes e, em menor proporção, dos continentes para os oceanos.continentes para os oceanos.  O mesmo acontece com as nuvens,O mesmo acontece com as nuvens, formadas pelo vapor resultante daformadas pelo vapor resultante da evaporação.evaporação.
  30. 30. ÁGUAÁGUA ESTADO GASOSOESTADO GASOSO  assim como na superfície terrestre, a água distribui-seassim como na superfície terrestre, a água distribui-se desigualmente na atmosfera. Impulsionados pelasdesigualmente na atmosfera. Impulsionados pelas diferenças entre as regiões sob pressões altas ediferenças entre as regiões sob pressões altas e baixas, os ventos são os agentes transportadores dobaixas, os ventos são os agentes transportadores do vapor de água na atmosfera.vapor de água na atmosfera.  Quando oQuando o vapor de água se condensavapor de água se condensa, podem dar-se, podem dar-se as precipitações, normalmente de água no estadoas precipitações, normalmente de água no estado líquido. São as precipitações pluviométricas.líquido. São as precipitações pluviométricas.  As gotículas que formam as nuvens podem congelar eAs gotículas que formam as nuvens podem congelar e correntes verticais de ar jogam as gotículascorrentes verticais de ar jogam as gotículas congeladas para cima e para baixo.congeladas para cima e para baixo.  Nas nuvens que atingem grande altura, as gotículasNas nuvens que atingem grande altura, as gotículas aumentam de tamanho, acumulam-se e formamaumentam de tamanho, acumulam-se e formam blocos de gelo. Transportados por correntes verticaisblocos de gelo. Transportados por correntes verticais de ar descendente, os blocos de gelo se fragmentam ede ar descendente, os blocos de gelo se fragmentam e caem em forma decaem em forma de granizogranizo, vulgarmente conhecido, vulgarmente conhecido como chuva de pedra.como chuva de pedra.
  31. 31. ÁGUAÁGUA –– ESTADO GASOSO- NUVENSESTADO GASOSO- NUVENS  Existem quatro tipos básicos:Existem quatro tipos básicos:  CirrosCirros — nuvens bem altas, com— nuvens bem altas, com cerca de 8 a 10 km de altura. Hácerca de 8 a 10 km de altura. Há quem afirme que parecem fiapos dequem afirme que parecem fiapos de algodão retorcidos. Geralmentealgodão retorcidos. Geralmente indicam tempo bom.indicam tempo bom.  CúmulosCúmulos — nuvens bem volumosas— nuvens bem volumosas e claras. Podem ser notadas eme claras. Podem ser notadas em blocos entre 1 e 8 km de altura.blocos entre 1 e 8 km de altura.  NimbosNimbos — nuvens pesadas, muito— nuvens pesadas, muito baixas. anunciam tempestades.baixas. anunciam tempestades. Algumas são tão escuras queAlgumas são tão escuras que enegrecem o dia. A chuva caienegrecem o dia. A chuva cai rapidamente na forma de temporal.rapidamente na forma de temporal. São chamadas chuvas de verão, queSão chamadas chuvas de verão, que podem alagar e causar enxurradas,podem alagar e causar enxurradas, provocando grandes estragos.provocando grandes estragos.  EstratosEstratos — nuvens baixas, que— nuvens baixas, que formam camadas. Encontram-se emformam camadas. Encontram-se em torno de 500 m e 2 km de altura.torno de 500 m e 2 km de altura.  Além desses, há os tipos mistos deAlém desses, há os tipos mistos de nuvens.nuvens.
  32. 32. ÁGUAÁGUA O caminho da águaO caminho da água  AsAs chuvaschuvas são asão a principal fonte geradora deprincipal fonte geradora de águaágua doce na Terra. Elas se acumulamdoce na Terra. Elas se acumulam através;através; – infiltração nos solos e da evaporação,infiltração nos solos e da evaporação,  Do total de água que cai,Do total de água que cai, – 64%64% transforma-se novamente em vaportransforma-se novamente em vapor voltando à atmosfera através do solovoltando à atmosfera através do solo (evaporação), plantas (evapotranspiração).(evaporação), plantas (evapotranspiração). – 25%25% escoam sobre a superfície terrestre,escoam sobre a superfície terrestre, onde, desse total:onde, desse total: 15%15% se infiltra na terra e vai alimentarse infiltra na terra e vai alimentar as reservas subterrâneas.as reservas subterrâneas. – 11%11% escoam e chegam diretamente aosescoam e chegam diretamente aos riosrios
  33. 33. ÁGUAÁGUA O caminho da águaO caminho da água  Dentro do solo a águaDentro do solo a água também circula,também circula, formandoformando lençóis delençóis de infiltraçãoinfiltração. Onde a. Onde a natureza das rochasnatureza das rochas permite, as águaspermite, as águas afloram na superfície eafloram na superfície e formam fontes.formam fontes.  AsAs fontesfontes podem darpodem dar origem a rios ouorigem a rios ou lagos. Veja como tudolagos. Veja como tudo está encadeado. Porestá encadeado. Por isso falamos em cicloisso falamos em ciclo da água na natureza.da água na natureza.
  34. 34. ÁGUAÁGUA O caminho da águaO caminho da água

×