Aula Geografia agrária

302 visualizações

Publicada em

Introdução a Geografia agrária e sistemas de culturas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula Geografia agrária

  1. 1. Professor Omar Fürst
  2. 2. BAIXA DENSIDADE ATIVIDADES PRIMÁRIAS HABITAT RURAL CONCENTRADO DISPERSO A REVOLUÇÃO DA AGRICULTURA RESULTADO: REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  3. 3. MÉTODOS/TÉCNICAS AUMENTO DA PRODUTIVIDADE AUMENTO DA RENTABILIDADE DO TRABALHO E DOS SOLOS ISTO É: INVESTIMENTO DE CAPITAL INSUMOS AGRÍCOLAS: ADUBOS FERTILIZANTES PESTICIDAS SEMENTES SELECIONADAS IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS: TRATORES ARADOS COLHEDEIRAS
  4. 4. Atualmente estamos vivendo o limiar de uma segunda Revolução Verde com o desenvolvimento da engenharia genética e da biotecnologia. A diferença básica entre a engenharia genética e a agropecuária convencional é que os produtores convencionais transferem genes entre subespécies que naturalmente se cruzam, ao passo que a engenharia genética permite que os biólogos introduzam, no genoma de uma planta um gene completamente novo e exótico.
  5. 5. Não há estudos conclusivos sobre os efeitos na saúde e no meio ambiente. O mercado consumidor faz restrições ao consumo de produtos transgênicos. Os agricultores ficariam reféns dos fornecedores de sementes.
  6. 6. O custo de produção seria menor, porque requer menos agrotóxico. A produtividade seria maior, aumentando a competitividade internacional. Mais barato, os transgênicos poderiam ajudar a aplacar a fome no mundo
  7. 7.  A produção de alimentos é suficiente para suprir as necessidades alimentares da população mundial. A partir da Segunda Grande Guerra, a produção global de alimentos superou largamente o crescimento da população.  Mas a fome é uma dura realidade. Quase um bilhão de pessoas, no mundo inteiro, carecem de alimentos suficientes para desenvolver uma vida ativa e saudável.  A fome está, pois, relacionada à ineficácia dos mecanismos de distribuição dos produtos alimentícios pelo mercado mundial e da baixa renda dos países periféricos.
  8. 8. SISTEMAS AGRÁRIOS MÉTODOS OBJETIVOS RENDIMENTOS TRADICIONAL MODERNA SUBSISTÊNCIA MERCADO BAIXA RENDA ESPECULATIVA
  9. 9.  Tem como base a produção diversificada (policultura), que visa a suprir as necessidades básicas da unidade de trabalho familiar.  Uma de suas principais características é o atraso técnico e tecnológico que implica pouca produção, tanto em área quanto por trabalhador.  As unidades produtivas são de pequena extensão territorial e tendem a se transformar em minifúndios com o crescimento da família..  Encontra em franca decadência no mundo inteiro.
  10. 10. AGRICULTURA ITINERANTE OU SUBSISTÊNCIA:  Ocasiona imenso desgaste do solo;  América latina e África;  serve como abastecimento familiar;  Excedente é comercializado;  Praticado em pequenas e medias propriedades;  Técnicas rudimentares;(arado, foice,etc)  Energia animal e humana;  Baixa produtividade, praticamente para subsistencia  Presente em países subdesenvolvidos,no continente africano e algumas regiões brasileiras.
  11. 11.  A plantation é uma grande propriedade, situada em região tropical ou subtropical onde se cultiva, com fins comerciais, em regime de monocultura, produtos tropicais.  A mão-de-obra é assalariada temporária (bóia fria), à exceção da direção e dos altos funcionários, que costumam ser trabalhadores permanentes .  Os produtos que melhor representam este tipo de agricultura são: o café, a cana-de-açúcar, a banana, a seringueira, o cacau, o coco, o amendoim, o algodão, o tabaco e as frutas cítricas entre outras culturas.
  12. 12.  Conhecido como rizicultura irrigada é típica da Ásia Monçonica.  Agricultura tradicional com algumas técnicas modernas (adubação, irrigação);  Apresenta cuidados especiais com o solo;  Pequenas propriedade e grande mão de obra;  Adubação orgânica;  Mão de obra manual;  O arroz é o principal produto, mas não é uma monocultura.
  13. 13. AGRICULTURA MODERNA: Consequência da revolução industrial; Ocorreu aperfeiçoamento dos instrumentos agricolas (debulhadeira) Utilização de adubos e corretivos. Pratica de rotação de culturas;
  14. 14.  Empresa de caráter familiar, com explorações de tamanho médio e altamente capitalizadas.     A agricultura européia constitui fonte de renda de poucas famílias, a ela dedicam-se, em média, menos de 8% da população economicamente ativa e é uma das mais protegidas do mundo.
  15. 15.  A exploração americana é de caráter familiar, mas é gerida como empresa, quase como uma indústria, daí ser chamada de agricultura industrial.  Os mecanismos protecionistas disponibilizados pelo governo (preços mínimos internos, barreiras alfandegárias e sanitárias, subsídios diretos) garantem a manutenção dos preços agrícolas em cotações bastante elevadas, permitindo que a maioria das propriedades obtenha rendimentos elevados.  Uma importante característica da agricultura americana é o seu alto grau de especialização regional, criando áreas de predomínio de poucos tipos de culturas, os famosos cinturões agrícolas (Belt).
  16. 16.  A famosa PAC, a Política Agrícola Comum da União Européia e a Farm Bill ( lei agrícola dos EUA) são políticas de subsídio que prejudica muito a agricultura do mundo subdesenvolvido pois impede uma concorrência leal.
  17. 17.  Uma das conseqüências da atividade agrícola:  erosão e a destruição dos solos;  O emprego abusivo de adubos e pesticida contamina o solo e a água;  A sociedade atual deve ter como meta o desenvolvimento de políticas conservacionistas para o meio rural de modo que viabilize uma exploração racional com o menor impacto possível no meio ambiente. Essa postura tem nome: desenvolvimento sustentável.

×