GRUPO TITRONIC 
Proteção de Partes Móveis 
Correias Transportadoras 
Divisão de Plásticos Industriais 
Leonardo Zorzaneli ...
TITRONIC PLÁSTICOS INDUSTRIAIS LTDA 
◦Desde 1985 a TITRONIC, atua em áreas industriais. Trazendo inovações e desenvolvime...
Unidade de Produção Fernandópolis
Unidade de Produção Fernandópolis
Logística Integrada
Roletes
Proteção para Roletes
Aumentar a segurança de todos os que precisem trabalhar e/ou transitar próximo de transportadores. 
Evitar contato invol...
Adequação as NR’s 
◦Nossas proteções vão exatamente de encontro com o que é pedido nas NR’s com relação a proteção de par...
NR12 
◦12.3. O empregador deve adotar medidas de proteção para o trabalho em máquinas e equipamentos, capazes de garantir...
NR18 
◦18.22.2 Devem ser protegidas todas as partes móveis dos motores, transmissões e partes perigosas das máquinas ao a...
NR22 
◦22.8.10 - Os trabalhos de limpeza e manutenção dos transportadores contínuos só podem ser realizados com o equipam...
Fase 1 da Tecnologia em Proteção de Correias Transportadoras
Primeira fase no desenvolvimento de proteções correias. 
Consistem em proteções desenvolvidas em polímeros de engenharia...
Correia transportadora 
Samarco - UBÚ 
Não atende NR’s
Fase 2 da Tecnologia em Proteção de Correias Transportadoras 
Proteção completa por grades em polímero
O prolongador metálico é soldado na longarina do transportador. Em seguida o Suporte plástico é fixado no suporte. 
A in...
Grades para proteção de correias, fabricadas em Polímeros de engenharia, aditivado com anti-chama, proteção UV e pigmento...
Dados: 
Resistência à tração = 90,48 MPa 
Módulo de elasticidade = 6,3 GPa 
Alongamento = 3,69 % 
Resistência à flexã...
Livre acesso a cordoalha de emergência
Dispositivos de proteção com mínima interferência na operação, manutenção, lubrificação e limpeza dos equipamentos, máqui...
Não sofre corrosão ou oxidação. 
Todas a telas permitem a retirada e recolocação imediata, sem dificultar manutenção e o...
Material Reciclável 
Proteção do Rolo de Carga e Retorno independente 
Acrescenta baixo peso linear ao TC – sem a neces...
Pode ser personalizado
Pode ser escolhida a opção com Fiber Glass que diminui as emissões de particulado do TC contribuindo para um ambiente mai...
Fiber Glass em detalhe
Fixação simples e de fácil remoção atendendo assim a norma, mas, sem dificultar a manutenção.
Usinas de V a VII da Vale – Complexo de tubarão
Usinas de V a VII da Vale – Complexo de tubarão
Usina Vale de São Luís - MA
Usina Vale Omã– Oriente Médio
Vale – Minas do Complexo de Itabira
Complexo de Itabira
Minas Vale – Complexo de Mariana
Projeto P4P Samarco (Fornecimento)
Vale 
◦Complexo de tubarão - Usinas de 1 a 8-ES 
◦Porto de Tubarão - ES 
◦Usina de São Luiz-MA 
◦Usina de Omã-Oriente Med...
Vale 
◦Mina de agua limpa-MG 
◦Mina de conceição-MG 
◦Mina de Timbopeba-MG 
◦Mina de Cauê-MG 
◦Mina de Fabrica-MG 
◦Mina ...
Samarco 
◦Usinas de 1 a 4 de Ubú 
◦Mina de germano 
Votorantim 
◦Unidade de Miraí 
◦Unidade de Barão de Angra 
Lafarge ...
Anglo American 
◦Unidade de Conceição do Mato Dentro - MG 
ArcelorMittal 
◦ArcelorMittal Tubarão - ES
Início 09/2009 Samarco Germano 
Mais de 150.000 m de transportadores protegidos
Sipat Interna anual 
Inspeções diárias nas frentes de serviço 
Treinamentos mensais em segurança 
Discussão diária sob...
Dois capacetes de ouro da vale (duas vezes primeiro lugar em segurança dentre todas as contratadas do complexo de tubarão).
OBRIGADO
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Proteção de Transportadores - Titronic
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Proteção de Transportadores - Titronic

1.033 visualizações

Publicada em

Saiba mais em: http://www.titronic.com.br/produto/protecao-para-correias-transportadoras

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.033
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
47
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Proteção de Transportadores - Titronic

  1. 1. GRUPO TITRONIC Proteção de Partes Móveis Correias Transportadoras Divisão de Plásticos Industriais Leonardo Zorzaneli – leonardo@titronic.com.br Engenheiro Mecânico Certificado ISO 9001
  2. 2. TITRONIC PLÁSTICOS INDUSTRIAIS LTDA ◦Desde 1985 a TITRONIC, atua em áreas industriais. Trazendo inovações e desenvolvimentos no uso de polímeros. ◦Possui duas Plantas Industriais de produção, Fernandópolis – SP e Serra –ES ◦Filial em Omã – Oriente Médio
  3. 3. Unidade de Produção Fernandópolis
  4. 4. Unidade de Produção Fernandópolis
  5. 5. Logística Integrada
  6. 6. Roletes
  7. 7. Proteção para Roletes
  8. 8. Aumentar a segurança de todos os que precisem trabalhar e/ou transitar próximo de transportadores. Evitar contato involuntário com as partes móveis. Atender os requisitos previstos das NR’s correspondentes
  9. 9. Adequação as NR’s ◦Nossas proteções vão exatamente de encontro com o que é pedido nas NR’s com relação a proteção de partes moveis. ◦Produto Patenteado
  10. 10. NR12 ◦12.3. O empregador deve adotar medidas de proteção para o trabalho em máquinas e equipamentos, capazes de garantir a saúde e a integridade física dos trabalhadores, e medidas apropriadas sempre que houver pessoas com deficiência envolvidas direta ou indiretamente no trabalho ◦12.85. Os movimentos perigosos dos transportadores contínuos de materiais devem ser protegidos, especialmente nos pontos de esmagamento, agarramento e aprisionamento formados pelas esteiras, correias, roletes, acoplamentos, freios, roldanas, amostradores, volantes, tambores, engrenagens, cremalheiras, correntes, guias, alinhadores, região do esticamento e contrapeso e outras partes móveis acessíveis durante a operação normal.
  11. 11. NR18 ◦18.22.2 Devem ser protegidas todas as partes móveis dos motores, transmissões e partes perigosas das máquinas ao alcance dos trabalhadores. ◦18.22.3 As máquinas e os equipamentos que ofereçam risco de ruptura de suas partes móveis, projeção de peças ou de partículas de materiais devem ser providos de proteção adequada.
  12. 12. NR22 ◦22.8.10 - Os trabalhos de limpeza e manutenção dos transportadores contínuos só podem ser realizados com o equipamento parado e bloqueado, exceto quando a limpeza for através de jato d’água ou outro sistema, devendo neste caso possuir mecanismo, que impeça contato acidental do trabalhador com as partes móveis. ◦22.11.10 - É obrigatória a proteção de todas as partes móveis de máquinas e equipamentos ao alcance dos trabalhadores e que lhes ofereçam riscos. ◦22.8.8 - Todos os pontos de transmissão de força, de rolos de cauda e de desvio dos transportadores contínuos, devem ser protegidos com grades de segurança ou outro mecanismo que impeça o contato acidental
  13. 13. Fase 1 da Tecnologia em Proteção de Correias Transportadoras
  14. 14. Primeira fase no desenvolvimento de proteções correias. Consistem em proteções desenvolvidas em polímeros de engenharia que não estilhaçam e são aditivados com material anti-chamas.
  15. 15. Correia transportadora Samarco - UBÚ Não atende NR’s
  16. 16. Fase 2 da Tecnologia em Proteção de Correias Transportadoras Proteção completa por grades em polímero
  17. 17. O prolongador metálico é soldado na longarina do transportador. Em seguida o Suporte plástico é fixado no suporte. A instalação é finalizada encaixando-se a grade nas guias dos suportes. É possível a adequação do projeto às necessidades locais das áreas a serem instaladas.
  18. 18. Grades para proteção de correias, fabricadas em Polímeros de engenharia, aditivado com anti-chama, proteção UV e pigmentos. Alta resistência Mecânica Alta resistência à fratura por flexão ou fadiga. Resistência ao impacto Suporte metálico em aço galvanizado e/ou tratamento em pintura epóxi de fixação eletrostática. Peso Aproximado: 5 kg (proteção + suporte).
  19. 19. Dados: Resistência à tração = 90,48 MPa Módulo de elasticidade = 6,3 GPa Alongamento = 3,69 % Resistência à flexão = 156,5 MPa Módulo em flexão = 4,3 GPa Abertura de Malha de 35x65 mm
  20. 20. Livre acesso a cordoalha de emergência
  21. 21. Dispositivos de proteção com mínima interferência na operação, manutenção, lubrificação e limpeza dos equipamentos, máquinas e sistemas. Visualização dos elementos da correia transportadora sem a necessidade de remoção da proteção. Componentes de tamanho e modelo padronizado facilitando a manutenção.
  22. 22. Não sofre corrosão ou oxidação. Todas a telas permitem a retirada e recolocação imediata, sem dificultar manutenção e operação. Material não condutor de eletricidade. Estabilidade térmica.
  23. 23. Material Reciclável Proteção do Rolo de Carga e Retorno independente Acrescenta baixo peso linear ao TC – sem a necessidade de reforço estrutural do transportador.
  24. 24. Pode ser personalizado
  25. 25. Pode ser escolhida a opção com Fiber Glass que diminui as emissões de particulado do TC contribuindo para um ambiente mais limpo.
  26. 26. Fiber Glass em detalhe
  27. 27. Fixação simples e de fácil remoção atendendo assim a norma, mas, sem dificultar a manutenção.
  28. 28. Usinas de V a VII da Vale – Complexo de tubarão
  29. 29. Usinas de V a VII da Vale – Complexo de tubarão
  30. 30. Usina Vale de São Luís - MA
  31. 31. Usina Vale Omã– Oriente Médio
  32. 32. Vale – Minas do Complexo de Itabira
  33. 33. Complexo de Itabira
  34. 34. Minas Vale – Complexo de Mariana
  35. 35. Projeto P4P Samarco (Fornecimento)
  36. 36. Vale ◦Complexo de tubarão - Usinas de 1 a 8-ES ◦Porto de Tubarão - ES ◦Usina de São Luiz-MA ◦Usina de Omã-Oriente Medio ◦Mina do Salobo-PA ◦Mina de Vargem Grande-MG
  37. 37. Vale ◦Mina de agua limpa-MG ◦Mina de conceição-MG ◦Mina de Timbopeba-MG ◦Mina de Cauê-MG ◦Mina de Fabrica-MG ◦Mina de Alegria-MG
  38. 38. Samarco ◦Usinas de 1 a 4 de Ubú ◦Mina de germano Votorantim ◦Unidade de Miraí ◦Unidade de Barão de Angra Lafarge Cimentos ◦Unidade de Salvador
  39. 39. Anglo American ◦Unidade de Conceição do Mato Dentro - MG ArcelorMittal ◦ArcelorMittal Tubarão - ES
  40. 40. Início 09/2009 Samarco Germano Mais de 150.000 m de transportadores protegidos
  41. 41. Sipat Interna anual Inspeções diárias nas frentes de serviço Treinamentos mensais em segurança Discussão diária sobre segurança em todas as frentes de serviço Cumprimento rigoroso de todas as normas de segurança do trabalho legais e as exigidas pelo cliente Compromisso com a segurança e integridade do nosso colaborador em primeiro lugar!
  42. 42. Dois capacetes de ouro da vale (duas vezes primeiro lugar em segurança dentre todas as contratadas do complexo de tubarão).
  43. 43. OBRIGADO

×