MEDICAMENTOS QUE ATUAM NO SISTEMA
NERVOSO CENTRAL
1-Analgésicos
Medicamentos com atividade supressora ou de
diminuição da ...
Produzem torpor, facilitando a instalação e a
manutenção do sono, como o sono é produzido
artificialmente teremos dificuld...
pacientes neurológicos, sem provocar o
sono quando usados em pequenas doses
(facilitam o sono).Ex: clordiazepóxido
(Psicos...
6 – Antiepiléticos
Medicamentos que atuam na prevenção da
crise epilética e o tratamento da epilepsia. Ex:
difenilhidantoí...
adrenérgicos e antiadrenérgicos, os
colinérgicos e os anticolinérgicos.
• Adrenérgicos: São medicamentos que
atuam estimul...
adrenérgicos e antiadrenérgicos, os
colinérgicos e os anticolinérgicos.
• Adrenérgicos: São medicamentos que
atuam estimul...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 5 medicamentos_que_atuam_no_sistema_nervoso_central

466 visualizações

Publicada em

tjdoooo

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
466
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 5 medicamentos_que_atuam_no_sistema_nervoso_central

  1. 1. MEDICAMENTOS QUE ATUAM NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL 1-Analgésicos Medicamentos com atividade supressora ou de diminuição da dor. Causam também queda da temperatura em pacientes febris. Dividem-se em: • Narcóticos – São os mais potentes, atuam nas dores profundas, como cólicas renais e biliares. Causam euforia e podem levar a dependência. Ex: morfina e petidina (dolantina). • Não-narcóticos – são menos potentes, suprimem a dor superficial, como cefaléia, mialgias e artralgias. Ex: ASS, dipirona e paracetamol. 2 - Sedativos Reduzem a atividade, moderam a excitação e acalmam o paciente. Ex: A levomepromazina ( Neozine), presta-se ao tratamento da insônia sem provocar muitos efeitos colaterais. Alguns anti-histamínicos, que tem o efeito colateral a sonolência, podem ser utilizados como sedativos, ex: Muricalm (pimetixeno xarope). 3 – Hipnóticos 1
  2. 2. Produzem torpor, facilitando a instalação e a manutenção do sono, como o sono é produzido artificialmente teremos dificuldade em acordar o paciente, são também chamados de soníferos, dependendo da dose, podem ter efeito hipnótico, sedativo ou anestésico geral, ou ainda de efeito anticonvulsivante. Ex: fenobarbital (Gardenal), flurazepam (Dalmadorm), midazolam (Dorminid). 4 – Psicotrópicos Capazes de atuar seletivamente sobre as células nervosas que regulam os processos psíquicos do homem, interferem com os processos mentais, por exemplo, sedando, estimulando ou alterando o humor, o pensamento e o comortamento. Os psicotrópicos dividem-se em: • Neurolépticos (tranqüilizantes maiores): têm atividade psicotrópica intensa e são indicados em todas as formas de psicose, delírios e alucinações. Ex: haloperidol (Haldol), clorpromazina (Amplictil), flufenazina (Anatensol) e levomepromazina (Neozine). • Ansiolíticos (tranqüilizantes menores): atuam na ansiedade e tensão dos 2
  3. 3. pacientes neurológicos, sem provocar o sono quando usados em pequenas doses (facilitam o sono).Ex: clordiazepóxido (Psicosedin), diazepam(Valium), bromazepam (Lexotan), lorazepam (Lorax). • Antidepressivos - diminuem a depressão, deve ser recomendado concomitantemente a psicoterapia. Os inibidores da monoaminoxidase (IMAO) são antidepressivos. A MAO é uma enzima que diminui a atividade das células nutrientes, resultando de sua inibição melhores condições de funcionamento cerebral. Ex: tranilcipromina (Parnate), imipramina (Trofanil) e amitriptilina (Tryptanol). 5 – Antiparkinsonianos Drogas que agem sobre os sintomas da doença de Parkinson. Devem ser administrados às refeições ou na hora de dormir, para atenuar os efeitos colaterais, como secura na boca, nariz e olhos e a tontura. Ex: biperideno (Akineton) e levodopa com benzerazida (Prolopa). 3
  4. 4. 6 – Antiepiléticos Medicamentos que atuam na prevenção da crise epilética e o tratamento da epilepsia. Ex: difenilhidantoína ou fenitoína (Hidantal), carbamazepina (Tegretol), fenobarbital (Garenal). MEDICAMENTOS QUE ATUAM NO SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO O sistema nervoso autônomo é responsável pelo funcionamento dos órgão sem o controle da vontade. Divide-se em sistema nervoso simpático e parassimpático. O sistema nervoso simpático age provocando reações semelhantes à sensação do medo, ou seja, taquicardia, sudorese, hipertensão, tremor, vasoconstrição periférica, midríase e bloqueio das funções gastrintestinais. O sistema nervoso parassimpático atua causando reações semelhantes à sensação de relaxamento, ou seja, bradicardia, pouca sudorese, hipotensão, vasodilatação periférica, broncoconstrição, miose e relaxamento da função gastrintestinal. Os medicamentos que atusm no sistema nervoso autônomo são os 4
  5. 5. adrenérgicos e antiadrenérgicos, os colinérgicos e os anticolinérgicos. • Adrenérgicos: São medicamentos que atuam estimulando a atividade simpática. Podem ser chamados de simpatomeméticos. Ex: Adrenalina, Noradrenalina, salbutamol(Aerolin), dopamina(Revivan), dobutamina (Dobutrex) e tropicamida (Mydriacyl). • Antiadrenérgicos: São medicamentos que atuam bloqueando a ação simpática. Podem ser chamados de simpatolíticos. Ex: metildopa (Aldomet), propranolol, brimonidina(Alphagan) e pendolol (Visken). • Colinérgicos: Atuam stimulando a ação parassimpática. Podem ser chamados de parasimpatomeméticos. Ex: neostigmina (Prostigmine), pirisdostigmina (Mestinon) e carbacol (Miostat). • Anticolinérgico: Bloqueiam a ação do parassimpático. Ex: Atropina, podem ser chamados de parassimpatolíticos. Ex: buclezina (Postafen) e brometo de epratrópio (Atrovent). 5
  6. 6. adrenérgicos e antiadrenérgicos, os colinérgicos e os anticolinérgicos. • Adrenérgicos: São medicamentos que atuam estimulando a atividade simpática. Podem ser chamados de simpatomeméticos. Ex: Adrenalina, Noradrenalina, salbutamol(Aerolin), dopamina(Revivan), dobutamina (Dobutrex) e tropicamida (Mydriacyl). • Antiadrenérgicos: São medicamentos que atuam bloqueando a ação simpática. Podem ser chamados de simpatolíticos. Ex: metildopa (Aldomet), propranolol, brimonidina(Alphagan) e pendolol (Visken). • Colinérgicos: Atuam stimulando a ação parassimpática. Podem ser chamados de parasimpatomeméticos. Ex: neostigmina (Prostigmine), pirisdostigmina (Mestinon) e carbacol (Miostat). • Anticolinérgico: Bloqueiam a ação do parassimpático. Ex: Atropina, podem ser chamados de parassimpatolíticos. Ex: buclezina (Postafen) e brometo de epratrópio (Atrovent). 5

×