Floresta Atlântica

5.351 visualizações

Publicada em

Trabalho dos alunos da AA09: Lucas Henrique, Paulo, Rita

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.351
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
49
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
133
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Floresta Atlântica

  1. 1. BIOMAS BRASILEIROS: Floresta Atlântica Lucas Henrique Paulo Roberto Castellem Jr. Rita Carolina de Melo
  2. 2. SUMÁRIO <ul><li>Breve introdução ao assunto; </li></ul><ul><li>Localização; </li></ul><ul><li>Clima; </li></ul><ul><li>Solo; </li></ul><ul><li>Vegetação; </li></ul><ul><li>Fauna; </li></ul><ul><li>Principais problemas; </li></ul><ul><li>Principais agressões a Mata Atlântica; </li></ul><ul><li>Curiosidades; </li></ul><ul><li>Referências. </li></ul>
  3. 3. BREVE INTRODUÇÃO AO ASSUNTO... <ul><li>A floresta encontrada sobre serrarias costeiras denomina-se Floresta Pluvial Tropical, Floresta Ombrófila Densa ou, genericamente, Mata Atlântica; </li></ul><ul><li>Terceiro maior bioma brasileiro. </li></ul>
  4. 4. LOCALIZAÇÃO <ul><li>Distribuída ao longo de mais de 23 graus de latitude sul; </li></ul><ul><li>Compreende a região costeira do Brasil; </li></ul>
  5. 5. CLIMA <ul><li>Tropical; </li></ul><ul><li>Caracterizada por altas temperaturas; </li></ul><ul><li>Nebulosidade no alto das montanhas e umidade elevada; </li></ul><ul><li>Devido à proximidade do oceano, a dinâmica atmosférica regional e os traços do relevo. </li></ul>
  6. 6. CLIMA <ul><li>Distribuição das chuvas é bastante irregular; </li></ul><ul><li>Período mais frio e seco vai de maio a agosto (inverno) e o mais quente e chuvoso de novembro a março (verão); </li></ul><ul><li>As médias pluviométricas variam com a altitude, com cerca de 1.700mm na planície costeira, 2.000mm nas encostas e 3.000mm na faixa alto montanha, o que pode ser comparado à Amazônia; </li></ul><ul><li>No inverno a temperatura mínima pode atingir menos de 10°C e no verão, a máxima varia entre 37°C e 40°C. </li></ul>
  7. 7. SOLO <ul><li>Bastante raso; </li></ul><ul><li>Pobre, mas que tem a fertilidade garantida pela existência da “serrapilheira”; </li></ul><ul><li>O relevo é constituído por colinas e planícies costeiras, acompanhadas por uma cadeia de montanhas. </li></ul>
  8. 8. VEGETAÇÃO <ul><li>Exuberância e diversidade, é uma das mais ricas do planeta; </li></ul><ul><li>A Serra do Mar (SP) contém mais de 800 espécies de árvores; </li></ul><ul><li>A floresta pode ser dividida em extratos: </li></ul><ul><li>Dossel </li></ul><ul><li>Extratos arbustivos </li></ul><ul><li>Extratos herbáceos </li></ul>
  9. 9. FAUNA <ul><li>A Mata Atlântica abriga: </li></ul><ul><li>-Quase mil espécies de aves; </li></ul><ul><li>-370 espécies de anfíbios; </li></ul><ul><li>-200 de répteis; </li></ul><ul><li>-270 de mamíferos; </li></ul><ul><li>-Cerca de 350 espécies de peixes. </li></ul>
  10. 10. FAUNA <ul><li>A Floresta Atlântica possui uma grande biodiversidade de animais, além de muitos que já estão ameaçados de extinção, como: </li></ul><ul><li>- Onça-pintada - jaguatirica </li></ul><ul><li>- o mono-carvoeiro - macaco-prego </li></ul><ul><li>- o guariba - mico-leão-dourado </li></ul><ul><li>- vários sagüis - preguiça-de-coleira </li></ul><ul><li>- o caxinguelê - tamanduá </li></ul>
  11. 11. PRINCIPAIS PROBLEMAS <ul><li>Início da colonização européia: </li></ul><ul><li>A floresta nativa deu lugar às culturas de cana-de-açúcar, cacau e café, além da pecuária. </li></ul>
  12. 12. AS PRINCIPAIS AGRESSÕES À MATA ATLÂNTICA SÃO: <ul><li>1- Extração de madeira; </li></ul><ul><li>2- Moradia, construção de cidades; </li></ul><ul><li>3- Agricultura; </li></ul><ul><li>4- Industrialização, e conseqüentemente poluição; </li></ul><ul><li>5- Construção de rodovia. </li></ul><ul><li>6- Pesca predatória em seus rios; </li></ul><ul><li>7- Turismo desordenado; </li></ul><ul><li>8- Comércio ilegal de plantas e animais nativos; </li></ul><ul><li>9- Exportação ilegal de material genético; </li></ul><ul><li>10- Fragmentação das áreas preservadas. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  13. 13. CURIOSIDADES
  14. 15. Percentual da Mata Atlântica em 1500
  15. 16. ESTADO ÁREA DE DOMÍNIO ALAGOAS 52% BAHIA 31% CEARÁ 3% ESPÍRITO SANTO 100% GOIÁS 3% MATO GROSSO DO SUL 14% MINAS GERAIS 45% PARAÍBA 12% PARANÁ 32% PERNAMBUCO 18% PIAUÍ 9% RIO DE JANEIRO 99% RIO GRANDE DO NORTE 6% RIO GRANDE DO SUL 47% SANTA CATARINA 99% SÃO PAULO 80% SERGIPE 32%
  16. 17. REFERÊNCIAS <ul><li>CARVALHAL , Fabiana et al. Mata Atlântica . Disponível em:<http://www.ib.usp.br/ecosteiros/textos_educ/mata/historia/historia.htm>. Acesso em: 24 Ago 2010. </li></ul><ul><li>CARVALHO, Jose Candido de Melo. Atlas da fauna brasileira. 3. ed. atual. Brasília: FAE, 1995. 140p. </li></ul><ul><li>FAUNA. [200-?]. Disponível em: <http://www.apremavi.org.br/mata-atlantica/entrando-na-mata/fauna/>. Acesso em: 24 Ago 2010. </li></ul>
  17. 18. REFERÊNCIAS <ul><li>MATA ATLÂNTICA. [200-?]. Disponível em: <http://ambientes.ambientebrasil.com.br/natural/biomas/mata_atlantica.html> . Acesso em: 24 Ago 2010. </li></ul><ul><li>MARTINS , Mauro Sérgio et al. [200-?]. Mata atlântica . Disponível em: <http://educar.sc.usp.br/licenciatura/trabalhos/mataatm>. Acesso em: 24 Ago 2010. </li></ul>
  18. 19. DÚVIDAS???
  19. 20. OBRIGADO PELA ATENÇÃO!
  20. 21. Interior da Floresta Ombrófila Densa - Corupá - SC
  21. 22. VEGETAÇÃO
  22. 23. Fauna
  23. 24. Onça-pintada
  24. 25. Mono-carvoeiro
  25. 26. Guariba
  26. 27. Sagüi
  27. 28. Caxinguelê
  28. 29. Jaguatirica
  29. 30. Macaco-prego
  30. 31. Mico-leão-dourado
  31. 32. Preguiça-de-coleira
  32. 33. Tamanduá

×