Bartolomeu de Gusmao (Miguel)

1.374 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.374
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
27
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bartolomeu de Gusmao (Miguel)

  1. 1. Bartolomeu de Gusmão A Passarola
  2. 3. <ul><li>Bartolomeu Lourenço de Gusmão nasceu no Brasil em Dezembro de 1685. Apenas com 20 anos destacou-se como inventor, </li></ul><ul><li>construindo uma bomba hidráulica que fazia subir a água de um rio até ao seminário onde estudava. </li></ul>
  3. 4. <ul><li> Matriculou-se em 1705 na Universidade de Coimbra, onde desenvolveu os seus dois maiores interesses: a Matemática e a Física. </li></ul><ul><li> Segundo se sabe a observação de uma bola de sabão a subir no ar, inspirou-lhe a concepção de um balão e o desenvolvimento dos estudos na área da aerostação*. </li></ul><ul><li>*(ciência que trata da navegação aérea em aparelhos mais leves que o ar - aeróstatos) </li></ul>
  4. 6. <ul><li> Em 8 de Agosto de 1709, perante uma importante assistência na sala dos Embaixadores na Casa da Índia, Bartolomeu de Gusmão fez voar um balão aquecido a ar que subiu até ao tecto da sala com cerca de 4 metros de altura. Com medo que pegasse fogo aos cortinados, dois lacaios derrubaram-no com varapaus, pois poderia ter queimado o tecto e as cortinas e dar origem a um enorme incêndio. </li></ul>
  5. 7. <ul><li> A seguir à demonstração Bartolomeu de Gusmão iniciou o desenvolvimento de um balão maior para ser tripulado, que ficou conhecido por “Passarola”. </li></ul><ul><li> Esse balão que funcionava a ar quente foi lançado da Praça de armas do castelo de S. Jorge. Fez uma viagem de cerca de 1Km e foi aterrar no Terreiro do Paço em Lisboa. </li></ul>
  6. 8. <ul><li>Este voo tripulado trata-se de uma lenda porque não existem registos que provem este acontecimento e as experiências que Bartolomeu de Gusmão fez levaram o povo a fazer troça dele. </li></ul>
  7. 10. D.João V mandou que dessem a Bartolomeu uma quantia de 300 mil réis anuais, para que se continuasse os estudos, mas como a junta dos três estados alegou que não havia dinheiro, Bartolomeu de Gusmão nunca o recebeu.
  8. 11. <ul><li>Bibliografia: </li></ul><ul><li>- http://pt.wikipedia.org/wiki/Passarola </li></ul><ul><li>-http://www.pioneirosdoar.com </li></ul><ul><li>-http://www.instituto-camoes.pt </li></ul><ul><li>Trabalho realizado por: Miguel Afonso 6ºD Nº12 </li></ul>

×