SONAE... A Cadeira de Executivo - by nuno vilela santos

135 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
135
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SONAE... A Cadeira de Executivo - by nuno vilela santos

  1. 1. Nuno Vilela Santos
  2. 2. “SONAE…a cadeira de executivo…” Será que estamos preparados para o desafio da “promoção profissional”? Será que o nosso “Mindset” está configurado de forma a fazermos um bom trabalho? Será que conseguimos “vestir o personagem” ideal para o novo desafio? Nesta crónica, revelo um episódio verídico que aconteceu com um dos colaboradores com quem tive o privilégio de trabalhar na Multinacional SONAE. Eu era o Coordenador Operacional no Solinca Norteshopping e o meu colega era o Membership da respectiva delegação. Felizmente tínha total confiança nele e achava que devia ser Coordenador, não só pela competência profissional mas também pela atitude e vontade que sempre demonstrara de vir a ocupar essa função (era o sonho dele). Ele estava na empresa há mais e 10 anos e tinha sido constantemente promovido mas eu sentia que ele ainda não estava com o “Mindset” preparado para “abraçar” esta nova função/desfio profissional. A melhor forma de ganhar consciência para alcançar uma nova função é entrar “dentro do personagem” e então resolvi elaborar uma estratégia de forma a que esse objectivo fosse alcançado. Nuno Vilela Santos
  3. 3. Nuno Vilela Santos A estratégia foi arriscada porque eu não sabia qual seria a sua reacção nem a da equipa mas após pensar bem sobre o assunto, decidi que o lider tem que arriscar (de forma responsável e coerente) e assim o fiz. A CADEIRA DE EXECUTIVO… No dia de aniversário do meu colega, comprei uma cadeira de executivo sem ninguém saber e trouxe a mesma para a delegação, essa cadeira estava desmontada dentro de uma caixa e por isso ninguém sabia o que estava lá dentro. Então a meio da manhã pedi a todos os colaboradores que estavam dentro do gabinete onde eu e ele trabalhávamos para saírem por uns minutos porque eu precisava estar sozinho em reflexão sobre um assunto que tinha de decidir. Todos acharam aquele comportamento “estranho” porque eu nunca tinha solicitado nada parecido e pensavam que eu estava com algum problema e ficaram preocupados. Todos saíram do gabinete, eu apressei-me em montar a cadeira de executivo e coloquei-a no lugar dele. No final saí do gabinete pedindo às pessoas para regressarem ao seu local de trabalho. Quando entrei no gabinete vi que todos olhavam para a cadeira e nesse momento ele olha-me nos olhos e ambos percebemos qual o objectivo daquela cadeira estar ali naquele local. Ele conseguiu perceber a mensagem sem que lhe tivesse de dizer nada e a partir dessa altura a postura dele modificou e até a minha para com ele também. O que é facto é que passado muito pouco tempo ele conseguiu concretizar o seu sonho e alcançou a função de Coordenador Operacional e ainda hoje o é com todo o mérito e resultados comprovados.

×