11º Ano




Nuno Correia
                 1
   Magmatismo e Ciclo Litológico
   Distribuição geográfica das Rochas
    Magmáticas em Portugal
   Diversidade de Magmas
Sintra
Por consolidação dos magmas, são geradas :
 Rochas intrusivas ou plutonitos .
 Rochas extrusivas ou vulcanitos.
1) Ambiente Tectónico (Limites de
   placas)
2) Condições geoquímicas e
   geofísicas : pressão,
   temperatura, água sob ...
A distribuição das temperaturas no interior da
  Terra pode fornecer informações
  importantes, pois verifica-se que, para...
Quadro Resumo



  Tipo de      Rocha           Composição                                         Conteúdo
              ...
Revisão
   É a resistência a fluir (oposto de fluidez).
   Depende fundamentalmente da composição
    do magma e da temperatura
...
   Pouco viscosos
   10.000 a 100.000 mais viscoso que a água.
   Muito viscosa
   1 milhão a 100 milhões superior à água.
   Em profundidade quase todos os magmas contêm gases, dissolvidos no
    líquido, mas os gases separam-se na fase de vap...
São expelidos principalmente ao longo dos
 riftes e dos pontos quentes, tendo-se
 originado a partir de rochas do manto.
 Muitas evidências
  apoiam uma origem
  mantélica para os
  magmas basálticos
 A crosta oceânica é
  constituída por ba...
O manto é formado por peridotito com granada. Têm
  sido encontrados fragmentos (xenólitos) de peridotitos
  com granada e...
Existem pequenas diferenças na constituição
  dos magmas basálticos, dependendo dos
  condicionalismos ambientais em que s...
   Formam-se em zonas de subducção de uma
    placa oceânica sob uma placa continental.
   Os magmas têm uma origem comp...
A água libertada pela placa subductada fica a fazer parte da
astenosfera. A água faz baixar os pontos de fusão!
A composição do magma andesítico depende :
 quantidade do material subductado.
 Qualidade do material subductado:
  Águ...
As rochas magmáticas destas zonas de subducção
   são, geralmente, mais ricas em sílica do que os
   basaltos das dorsais ...
A maioria dos magmas riolíticos parecem
  resultar de fusão de crosta continental com
  água.
Evidências para esta afirmaç...
O ponto de fusão de um mineral geralmente
 sobe com o aumento da pressão. A pressão
 aumenta com a profundidade, tal como ...
   A presença da água faz baixar o ponto de
    fusão.
   Este efeito deixa de se verificar a baixas
    pressões (próxi...
Riólito




          Granito
A partir de magmas
  riolíticos em
  profundidade
  formam-se
  granitos que mais
  tarde podem ser
  postos a
  descobert...
FIM
Magmatismo (VersãO Simples)
Magmatismo (VersãO Simples)
Magmatismo (VersãO Simples)
Magmatismo (VersãO Simples)
Magmatismo (VersãO Simples)
Magmatismo (VersãO Simples)
Magmatismo (VersãO Simples)
Magmatismo (VersãO Simples)
Magmatismo (VersãO Simples)
Magmatismo (VersãO Simples)
Magmatismo (VersãO Simples)
Magmatismo (VersãO Simples)
Magmatismo (VersãO Simples)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Magmatismo (VersãO Simples)

11.778 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.778
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6.149
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Magmatismo (VersãO Simples)

  1. 1. 11º Ano Nuno Correia 1
  2. 2.  Magmatismo e Ciclo Litológico  Distribuição geográfica das Rochas Magmáticas em Portugal  Diversidade de Magmas
  3. 3. Sintra
  4. 4. Por consolidação dos magmas, são geradas : Rochas intrusivas ou plutonitos . Rochas extrusivas ou vulcanitos.
  5. 5. 1) Ambiente Tectónico (Limites de placas) 2) Condições geoquímicas e geofísicas : pressão, temperatura, água sob pressão, mistura de minerais. 3) Por consolidação, geram-se : a) Rochas intrusivas / plutonitos b) Rochas extrusivas / vulcanitos
  6. 6. A distribuição das temperaturas no interior da Terra pode fornecer informações importantes, pois verifica-se que, para as mesmas profundidades, podem existir grandes diferenças nessas temperaturas.
  7. 7. Quadro Resumo Tipo de Rocha Composição Conteúdo Temperatura Viscosidade Magma Solidificada química gasoso SiO2 – 45 – 55% Basáltico Basalto Alta – Fe, Mg, Ca 1000 – 1200ºC Baixa Baixo Baixa – K, Na SiO2 – 55 – 65% Intermédia – Fe, Andesítico Andesito 800 – 1000ºC Intermédia Intermédio Mg, Ca, K, Na SiO2 – 65 – 75% Alta – K, Na Riolítico Riolito Baixa – Fe, Mg, 650 – 800 º C Alta Alto Ca
  8. 8. Revisão
  9. 9.  É a resistência a fluir (oposto de fluidez).  Depende fundamentalmente da composição do magma e da temperatura  A viscosidade diminui com um aumento da temperatura do magma.  A viscosidade aumenta com o acréscimo de sílica (SiO2) no magma
  10. 10.  Pouco viscosos  10.000 a 100.000 mais viscoso que a água.
  11. 11.  Muito viscosa  1 milhão a 100 milhões superior à água.
  12. 12.  Em profundidade quase todos os magmas contêm gases, dissolvidos no líquido, mas os gases separam-se na fase de vapor, quando ocorre ascensão do magma, acompanhado por diminuição de pressão.  Similar à separação do gás quando se abre uma garrafa de água com gás.
  13. 13. São expelidos principalmente ao longo dos riftes e dos pontos quentes, tendo-se originado a partir de rochas do manto.
  14. 14.  Muitas evidências apoiam uma origem mantélica para os magmas basálticos  A crosta oceânica é constituída por basaltos.  O manto localiza-se sob a crosta oceânica.  O Basalto é formado por minerais como olivinas, piroxenas e plagioclases, nenhum destes contêm água na sua composição.
  15. 15. O manto é formado por peridotito com granada. Têm sido encontrados fragmentos (xenólitos) de peridotitos com granada em lavas basálticas. Em laboratório pode determinar-se experimentalmente o comportamento de fusão dos peridotitos.
  16. 16. Existem pequenas diferenças na constituição dos magmas basálticos, dependendo dos condicionalismos ambientais em que se geram.
  17. 17.  Formam-se em zonas de subducção de uma placa oceânica sob uma placa continental.  Os magmas têm uma origem complexa ainda não muito bem esclarecida
  18. 18. A água libertada pela placa subductada fica a fazer parte da astenosfera. A água faz baixar os pontos de fusão!
  19. 19. A composição do magma andesítico depende :  quantidade do material subductado.  Qualidade do material subductado:  Água + sedimentos + mistura de crosta
  20. 20. As rochas magmáticas destas zonas de subducção são, geralmente, mais ricas em sílica do que os basaltos das dorsais oceânicas e incluem um mineral do grupo dos feldspatos – andesite. Na zona profunda, os magmas andesítico consolidam e originam dioritos. Se a consolidação ocorre à superfície ou próxima dela, formam-se rochas que se designam por andesitos.
  21. 21. A maioria dos magmas riolíticos parecem resultar de fusão de crosta continental com água. Evidências para esta afirmação :  A maioria dos riolitos são encontrados em áreas de crosta continental.  Quando ocorrem erupções com magmas riolíticos são muito explosivos indicando grandes quantidades de gás.  Os riólitos solidificados contêm quartzo, feldspato, biotite e moscovite. Estes três últimos têm água na sua composição.
  22. 22. O ponto de fusão de um mineral geralmente sobe com o aumento da pressão. A pressão aumenta com a profundidade, tal como a temperatura. Uma rocha que funde a uma determinada temperatura à superfície, necessita de uma temperatura maior em profundidade.
  23. 23.  A presença da água faz baixar o ponto de fusão.  Este efeito deixa de se verificar a baixas pressões (próximas da superfície).  Para constituírem Riólito, estes magmas devem atingir a superfície a uma temperatura de cerca de 800ºC.
  24. 24. Riólito Granito
  25. 25. A partir de magmas riolíticos em profundidade formam-se granitos que mais tarde podem ser postos a descoberto pela erosão.
  26. 26. FIM

×