{
Facebook
Grupo: Lucas Rizzuto, Pedro Henrique e Leonardo
Vinicio
O Facebook foi criado a 4 de Fevereiro de 2004 por
Mark Zuckerberg, seu co-fundador Eduardo Saverin
(Brasileiro), dois est...
Zuckerberg criou o Facemash, onde os alunos votavam em
colegas que gostassem mais por forma a descobrir qual era a
pessoa ...
Para o desenvolvimento do Facemash,
Zuckerberg invadiu o diretório de imagens
através de falhas simples no sistemas de tod...
Zuckerberg após receber uma punição acadêmica
teve a brilhante ideia de que ao invés de ter de
hackear as pessoas para ter...
O Facebook inicialmente não era como todos
conhecemos hoje em dia, a ideia central dele era a
comunicação de alunos numa u...
O verdadeiro diferencial da rede foi a decisão de manter sua
interface de programação de aplicações, também chamada
de API...
Com o objetivo de crescer e desenvolver ainda mais a
rede social, Zuckerberg mudou-se com os seus colegas de
trabalho para...
Em Agosto de 2006 o Facebook torna-se a plataforma que
atualmente se conhece apesar de ter sofrido,
posteriormente, alguma...
Outra área em que o Facebook teve forte impacto foi ao nível das
organizações, das instituições e dos governos. Mark Zucke...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O facebook - Lucas Rizzuto

284 visualizações

Publicada em

Trabalho feito para ser discutido em aula sobre alguns dos processos do facebook, uma rede social que chegou como uma bomba na internet aposentando o Orkut e outras redes.

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
284
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O facebook - Lucas Rizzuto

  1. 1. { Facebook Grupo: Lucas Rizzuto, Pedro Henrique e Leonardo Vinicio
  2. 2. O Facebook foi criado a 4 de Fevereiro de 2004 por Mark Zuckerberg, seu co-fundador Eduardo Saverin (Brasileiro), dois estudantes universitários de Harvard. Trata-se de uma rede social que trouxe uma nova forma de comunicação, pondo as pessoas em contato umas com as outras, por vezes sem intenção das mesmas, permitindo-lhes partilhar experiências, interesses, problemas ou causas comuns. Seus criadores
  3. 3. Zuckerberg criou o Facemash, onde os alunos votavam em colegas que gostassem mais por forma a descobrir qual era a pessoa mais sexy do campus. Este programa foi surpreendentemente bem sucedido em Harvard e os alunos não conseguiam deixar de o usar apesar de várias críticas e chamadas de atenção do Conselho Administrativo de Disciplina de Harvard. Como tudo começou?
  4. 4. Para o desenvolvimento do Facemash, Zuckerberg invadiu o diretório de imagens através de falhas simples no sistemas de todas as casas de Harvard, com isso ele teve acesso ao banco de imagens para poder usá-las no seu projeto, o Facemash. Vale lembrar que ele fez tudo isto estando bêbado e postando todo o processo em seu blog.
  5. 5. Zuckerberg após receber uma punição acadêmica teve a brilhante ideia de que ao invés de ter de hackear as pessoas para ter informações ou fotos, elas poderiam fornecê-las com livre e espontânea vontade. Então ele teve a ideia de criar uma rede social, mas não qualquer uma, e sim uma diferente das demais. A grande ideia
  6. 6. O Facebook inicialmente não era como todos conhecemos hoje em dia, a ideia central dele era a comunicação de alunos numa universidades. Só era possível ter acesso quem tivesse um e-mail da “harvard.edu”. Quem tinha acesso?
  7. 7. O verdadeiro diferencial da rede foi a decisão de manter sua interface de programação de aplicações, também chamada de API, aberta a desenvolvedores independentes. Essa estratégia permite que a rede social se renove de acordo com as tendências e preferências dos próprios internautas, chamando atenção dos usuários fidelizados e potenciais. Essa ação de sucesso fez com que seus principais concorrentes como Myspace e Orkut também adotassem essa política, porém mais tarde. O diferencial
  8. 8. Com o objetivo de crescer e desenvolver ainda mais a rede social, Zuckerberg mudou-se com os seus colegas de trabalho para os escritórios em Palo Alto, na Califórnia e criou a empresa com o nome Facebook em 20 de Setembro de 2005, estimava-se que 85% dos estudantes norte-americanos eram utilizadores e 60% acedia ao site diariamente. A afixação de fotografias era uma das atividades mais realizadas na rede social e em finais de 2009, o Facebook albergava já 30 milhões de fotos, tornando-se o maior site de fotografias do mundo.
  9. 9. Em Agosto de 2006 o Facebook torna-se a plataforma que atualmente se conhece apesar de ter sofrido, posteriormente, algumas alterações. A rede social começou também a integrar várias empresas que, através de publicidade e marketing, promovem os seus produtos entre os utilizadores. A rede social crescia a olhos vistos e esse crescimento foi contínuo, superando as demais redes. ‘Facebook’ tornou-se o termo mais pesquisado na Internet ultrapassando a palavra sexo. Woooow!!!
  10. 10. Outra área em que o Facebook teve forte impacto foi ao nível das organizações, das instituições e dos governos. Mark Zuckerberg, considera que a rede social criou mais transparência à economia de doação, isto é, “…o Facebook está a mudar a forma como os governos trabalham… e um mundo mais transparente gera um mundo mais bem governado e mais justo” (Kirk Patrick, 2010). O Facebook permite aos utilizadores a criação de grupos de causas e adicionar amigos com as mesmas perspectivas e ideologias. Desta forma vários protestos, manifestações, eventos, mudanças de lei, entre outras situações, ocorreram e foram possíveis devido à magnitude do Facebook uma vez que permite que a vários grupos possam aderir milhares de pessoas, que partilhem ideias e sugestões e determinem uma mudança. Exemplos o protesto do Egito, país onde o protesto público pode levar à tortura e prisão e a luta contra a limitação de largura de banda da Internet que resultou da criação de um grupo no Facebook. O Impacto do Facebook

×