7 grande banquete

1.065 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.065
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Philip Yancey no seu livro “Maravilhosa Graça” ele conta uma história que ocorreu em 1990 na cidade de Boston.[CASAL QUE IRIA CASAR]Eu queria conversar com vocês sobre um banquete imperdível. E ele está lá em Lucas 14.15-24.
  • [explicação do contexto]  Nós estamos nesse texto no meio de um grande banquete, oferecido por um homem muito importante da cidade e da religião e quando todos estão na mesa um dos que estão na mesa ao lado de Jesus diz isso: “Bem aventurado aquele que comer pão no Reino de Deus....Nota cultural  Na época de Jesus era comum alguém que ia oferecer um grande banquete convidar antecipadamente as pessoas e as pessoas confirmavam presença e mediante a confirmação da presença das pessoas o hospedeiro sabia o que iria oferecer. Por exemplo, menos de 10 pessoas ele poderia oferecer frango/galinha. Entre 10 a 30 pessoas, não pegava bem oferecer galinha, tinha que ser um cordeiro. Grandes banquetes tinha que ser gado/boi. Então o hospedeiro precisava saber antecipadamente quem iria estar e era uma questão de educação dizer eu vou estar. E aí quando estava tudo pronto e o fazendeiro mandou matar o boi, os empregados colocaram a carne para assar, quando está tudo no ponto, ele mandava chamar os convidados ‘Olha, podem vir porque já está tudo à mesa, já está tudo preparado’. No entanto, o que nós vemos nesse texto é que todos os convidados, um a um, começaram a recusar, disse o primeiro:comprei um campo.... v.18
  • Pra gente entender bem o que está se passando aqui, e muito importante que a gente conheça uma expectativa judaica, uma expectativa dos homens e das mulheres que viviam no tempo de Jesus. Segundo eles, eles estavam esperando que o Messias na forma de um grande libertador: militar e político, viessem. A expectativa judaica era que assim como Roma era um grande império e dominava sobre tudo e todos, eles tinham a esperança que Deus enviaria um Messias, um homem, líder político, líder militar para libertar Israel do domínio romano e transformar Israel, talvez num poderio ainda maior do que o próprio império romano e no seu reinado eterno, do Messias, o seu reinado teria início com um grande banquete.  Quando o Messias chegasse e tomasse o poder, ele ofereceria um grande banquete e nesse banquete só estariam pessoas justas e puras. Pra um fariseu ou para um escriba, um homem justo, era aquele que era capaz de cumprir todas as normas da lei, não só as leis escritas na Bíblia, mas todas as normas que eles colocavam sobre as pessoas. As pessoa pura eram aquelas:
  • 1º - Não eram gentios  Pessoas que não eram de fora de Israel. Puro só poderia ser um judeu. Mas dentro daqueles que eram judeus, não poderia ter ninguém que fosse cego, aleijado, deficiente físico. Um leproso era impuro. Um paralítico, era impuro, e assim por diante.2º - Publicanos  Publicanos não eram considerados puros3º - Prostitutas  Não eram consideradas puras4º - Pecado  Pessoas com pecados explicitamente sociais, não eram considerados puros.Logo, só sobrava ai fariseus e escribas. E Jesus está assentado a mesa justamente com esses homens. Em Lucas 13 acontece uma coisa que é muito importante pra gente entender o nosso texto também, diz assim:[CLICK] v. 22-23Uma pergunta: Quem é que fez essa pergunta? – Senhor, são poucos os que são salvos? Pelo tom, da pergunta, será que foi um dos discípulos de Cristo? Foi um fariseu? Foi um publicano?Como Jesus descreve a religiosidade daquele que faz a pergunta em Lucas 13? Jesus fala assim: v.24
  • Interessante que esse verso ele sempre é usado como uma afirmativa aquele que é discípulo de Cristo. E você saber quem fez a pergunta é essencial ai. Por que se você acha que quem fez a pergunta é um discípulo, Jesus está dizendo assim: “Esforçai-vos por entrar na porta estreita, porque é muito difícil entrar no Reino dos Céus”Se é um fariseu, Jesus está dizendo assim: “Vocês se esforçam [palavra esforçai-vos é a palavra ‘agonizo’ no grego que vem em português ‘agonizar’] para entrar no Reino dos Céus, mas é praticamente impossível entrar no Reino dos Céus pela própria força”.Como Jesus analisa a relação desse interlocutor e do seu grupo com Deus? Jesus diz mais algumas coisas para ele. V.25 (contexto banquete) – 26.
  • Como Jesus analisa a relação desse interlocutor e do seu grupo com Deus? Jesus diz mais algumas coisas para ele. V.25 (contexto banquete) – 26.Os fariseus iriam dizer: “mas Jesus, a gente estava contigo lá na igreja todo domingo a noite, mas Jesus eu não perdia um estudo bíblico”. Será que isso resolve o problema deles? Porque lá diz: “Não sei donde sois, apartai-vos de mim, vós todos os que praticais iniquidades”v.27.
  • Como Jesus analisa a relação desse interlocutor e do seu grupo com Deus? Jesus diz mais algumas coisas para ele. V.25 (contexto banquete) – 26.Os fariseus iriam dizer: “mas Jesus, a gente estava contigo lá na igreja todo domingo a noite, mas Jesus eu não perdia um estudo bíblico”. Será que isso resolve o problema deles? Porque lá diz: “Não sei donde sois, apartai-vos de mim, vós todos os que praticais iniquidades”v.27.Ei, pera ai? O fariseu diria: Eu não pratico iniquidade! Que iniquidade é essa que ele está dizendo? Eu observo a lei, eu sou justo, eu sou puro”.Mas são eles quem estão ficando para fora. E veja só qual é o destino dele: v.28.
  • Você já imaginou o desespero do fariseu? Porque o fariseu achava o seguinte: Que Abraao, Isaque e Jacó, iriam se assentar do lado de Deus e logo em seguida quem iria estar do lado deles eram os principais fariseus. E Jesus está dizendo: “vocês vão ver isso de longe”.E pior do que isso, veja o que Jesus diz: v29
  • (gentios). Eles não entendem nada, como pode? Eu que sou justo e puro vou estar do lado de fora e aqueles que são impuros, vão entrar?Contudo, ai Jesus detona,
  • Diante disso, vamos voltar. Quem faz a pergunta: “Senhor, são poucos os que são salvos?” É um discípulo? É um fariseu? É um publicano? Quem é? Posso perguntar? É um fariseu.E esse é o contexto da nossa parábola, o que faz com que um religioso, que tanto desejava estar nesse banquete imperdível, acabe por perde-lo? Essa que é a crise. O que faz com que uma pessoa religiosa, eu não estou falando de ninguém que não tenha uma religião, que não crê em Deus, que não vai na igreja, o que faz com que um religioso, alguém que tenta levar Deus a sério, que crê que Deus existe, que le a bíblia pelo menos de vez em quando, que vai na igreja e aguenta o pastor falando, o que faz com que uma pessoa como essa possa vir a perder esse grande banquete? Fica de olho na parábola.
  • O jovem rico já tinha chegado uma vez e dito: “Como eu posso estar no Reino de Deus?”Nicodemos procurou Jesus no meio da madrugada pra dizer: “Como eu posso estar no Reino de Deus?”Aquele Escriba, daquela parábola do Bom Samaritano, tinha feito a pergunta: “Como eu posso estar no Reino de Deus?”Tem muita gente desejosa de entrar no Reino de Deus, pelo menos aparentemente, tem muita gente interessada no assunto. Tem muita gente pesquisando o assunto.  Jesus diz que muitos são convidados, mas interessante, acabam por abrir mão do convite. Olha o que diz o texto:
  • Primeiro – detalhe, vamos trazer essa palavra para os dias de hoje. Teu convidado diz que vai na tua casa e 1 hora antes você liga e diz: “Olha, tá confirmado viu, nós estamos te esperando aqui, já está tudo pronto” e ele diz: “sabe o que é que é fulano? Eu acabei de fechar um negócio, eu comprei uma casa em São Paulo e eu preciso ir lá ver a casa”. Você compra uma casa sem ver? [pausa].“desculpa, mas é que eu acabei de fechar negócio com um carro, eu não sei que marca que é, eu to indo lá para ver o carro” Você compra carro sem ver? [pausa]
  • Agora, se nós temos o convite para participar do grande banquete do Reino de Deus, a gente tá percebendo o privilégio que é isso e não dá pra gente falar assim: “Ah, eu vou dar uma olhada na minha agenda. Deus, se o senhor esperar mais uns 5 anos, eu dou um jeitinho e eu te sigo, Deus eu só vou dar umas ajeitadas na vida e depois eu combino com o senhor uma outra data, Deus eu sou vou entender algumas coisinhas que eu não estou entendendo bem, depois eu ligo pro senhor confirmando o compromisso”.Gente, quem é convidado pra fazer parte do Reino de Deus, quem sente ai Deus chamando para parte do seu povo, tem que abraçar isso como o projeto mais fascinante da vida.
  • Jesus deu alguns exemplos disso, ele conta: “Mateus 13.44Possivelmente a história de um, hoje em dia a gente fala meeiero, o sujeito está trabalhando no campo do outro, de repente o cara ta lá, com a enxada e “pá” – que coisa estranha, será que é pedra? – e tira um pouco a areia e “pá” e ele vai tirando a areia de repente um tesouro, mas o terreno não é dele, ele não pode tirar aqui dali porque não é dele, o que ele faz? Ele cobre e vai rapidinho em casa e diz: “Mulher, sai de casa, pega as roupas, to vendendo a casa!” e ela entra no carro e ele: “não, não, não, sai do carro, to vendendo o carro também”. E a mulher fala: “mas onde é que a gente vai morar? Na barraca?”- não, eu to vendendo a barraca também.E o cara vende tudo e se a mulher não sair de perto ele vende a mulher também. A mulher tem que sair correndo de perto dele, porque senão ele vende a mulher também. Por que? Ele descobriu um grande tesouro que vale muito mais que a casa, o carro e a barraca. Ele vende tudo, e o que ele faz? Compra o campo pra ter o tesouro.
  • Jesus também disse uma parábola da pérola: “Mateus 13.45-46É um especialista em pérolas, o cara não investe dinheiro em pérolas pequenas, nem em pérolas machucadas, ele só investe dinheiro em pérolas boas. Mas um dia o que acontece? Ele acha uma pérola de grande valor, muito especial, ele nunca viu nada igual. O que ele faz? Vende TUDO. Vende todas as outras, vende a coleção completa dele de pérolas, todo o estoque de pérolas, pra que? Pra ficar com aquela. Porque ele percebeu a importância daquela.Na experiência de Paulo, para os contadores, Paulo fez a contabilidade da vida dele e ele diz assim: Filipenses 3.7.Valeu a pena ter prejuízo na minha vida, porque viver com Cristo dá lucro, um lucro muito maior. Ser discípulo de Cristo não se compara com a vida que eu estava levando. E ele continua (v.8
  • ‘considero’  no grego contabilizo | Refugp no grego esterco). Tudo é esterco, quando comparado à proposta de viver o Reino de Deus. Como é que você está em relação a isso ai? [pausa]A bíblia conta a história de 2 irmãos Esaú e Jacó e Esaú estava com muita fome quando voltou de uma caça, e Esaú era o mais velho e tinha o direito que se chamava, na época, direito da primogenitura. Era um direito muito especial. Isso significava que tudo o que pai tinha era dele, Esaú. Mas na hora da fome, veja que coisa tola, na hora da fome Esaú foi capaz de trocar a primogenitura dele, o convite pro grande banquete do Reino, a vida com Deus, por causa de um prato de comida. E isso continua acontecendo. Nós abrimos mão da caminhada no Reino de Deus por coisas muito mais tolas do que um prato de comida. Nós não abraçamos a caminhada com o Reino de Deus porque coisas muito mais tolas do que um prato de comida nos seguram.
  • Em 1983, um 747 de uma empresa Coreana saiu do Alasca (EUA) com destino a Coréia do Sul, o que a tripulação não percebeu é que aquele avião tinha um problema técnico no computador e a bússola daquele avião estava descontrolada cerca de 1,5 graus. É coisa assim que depois 100km dá uma diferença de 2, 3 metros, mas depois de atravessar o pacífico ao invés de sobrevoar a Coréia do Sul eles estavam sobrevoando o Afeganistão e um míssil atingiu aquele avião e todos morreram.Nós nos desviamos da caminhada do Reino as vezes por coisas muito pequenas e nós não damos tanta importância as coisas pequenas achando: “Não, mas isso é pequenininho demais”. Mas anos mais tarde você está num lugar muito, mas muito distante daquele que você planejara. [CLICK]É por isso que aqueles homens perderam o banquete. Eles eram religiosos, eles tinham até o interesse de estar no Reino de Deus. Mas sabe qual era de fato os interesses maiores e imediatos dos fariseus? O poder religioso, o prestígio religioso e dinheiro. Fariseu era doido por um dinheirinho. Quando Jesus tocava em assunto DINHEIRO, os fariseus se arrancavam.
  • Veja só as palavras de Jesus: Marcos 8.36 por isso que Jesus disse: Mateus 6.33Mas a última coisa que acontece naquela parábola, é que como os religiosos rejeitaram o convite porque as coisas imediatas da vida estavam tomando tanto a atenção deles, que eles não tinham tempo para pensar nas coisas eternas, as pressões do imediato superavam no coração deles, as decisões eternas, o que diz o texto? O dono da festa, do banquete, mandou chamar os servos e disse: “Sabe de uma coisa? Eu não quero mais esses caras na minha festa não. Israel está fora.” E Jesus já havia dito isso em Lucas 13, quando ele olha para Jerusalém ele diz:Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados! Quantas vezes quis eu reunir teus filhos como a galinha ajunta os do seu próprio ninho debaixo das asas, e vós não o quisestes!e agora Jesus conta uma parábola em que o dono da casa deixa bem claro CHEGA! CHEGA! Sai para as ruas e becos da cidade e traga aqui os pobres impuros, os aleijados impuros, os cegos impuros, os coxos impuros, e sabe de mais uma coisa? Sai pelos caminhos e atalhos e obriga, constrange, força a barra para que todos eles entrem e pra que a minha casa fique cheia. Jesus está dizendo que aqueles que não tinham expectativa de serem convidados, porque na cabeça de um judeu, quem ia participar do grande banquete e do Reino, eram tão somente os judeus, mas Jesus está dizendo que a porta foi aberta para nós, pra nós, nós estamos sendo, agora, convidados para participar desse grande banquete, e o convite não pode ser pago pela gente não. O convite já foi pago por Jesus, na cruz! Problema é que Jesus usa a expressão aqui: “pobres, aleijados, cegos e coxos”. E a minha pergunta pra vocês é:
  • Quem são esses pobres, aleijados, cegos e coxos? Na época de Jesus é gente que consciente de sua miséria não deixa de ver esse convite como a grande dádiva de suas vidas. Na época de Jesus esses pobres, coxos, aleijados e cegos é gente que está tão desprovida de opções na vida que esse convite eles abraçam com toda a força, porque a grande oportunidade deles é a pérola que foi descoberta, é o tesouro que foi descoberto, é o lucro que não importa a perda na vida, é o lucro eterno que eles tem que agarrar.Deixa eu ser um pouquinho mais honesto com vocês? Ai mora o perigo pra nós. Nós temos pobres aqui? Você vive num país onde: 10% da população detém 50% de toda a renda brasileira.40% da população detém 40% de toda a renda.50% da população detém 10% de toda a renda. E você está incluído no segundo grupo, porque a gente tem a mania de olhar para aqueles que tem mais, mas se você olhar para baixo, pra quem tem menos. O grande problema é que muitos de nós lemos os textos bíblicos como se nós fossemos os pobres. Por que tem gente muito mais rica do que a gente.Mas quando nós lemos os textos bíblicos, nós temos que ler como os ricos. E sabe qual que é o grande problema de ser rico? De ter riquezas? De ter coisas? De ter universidade? De ter oportunidades na lavoura? De poder fazer pós graduação? De poder ter o próprio negócio? De poder subir na vida e ser importante? De poder ter dinheiro? De poder ter até a opção de ter dívida, financiamento, cheque especial, cartão de crédito, porque pobre não tem nem cheque especial nem cartão de crédito. Sabe qual que é o grande problema?
  • Lucas 18.24-25Porta para camelos passarem nunca existiu. O que Jesus está fazendo? Ele está chocando com o absurdo mesmo, é mais fácil um camelo passar pela ponta de uma agulha, pelo fundo de uma agulha, do que gente que tem possibilidades na vida, entrar no Reino dos Céus, por que Deus não os quer? Por que Deus quer só os pobres? NÃO! Porque gente que tem possibilidades, quando recebe o convite, “vem, porque a minha festa está preparada!”.Diz: “ah, bom Senhor, depois do doutorado a gente conversa. Bom Senhor, depois da panha a gente conversa, Bom Senhor, eu posso ir, mas eu vou chegar um pouquinho atrasado, o Senhor se incomoda?”. NÃO É IMPORTANTE PRA NÓS O REINO DE DEUSEsse é o nosso grande perigo, e eu não estou falando de vocês, eu estou falando de mim. Porque eu como pastor eu canto com vocês o dia da vitória em que Jesus voltará, tal, mas no dia a dia nós vivemos como se aquilo nunca fosse acontecer. Nós vivemos como se tudo se resumisse no aqui e agora. As nossas decisões são sempre relacionadas ao que é urgente e emergente, nunca em relação ao que é eterno.Mas eu não vou deixar você perder o sono hoje, tem uma saída. Porque dificilmente é alguém que tem possibilidades de entrar no Reino dos Céus, ao menos que, conscientes de nossa situação espiritual diante de Deus, porque diante dos homens nós podemos ser ricos, mas diante de Deus nós somos miseráveisO que nós temos não significa nada pra Deus. Quem nós somos socialmente não significa nada para Deus. E se nós nos conscientizarmos de quão grande Deus é e quão pequeno nós somos e aceitarmos que a única forma da gente entrar naquela festa é pela graça de Deus e ele está nos convidando agora! Aceitemos com alegria o convite que é feito a nós.
  • Realmente um homem a mesa fariseu, religioso e rico disse: v.15 e Jesus havia dito já: Mateus 5.3Jesus me mandou e-mail agora a tarde. Tá sofisticada a coisa por lá, e ele me mandou convidar vocês para esse banquete. O que é que eu devo responder pra Ele? Vocês já estão indo? Ele mandou dizer que já está tudo pronto. Ele veio, morreu por mim e por você, abriu as portas do céu e da eternidade e convida todos aqueles que realmente creem nisso, o grande privilégio das pessoas vivas, pra entrar e se alguém tentar te barrar na porta, se tiver algum segurança dizendo: Quem disse que você pode entrar aqui?”.Você pode dizer assim: “Jesus! Porque ele disse que todo aquele que crer nEle viverá eternamente, e eu creio no que Ele fez por mim”.Jesus disse: “Vocês podem ir, ja está tudo pronto”O que devo dizer a Ele sobre vocês?Melhor, vamos fazer melhor? Diz você mesmo. Abaixe a sua cabeça e em oração responda pra ele, que ele está online nesse momento conosco. Você pode falar no seu coração, qual é a sua decisão. 
  • 7 grande banquete

    1. 1. Certo homem deu uma grande ceia e convidou muitos.À hora da ceia, enviou o seu servo para avisar aosconvidados: Vinde, porque tudo já está preparado. Nãoobstante, todos, à uma, começaram a escusar-se. Disseo primeiro: Comprei um campo e preciso ir vê-lo; rogo-te que me tenhas por escusado. Outro disse: Compreicinco juntas de bois e vou experimentá-las; rogo-te queme tenhas por escusado. E outro disse: Casei-me e, porisso, não posso ir.
    2. 2. Voltando o servo, tudo contou ao seu senhor.Então, irado, o dono da casa disse ao seu servo: Saidepressa para as ruas e becos da cidade e trazepara aqui os pobres, os aleijados, os cegos e oscoxos. Depois, lhe disse o servo: Senhor, feito estácomo mandaste, e ainda há lugar. Respondeu-lhe osenhor: Sai pelos caminhos e atalhos e obriga atodos a entrar, para que fique cheia a minha casa.Porque vos declaro que nenhum daqueles homensque foram convidados provará a minha ceia. Lucas 14.15-24
    3. 3. Passava Jesus por cidades e Pessoas puras aldeias, ensinando e caminhando para Não eram gentios Jerusalém. E alguém lhe perguntou: Senhor, são poucos os que são salvos? Publicanos Lucas 13.22-23 Prostitutas Pecado Quem fez essa pergunta?
    4. 4. Passava Jesus por cidades e Pessoas puras aldeias, ensinando e caminhando para Não eram gentios Jerusalém. E alguém lhe perguntou: Senhor, são poucos os que são salvos? Publicanos Respondeu-lhes: Esforçai- vos por entrar pela porta Prostitutas estreita, pois eu vos digo que muitos procurarão Pecado entrar e não poderão. Lucas 13.22-23
    5. 5. Quando o dono da casa se Pessoas purastiver levantado e fechado a porta, e vós, do lado de Não eram gentios fora, começardes a bater,dizendo: Senhor, abre-nos a porta, ele vos responderá: Publicanos Não sei donde sois. Então, direis: Comíamos e Prostitutasbebíamos na tua presença,e ensinavas em nossas ruas. Pecado Lucas 13.25-26
    6. 6. Quando o dono da casa se Pessoas purastiver levantado e fechado a porta, e vós, do lado de Não eram gentios fora, começardes a bater,dizendo: Senhor, abre-nos a porta, ele vos responderá: Publicanos Não sei donde sois. Então, direis: Comíamos e Prostitutasbebíamos na tua presença,e ensinavas em nossas ruas. Pecado Mas ele vos dirá: Não seidonde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais iniquidades.
    7. 7. Ali haverá choro e ranger Pessoas purasde dentes, quando virdes,no reino de Deus, Abraão, Não eram gentios Isaque, Jacó e todos os profetas, mas vós, Publicanos lançados fora. Prostitutas Lucas 13.28 Pecado
    8. 8. Muitos virão do Oriente e Pessoas puras do Ocidente, do Norte edo Sul e tomarão lugares à Não eram gentios mesa no reino de Deus. Publicanos Lucas 13.29 Prostitutas Pecado
    9. 9. Contudo, há últimos que Pessoas puras virão a ser primeiros, e primeiros que serão Não eram gentios últimos. Publicanos Lucas 13.30 Prostitutas Senhor, sãopoucos os que são Pecado salvos?”
    10. 10. Um homem manifesta seu desejo de estar nessa grande festa do Rei.Ora, ouvindo tais palavras,um dos que estavam com ele à mesa, disse-lhe: Bem-aventurado aquele que comer pão no reino de Deus.
    11. 11. Um homem manifesta seu desejo de estar nessa grande festa do Rei.16 Ele, porém, respondeu: Certo homem deu umagrande ceia e convidou muitos.17 À hora da ceia, enviou o seu servo para avisar aosconvidados: Vinde, porque tudo já está preparado.18 Não obstante, todos, à uma, começaram aescusar-se. Disse o primeiro: Comprei um campo epreciso ir vê-lo; rogo-te que me tenhas por escusado.
    12. 12. Suas buscas mais imediatas faziam queseus olhos não percebessem o privilégio que estava diante deles.
    13. 13. O reino dos céus é semelhante a um tesouro oculto no campo, o qual certo homem, tendo-o achado, escondeu. E, transbordante de alegria,vai, vende tudo o que tem e compra aquele campo. Mateus 13.44
    14. 14. O reino dos céus é também semelhante a um quenegocia e procura boas pérolas; e, tendo achado umapérola de grande valor, vende tudo o que possui e acompra. Mateus 13.45-46Mas o que, paramim, era lucro, isto considereiperda por causa de Cristo. Filipenses 3.7
    15. 15. Sim, deveras considero tudo como perda, porcausa da sublimidade doconhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo Filipenses 3.8
    16. 16. Nós os desviamos do Reino de Deus por pequenas coisas
    17. 17. Que aproveita ao homemganhar o mundo inteiro eperder sua alma? Mc 8.36Buscai, pois em primeiro lugar o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Mt 6.33
    18. 18. Quem são esses pobres, aleijados, cegos e coxos?
    19. 19. Quem são esses pobres, aleijados, cegos e coxos? E Jesus, vendo-o assim triste, disse: Quão dificilmente entrarão noreino de Deus os que têm riquezas! Porque é mais fácil passar um camelopelo fundo de uma agulhado que entrar um rico no reino de Deus. Lucas 18.24-25
    20. 20. Ora, ouvindo tais palavras, um dos que estavam comele à mesa, disse-lhe: Bem-aventurado aquele quecomer pão no reino de Deus. Lc 14.15Bem-aventurados os humildes de espírito, porquedeles é o reino dos céus. Mt 5.3

    ×