O Segredo do U - Ziraldo

2.225 visualizações

Publicada em

"Nossa Úrsula vivia com seu bumbum para cima,
com ginástica e ansiedade
procurando aqui na Terra
a tal da felicidade."

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.225
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
168
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Segredo do U - Ziraldo

  1. 1. ZiraldoO SEGREDO DE (com desenhos especiais de Célio César) http://groups.google.com/group/digitalsource
  2. 2. Era uma vez uma letra que era muito interessantee que se chamava Úrsula. Parece nome de estrela(ou será constelação?) parece nome de santa ou deatriz... mas não é, não. E o nome de uma letra daraça chamada U.
  3. 3. Essa nossa letra Úrsula tinha uma enormequalidade: era muito inteligente. E todosse perguntavam "Por que será, minhagente, que essa letrinha danada é assimtão sabidinha?"E fácil de descobrir. Dêem uma olhadana Úrsula e reparem só que os UU seabrem para o infinito — ou será proUniversal? — são abertos para o alto comose olhassem pra cima. Úrsula tem um beloastral!
  4. 4. Masantes não era assim.Nossa Úrsula viviacom seu bumbum para cima,com ginástica e ansiedadeprocurando aqui na Terraa tal da felicidade.
  5. 5. Ela era como um ímã que queria sugartudo que houvesse aqui na Terra.
  6. 6. E vivia fuxicando num inquieto lufa-lufa,focinhando aqui e ali como um porco que procurano fundo da terra, a trufa, Como um Geiger,contador, em busca do radioativo urânio de fazerBUM!E, procura que procura,a Úrsula não achava nada pois quem procura não
  7. 7. acha se não sabe o que procura.
  8. 8. Mas um dia, ela conheceu no livro por ondeandava um amigo diferente que vinha lá doOriente e muito se parecia com essa figuraesguia que está aí no desenho. Ele viu Úrsulabrigando para ganhar mais e mais numabatalha sem fim e contou-lhe, com ternura,uma história que era assim:"Era uma vez uma mãoque o tempo todo viviacom a palma para baixoapertada sobre o chãocomo alguém que escondessesob a mão assim pousada
  9. 9. um dinheiro ou a sementede uma árvore da fortuna;ou como quem prende um pássaroque não quer deixar voar.Ela queria guardartudo, tudo pra ela mesma!E outra mão existiacom a palma para cimacomo o gesto de quem dáe quem liberta. E que rimacom doação ou oferta.E por estar deste jeitoo seu dono era chamadode o Grande Mão Aberta.Um homem que dava tudo,generoso, companheiro...E por estar deste jeito— com a mão voltada pra cima —tudo do céu lhe caíao mel puro das abelhasos raios de ouro do sola boa chuva de outono
  10. 10. tão boa pra plantação.Pois, quem tem a mão abertapara o mundo, mais lhe caemcoisas na mão do que saem.Recebe mais, muito maisaquele que dá — não tira —com a naturalidadede quem sorri ou respira".
  11. 11. Úrsula o ouviu com cuidadocom respeito e atenção.E quando num gesto seupreparou-se pra falar,parou- Porque viu que o amigoqueria continuar.E ele continuou:"Quem lhe conta essa história—ou: quem escreve esses versos —não quer dizer-lhe: "E assim,amigo, vá por aqui!"Por favor, não é conselho; é só um cantarde amigo—uma letra sem canção —uma história que me agrada,me agrada muito contar.E só isto, nada mais. Até breve, boa sortemuita luz e muita paz!"
  12. 12. E Úrsula ficou pensando na historinha que ouviuolhou-se assim no espelho reparou-se e descobriuque a curva de suas formas era maior do que acurva da palma que tem a mão.
  13. 13. Ela era um vaso, uma urna, um cântaro, umcontinente; era um copo emborcado e vazio sobrea mesa.Por que ser tão infeliz se podia ser contente?
  14. 14. Aí, deu uma cambalhota abrindo-se para o espaço.E mudou a sua vida: "Vejam só como é que eu faço, viro tudo, viro a mesa, abandono tudo aquilo que me pareceu riqueza; vou deixar minha alma aberta vou deixar a luz entrar"
  15. 15. E como sua curva fosse a mesma de umsorriso ela saiu pelo mundo—pela prosa e poesia,pelos versos, pelos livros —transformada em alegria.E hoje Úrsula dorme com sua janela aberta parao alto, para o Céu. E cada manhã desperta—depois de mergulhar pelasnoites de todos os sonhos —com o colo cheio de estrelas.
  16. 16. http://groups.google.com/group/Viciados_em_Livros http://groups.google.com/group/digitalsource 11 Este livro foi digitalizado e distribuído GRATUITAMENTE pela equipe Digital Source com a intenção defacilitar o acesso ao conhecimento a quem não pode pagar e também proporcionar aos DeficientesVisuais a oportunidade de conhecerem novas obras.Se quiser outros títulos nos procurehttp://groups.google.com/group/Viciados_em_Livros, será um prazer recebê-lo em nosso grupo.

×