Edital recad 1 termo de referência consulta publica-01 098598689

132 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
132
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Edital recad 1 termo de referência consulta publica-01 098598689

  1. 1. EnviarPesquisar Carregar Logon Cadastro Pesquise no SlideShare Explorar Compartilhar Email Incorporado Curtir Salvar Follow SEPLAN 2 550 views Like Cadastro multifinalitário como instrumento de política fiscal e urbana 881 views Like Requerimento ao tce 467 views Like Marketing imobiliário 10733 views Like Direito e legislacao 3363 views Like GeoC Piracicaba2013abr 219 views Like Presenca instituicional 2389 views Like Cadastro técnico imobiliário multifinalitário 1118 views Like Cadastro multifinalitário 215 views Relacionado Mais
  2. 2. Like Operacoes imobiliarias 4552 views Like Minuta do contrato da e & l pp n° 002 2013 3251 views Like Desenho arquitetonico 17352 views Like SEPLAN 1 338 views Like Manual de boas praticas na intermediação de compra e venda de imóveis 1566 views Like Edita 012010 1471 views Like Tomada De Precos 005 Requalificacao Urbana E Iluminacao Publica Homologado …... 1879 views Like Projeto multidisciplinar ii 3649 views Like Cartilha pnhr bb v9 1944 views Like Anexo II - Termo de referência 623 views Like PráTicas Do ImobiliáRio 8557 views Like Edital concessao 1759 views Like ConcorrêNcia 001 2010 Obra De Infraestrutura
  3. 3. 547 views Like Banco de brasil - Credito inmobiliario 973 views Like Plano Diretor Geoprocessamento Fortaleza 13644 views Like LICITAÇÕES: A MODALIDADE PREGÃO E SUA IMPLANTAÇÃO NO MODO ELETRÔNICO 4433 views Like Programa Minha Casa Minha Vida Completo 38832 views Like 2. anexo ii termo de referência 641 views Like cadeiras setembro 1000 views Like 08 Minha Casa Minha Vida - Empreendedor 11787 views Like apostila-contabilidade-construtoras 507 views Like 1ª edição da Revista Painel Imobiliário 895 views Like Edital Restaurante Popular 1987 views Like Dicionário 2005 final_pdf 403 views Like Direito imobiliario 370 views Like Descrição técnica dos softwares IntegraGRP
  4. 4. 814 views Like Cartilha PNHR Banco do Brasil 59017 views Like Ozoniuum recuperação de lagoas rj 415 views Like
  5. 5. Edital recad 1 termo de referência - consulta publica- 01_098598689 Document Transcript 1. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES CONSULTA PÚBLICA Nº 26 ‹ › /26 Like Share Save Edital recad 1 termo de referência - consulta publica- 01_098598689 by Francisco Brito, Agente de Fiscalização at Prefeitura de Guarulhos on Jan 30, 2013 Tweet 0 0 1,676 visualizações 4Like Share 2 Mostrar mais Ainda não há comentários
  6. 6. 01/09-DCCPROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 24.673/09OBJETO: Prestação de serviços técnicos especializados para modernização e atualização docadastro imobiliário do Município de Guarulhos.O Departamento de Compras e Contratações da Secretaria de Administração e Modernizaçãoestá realizando Consulta Pública para colher subsídios que poderão ser utilizados naelaboração do Edital de licitação visando a contratação dos serviços acima mencionados.Com esta Consulta Pública, a Secretaria de Administração e Modernização, além de garantirmaior transparência a todo o processo licitatório, aprofunda a qualidade da instruçãoprocessualA licitação será realizada na modalidade Concorrência Pùblica – tipo Técnica e Preço,considerada a mais apropriada para o objeto que se pretende contratar.As empresas do ramo interessadas em apresentar sugestões ou opiniões, poderão analisar oTermo de Referência e enviar o formulário de sugestões até a data prevista.As sugestões deverão ser enviadas, no prazo estabelecido, para: anabicas@guarulhos.sp.gov.br oupara o fax (11) 2475.9745.PRAZO PARA APRESENTAÇÃO DE SUGESTÕES: 23/06/09 ​​24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 1 de 1 2. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​7 ( 5 0 2 ​( ​5 ( ) ( 5 Ç 1 & , $ ​OBJETO : Prestação de serviços técnicos especializados para modernização e atualização docadastro imobiliário do Município de Guarulhos.HISTÓRICO1 - Do Cadastro Imobiliário:A Prefeitura de Guarulhos através da Secretaria de Finanças – Departamento de ReceitaImobiliária – Divisão de Cadastro Imobiliário é responsável pela elaboração das plantas dequadra que foram em sua grande maioria produzidas a partir da ampliação de um mapeamentoaerofotogramétrico na escala de 1:1.000 de 1970, contratado pela prefeitura naquela época. Asdivisas de lotes foram adequadas segundo as respectivas plantas de loteamento, desde então asnovas áreas urbanizadas foram incorporadas utilizando-se somente os projetos de loteamentoaprovados, que nem sempre garantiu uma padronização entre as plantas de quadra, refletindoapenas a situação legal dos imóveis.O Município de Guarulhos manteve o Cadastramento Imobiliário utilizando controles manuais atéo exercício de 1977, através de Fichas Fiscais, contendo os dados para lançamentos e odesenho dos lotes e edificações e Plantas Quadras em Papel Poliéster. Para o lançamento de1978, através de Sistema Eletrônico, foi efetuado um Recadastramento Imobiliário,principalmente para levantar os pontos de acabamentos das edificações.Nos exercícios de 1989/1990 e 1993/1994, Guarulhos passou por 02 (dois) RecadastramentosImobiliários e os serviços contratados foram concluídos parcialmente, com a inserção dasedificações levantadas no Sistema Eletrônico de Dados, porem tais edificações não foraminseridas em plantas quadras.Até o exercício de 2002 todos os processos administrativos que revisaram o cadastramentoimobiliário foram inseridos, tanto no sistema eletrônico de dados, como em plantas quadras,inclusive as revisões ocorridas nos levantamentos efetuados pelos recadastramentos imobiliáriosde 1989/1990 e 1993/1994.A partir do exercício de 2002, face a criação de alíquotas progressivas para o IPTU, aumentou aprocura, por parte dos proprietários, da inserção de suas construções no Cadastro Imobiliário,pois buscavam uma alíquota menor para seu tributo. O Setor de Desenho não conseguiuacompanhar a crescente demanda de atualização das Plantas Quadras, devido a redução doquadro funcional, passando a acumular “croquis” levantados pelos Cadastradores Municipais nasSeções. Os Resultados foram aproximadamente, 20.000 (vinte mil) imóveis constantes doSistema Eletrônico de Dados, que são considerados para lançamento de IPTU, sem entretantoestarem inseridas em Plantas Quadras.Com a criação da Central de Atendimento ao Cidadão (FÁCIL) também no exercício de 2002,todas as plantas quadras existentes em papel poliéster foram escaneadas e disponibilizadasatravés de sistema de visualização para consulta e impressão no FÁCIL e nas várias áreas daPrefeitura. 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 2 de 2 3. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​De 2002 até hoje as Plantas Quadras em papel poliéster foram atualizadas no Setor de Desenho,sendo priorizados os desdobros, desmembramentos, novos loteamentos e grandesempreendimentos, e tais atualizações não foram escaneadas e disponibilizadascorporativamente, causando transtornos e lentidão nos processos administrativos, uma vez queos atendentes do FÁCIL não têm acesso as mesmas e necessitam encaminhar solicitações paracópias xerográficas das plantas quadras.O Setor de Desenho iniciou a digitalização das plantas quadras usando ferramenta gráfica paraelaboração das mesmas, principalmente das novas Plantas Quadras e aquelas que sofreramgrandes alterações. Até a presente data somente foi possível a digitalização de menos de 5%(cinco por cento) das existentes.Com praticamente 300.000 imóveis cadastrados, é fácil imaginar o volume de papel e de arquivosenvolvidos para guarda e manutenção deste acervo. Sendo este também, um dos motivos quelevaram a iniciar-se este trabalho de conversão ao meio digital e compatibilização com a basecartográfica.Também, com base no mapeamento aerofotogramétrico na escala de 1:5.000 de 1970 o Setor deDesenho do Departamento de Receita Imobiliária mantém as Plantas de Referências Cadastrais(PRC) e Plantas temáticas, tais como a de Valores Venais (PGV) e equipamentos Urbanos, empapel poliéster, totalizando 260 (duzentas e sessenta) Plantas.O acesso às informações contidas nessas plantas por outras Unidades Municipais, bem comooutros interessados, somente são possíveis através de cópias heliográficas.Com este cenário, busca-se no presente a Contratação de Serviços Técnicos especializados paraa elaboração do recadastramento imobiliário,
  7. 7. atualização da planta de valores genéricos e ogeorreferenciamento das plantas quadra com inserção das edificações cadastradas.2 - Da atual metodologia de Trabalho:Considerando a expansão da ocupação urbana do Município, a disponibilidade de recursosmateriais e humanos necessários para revisão geral dos cadastros e ainda o seu dinamismo,atualmente o incremento cadastral limita-se quase que exclusivamente àquele provocado peloscontribuintes, tais como:Cadastro Imobiliário: 1- Pedidos de desmembramentos 2- Pedidos de revisões cadastrais 3- Pedidos de Alvará de Construção 4- Pedidos de Habite-se ou Certidão de Conclusão de Obras 5- Certidões, etc.3 - Da Revisão:A revisão imobiliária programada tem por objetivo a identificação de imóveis com áreas ouutilizações diferentes da existente no banco de dados do Município. 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 3 de 3 4. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​As alterações identificadas incrementarão a base de dados do Município para futura constituiçãode lançamentos, bem como sua utilização poderá servir como indicador de possível exercício deatividades industriais, comerciais e de prestação de serviços.Essa indicação poderá levar a ações da Administração Tributária tendente ao cadastramento deatividade/serviços, o que otimizará a arrecadação de tributos.4 - Conclusão:Considerando que o Cadastro Fiscal é a fonte para constituição de tributos municipais e que suaotimização depende única e exclusivamente de atualizações, conclui-se que sem majoração dealíquotas e com aumento da base cadastral, o que leva a aplicação da justiça fiscal, a RevisãoCadastral é a peça fundamental e prioritária para se chegar ao objetivo desejado, qual seja, ocrescimento da arrecadação. 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 4 de 4 5. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​DOS SERVIÇOS DE REVISÃO A SEREM EXECUTADOS Primeira Fase: Modernização do Cadastro Imobiliário1. Revisão Cadastral 1.1. Comparação entre o cadastro fiscal imobiliário existente na Prefeitura de Guarulhos com a Ortofoto 2008. 1.2. Levantamento fotográfico frontal das fachadas dos imóveis; 1.3. Elaboração de boletins imobiliários individuais para todos os imóveis; 1.4. Emissão de notificação para os proprietários dos imóveis 1.5. Integração da base de dados gerada com o Sistema Financeiro em uso na Prefeitura de Guarulhos.2. Serviços Correlatos 2.1. - Elaboração do Mapa Urbano Fiscal do Município de Guarulhos 2.2. - Digitalização e georreferenciamento das Plantas Quadras Fiscais 2.3. Digitalização do Acervo Histórico3. Sistema de Informações Geográficas 3.1. Visualizador das imagens e fotos 3.2. Treinamento Segunda Fase: Atualização do Cadastro Imobiliário4. Atualização Cadastral 4.1 Atualização das imagens aéreas 4.2 Levantamento fotográfico frontal das fachadas dos imóveis atualizados; 4.3 Emissão de notificação para os proprietários dos imóveis 4.4 Elaboração de boletins imobiliários individuais para os imóveis atualizados; 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 5 de 5 6. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​Primeira Fase – MODERNIZAÇÃO DO CADASTRO IMOBILIÁRIO1. REVISÃO CADASTRALConsiste na identificação das alterações das áreas construídas e novas edificações, a partir decomparação dos dados existentes no cadastro fiscal imobiliário com a ortofoto obtida no vôorealizado pela Prefeitura em 2008. 1.1 A partir da comparação: a) Se não houver divergência entre os dados do cadastro e da ortofoto, sinalizar como cadastro correto. b) Se for constatada edificação em imóvel constante do cadastro fiscal como terreno vago, e se não for possível a apuração da área edificada pela ortofoto, fazer a medição em campo. c) Se for constatado acréscimo/decréscimo de área edificada, deverá medi-los pela ortofoto e não sendo possível, apurar no local. d) Proceder a alteração do padrão construtivo com base nas fotografias frontais das fachadas dos imóveis e não sendo possível, deverá vistoriar o local. e) Para os itens b e c, deverão ser emitidas as cartas de notificação para os proprietários dos imóveis. 1.2 Em todos os casos descritos no subitem 1.1, elaborar por meio digital, utilizando a ferramenta AutoCad, todos os croquis, contornos das edificações por “layer” de pavimento, para cada lote individualizado. Este item deverá ser compatibilizado com o item 3.1. (serviços correlatos). 1.3 Comparação dos dados constantes do cadastro fiscal imobiliário, atualizado conforme subitem 1.1 com a foto digital da fachada consoante subitem 1.5 e identificar a alteração de utilização do imóvel, apurando as respectivas áreas, visitando o local, quando necessário. 1.4 Deverá apresentar boletins imobiliários individuais, conforme modelo que será apresentado pelo Departamento de Receita Imobiliária da Secretaria de Finanças, quando da visita do Proponente. 1.5 A contratada deverá apresentar fotos digitais de todas as fachadas de todos os imóveis edificados, indicando no boletim e em meio magnético, os que contenham utilizações não residenciais. 1.6 Digitação, redigitação e consistência dos boletins apresentados. 1.7 Compatibilização dos dados digitados, com os programas e bancos de dados existentes no Departamento Informática e Telecomunicações da Prefeitura, visando a pronta utilização do material apresentado. 1.8 A revisão cadastral dos imóveis em condomínio consiste em levantamento de campo dos seguintes dados de todos os condomínios: nome dos condomínios, tipo de condomínios (residencial/comercial/misto), número de pavimentos, de apartamentos, de dormitórios, elevadores e vagas de garagem. conforme modelo que será apresentado pelo 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 6 de 6
  8. 8. 7. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​Departamento de Receita Imobiliária da Secretaria de Finanças, quando da visita do Proponente. 1.9. DA ENTREGA DOS SERVIÇOS DA REVISÃO CADASTRAL: 1.9.1 A entrega dos arquivos do Cadastro Fiscal Imobiliário deverá ser em meio magnético, contendo os dados revisados conforme item 1. 1.9.2 Os arquivos de que trata o subitem 1.5. deverão ser indexados pela inscrição imobiliária. 1.9.3 Entrega de arquivos digitais contendo todos os lotes, sendo os edificados, por “layer” de pavimento e de utilização, formato dwg e/ou shape file. 1.9.4 Entrega quinzenal de relatórios gerenciais e de discrepância relativos aos serviços descritos no item 1, acompanhado de pastas contendo todos os elementos levantados em ordem de inscrição imobiliária, para histórico de alterações. 1.9.5 Os produtos deverão ser entregues, quinzenalmente, contendo quadras fechadas, contemplando todos os itens contratados. 1.9.6 Entrega de relatórios mensais sobre o desenvolvimento dos serviços contratados.2 – SERVIÇOS CORRELATOS 2.1. Elaboração do Mapa Urbano Fiscal do Município de Guarulhos: Complementação do Mapa Digital existente na Prefeitura, compatível com escala 1:1000 e elaborado por “layers” (camadas), com todas as divisões das quadras fiscais em lotes, incluindo os serviços descritos nos itens 1 e 4, utilizando a ORTOFOTO e as quadras fiscais do Departamento da Receita Imobiliária devidamente georreferenciadas. O Mapa Urbano Fiscal deverá conter os seguintes elementos gráficos: a) Planta de Referência Cadastral. b) Bairros. c) Loteamentos. d) Logradouros (eixos). e) Faces de quadra associadas ao Cadastro de Logradouros. f) Quadras. g) Lotes e Construções. h) Áreas verdes, praças, parques. L 8. ​,PDJHQV​GLJLWDLV​GDV​IDFKDGDV​​DVVRFLDGDV​DRV​UHVSHFWLYRV​LPyYHLV 9. ​2.2. Todas as quadras, lotes e as edificações deverão ser vetorizadas tendo como base as plantas quadras do cadastro imobiliário e a ORTOFOTO fornecida pela Prefeitura. A medição de área construída compreenderá todos imóveis urbanos, estimados em 351.500, incluindo territoriais e prediais. 2.3. Deverá ser descontado 0,5 m referente ao beiral quando existir e identificado pela fotografia frontal da fachada do imóvel. Seguindo o padrão de cadastramento da Prefeitura, as economias existentes em cada lote deverão ser individualizadas, determinando a fração ideal de terreno, proporcional à edificação, correspondente à cada economia. 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 7 de 7 10. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​2.4. Deverão ser elaboradas, juntamente com o Departamento de Receita Imobiliária, cartas de notificação que serão enviadas pela Prefeitura aos contribuintes dos imóveis que apresentarem alteração de área construída a serem emitidas pela Contratada. Na carta de notificação deverá constar, entre outras informações, a área construída antes e depois da atualização cadastral e a ortofoto do imóvel. Este procedimento será repetido quando das atualizações do cadastro imobiliário. Os imóveis classificados pelo cadastro imobiliário como territoriais também deverão ser conferidos. Os que apresentarem edificações serão medidos e, se habitáveis, receberão cartas de notificação. O sistema de informações geográficas deverá exibir automaticamente os croquis dos contornos das áreas construídas sobre a ortofoto. 2.5 Digitalização e georreferenciamento das Plantas Quadras que totalizam cerca de 15.000, sendo sua maioria no formato A3 articuladas em 20.000 plantas. 2.6. Digitalização do Acervo Histórico Digitalização do acervo histórico, composto por aproximadamente 250.000 folhas tamanho A4 em pastas antigas dos lotes existentes antes da informatização; Digitalização de aproximadamente 500.000 folhas, tamanho A4 provenientes dos 02 recadastramentos efetuados anteriormente e aproximadamente 500.000 Fichas Fiscais. Todo o acervo contém informações no anverso e verso. Todas essas imagens deverão estar indexadas e associadas a uma inscrição imobiliária. Nesta etapa também está prevista a atualização do arquivo digital referente a Planta de Valores Genéricos, incluindo-se no atributo de cada trecho de logradouro os valores referentes às PVGs de exercícios fiscais anteriores.2. 7. ENTREGA DOS SERVIÇOS CORRELATOS: 2.7.1Os serviços deverão ser entregues em mídia digital (DVD) contendo Mapa Urbano Fiscal, elaborado de acordo com as especificações do subitem 2.1 em formato dwg e/ou shape file. 2.7.2Os serviços descritos no item 2.6 deverão ser entregues em mídia digital (DVD), em formato “PDF” e indexado pela inscrição cadastral ou inscrição antiga.3 – SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS3.1. Deverá ser desenvolvido e implantado um Sistema de Informações Geográficas para o uso imediato do Departamento de Receita Imobiliária, com possibilidade de integração com outras áreas da Prefeitura.3.2. O Sistema a ser implantado deverá permitir pesquisas espaciais, bem como de dados relacionados com todas as informações contidas no cadastro fiscal imobiliário, por diversos acessos de consulta (espacial, alfanumérico e imagens).3.3. O Sistema deverá fazer cruzamento de dados e permitir a emissão de relatórios das diversas consultas, mapas, fotos e documentos associadas aos imóveis. 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 8 de 8 11. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​3.4. ENTREGA DOS SERVIÇOS DO SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS: 3.4.1 O Sistema com os respectivos Bancos de Dados, pronto para utilização nos equipamentos da Prefeitura, acompanhado dos respectivos manuais do usuário e código fonte. 3.4.2 Deverá ser prestado treinamento relativo ao uso e à manutenção/atualização do
  9. 9. sistema, a ser definido de comum acordo com a Prefeitura, para 60 (sessenta) cadastradores lotados no Departamento de Receita Imobiliária. 3.4.3 O sistema deverá funcionar em rede (Cliente/Servidor). 3.4.4 A Contratada deverá prestar assessoria por todo o período do contrato.Segunda Fase: ATUALIZAÇÃO DO CADASTRAL:4 – ATUALIZAÇÃO DO CADASTRO IMOBILIÁRIOConsiste na execução de levantamento aerofotogramétrico ou imagens de satélite de altíssimaresolução (pixel 10cm) anuais por um período de três anos e, embasado em cada um deles, aidentificação das alterações das áreas construídas e novas edificações, a partir de comparaçãodos dados da revisão Cadastral, para a primeira atualização anual, e na atualizaçãoimediatamente anterior para as demais.4.1 - A partir da comparação: a) Se não houver divergência entre os dados do cadastro e da ortofoto, sinalizar como cadastro correto. b) Se for constatada edificação em imóvel constante do cadastro fiscal como terreno vago e se não for possível a apuração da área edificada pela ortofoto, fazer a medição. c) Se for constatado acréscimo/decréscimo de área edificada, deverá medi-los pela ortofoto. d) Proceder a alteração do padrão construtivo com base nas fotografias frontais das fachadas dos imóveis e não sendo possível, deverá vistoriar o local. e) Para os itens b e c, deverão ser emitidas as cartas de notificação para os proprietários dos imóveis.4.2 - Em todos os casos descritos no subitem 4.1, elaborar por meio digital, utilizando aferramenta AutoCad, todos os croquis, contornos das edificações por “layer” de pavimento, paracada lote individualizado. Este item deverá ser compatibilizado com o item 2.1. (serviçoscorrelatos).4.3 - Comparação dos dados constantes do cadastro fiscal imobiliário, atualizado conformesubitem 4.1 com a foto digital da fachada consoante subitem 4.5 e identificar a alteração deutilização do imóvel, apurando as respectivas áreas.4.4 - Deverá apresentar boletins imobiliários individuais, conforme modelo que será apresentadopelo Departamento de Receita Imobiliária da Secretaria de Finanças, quando da visita doProponente. 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 9 de 9 12. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​4.5 - A contratada deverá apresentar fotos digitais de todas as fachadas de todos os imóveisedificados, indicando no boletim e em meio magnético, que sofreram alterações a partir darevisão cadastral ou da atualização cadastral anterior.4.6 - Digitação, redigitação e consistência dos boletins apresentados.4.7 - Compatibilização dos dados digitados, com os programas e bancos de dados existentes noDepartamento de Informática e Telecomunicações da Prefeitura, visando a pronta utilização domaterial apresentado.4.8 - A atualização cadastral dos imóveis em condomínio consiste em levantamento de campodos seguintes dados de todos os condomínios: nome dos condomínios, tipo de condomínios(residencial/comercial/misto), número de pavimentos, de apartamentos, de dormitórios,elevadores e vagas de garagem, síndico e administradora, quando houver.4.9 DA ENTREGA DOS SERVIÇOS DAS ATUALIZAÇÕES CADASTRAIS: 4.9.1 A entrega dos arquivos do Cadastro Fiscal Imobiliário deverá ser em meio magnético, contendo os dados revisados conforme item 4. 4.9.2 Os arquivos de que trata o subitem 4.5. deverão ser indexados pela inscrição imobiliária. 4.9.3 Entrega de arquivos digitais contendo todos os lotes, sendo os edificados, por “layer” de pavimento e de utilização, no formato dwg e/ou shape file. 4.9.4 Entrega quinzenal de relatórios gerenciais e de discrepância relativos aos serviços descritos no item 4, acompanhado de pastas contendo todos os elementos levantados em ordem de inscrição imobiliária, para histórico de alterações. 4.9.5 Os produtos deverão ser entregues, quinzenalmente, contendo quadras, fechadas, contemplando todos os itens contratados. 4.9.6 Entrega de relatórios mensais sobre o desenvolvimento dos serviços contratados.5 – METODOLOGIA PARA REALIZAÇÃO DOS SERVIÇOSA Contratada deverá elaborar Plano de Trabalho com detalhamento de uma rede de precedência(PERT ou Similar), contendo necessariamente as seguintes etapas e metodologias:5.1. Coleta de Dados da Prefeitura, compreendendo: S​Arquivos digitais contendo dados cadastrais imobiliários e mobiliários; S​Arquivo contendo BASE CARTOGRÁFICA, escala 1:1.000, contendo quadras e lotes (polígono fechado); S​Arquivo digital contendo ORTOFOTO 2008; S​Quadras fiscais com divisões em lotes; S​Croquis existentes das edificações; S​Demais plantas e documentos necessários ao desenvolvimento dos trabalhos (Plano Diretor, Planta Genérica de Valores, faces de quadras, etc.). 5.2. ORGANIZAÇÃO DA INFRA- ESTRUTURA Deverão ser organizados e estruturados dois locais onde serão desenvolvidos os trabalhos (um em Guarulhos e o outro na sede da Proponente), com infra-estrutura de responsabilidade da contratada: equipamentos, mobiliário e mão de obra. 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 10 de 10 13. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​5.3. SERVIÇOS PREPARATÓRIOS E CORRELATOS 5.3.1. Programa de computador para digitação, re-digitação e consistência dos boletins preenchidos com dados em campo. 5.3.2. Programa de computador para compatibilização dos dados digitados com os programas e banco de Dados existente no Departamento Informática e Telecomunicações da Prefeitura. 5.3.3. Elaboração do Mapa Fiscal Urbano, complementando-se o Mapa Digital, com as divisões das quadras fiscais em lotes com as respectivas edificações, utilizando a ORTOFOTO e as quadras fiscais do Departamento de Receita Imobiliária, devidamente georreferenciadas. 5.3.4. Digitalização e georreferenciamento das Plantas Quadras Fiscais. 5.3.5. Digitalização do Acervo Histórico. 5.3.6. Preparação dos manuais para preenchimento dos boletins em
  10. 10. campo. 5.3.7. Impressão dos boletins. 5.3.8. Preparação das pastas por quadra com elementos necessários ao levantamento em campo, a saber: S​Planta Quadra, Imagem colorida da ORTOFOTO em impressão A4 ou A3 com divisão em lotes (produto obtido do item 6.3.3.). S​Planta da região do roteiro (pré-definido no PLANO DE TRABALHO) contendo as quadras a serem levantadas. S​Todos os boletins pré impressos que compõem a quadra. S​Boletins em branco. 5.3.9. Medições de áreas edificadas: serão efetuadas com base nas imagens da ORTOFOTO, conforme itens 2.1 e 2.2 (serviços correlatos): S​ Digitalização do perímetro da edificação por “layer”, utilizando ferramenta AutoCad; S​Cálculo da área edificada; S​Comparação do resultado, sendo 5% para mais ou para menos, considerado correto o arquivo da PREFEITURA, diferença maior ou menor anotada em RELATÓRIO GERENCIAL DE DISCREPÂNCIAS. Este percentual será utilizado apenas para áreas construídas de até 500 m2. Para áreas superiores, o percentual será fixado, em comum acordo com a PREFEITURA; S​O RELATÓRIO GERENCIAL DE DISCREPÂNCIAS deverá ser emitido em duas vias, uma para a Prefeitura e outra para equipe de Engenheiros que irão vistoriar os respectivos imóveis. Este é o DOCUMENTO PRINCIPAL para determinar o ROTEIRO a ser seguido para vistorias; S​As edificações consideradas “CONFORME” dentro da margem estabelecida, cujos contornos foram digitalizados formarão um arquivo digital parcial das edificações. OBSERVAÇÃO: as imagens com dificuldade de interpretação para digitalização (sem clareza ou diferentes dos croquis) deverão ser identificadas (Lote / Quadra Fiscal) para formar o ROL a ser levantado em campo por método tradicional (levantamento à trena). Os croquis provenientes deste levantamento voltarão para serem desenhados em AutoCAd, calculando-se as respectivas áreas e anotadas em campo específico. O arquivo digital parcial será completado com essas informações formando assim o arquivo completo das edificações.5.4. LEVANTAMENTO EM CAMPO 5.4.1. As equipes que farão o levantamento em campo, nos imóveis previamente selecionados, irão munidas com pastas, por quadra, cada uma contendo os elementos descritos no item 6.3.7. Deverão ser preenchidos e entregues todos 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 11 de 11 14. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​os boletins de acordo com o pré-estabelecido nos manuais e treinamento efetuado para esta finalidade. Para cada imóvel visitado que tenha edificação será tirada uma fotografia da fachada com máquina fotográfica digital e quando for o caso várias fotos esclarecedoras. As fotos terão um identificador para posterior associação com o imóvel. 5.4.2. Deverá ser dada a divulgação, em comum acordo com a Prefeitura, sobre os trabalhos a serem realizados. 5.4.3. IDENTIFICAÇÃO DO PADRÃO CONSTRUTIVO Todas as edificações identificadas com DISCREPÂNCIA (item 4.3.8.) e aquelas a serem medidas com trenas serão vistoriadas por técnicos especializados, que re- enquadrarão as respectivas edificações, se necessário. 5.4.4. RETORNO AO CAMPO Nos casos em que o imóvel esteja fechado por ocasião do levantamento de campo, haverá retorno para coleta das informações.5.5. TRABALHOS DE GABINETE 5.5.1. Complementação de campos nos boletins: As áreas edificadas levantadas em campo e calculadas no gabinete, bem como, os padrões identificados em vistorias serão anotados nos espaços destinados a estas informações no boletim. 5.5.2. VERIFICAÇÃO DO LEVANTAMENTO EM CAMPO:Todas as pastas por quadra, contendo boletins preenchidos em campo, deverão ser verificadas ANTES DA DIGITAÇÃO. Constada qualquer irregularidade no preenchimento dos boletins, o gerente do campo deverá tomar a medida cabível. Somente seguirão para digitação as quadras perfeitamente fechadas com boletins corretamente preenchidos. 5.5.3. DIGITAÇÃO, REDIGITAÇÃO e CONSISTÊNCIA.:Todos os boletins deverão ser digitados, re-digitados e consistidos, formando arquivos completos, por quadra fiscal. 5.5.4. ENTREGAS PARCIAIS: Todos os trabalhos de REVISÃO E ATUALIZAÇÃO CADASTRAL deverão ser entregues por QUADRA FECHADA, compreendendo: S​Arquivo com dados tabulares verificados compatíveis para carregamento no Banco de Dados da PMG; S​Arquivo digital com desenhos dos croquis das edificações contidas na quadra; S​RELATÓRIO DE DISCREPÂNCIAS, para boletins imobiliários; S​RELATÓRIO DE DISCREPÂNCIAS, para boletins mobiliários; S​Arquivo digital das fotografias das fachadas; S​Pastas arquivadas com todos os documentos e boletins preenchidos em campo, para servir de MEMÓRIA e consultas.5.6. GERENCIAMENTO DOS SERVIÇOS Para o desenvolvimento de todos os serviços mencionados deverá ser efetuado um gerenciamento, envolvendo: planejamento, programação, controles físicos e de processos de qualidade que deverão ser executados por uma equipe composta, no mínimo, por: S​Um Coordenador Geral S​Um Gerente de Sistemas S​Um Gerente de Recadastramento S​Um Gerente de Conversão de Dados. 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 12 de 12 15. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​5.7. CRONOGRAMA FÍSICO 1ª FASE – MODERNIZAÇÃO DO CADASTRO IMOBILIÁRIO MESES ITENS 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 151 – ESTUDOS INICIAIS 1.1. Projeto Executivo 1.2. Coleta de Dados2 – ORGANIZAÇÃO DA INFRA- ESTRUTURA 2.1. ESCRITÓRIO GUARULHOS e DA PROPONENTE Disponibilização da Infra-Estrutura3 – SERVIÇOS PREPARATÓRIOS E CORRELATOS 3.1. Programa de digitação e Consistência 3.2. Programa para Compatibilização de Dados junto ao Departamento Informática e Telecomunicações da Prefeitura. 3.3. Mapa Urbano Fiscal 3.4. Digitalização e Georreferenciamento das
  11. 11. Plantas Quadras Fiscais 3.5. Manuais e Treinamento 3.6. Digitalização do Acervo Histórico 3.7. Medição de áreas edificadas 3.8. Impressão de Boletins 3.9. Preparação de Pastas 3.10. Emissão das cartas de notificação para os proprietários dos imóveis4 – LEVANTAMENTO EM CAMPO 4.1. Levantamento em campo, quando for o caso 4.2. Levantamento fotográfico frontal das edificações. 4.3. Retorno5 – TRABALHO EM GABINETE 5.1. Complementação de campos boletins 5.2. Verificação 5.3. Digitação / Consistência 5.4. Emissão das cartas de notificação para os proprietários dos imóveis 5.5. Entregas parciais * 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 13 de 13 16. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​5.6. Entregas Finais6 – SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS 6.1. Concepção 6.2. Implantação / Assistência Técnica8 – GERENCIAMENTO* Levantamento em campo: estima-se uma produção de 15.000 inscrições imobiliárias até o 4º mês e 36.250 do 5º mês em diante 2ª FASE – ATUALIZAÇÃO DO CADASTRAL MESES ITENS 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 151 – SERVIÇOS PREPARATÓRIOS 1.1. Aquisição de fotos aéreas ou imagens de satélite de altíssima resolução 1.2. Identificar áreas construídas novas ou ampliadas 1.3. Medição das áreas construídas novas ou ampliadas2 – LEVANTAMENTO EM CAMPO 2.1. Levantamento em campo das edificações novas ou ampliadas, quando for o caso. 2.2. Levantamento fotográfico frontal das edificações atualizadas 2.3. Retorno3 – TRABALHO EM GABINETE 3.1. Complementação de campos boletins 3.2. Verificação 3.3. Digitação / Consistência 3.4. Emissão das cartas de notificação para os proprietários dos imóveis que sofreram alterações. 3.5. Entregas parciais 3.6. Entregas Finais 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 14 de 14 17. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​6. PRAZOS PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS6.1. Modernização do Cadastro Imobiliário (1ª FASE) : 15 meses, contados da Ordem de Iniciodos Serviços (OIS) a ser emitida pela Secretaria de Finanças.6.2. Atualização Cadastral (2ª FASE): 36 meses, sendo 12 meses para cada atualização, contados do encerramento da 1ª fase.6.3. Prazo Total: 51 (cinqüenta e um) meses a contar da Ordem de Início dos Serviços a ser expedida pela Secretaria de Finanças.7. DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA7.1. Ficará a cargo da empresa contratada, o fornecimento de toda mão de obra, transportes dasequipes e os equipamentos necessários para a execução dos serviços, bem como, todos ostributos e encargos decorrentes dos serviços contratados.7.2. A contratada deverá fornecer nome, documentos, formação e função do pessoal que atuarána execução dos serviços, para credenciamento pelo Departamento de Receita Imobiliária.Deverá também, fornecer identificação (crachá) para todo pessoal envolvido, o qual deveráconter, além dos dados supra referidos, foto 3X4 e telefones, para contato do Munícipe com aPrefeitura;7.3 Apresentar mensalmente à CONTRATANTE as notas de serviços e faturas com adiscriminação da execução dos serviços prestados;7.4 Atender os pedidos de informações, formalizados pela CONTRATANTE, por pessoas ouentidades por ela credenciadas, relacionados com a execução dos serviços contratados;7.5 Acatar as normas de acesso de pessoas da CONTRATADA às instalações daCONTRATANTE;7.6 Para fins de pagamento a CONTRATADA deverá comprovar a realização dos serviçoscontratados, de acordo com o Plano de Trabalho a ser definido, em conjunto com oDepartamento de Receita Imobiliária, quando da assinatura do contrato. Esta comprovaçãodeverá ser efetuada através de “Relatórios de Acompanhamento de Execução dos Serviços”,mediante atestação do Departamento de Receita Imobiliária;7.7 Transferir à CONTRATANTE, de forma total e irrestrita os respectivos códigos fontes dossistemas, a documentação técnica completa da solução e do ambiente operacional, e todas asinformações necessárias para a efetiva transferência do conhecimento dos sistemas para aCONTRATANTE.8. OBRIGAÇÕES DA PREFEITURA8.1. Adotar as providências e mobilizar os recursos necessários à plena realização dosserviços objetos desta Licitação, especialmente no que concerne às especificações e definiçõesem tempo hábil, observada programação a ser estabelecida em conjunto com a CONTRATADA;8.2. Para tanto, A PREFEITURA deverá disponibilizar à Contratada:O $UTXLYR​GLJLWDO​FRQWHQGR​GDGRV​FDGDVWUDLV​LPRELOLiULRV​H​PRELOLiULRV​H[LVWHQWHV​QR​0XQLFtSLRO $UTXLYR​FRQWHQGR​%DVH​&DUWRJUiILFD​​​QD​HVFDOD​​​O $UTXLYR​LJLWDO​FRQWHQGR​RUWRIRWR​H[LVWHQWHO 4XDGUDV​)LVFDLV​FRP​GLYLV ão em lotesO &URTXLV​H[LVWHQW es das edificaçõesO ​$FHUYR​+LVWyULFR​D​VHU​GLJLWDOL]DGR 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 15 de 15 18. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​9. DA ATESTAÇÃO DOS SERVICOSA atestação dos serviços entregues pela contratada, se dará através de acompanhamentopermanente, a ser realizado pelo Departamento de Receita Imobiliária, na execução de todos osserviços e em todas as etapas de desenvolvimento.10. PLANO DE ATENDIMENTO E SUPORTE TÉCNICOAs licitantes deverão apresentar Plano de Atendimento, em suporte e assessoramento técnicoaos gestores e usuários por meio de atendimento telefônico, “on site”, por meio de visitas, ououtra forma adequada à solução de problemas que venham a ser identificados durante aimplantação das rotinas, para todos os trabalhos descritos no presente Termo de Referência. Osuporte técnico deverá estar disponível por todo o período do contrato, sendo através de telefonee e-mail, no mesmo período de funcionamento da Prefeitura de Guarulhos, ou
  12. 12. seja, de segunda asexta, das 8:00 as 17:00. Na impossibilidade de solução por estes meios em até 12 horas, seráobrigatória visita técnica.11. VISTORIA TÉCNICA11.1. A visita técnica tem por objetivo exclusivo permitir aos interessados conhecerem as condições locais e obter informações relacionadas com o objeto licitado.11.2. A visita técnica será previamente agendada, no horário e expediente dos dias úteis, no Departamento de Receita Imobiliária da Secretaria Municipal de Finanças desta Prefeitura ou pelo fone (0xx.11 – 2429-8683) e será levada a efeito até 5 (cinco) dias úteis anteriores à data de recebimento das propostas.11.3. Para a realização da visita técnica deverão os interessados comparecer na data agendada ao Departamento de Receita Imobiliária da Secretaria Municipal de Finanças desta Prefeitura, localizada à Avenida Humberto de Alencar Castelo Branco, nº 1449 – Vila Augusta – Guarulhos – S.P.11.4. Feita a visita técnica, cada interessado receberá o competente ATESTADO DE VISTORIA, o qual deverá ser anexado à documentação do Envelope “A” de Habilitação. 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 16 de 16 19. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​12. PROPOSTA TÉCNICA (ENVELOPE “B”)A PROPOSTA TÉCNICA, com os elementos relativos à qualificação técnica das licitantes, deveráconter o seguinte:12.1. Conhecimento do Problema Demonstração de conhecimento do problema, através de descrição do empreendimento demonstrando o conhecimento de suas diversas etapas de implantação, dos aspectos relevantes e problemas potenciais que poderão interferir na sua implantação, vulto, complexidade do ponto de vista do objetivo almejado, informações adicionais do município, ressalvando os aspectos físicos e operacionais envolvidos (máximo de 30 páginas em Word, folha tamanho A4, fonte Arial 12, impressas em um só lado. Poderão ser utilizadas folhas A3, as quais deverão ser dobradas no padrão A4 sendo consideradas como 2 folhas A4).12.2. Metodologia Descrição dos métodos e procedimentos que a Licitante irá adotar para a execução da totalidade dos serviços previstos, limitada a 40 (quarenta) páginas em papel A4 e fonte Arial 12, excluindo mapas e figuras que poderão ser apresentadas em papel A3, devidamente dobradas para resultarem no tamanho A4. Deve constar ainda indicação das instalações e aparelhamento técnico a serem utilizados para a realização do objeto da licitação com descrição dos equipamentos e dos softwares. A proponente deverá apresentar também um breve relato de Sistema semelhante ao objetivado pelo presente Edital, conforme seu sub-item 5.3.7 b) , por ela desenvolvido e implantado, com cópias de imagens de monitor referentes às telas do Sistema para melhor ilustração. A Prefeitura Municipal de Guarulhos, para seu esclarecimento e a seu exclusivo critério, poderá também solicitar a quaisquer das licitantes a demonstração do funcionamento do Sistema apresentado, em sessão a ser por ela previamente agendada e comunicada aos demais licitantes, que poderão participar da apresentação.12.3. Programa de Trabalho Relação e descrição das Atividades, e se for o caso das Tarefas que serão desenvolvidas com seus respectivos produtos e requisitos a atender, e a relação de dependência entre elas. O resultado será resumido em um cronograma de barras, coerente com o programa proposto (máximo 30 páginas em Word, folha tamanho A4, fonte Arial 12).12.4. Equipe Técnica A Equipe Técnica, considerada como principal, deverá no mínimo ser composta por: a) 01 (um) Coordenador Geral (Responsável Técnico) pelos serviços, devendo ser profissional de nível superior em engenharia civil ou arquitetura, devidamente registrado no CREA, tendo atuado na direção de serviços de 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 17 de 17 20. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​cadastramento/recadastramento imobiliário, elaboração e implantação de Sistema de Informações Geográficas , e assumido a Responsabilidade Técnica pelos mesmos. b) 01 (um) Gerente de Informática, sendo profissional de nível superior em análise de sistemas,com experiência em modelagem, desenvolvimento e implantação de Sistemas de Informações Geográficas para administrações municipais e na condução de equipes com essa finalidade. c) 01 (um) Gerente para Recadastramento, sendo profissional de nível superior em engenharia civil ou arquitetura, devidamente registrado no CREA, tendo atuado na organização dos serviços e comando de equipes de levantamento em campo de dados e informações necessários ao cadastramento ou recadastramento imobiliário d) 01 (um) Gerente para Conversão de Dados, sendo profissional de nível superior em engenharia civil, arquitetura ou análise de sistemas, devidamente registrado no CREA, tendo atuado na organização e comando de equipes de profissionais em serviços de georreferenciamento e geocodificação para elaboração de mapas digitais e conversão de dados espaciais e tabulares, visando a organização de Sistema de Informações Geográficas e a integração com os sistemas legados.12.4.1. As licitantes deverão comprovar o vinculo dos profissionais indicados conforme SÚMULA Nº 25 do TCE – SP, ou seja mediante contrato social, registro na carteira profissional, ficha de empregado ou contrato de trabalho.12.4.2. Os Curriculum Vitae deverão ser devidamente assinados pelos respectivos profissionais.12.4.3. Para efeito de avaliação da equipe técnica somente serão aceitos os curriculos que comprovem a atuação dos profissionais nos projetos declarados, nas respectivas funções para as quais são indicados, conforme definido acima, sendo considerado como tempo de experiência a totalização das durações de atuação dos profissionais nesses projetos, expressas em anos e frações.12.4.4. A substituição dos profissionais indicados na proposta por outros, durante a realização dos serviços que vierem a ser
  13. 13. contratados, deverá ser comunicada à Prefeitura para fins de prévia aprovação, exigindo-se que os substitutos apresentem características iguais ou superiores às dos inicialmente indicados, comprovadas de idêntica forma ao previsto neste Edital.13. PROPOSTA TÉCNICA – CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO13.1. Na avaliação da proposta técnica serão considerados os seguintes itens: a) Conhecimento do Problema b) Metodologia de Execução e demonstração de um SIG desenvolvido c) Programa de Trabalho d) Experiência Anterior da Empresa, em Recadastramento imobiliário, desenvolvimento e implantação de SIG e manutenção de Base Cadastral e) Equipe Técnica a ser utilizada 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 18 de 18 21. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​13.2. As notas atribuídas a cada quesito de julgamento da Proposta Técnica são as seguintes: a) Conhecimento do Problema – de 0 a 5 pontos b) Metodologia de Execução e demonstração de um SIG desenvolvido – de 0 a 40 pontos c) Programa de Trabalho – de 0 a 10 pontos d) Experiência Anterior da Empresa, em Recadastramento imobiliário, desenvolvimento e implantação de SIG e manutenção de Base Cadastral – de 0 a 90 pontos e) Equipe Técnica a ser utilizada – de 0 a 17 pontos13.3. A nota final será obtida pela somatória dos pontos obtidos nos subitens acima, sendo desclassificadas as propostas que não atingirem a nota final mínima de 50 (cinqüenta) pontos.13.4. CONHECIMENTO DO PROBLEMA (NT1) Deverá ser demonstrado pleno conhecimento sobre os fatores e circunstâncias que envolvem a elaboração, implantação e uso de Sistemas como o objeto do presente edital, bem como com os serviços a serem executados, o seu desenvolvimento e implantação dos resultados, com menção aos aspectos relevantes e problemas potenciais que deverão ser resolvidos, ressaltando os aspectos físicos e operacionais envolvidos.​ CONHECIMENTO DO PROBLEMA PONTOS Nota atribuída às licitantes que apresentem amplos conhecimentos do problema com abordagem sobre todos os aspectos relacionados com o 5 objeto licitado, seus aspectos relevantes e forma de superar problemas potenciais. Nota atribuída às licitantes que demonstrem conhecimento do problema, 3,5 mas de forma genérica ou pouco clara ou incompleta. Nota atribuída às licitantes que apresentem o conhecimento do 2,5 problema em nível superficial, porém ainda aceitável. Nota atribuída às licitantes que apresentem a comprovação de 0 conhecimento do problema de forma insatisfatória. ​​13.5. METODOLOGIA DE EXECUÇÃO (NT2) Deverá abordar, no mínimo, os seguintes itens: a) Metodologia a ser empregada no desenvolvimento dos trabalhos, com descrição das atividades previstas nas várias etapas, dos métodos, procedimentos, equipamentos e softwares a serem utilizados, com indicação da forma de participação da prefeitura nos trabalhos se for o caso. b) Indicação de um Sistema de Informações Geográficas implantado e funcionando, com características semelhantes ao objeto deste edital, conforme indicado na Tabela abaixo. 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 19 de 19 22. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​a) METODOLOGIA DE EXECUÇÃO PONTOS Nota atribuída às licitantes que apresentem de forma clara e completa a metodologia que pretendem adotar para execução de todos os serviços, 30 com descrições precisas sobre métodos e procedimentos. Nota atribuída às licitantes que apresentem metodologia completa mas 21 com abordagens imprecisas. Nota atribuída às licitantes com descrições apenas genéricas. 16 Nota atribuída às licitantes que apresentem metodologia considerada 0 insatisfatória. b) SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS(SIG) IMPLANTADO PONTOS 1- Elaboração do mapa digital organizado por layers mínimos de: Eixos viários Quadras 0 ou 3 Calçadas Lotes Contorno de edificações 2- Análise espacial envolvendo dados cadastrais imobiliários. 0 ou 2 3- Análise espacial envolvendo dados cadastrais mobiliários. 0 ou 2 4- Criação de relatórios gerenciais. 0 ou 1 5- Formato raster (ortofoto) como layer sobreposto ao mapa digital. 0 ou 2 OBS: A nota deste sub-item b) será apurada pela soma dos pontos atribuídos aos campos de 1 a 5 da Tabela acima. ​O Relato sobre as questões acima apresentadas deverá ser objetivo e acompanhado de imagens do monitor para efeito de esclarecimento. A Prefeitura de Guarulhos, a seu exclusivo critério , poderá convocar qualquer licitante para comprovação das características acima exigidas em Sistema em funcionamento por ela desenvolvido, marcando para esse fim data para apresentação e análise do referido Sistema, que deverá, também, ser comunicada às demais lictantes13.6. PROGRAMA DE TRABALHO (NT3) Relação e descrição das atividades que serão desenvolvidas com seus respectivos produtos e a relação de dependência entre elas. O resultado será resumido em um cronograma físico, de barras, coerente com a metodologia e o programa propostos. PROGRAMA DE TRABALHO PONTOS Nota atribuída às licitantes que apresentem com clareza e precisão a relação e descrição das atividades a serem desenvolvidas, com seus 10 respectivos produtos e total coerência com a metodologia prevista. Nota atribuída às licitantes que apresentem o Programa de Trabalho de forma satisfatória mas com alguns problemas de clareza e 7 precisão. Nota atribuída às licitantes que apresentem o Plano de Trabalho em 5 nível apenas aceitável. Nota atribuída às licitantes que apresentem o Programa de Trabalho 0 de forma insatisfatória. 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 20 de 20 23. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​13.7. QUALIFICAÇÃO TÉCNICA (NT4).Deverá
  14. 14. ser comprovada mediante a apresentação de atestado(s) de capacidade técnicacomprovando desempenho anterior em atividade pertinente e compatível com o objeto licitado,emitido(s) por pessoa jurídica de Direito Público ou Privado, devidamente registrado(s) no CREA.a) Serão considerados os seguintes pontos por atestado de Recadastramento Imobiliáriopara Administração Municipal. Poderão ser apresentados no máximo 5 (cinco) atestados​EXPERIÊNCIA ANTERIOR PONTOS por ( a ) RECADASTRAMENTO IMOBILIÁRIO atestado Município com mais de 1.000.000 de habitantes ou com mais de 300.000 12 inscrições imobiliárias. Município com população entre 700.000 e 1.000.000 de habitantes ou com 8 inscrições imobiliárias entre 250.000 e 300.000. Município com população entre 500.000 e 700.000 habitantes ou com 6 inscrições imobiliárias entre 150.000 e 250.000. Município com população entre 200.000 e 500.000 habitantes ou com 3 inscrições imobiliárias entre 50.000 e 150.000b) Serão considerados os seguintes pontos por atestado de Desenvolvimento eImplantação de Sistemas de Informações Geográficas para Administração Municipal.Poderão ser apresentados no máximo 5 (cinco) atestados. EXPERIÊNCIA ANTERIOR PONTOS por ( b ) DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO DE SIG atestado Município com mais de 500.000 habitantes ou com mais de 4 150.000 inscrições imobiliárias. Município com população entre 150.000 e 500.000 habitantes 2 ou com inscrições imobiliárias entre 50.000 e 150.000 Município com menos de 150.000 habitantes ou com menos 1 de 50.000 inscrições imobiliárias ​c) Serão considerados os seguintes pontos por atestado de Atualização / Manutenção da Base Cadastral Municipal realizada com apoio em sensoriamento remoto. Poderão ser apresentados no máximo 5 (quatro) atestados.​EXPERIÊNCIA ANTERIOR PONTOS por ( c ) ATUALIZAÇÃO / MANUTENÇÃO BASE atestado CADASTRAL Município com mais de 150.000 inscrições imobiliárias. 2 Município com menos de 150.000 inscrições imobiliárias 1 ​24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 21 de 21 24. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​A população e o número de inscrições imobiliárias serão o que apresentava o município à época da realização dos serviços atestados. Caso uma Proponente apresente num só atestado dois ou mais serviços conforme acima indicado, poderá este atestado ser considerado, para efeito de pontuação, para cada um dos serviços.13.8. EQUIPE TÉCNICA (NT5).Será avaliada com base na experiência dos profissionais que a integrarão nas funções indicadascom base no subitem 12.4, através de avaliação dos “curricula vitae” que forem a apresentados.Para efeito de avaliação da equipe técnica somente serão aceitos os curriculos que comprovem aatuação dos profissionais nos projetos declarados, nas respectivas funções para as quais sãoindicados, conforme definido acima, sendo considerado como tempo de experiência a totalizaçãodas durações de atuação dos profissionais nesses projetos, expressas em anos e frações. Pontos FUNÇÃO NA EQUIPE Menos de 5 De 5 - 10 Mais de 10 anos anos anos Coordenador e Responsável Técnico 1 2 5 Gerente de Recadastramento 1 2 4 Gerente de Informática 1 2 4 *HUHQWH​GH​&RQYHUVmR​GH​DGRV​1 2 4​13.9. NOTA DA PROPOSTA TÉCNICA (NT)A nota será a somatória das NT1, NT2, NT3, NT4 e NT5.Serão atribuídos 10,0 (dez) pontos à proposta da LICITANTE que obtiver a maior nota técnica(NT). As demais propostas serão pontuadas proporcionalmente na razão inversa ao maior valorna pontuação técnica final, de acordo com a seguinte fórmula: NT = Nota Técnica da Proposta em Exame x10 Maior Nota TécnicaSerão desclassificadas as propostas com pontuação inferior a 50%.A aproximação da NT será feita até a terceira casa decimal, desprezando-se as demaisfrações14. PROPOSTA COMERCIAL – ENVELOPE “C”​A tabela prevista no ANEXO xxx- Planilha de Preços, deverá ser total e devidamente preenchida no formato indicado, sem rasuras ou emendas, indicando os Preços Unitários e os respectivos totais e o total previsto da proposta, expressos em moeda corrente no País.​14.2. CRONOGRAMA FÍSICO - FINANCEIRO detalhado, que relate a seqüência executiva do projeto, absolutamente aderente ao cronograma físico apresentado com a Proposta Técnica, demarcando etapas, atividades, prazos, custos e quantidades a executar a cada 24673- 09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 22 de 22 25. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​período, conforme prazo indicado para execução dos Serviços, devendo apresentar correlação fiel das quantidades a serem executadas com os respectivos preços por especialidade de serviço, em períodos correspondentes a 30 ou menos dias. (Apresentar barra, quantidade, valor, início e término para cada atividade, percentuais equivalentes ao período e valores acumulados).A proposta de menor preço, será considerada a 1ª classificada.Serão atribuídos 10,0 (dez) pontos à proposta comercial da LICITANTE que apresentar o menorpreço em reais nota técnica. As demais propostas serão pontuadas proporcionalmente na razãoinversa ao menor preço ofertado, de acordo com a seguinte fórmula: NPC = Menor Preço apresentado entre as propostas x10 Preço da Proposta em ExameA aproximação da NT será feita até a terceira casa decimal, desprezando-se as demaisfrações.15. CLASSIFICAÇÃO FINALA classificação final das licitantes será feita de acordo com a média ponderada das notastécnicas e de preços, mediante a aplicação da seguinte fórmula: : NF = 7 NT + 3 NCOndeNF = Nota Final do licitanteNT = Nota da Proposta TécnicaNC = Nota da Proposta Comercial15.1. Havendo empate entre duas ou mais propostas será adotado sorteio para o desempate, para o qual todos os licitantes serão convocados.15.2. A &ODVVLILFDomR​GRV​SURSRQHQWHV​
  15. 15. VHUi​UHDOL]DGD​SHOD​RUGHP​GHFUHVFHQWH​GDV​VXDV​1RWDV​ )LQDLV​VHQGR​GHFODUDGR​YHQFHGRU​R​OLFLWDQWH​TXH​REWLYHU​D​PDLRU​SRQWXDomR 24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 23 de 23 26. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​$1(;2​,​±​3/$1,/+$​(​6(59,d26​(​35(d26​​ 3/$1,/+$​(​6(59,d26​(​35(d26​3UHoR​7RWDO​3UHoRV​,WHQV​4XDQWLGDGH​SRU​VHUYLoR​ 8QLWiULRV​5​5​Primeira Fase: Modernização do Cadastro Imobiliário​1. Revisão Cadastral​1.1. Comparação entre o cadastro fiscal 350.000 unidades imobiliário existente na Prefeitura de Guarulhos com a Ortofoto 2008. 1.2. 1.2. Levantamento fotográfico frontal das 350.000 unidades fachadas dos imóveis; 1.3. Elaboração de boletins imobiliários 350.000 unidades individuais para todos os imóveis; 1.4. Emissão de notificação para os 350.000 unidades proprietários dos imóveis 1.5. Integração da base de dados gerada com o Sistema Financeiro em uso na 1 Prefeitura de Guarulhos.2. Serviços Correlatos 2.1. Elaboração do Mapa Urbano Fiscal do 200Km² Município de Guarulhos 2.2. Digitalização e georreferenciamento das 20.000 Plantas Quadras Fiscais 2.3. Digitalização do Acervo Histórico 1.250.0003. Sistema de Informações Geográficas 3.1. Visualizador das imagens e fotos 1 3.2. Treinamento 60 Segunda Fase: Atualização do Cadastro Imobiliário4. Atualização Cadastral 4.1. Atualização das imagens aéreas ou imagens de satélite de altíssima 3 x 200 Km² resolução 4.2. Levantamento fotográfico frontal das fachadas dos imóveis atualizados; 4.3. Emissão de notificação para os proprietários dos imóveis 4.4 Elaboração de boletins imobiliários ​individuais para os imóveis atualizados; 35(d2​727$/​5​​ ​3UHoR​WRWDO​SRU​H[WHQVR​​​BBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBB​​ 1- O preço máximo admitido pela prefeitura será de R$ XXXXX,00 (xxxxxx reais ); 2- A proponente deverá anexar cronograma físico-financeiro onde constarão os serviços previstos com o seu desenvolvimento ao longo do tempo, indicando por mês as importâncias correspondentes. Esse cronograma deverá ser coerente com o cronograma físico apresentado na sua Proposta Técnica. 24673- 09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 24 de 24 27. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​$1(;2​,,​±​$7(67$2​(​9,6725,$​​​​​​ $​​QRPH​GD​HPSUHVD​OLFLWDQWH 28. ​FRP​VHGH​QHVWD​​ 29. ​(VWDGR​GH​​ 30. ​j​5XD​​​ 31. ​1​​​ 32. ​​​%DLUUR​​ 33. ​LQVFULWD​QR​&13-​VRE​R​Q​​​ 34. ​QHVWH​DWR​UHSUHVHQWDGD​SRU​VHX​​FDUJR​GR​UHSUHVHQWDQWH 35. ​​QRPH​GR​UHSUHVHQWDQWH 36. ​SRUWDGRU​GD​&pGXOD​GH​,GHQWLGDGH​5*​Q​​​ 37. ​​​yUJmR​H[S 38. ​&5($​Q​​ 39. ​TXH​VXEVFUHYH​D​SUHVHQWH​5($/,=28​9,6,7$​7e&1,&$​QD​6HFUHWDULD​GH​)LQDQoDV​GD​ 3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​UHIHUHQWH​ DRV​VHUYLoRV​SUHYLVWRV​QR​(GLWDO​GD​/LFLWDomR​7LSR​​WLSR​GD​OLFLWDomR​Q​​​ 40. ​QD​GDWD​GH​​​​​​​HFODUDPRV​TXH​GXUDQWH​D​YLVLWD​HIHWXDGD​)25$0​(6&/$5(&,$6​ 72$6​DV​G~YLGDV​UHODWLYDV​D​HODERUDomR​GH​QRVVD​SURSRVWD​WpFQLFD​H​ FRPHUFLDO​DVVLP​FRPR​UHODWLYDV​D​H[HFXomR​GRV​VHUYLoRV​REMHWR​ GR​(GLWDO​GD​/LFLWDomR​​WLSR​GD​OLFLWDomR​Q​​​ 41. ​​​​​​​​ORFDOLGDGH 42. ​​GLD 43. ​GH​​PrV 44. ​GH​​​​​$VVLQDWXUD​H​FDULPER​​​​​​​​​​​​24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 25 de 25
  16. 16. 45. ​​​​​​3UHIHLWXUD​0XQLFLSDO​GH​*XDUXOKRV​​​​PREFEITURA MUNICIPAL DE GUARULHOS SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃOCONSULTA PÚBLICA Nº 01/09-DCCOBJETO: Prestação de serviços técnicos especializados para modernização e atualização docadastro imobiliário do Município de GuarulhosEMPRESA: CONTATO FONE E-MAIL SUGESTÕES E DÚVIDAS​24673-09 TR Cadastro Imobiliário.doc Página 26 de 26 Inglês Français Español Português (Brasil) Deutsch Sobre Carreiras Desenvolvedores e API Imprensa Blog Terms Privacidade Copyright Suporte Contact Linkedin Twitter Google Plus Facebook RSS Feeds LinkedIn Corporation © 2014

×