Populismo na america-latina

9.732 visualizações

Publicada em

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.732
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
322
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Populismo na america-latina

  1. 1. O Populismo na América Latina Getúlio VargasJuan Peron Prof. Norma Almeida
  2. 2. O Populismo na América LatinaO poder político dominado por elites cafeeiras a partir da década de 30 países como México, Bolívia, e Argentina foram perdendo o perfil oligárquico para tornarem-se repúblicas populistas;Populismo: prática política predominante na América Latina entre as décadas de 30 e 50.
  3. 3. Principais Características do populismoGovernos comandados por políticos de muito carisma e liderança popular;Apoio de diferentes segmentos e classes sociais do governo;Defesa dos interesses nacionais e exaltação e valorização do país (nacionalismo);Intenso uso da propaganda política; Profº Marcos Silva - profmarcos@portalpositivo.com.br
  4. 4. Modelo Argentino Denominado peronismo em razão do presidente que esteve no poder de 1946-1955 e 1973-1974: Juan Domingo Peron; Chegou ao poder como candidato do PL (partido Laborista)- governou o país com amplo apoio popular, principalmente da classe trabalhadora; Projeto político: defendia a realização da reforma agrária, fim dos latifúndios e ainda investimentos na indústria; Principal característica: trabalhismo – cria benefícios para atender as reivindicações operárias ; Criação de leis trabalhistas contribuiu para que conseguisse apoio popular; Profº Marcos Silva - profmarcos@portalpositivo.com.br
  5. 5. Realidade do BrasilGetúlio Vargas criou leis trabalhistas para garantir o prestígio popular;As duas práticas: getulismo e peronismo tinham discursos voltados para classe trabalhadora e defesa do nacionalismo;Os trabalhadores eram incentivados a filiarem- se em sindicatos, mas estes eram comandados pelo governo, qualquer questionamento ou oposição era duramente reprimido. Profº Marcos Silva - profmarcos@portalpositivo.com.br
  6. 6. O Peronismo e a Guerra Fria Nacionalismo pretendia alcançar o meio termo na Argentina (nem capitalista, nem socialista); Acreditava romper com o capitalismo internacional e tornar o país o país independente do domínio de grandes potências; Peron queria fazer uma “Revolução Social” pacífica, antes que o povo fizesse a radical como ocorreu nos países socialistas; Peron em seu mandato em 1952 foi perdendo apoio do exército, da igreja, após a euforia industrial até a burguesia fez oposição a Peron; Projeto nacionalista cria um inimigo: o capital estrangeiro; Em 1955 renuncia após ter sido vítima de um golpe do exército argentino; Profº Marcos Silva - profmarcos@portalpositivo.com.br
  7. 7. O Peronismo e a Guerra Fria1973 – Perón vence as eleições, porém foi vítima de uma ataque cardíaco e faleceu, em seu lugar assumiu sua 3ª esposa Isabelita Perón, porém em 1976 foi deposta em meio a uma grave crise econômica – novamente os militares assumem o poder; Profº Marcos Silva - profmarcos@portalpositivo.com.br
  8. 8. A Propaganda PolíticaDiscursos nacionalistas influenciados por Mussolini e Hitler marcaram os governos argentinos e brasileiros;Vargas e Perón – utilizaram da comunicação e da propaganda para fortalecerem suas imagens e mobilizarem as massas populares para realização de seus projetos;Perón, além da propaganda utiliza a repressão para evitar qualquer crítica ou manifestação de oposição política; Profº Marcos Silva - profmarcos@portalpositivo.com.br
  9. 9. A Propaganda Política 1948 – conjunto de ações para controlar a oposição: fechamento de jornais, compra das principais rádios privadas pelo governo argentino, impediu a liberdade de imprensa; As rádios eram utilizadas para reforçar a imagem do presidente perante os mais pobres, sendo que Eva Perón (primeira dama) teve um importante papel neste contexto; Evita Perón – realizou programa de assistência social, com a distribuição de roupas, medicamentos; Através da propaganda o peronismo consolidou-se numa verdadeira ideologia, mantendo-se presente na atualidade para muitos; Profº Marcos Silva - profmarcos@portalpositivo.com.br
  10. 10. Populismo na América Latina Após a Primeira Guerra Mundial e a Crise de 1929, países que dependiam de nações capitalistas iniciaram investimentos na produção nacional, cujo objetivo era não dependerem das importações dos produtos que naquele momento nem EUA, nem Europa estavam em condição de fazer; Crise de 1929 – diminuição da importações de produtos da América Latina; Principais produtos afetados: Café (Brasil), Erva-mate (Paraguai), Carne (Argentina, Uruguai), Açúcar (Cuba) e o Cacau (Colômbia); Solução: investimento em modernização da indústria, rompendo com as antigas estruturas ; Apesar do nacionalismo pregado pelos populistas não houve distribuições de riqueza ou melhoria na qualidade de vida da população; Profº Marcos Silva - profmarcos@portalpositivo.com.br
  11. 11. Organização dos Estados Americanos OEA – Instituição com sede nos EUA fundada em 1948, é uma espécie de ONU das Américas; Objetivo: garantir a paz, a segurança e a democracia nos países-membros e promover o crescimento econômico e o desenvolvimento dos países da América Latina; Participantes: 35 países das Américas, exceto Cuba, desligada após a tomada do poder pelos comunistas; Ver opinião de Fidel Castro pág.37 OEA – atualmente desenvolve um trabalho de combate ao narcotráfico no continente americano Profº Marcos Silva - profmarcos@portalpositivo.com.br

×