Ferramentas da web 2.0 na prática educativa -educação e tecnologia- (1)

1.081 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.081
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ferramentas da web 2.0 na prática educativa -educação e tecnologia- (1)

  1. 1. UBM - Centro Universitário de Barra Mansa - RJ Especialização em Gestão Escolar: Administrativa e Pedagógica UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DA WEB 2.0 NA PRÁTICA EDUCATIVA* Profa. Marceline Silva Neto* Prof. Noe Assunção* Profa. Roseli da S. R. Negreiros Botelho* Profa. Edelquim Maria de L.F. GaviãoProfa. MS. Maria Aparecida Coelho Naves
  2. 2. "As redes digitais possibilitam organizar o ensino e aaprendizagem de forma mais ativa, dinâmica e variada,privilegiando a pesquisa, a interação e a personalização emmúltiplos espaços e tempos presenciais e virtuais. Assim, aorganização escolar precisa ser reinventada para que todosaprendam de modo mais humano, afetivo e ético, integrandoos aspectos individual e social, os diversos ritmos, métodos etecnologias, para ajudarmos a formar cidadãos plenos emtodas as dimensões" José Manuel Moran
  3. 3. CONCEITO DE WEB 2.0 O conceito de Web 2.0 surge pela primeira vez em 2004 porTim OReilly com o objetivo de dar base teórica para asmudanças que estavam ocorrendo na rede mundial decomputadores. OReilly iniciou suas reflexões sobre o fenômeno que estavaacontecendo com o surgimento do Blogger em 1999 e daWikipédia em 2001 . As discussões se pautavam numamudança de paradigmas que deram origem a uma escritacolaborativa.
  4. 4. CONCEITO DE WEB 2.0 O termo web 2.0 está associado às aplicações da web onde oobjetivo principal é facilitar os seguintes aspectos:compartilhamento de informações de maneira interativa,interoperabilidade, desenvolvimento com foco no usuário ecolaboração na world wide web (www). Permitir que o usuário interaja com outros usuários oumesmo altere o conteúdo dos sites da geração web 1.0, onde oconteúdo era estático, o acesso se restringia apenas nasleituras das informações, sem nenhum recurso adicional.
  5. 5. Conceito de web 2.0 por Tim OReilly "É o entendimento que a rede é a plataforma e sobre estaplataforma de rede as regras para negócios costumam serdiferentes e a regra de importância primária é essa: "usuáriosacrescentam valor" e entendendo como construir seus bancosde dados estes ficam melhor quanto mais pessoas os usam é naverdade o segredo das origens de toda empresa web 2.0". TimOReilly
  6. 6. Ferramentas da web 2.0 Um dos aspectos interessantes para a utilização da Web 2.0em educação é o fato de não demandar custos para o professor. Algumas ferramentas gratuitas disponíveis na Web: • Edição colaborativa de conteúdo: Blogs (Blogger) e Wikis(pbwiki) • Comunicação: Skype, Messenger, Gmail, Podcast • Grupos de discussão: Yahoogroups • Redes Sociais: Orkut, Facebook, MySpace • Micropublicação: Twitter • • Compartilhamento de arquivos: o textos, planilhas e apresentações (Google Docs, Slideshare,Zoho); o vídeos (Youtube)
  7. 7. A facilidade de criação, publicação, a possibilidade de construçãocoletiva de textos e o potencial de interação, tornam os blogs umaferramenta pedagógica de destaque para a educação. O professorpoderá usar um blog para fornecer informações atualizadas ecomentários sobre suas áreas de especialidade. Poderá propor tambémquestões, exercícios, publicar trabalhos em produção além de indicarendereços (URLs) e comentários para outras fontes da Web 2. 0. Oprofessor poderá também utilizar um blog para fornecer aos alunos asavaliações de sua disciplina. Os alunos podem utilizar blogs para aconstrução coletiva de textos, publicação de textos que poderão sercomentados pelos colegas e indicação de endereços (URLs).
  8. 8. YoutubeEsta ferramenta Web 2.0 permite uma prática educativa em quea base do processo de ensino-aprendizagem seja a participaçãoativa dos alunos. Através do Youtube o professor poderáelaborar vídeos e envolver os alunos nesta elaboração bastandotorná-los autores ou coautores no processo de criação do vídeopara se conseguir um envolvimento ativo por parte do aluno nasua aprendizagem. A tecnologia do vídeo quand ocolocada nasmãos dos alunos, possibilita a experiência da pesquisa, doavaliar-se, do conhecer e conhecer-se, logo, permite aexperiência de colaboração entre pares na elaboração de umproduto coletivo .
  9. 9. TwitterO professor poderá utilizar o Twitter através de posts paranoticiar aos alunos a respeito do andamento das atividades desua disciplina, além de postar endereços da Internet (URLs)que possam ajudar os alunos em relação ao que está sendoensinado em sala de aula. Outra funcionalidade é lançarantecipadamente o que será apresentado em sala de aula,divulgar data de eventos e palestras importantes na área deconhecimento de sua disciplina.
  10. 10. Google DocsUma das principais funcionalidades desta ferramenta é ocompartilhamento de forma síncrona onde arquivos (textos,planilhas eletrônicas, apresentação de slides) que estejamabertos num dado momento podem ser compartilhados porvárias pessoas simultaneamente ou de forma assíncrona. Estaé uma característica muito importante para facilitar otrabalho colaborativo na Web. Além disso, este recurso é muitoútil para suportar projetos colaborativos em cursos onde aescrita é muito intensiva. Dessa forma a ferramenta GoogleDocs pode ser facilmente incluída nas atividades educativasdos alunos, proporcionando uma maior diversidade deestratégias comunicativas, um aumento da motivação e umamaior cultura de partilha e colaboração.
  11. 11. E o aluno?Na Web 2.0, o aluno deixa de ocupar uma posição passiva,passando a exercer o papel também de produtor edesenvolvedor de conteúdo. Essa possibilidade permite aoaluno desempenhar várias funções tais como leitor, autor,produtor de material didático, editor e colaborador, para umaaudiência que ultrapassa os limites da sala de aula, ou mesmoo Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) utilizado. Ospróprios alunos assumem a função de produtores de conteúdose materiais de aprendizado. Vale citar que existe um grandecontraste, de um lado, a excitação e o frenesi dos jovens emusar as ferramentas da Web2.0, e, do outro lado, a apatia e odesinteresse que os professores enxergam nesses mesmosjovens em sala de aula.
  12. 12. O professor?Como educadores, os professores têm a função de assumirem aresponsabilidade de explorar a área tecnopedagógica paraconstruir o material para os alunos, e não simplesmente lançá-lo de forma pouco estimulante deixando que se percam numaconfusão de dados, ferramentas e tecnologias. Deverádesempenhar novas funções tais como autor de conteúdo,designer de cursos, etc. Para isso, no entanto, ele precisadominar as ferramentas tecnológicas que utiliza em seutrabalho e fazer uso, principalmente, de muita criatividade.
  13. 13. REFERÊNCIAS http://extensao.cecierj.edu.br/saladeaula/file.php/95/Semana3/Textos_apoio/O_uso_pedagogico_Web_2.0.pdf http://extensao.cecierj.edu.br/saladeaula/file.php/95/Semana2/Textos_apoio/Web_2_e_a_EAD_-_Aprendizagem_Colaborativa.pdf http://www.petfacom.ufjf.br/wordpress/arquivos/artigos/Artigo_2_Web_2.0.pdf http://www.youtube.com/watch?v=87LG-MQrEu0 http://www.youtube.com/watch?v=RmTKq70sqDE

×