Seminário de integração 2010 Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo  Faculdade de Arquitetura UFBA Marcos A....
O  Núcleo de Estudos em Mobilidade Urbana - NMob  é um Grupo de Pesquisa, formado em Abril de 2010 e que tem como objetivo...
Pesquisadores Ana Fernandes  (doutora / UFBa) César Henriques Matos  (doutor / UFBa) Marcos Rodrigues  (doutor/UFBa) Ariad...
Sedur Rotas acessíveis Conder Cidade bicicleta Univ. Tours Polytéchnique Autour du train Paris XII IUP Unifacs PPG em Dese...
cidades e velocidades
espaços compartilhados mobilidade urbana traffic calm desenho urbano pedestres bicicleta calçadas espaço público  espaços ...
Sistema DM (%) Ônibus municipal 21,8 Ônibus metropolitano 7,7 Trilhos 6,5 Transporte Coletivo –Total 36,0 Auto 27,9 Moto 1...
“ Muitos dos deslocamentos de carro são curtos e podem significar 50% de todos os deslocamentos deste modal, na maioria da...
 
Salvador conta nos dias de hoje com uma frota em torno de  700 mil carros . No intervalo de janeiro de 2009 para janeiro d...
<ul><li>Objetivos específicos  </li></ul><ul><li>Discutir, atualizar e propor  conceitos e teorias  gerais sobre  mobilida...
<ul><li>Produtos </li></ul><ul><li>Publicações (artigos, livros, revista) </li></ul><ul><li>Dissertações e teses </li></ul...
Pesquisas e projetos
<ul><li>Acessibilidade nos Espaços Públicos de Salvador </li></ul><ul><li>ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL </li></ul><ul><li>Univ...
Acessibilidade nos Espaços Públicos de Salvador Objetivos específicos a) Trabalhar com o Conceito de Direito a Cidade nos ...
 
<ul><li>Cartografia dinâmica de rotas acessíveis  </li></ul><ul><li>modos de mobilidade não-motorizadas  </li></ul><ul><li...
Sistema Geovelo . Tours
<ul><li>Cartografia dinâmica de rotas acessíveis  </li></ul><ul><li>modos de mobilidade não-motorizadas  </li></ul><ul><li...
nmob.org twitter.com/n_mob [email_address]
nmob.org twitter.com/n_mob [email_address]
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação PPG-AU

1.151 visualizações

Publicada em

Apresentação do Núcleo de Estudos em Mobilidade Urbana - NMob no Seminário de Integração do PPG-AU 2010.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.151
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
47
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação PPG-AU

  1. 1. Seminário de integração 2010 Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo Faculdade de Arquitetura UFBA Marcos A. Rodrigues César Henriques Matos e Silva
  2. 2. O Núcleo de Estudos em Mobilidade Urbana - NMob é um Grupo de Pesquisa, formado em Abril de 2010 e que tem como objetivos investigar e promover as boas práticas de projetos de espaços públicos e de equipamentos de infra-estrutura da mobilidade urbana (de bens, pessoas e informações), com prioridade aos modos de transporte não motorizados (deslocamentos a pé e por veículos movidos pelo esforço humano). Áreas correlatas Desenho urbano, paisagem urbana,espaços públicos, transportes, acessibilidade, mobiliário urbano, mídias locativas e novas Tecnologias de Informação e Comunicação.
  3. 3. Pesquisadores Ana Fernandes (doutora / UFBa) César Henriques Matos (doutor / UFBa) Marcos Rodrigues (doutor/UFBa) Ariadne Moraes (mestre / UFBa) Rosa Ribeiro (mestre/UFBa) Clément Vialle ( mestrando / MEAU.UFBA) Gabriel Schvarsberg (mestrando/PPG.FAUFBa) Alberto Santana (graduando/UFBa) Daniela Blumetti (graduanda/UFBa) Julie Soares (graduanda/UFBa) Marina Teixeira (graduanda/UFBa)
  4. 4. Sedur Rotas acessíveis Conder Cidade bicicleta Univ. Tours Polytéchnique Autour du train Paris XII IUP Unifacs PPG em Desenvolvimento Regional e Urbano Uneb Urbanismo Articulações institucionais
  5. 5. cidades e velocidades
  6. 6. espaços compartilhados mobilidade urbana traffic calm desenho urbano pedestres bicicleta calçadas espaço público espaços compartilhados mobilidade urbana traffic calm desenho urbano pedestres bicicleta calçadas espaço público espaços compartilhados mobilidade urbana traffic calm desenho urbano pedestres bicicleta calçadas espaço público design de proximidade paisagem urbana mobiliário urbano ruas completas mídias locativas direito à cidade
  7. 7. Sistema DM (%) Ônibus municipal 21,8 Ônibus metropolitano 7,7 Trilhos 6,5 Transporte Coletivo –Total 36,0 Auto 27,9 Moto 1,7 Transporte Individual – Total 29,6 Bicicleta 0,9 A pé 33,6 Não motorizado – Total 34,4 Total 100,0 Divisão modal - municípios acima de 1 milhão de habitantes, ANTP, 2008
  8. 8. “ Muitos dos deslocamentos de carro são curtos e podem significar 50% de todos os deslocamentos deste modal, na maioria das cidades da Europa. Viagens consecutivas representam apenas uma parte destes deslocamentos. Outras razões, como transportar coisas e pessoas, são mais importantes neste tipo de deslocamento. Se as viagens de carro menores que 1km fossem feitas a pé, o uso de carro seria reduzido em 15%. Se o limite passasse para 2km, a redução seria de 30%. Se considerássemos deslocamentos de até 5 km, incluindo o uso de bicicletas , a redução do uso de carros passaria para 50%, na maioria das cidades européias .” Comissão Européia de Transportes. Departamento de Engenharia e Planejamento de Transporte , 2004.
  9. 10. Salvador conta nos dias de hoje com uma frota em torno de 700 mil carros . No intervalo de janeiro de 2009 para janeiro de 2010, 49 mil carros entraram em circulação na cidade, fazendo uma média de 134 carros a mais todos os dias (Transalvador/Salvador, 2010). As estatísticas de transporte publico mostram que nos últimos 10 anos houve um decréscimo de cerca de 10% na utilização do serviço. Os congestionamentos na cidade já não mais se limitam aos horários de pico e em muitas vias da cidade a velocidade média fica em torno de 20 km/h. No período de apenas 2 anos (2007 – 2009) os acidentes de trânsito aumentaram em cerca de 30% (Transalvador/Salvador, 2010).
  10. 11. <ul><li>Objetivos específicos </li></ul><ul><li>Discutir, atualizar e propor conceitos e teorias gerais sobre mobilidade urbana e suas consequências no espaço público , considerando, sobretudo, as realidades latino-americana e brasileira; </li></ul><ul><li>Implantar na FAUFBA a discussão desses temas de forma sistemática; </li></ul><ul><li>Criar e subsidiar uma disciplina optativa na graduação da FAUFBA; </li></ul><ul><li>Desenvolver pesquisas e propor uma disciplina especifica na pós-graduação da FAUFBA; </li></ul><ul><li>Montar um laboratório para apoio às atividades de pesquisa e extensão. </li></ul>
  11. 12. <ul><li>Produtos </li></ul><ul><li>Publicações (artigos, livros, revista) </li></ul><ul><li>Dissertações e teses </li></ul><ul><li>Disciplinas </li></ul><ul><li>Eventos (palestras, seminários, cursos de curta duração) </li></ul><ul><li>Projetos de desenho urbano (laboratório) </li></ul><ul><li>Simulações (laboratório) </li></ul>
  12. 13. Pesquisas e projetos
  13. 14. <ul><li>Acessibilidade nos Espaços Públicos de Salvador </li></ul><ul><li>ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL </li></ul><ul><li>Université de Paris XII / Institut d’Urbanisme de Paris – IUP </li></ul><ul><li>UNIFACS (PPDRU) </li></ul><ul><li>UNEB (curso de Urbanismo) </li></ul><ul><li>OBJETIVO </li></ul><ul><li>A pesquisa visa responder a algumas questões: </li></ul><ul><li>A urbanização crescente da sociedade e da escassez de espaço urbano; </li></ul><ul><li>As mudanças nos padrões de mobilidade; </li></ul><ul><li>Mais especificamente, também, às implicações: </li></ul><ul><li>A consideração filosófica das necessidades das pessoas com deficiência física, especialmente em dois aspectos: a aceitação de uma certa lentidão (em uma sociedade que enfatiza a competição e velocidade), e a necessária solidariedade entre membros da sociedade; </li></ul><ul><li>A consideração urbanística, como a aplicação das normas elaboradas para a implementação de acessibilidade que pode produzir outro tipo de cidade. </li></ul>
  14. 15. Acessibilidade nos Espaços Públicos de Salvador Objetivos específicos a) Trabalhar com o Conceito de Direito a Cidade nos diversos campos do conhecimento; b) Elaborar Estudos que elucidem a percepção do entendimento e tratamento sobre a questão da acessibilidade ao longo da história, seja pelos portadores de necessidade, pela sociedade civil, pelas organizações governamentais e não governamentais, em nível local, nacional, e internacional; c) Fazer análise da questão em Salvador, a partir de estudos dos bairros de Mata Escura, Bonfim e região do Iguatemi; d) Elaborar relatórios propositivos que possam apoiar as ações governamentais e não governamentais, dos diversos campos do conhecimento; e) Promover eventos técnico-científicos sobre a Temática, como seminários, workshops, colóquios, palestras, visitas técnicas, etc. d) Sensibilizar e instruir comunidade acadêmica para que a questão da acessibilidade universal esteja presente na sua atual profissional.
  15. 17. <ul><li>Cartografia dinâmica de rotas acessíveis </li></ul><ul><li>modos de mobilidade não-motorizadas </li></ul><ul><li>na Região Metropolitana de Salvador </li></ul><ul><li>PARCEIROS / ARTICULAÇAO INSTITUCIONAL </li></ul><ul><li>Université de Tours (Polytechnique) / Autour du Train </li></ul><ul><li>Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia – CONDER </li></ul><ul><li>Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Bahia - SEDUR </li></ul><ul><li>OBJETIVO </li></ul><ul><li>A criação de um sistema de informação e orientação para os deslocamentos de bicicleta e pedestres na RMS. Esse sistema é dinâmico e permite a visualização gráfica sobre uma base cartográfica do cálculo de itinerários utilizando critérios múltiplos (distância; relevo; paisagem; segurança; padrão de circulação motorizada; condições de acessibilidade; intermodalidade; sinalização e facilidades como estacionamentos para bicicletas, ascensores, sanitários etc. </li></ul><ul><li>METODOLOGIA </li></ul><ul><li>Levantamento de campo com auxilio de aparelhos GPS </li></ul><ul><li>Alimentação de dados a partir de uma rede social aberta </li></ul><ul><li>Sistematização de dados em base digital </li></ul>
  16. 18. Sistema Geovelo . Tours
  17. 19. <ul><li>Cartografia dinâmica de rotas acessíveis </li></ul><ul><li>modos de mobilidade não-motorizadas </li></ul><ul><li>na Região Metropolitana de Salvador </li></ul><ul><li>PRODUTOS FINAIS </li></ul><ul><li>Site / portal web </li></ul><ul><li>Impressos </li></ul><ul><li>Aplicativo para dispositivos móveis (celulares, tablets, etc) </li></ul><ul><li>Totens e quiosques eletrônicos (mobiliário urbano) </li></ul>
  18. 20. nmob.org twitter.com/n_mob [email_address]
  19. 21. nmob.org twitter.com/n_mob [email_address]

×