Prova de arte

2.838 visualizações

Publicada em

prova de arte

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.838
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prova de arte

  1. 1. SELEÇÃO PÚBLICA – PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FELIZ - SPCARGO: PEB III – EDUCAÇÃO ARTÍSTICATEXTO: AS PALAVRAS Eu ainda não sabia ler, mas já era bastante esnobe para exigir meus livros. Meu avô foi ao patife de seu editor e conseguiude presente Os contos do poeta Maurice Bouchor, narrativas extraídas do folclore e adaptadas ao gosto da infância por umhomem que conservava, dizia ele, olhos de criança. Eu quis começar na mesma hora as cerimônias de apropriação. Peguei osdois volumezinhos, cheirei-os, apalpei-os, abri-os negligentemente na “página certa”, fazendo-os estalar. Debalde: eu não tinhaa sensação de possuí-los. Tentei sem maior êxito tratá-los como bonecas, acalentá-los, beijá-los, surrá-los. Quase em lágrimas,acabei por depô-los sobre os joelhos de minha mãe. Ela levantou os olhos de seu trabalho: “O que queres que eu te leia,querido? As Fadas?” Perguntei , incrédulo: “As Fadas estão aí dentro?” A história me era familiar: minha mãe contava-a comfreqüência, quando me lavava, interrompendo-se para me friccionar com água-de-colônia, para apanhar debaixo da banheira osabão que lhe escorregara das mãos, e eu ouvia distraidamente o relato bem conhecido; eu só tinha olhos para Anne-Marie, amoça de todas as minhas manhãs; eu só tinha ouvidos para a sua voz perturbada pela servidão; eu me comprazia com suasfrases inacabadas, com suas palavras sempre atrasadas, com sua brusca segurança, vivamente desfeita, e que descambava emderrota, para desaparecer em melodioso desfiamento e se recompor após um silêncio. A história era coisa que vinha poracréscimo: era o elo de seus solilóquios. Durante o tempo todo em que falava, ficávamos sós e clandestinos, longe dos homens,dos deuses e dos sacerdotes, duas corças no bosque, com outras corças, as Fadas; eu não conseguia acreditar que se houvessecomposto um livro a fim de incluir nele este episódio de nossa vida profana, que recendia a sabão e a água-de-colônia. Anne-Marie fez-me sentar à sua frente, em minha cadeirinha; inclinou-se, baixou as pálpebras e adormeceu. Daquele rostode estátua saiu uma voz de gesso. Perdi a cabeça: quem estava contando? o quê? e a quem? Minha mãe ausentara-se: nenhumsorriso, nenhum sinal de conivência, eu estava no exílio. Além disso, eu não reconhecia sua linguagem. Onde é que arranjavaaquela segurança? Ao cabo de um instante, compreendi: era o livro que falava. Dele saíam frases que me causavam medo: eramverdadeiras centopéias, formigavam de sílabas e letras, estiravam seus ditongos, faziam vibrar as consoantes duplas: cantantes,nasais, entrecortadas de pausas e suspiros, ricas em palavras desconhecidas, encantavam-se por si próprias e com seusmeandros, sem se preocupar comigo: às vezes desapareciam antes que eu pudesse compreendê-las, outras vezes eucompreendia de antemão e elas continuavam a rolar nobremente para o seu fim sem me conceder a graça de uma vírgula.Seguramente, o discurso não me era destinado. Quanto à história, endomingara-se: o lenhador, a lenhadora e suas filhas, a fada,todas essas criaturinhas, nossos semelhantes, tinham adquirido majestade, falava-se de seus farrapos com magnificência; aspalavras largavam a sua cor sobre as coisas, transformando as ações em ritos e os acontecimentos em cerimônias. Alguém sepôs a fazer perguntas: o editor de meu avô, especializado na publicação de obras escolares, não perdia a ocasião de exercitar ajovem inteligência de seus leitores.Pareceu-me que uma criança era interrogada: no lugar do lenhador, o que faria? Qual dasduas irmãs preferiria? Por quê? Aprovava o castigo de Babette? Mas essa criança não era absolutamente eu, e fiquei com medode responder. Respondi no entanto: minha débil voz perdeu-se e senti tornar-me outro. Anne-Marie, também, era outra, comseu ar de cega superlúcida: parecia-me que eu era filho de todas as mães, que ela era mãe de todos os filhos. Quando parou deler, retomei-lhe vivamente os livros e saí com eles debaixo do braço sem dizer-lhe obrigado. (Jean- Paul Sartre)01) A primeira leitura que o narrador faz dos livros que ganhou do avô é uma leitura: A) Sensorial. B) Auditiva. C) Didática. D) Pueril. E) Enigmática.02) “... eu me comprazia com suas frases inacabadas...” A palavra que pode substituir o termo comprazia é, EXCETO: A) Deleitava. B) Regozijava. C) Sucumbia. D) Alegrava. E) Satisfazia.03) O narrador diz que a mãe “adormeceu”. De acordo com o texto podemos dizer que este adormecer significa: A) Que a mãe ficou entorpecida pelo encanto da história. B) Que o narrador ficou entorpecido pelo encanto da história. C) Que a mãe passa a ser um mero reprodutor da história contada pelo livro. D) Que a mãe se entregou à história lida e vive a vida das fadas. E) Que o narrador se entregou à história dando asas a sua imaginação.04) Personificação é uma figura de linguagem que consiste em se atribuir a um ser inanimado ou a um animal ações próprias dos seres humanos. Assinale a alternativa que contém um exemplo de personificação: A) “Ela levantou os olhos de seu trabalho.” D) “... quem estava contando? o quê? e a quem?” B) “... as palavras largavam a sua cor sobre as coisas...” E) “Alguém se pôs a fazer perguntas...” C) “A história era coisa que vinha por acréscimo...”05) “Voz de gesso” de que fala o texto é: A) Uma voz sem brilho nem cor. D) A voz de quem lê o que fala. B) Uma voz indiferente ao conteúdo da história. E) A voz sombria do narrador. C) A voz dos personagens da história narrada.06) O texto em questão: A) É uma narrativa histórica. D) É um relato da vida simples do narrador. B) É a descoberta da palavra escrita. E) É a história da relação entre mãe e filho. C) É uma narrativa em 3ª pessoa.07) “ ... dizia ele, olhos de criança.” (1º§) A palavra sublinhada na frase anterior se refere a: A) Maurice Bouchor. B) Um homem. C) O editor. D) Meu avô. E) O poeta. CONSULPLAN CONSULTORIA LTDA 2 www.consulplan.net atendimento@consulplan.com www.pciconcursos.com.br
  2. 2. SELEÇÃO PÚBLICA – PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FELIZ - SP08) O narrador se mostra: A) Indiferente ao universo literário. D) Consternado pela figura imponente de seu avô. B) Melancólico por ainda não saber ler. E) Ávido em conhecer o universo literário. C) Disperso em meio a tantas obras literárias.09) As histórias contidas no livro do poeta Maurice Bouchor: A) Amedrontaram o narrador. D) Atemorizaram o narrador. B) Revoltaram o narrador. E) Intimidaram o narrador. C) Seduziram o narrador.10) “Além disso, eu não reconhecia sua linguagem” (2º§) Na frase anterior a expressão além disso tem valor de: A) Adição. B) Oposição. C) Comparação. D) Explicação. E) Retificação. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS11) De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’s), o produto criado pelo artista propicia um tipo de comunicação no qual inúmeras formas de significações se condensam pela combinação de determinados elementos, diferentes para cada modalidade artística. Associe a forma artística aos elementos correspondentes: 1. Forma plástica. ( ) Movimento, desenho no espaço, ritmo e composição. 2. Forma musical. ( ) Linhas, formas, cores e textura. 3. Forma teatral. ( ) Altura, timbre, intensidade e ritmo. 4. Forma da dança. ( ) Personagens, espaço, texto e cenário. A sequência está correta em: A) 1, 3, 4, 2 B) 4, 1, 2, 3 C) 3, 1, 2, 4 D) 4, 2, 3, 1 E) 4, 3, 2, 112) O homem pré-histórico do Período Neolítico começou a abandonar as cavernas e a construir suas próprias moradias. Dessas construções são conhecidas edificações em pedra, sem nenhuma argamassa e em forma de cone truncado que são chamadas: A) Pilares. B) Menhires. C) Nuragues. D) Dolmens. E) Oca.13) A pintura surrealista desenvolveu duas tendências: a figurativa e a abstrata. Entre os pintores surrealistas de tendência abstrata estão: A) Joan Miró e Max Ernest. D) Joan Miró e Andy Warhol. B) Salvador Dali e Marc Chagall. E) Van Gogh e Toulouse-Lautrec . C) Salvador Dali e Vitor Vasarely.14) Na Europa a obra de Adolf Loos é representante de uma nova tendência arquitetônica surgida no século XX, onde se concretiza perfeitamente a intenção de negar toda ornamentação e de tornar evidente a praticidade e a destinação social do edifício. Esta tendência arquitetônica denomina-se: A) Bauhaus. D) Arquitetura racionalista. B) Arquitetura orgânica. E) Planta livre. C) Arquitetura modernista.15) Os povos indígenas que habitaram a região próxima à junção do Rio Tapajós com o Amazonas, produziram uma cerâmica que apresenta uma decoração bastante complexa, pois além da pintura e dos desenhos, as peças apresentam ornamentos em relevo com figura de seres humanos ou animais. Todos os vestígios culturais encontrados ali foram considerados como realização de um complexo cultural denominado: A) Cultura Marajoara. D) Cultura Kamaiurá. B) Cultura Santarém. E) Cultura Bororó. C) Cultura Baniwa.16) O Barroco Paulista apresenta um aspecto sábio e modesto. As imagens são muito simples, rústicas e primitivas, geralmente feitas em barro cozido. Este fato deve-se a: A) Falta de artistas especializados no país. D) Falta de material. B) Abandono da região sudeste pelos governantes. E) Dificuldade de acesso à cidade. C) Pobreza da cidade.17) A arquitetura brasileira encontra-se bem definida e se impõe com uma das mais criativas da atualidade. É comum observamos edifícios com soluções originais para concreto armado, em que podemos sentir a influência do arquiteto conhecido internacionalmente e que se projetou nos anos 40 e 50. Este arquiteto, autor do projeto do Congresso Nacional em Brasília chama-se: A) Oscar Niemeyer. D) Carlos Leão. B) Lúcio Costa. E) Afonso Eduardo Reidy. C) Jorge Moreira.18) Gustave Coubert (1819-1877), procurou retratar em suas telas, temas da vida cotidiana. Foi considerado o criador do estilo: A) Renascentista. D) Cubista. B) Impressionista. E) Surrealista. C) Realista.19) Sobre os deveres do Servidor Público, analise as afirmativas abaixo: I. Ser leal às instituições a que servir. II. Exercer com zelo e dedicação as atribuições do cargo. CONSULPLAN CONSULTORIA LTDA 3 www.consulplan.net atendimento@consulplan.com www.pciconcursos.com.br
  3. 3. SELEÇÃO PÚBLICA – PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FELIZ - SP III. Cumprir as ordens superiores, quando manifestamente ilegais. Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s): A) I, II e III B) II e III C) I e II D) II E) III20) São proibições ao Servidor Público Municipal, EXCETO: A) Proceder de forma desidiosa. B) Opor resistência injustificada ao andamento de documento e processo ou execução de serviço. C) Assiduidade, disciplina e responsabilidade. D) Promover manifestação de apreço ou desapreço no recinto da repartição. E) Exercer quaisquer atividades que sejam incompatíveis com exercício do cargo ou função e com o horário de trabalho. CONHECIMENTOS DIDÁTICOS PEDAGÓGICOS21) (Re) significar a aula expositiva é tarefa do professor que trabalha na perspectiva da produção do conhecimento. E quando utilizada numa dimensão crítica, ela estimula a atividade, a iniciativa e o raciocínio do aluno, sem prescindir da iniciativa do professor. Sobre esta afirmativa, é correto afirmar que: A) Favorece a participação do aluno numa relação dialógica, dinâmica entre os sujeitos do processo de ensino-aprendizagem. B) Considera os interesses, as experiências e a realidade do aluno, levando-a compartilhar o trabalho com seus colegas, através de questões provocadoras, comentários, exemplos. C) É importante que esta aula seja ilustrada com recursos diversificados – slides, fichas, esquemas no quadro, etc. D) Todas afirmativas anteriores estão corretas. E) Apenas a alternativa “A” está correta.22) De acordo com o Título V, da Lei de Diretrizes e Bases de 1996, Capítulo I da composição dos Níveis Escolares em seu Art. 21, a Educação Escolar compõe-se de: A) Educação Básica. D) Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. B) Educação Básica e Ensino Médio. E) Educação Superior. C) Educação Básica e Educação Superior.23) Sobre a Lei nº. 11 114/2005 de 16/05/2005, NÃO é correto afirmar que: A) Altera a LDB/96 em seu Art. 6º. B) Torna obrigatória a matrícula das crianças de seis anos de idade no Ensino Fundamental. C) Torna obrigatória efetuar a matrícula dos menores de sete anos de idade no Ensino Fundamental. D) O Ensino Fundamental é obrigatório, com duração de nove anos, gratuito na escola pública. E) Todas estão corretas, exceto a alternativa “C”.24) Os tempos e os campos da educação devem ser repensados, compultados e interpretados, de modo que, cada indivíduo, ao longo de sua vida, possa tirar proveito de um ambiente educativo em constante transformação. Os PCN’s são uma referência para tais transformações de objetivos, conteúdos e didática do ensino. Essa educação ao longo da vida está fundada em quatro pilares. São eles, EXCETO: A) Aprender a conhecer. D) Aprender a viver com os outros. B) Aprender a ter. E) Aprender a ser. C) Aprender a fazer.25) Nas tendências pedagógicas a partir da LDB 9394/96, houve uma revalorização das idéias de Piaget, Vygostsky e Wallon. Sobre esta afirmativa é INCORRETO afirmar que: A) O ponto em comum entre esses psicólogos é análise de uma realidade fundamental. B) Para esses psicólogos o processo de interação verbal é uma realidade fundamental. O conhecimento não está no sujeito, nem no objeto, mas resulta da interação entre ambos. C) Um dos pontos em comum entre esses psicólogos é o fato de serem interacionistas. D) Concebem o conhecimento como resultado da ação que se passa entre o sujeito um objeto. E) As idéias desses psicólogos vêm de encontro da concepção que se considera a linguagem como forma de atuação sobre o homem e o mundo e das modernas teorias.26) A estrutura organizacional dos PCN’s apresenta objetivos gerais do Ensino Fundamental e constituem a referência principal para definição de áreas e temas. Sobre estes objetivos NÃO é correto afirmar que: A) Indicam capacidades relativas aos aspectos cognitivos, afetivos, físicos, estético, de atuação e de inserção social. B) Os documentos das áreas têm estruturas comuns. C) Os objetivos e conteúdos estão organizados em nove ciclos. D) Os objetivos estão formulados de modo a respeitar a diversidade social e cultural. E) Os objetivos são amplos e abrangentes, para que possam permitir a inclusão das características locais.27) Para preparar e ministrar aulas eficientes, que permitam a construção do conhecimento pelo aluno, o professor precisa ter: A) Conhecimento do aluno concreto. D) Conhecimento do processo avaliativo. B) Conhecimento do conteúdo que ensina. E) Todas alternativas anteriores são verdadeiras. C) Conhecimento do valor de interação professor x aluno. CONSULPLAN CONSULTORIA LTDA 4 www.consulplan.net atendimento@consulplan.com www.pciconcursos.com.br
  4. 4. SELEÇÃO PÚBLICA – PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FELIZ - SP28) A criação na escola do Projeto Político Pedagógico, altera a dinâmica e seu “fazer cotidiano”. Sobre o PPP, podemos afirmar que se bem elaborado: A) Cria na escola um ambiente democrático. B) Apresenta propostas onde a equipe da escola promove encontros, manifestações culturais ou artísticas. C) Pode promover a resolução de problemas do bairro, projeto de coleta lixo. D) Incentiva e realiza cursos na escola. E) Todas as alternativas anteriores são verdadeiras.29) Na perspectiva da construção do conhecimento ligada aos interesses e realidade do aluno, com uma interação efetiva entre professor-aluno-conhecimento, a avaliação deve ser: I. Dinâmica, reflexiva e problematizadora. II. Tem como objetivo o acompanhamento do aluno, tendo em vista os seus desenvolvimentos cognitivos, sociais e afetivos. III. A ênfase é centrada no produto final, o que o aluno aprendeu. Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s): A) I, II B) II, III C) III D) I E) II30) A relação pedagógica não se limita ao espaço da sala de aula. Nesse sentido, é preciso considerar alguns aspectos. São eles: A) Cultura do aluno. D) Cultura escolar. B) Cultura do professor. E) Todos os itens anteriores permeiam o processo pedagógico. C) Cultura da escola. CONHECIMENTOS GERAIS31) O Grande Prêmio de Fórmula 1, realizado em 2006 no Brasil teve um grande vencedor, o piloto brasileiro: A) Rubens Barrichelo. D) Cristian Fitipalldi. B) Felipe Massa. E) Cacá Bueno. C) Hélio Castro Neves.32) Dia 11 de setembro de 2006 completaram-se cinco anos que aconteceu o mais ousado atentado terrorista, que feriu os Estados Unidos pela primeira vez, no coração de seu próprio território. Este atentado atingiu as cidades de: A) Nova York e Washington. D) Virgínia e Novo México. B) Nova York e Chicago. E) N.R.A. C) Washington e Bogotá.33) Estudantes, donas-de-casa, sindicalistas, padres... foram às ruas protestar contra o aumento de 91% e conseguiram barrar o disparate; de quem? A) Supremo Tribunal Federal. D) Governadores de Estado. B) Presidente da República. E) Senadores. C) Congresso Nacional.34) “O aquecimento global ameaça arruinar a temporada de inverno nos Alpes”. Sobre este assunto, marque abaixo V para alternativas verdadeiras e F para alternativas falsas: ( ) Nas últimas três décadas, o aumento da temperatura no Alpes foi o triplo da média mundial. ( ) Os Alpes são uma barreira geográfica que recebe ventos frios do norte da Europa e correntes quentes vindas do Mediterrâneo. ( ) Com o aquecimento global a influência dos ventos quentes está se sobrepondo à das massas de ar frio. A seqüência está correta em: A) V, V, V B) V, F, V C) F, F, V D) F, V, F E) F, F, F35) Hoje se discute as causas de criminalidade e da crescente violência no Brasil. As origens desses problemas estão centradas: A) No crime organizado. D) No êxodo rural. B) No tráfico de drogas. E) As alternativas A e B estão corretas. C) Na redução do salário do trabalhador.36) A economia do município Porto Feliz é bastante diversificada, indique abaixo o que NÃO compõe esta economia: A) Cana-de-açúcar. B) Milho. C) Feijão. D) Soja. E) Laranja.37) Existe um parque que está localizado às margens do Rio Tietê, em Porto Feliz e é um dos principais pontos turísticos da cidade denominando-se: A) Parque do Ipiranga. D) Parque do Tietê. B) Parque das Monções. E) N.R.A. C) Parque Formoso.38) O nome “monção” - de origem árabe – significa: A) Época ou vento favorável à navegação. D) Batelões de peroba bem resistentes. B) Expedição em busca de ouro. E) Rancho coberto de folha de sapé. C) Embarcações ou canoas fabricadas de um tronco só. CONSULPLAN CONSULTORIA LTDA 5 www.consulplan.net atendimento@consulplan.com www.pciconcursos.com.br
  5. 5. SELEÇÃO PÚBLICA – PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FELIZ - SP39) Acerca do município de Porto Feliz, analise as assertivas abaixo: I. Porto Feliz é um município paulista localizado aproximadamente a 110 quilômetros da capital. II. Região habitada inicialmente por índios guaianazes, tornou-se ponto de partida de muitas expedições, principalmente rumo a Cuiabá. III. Os principais acessos ao município de Porto Feliz são pela Rodovia Presidente Castelo Branco e pela Rodovia Marechal Rondon. Está(ão) correta(s) apenas a(s) assertiva(s): A) I B) II e III C) III D) I, II e III E) I e II40) São municípios limítrofes ao município de Porto Feliz, EXCETO: A) Capivari. B) Sorocaba. C) Elias Fausto. D) Boituva. E) Taubaté. CONSULPLAN CONSULTORIA LTDA 6 www.consulplan.net atendimento@consulplan.com www.pciconcursos.com.br

×