• Gênero: Anúncio
• Função principal: referencial, ou seja, informar o leitor
sobre uma festa julhina;
• É uma mensagem di...
• Este também é um gênero instrucional, cuja função é
marcada pela informação. Contudo, é possível perceber
uma função poé...
• Este é um exemplo mais simples que explora
com propriedade o texto (tamanho e a forma
como foi escrito, a relação com a
...
• Esse texto é também característico do grupo de
gêneros Instrução, pois são anúncios. Contudo
eles são ricos tanto na HET...
• São muito comuns nos outdoors, são muito
engraçados e a população adora. Na verdade é uma
apropriação de narrativas famo...
Olhar o arquivo – diário
GRUPO DE GÊNEROS RELATAR:
• Um exemplo de escrita no DIÁRIO. A criança
relata a sua experiência de vida em uma
determinada...
GRUPO DOS GÊNEROS DO NARRAR:
• Este é um exemplo muito interessante de ser analisado. A
sua estrutura composicional sugere...
Entendendo que é uma NARRAÇÃO podemos
evidenciar uma série de tipos textuais
presentes, praticamente todos: a descrição e ...
• Gênero do grupo relatar, escrito na forma de
HQ.
• A HQ é um texto muito utilizado para organizar
a escrita de manuais, ...
Trabalho prático com_gêneros
Trabalho prático com_gêneros
Trabalho prático com_gêneros
Trabalho prático com_gêneros
Trabalho prático com_gêneros
Trabalho prático com_gêneros
Trabalho prático com_gêneros
Trabalho prático com_gêneros
Trabalho prático com_gêneros
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho prático com_gêneros

532 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
532
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
184
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho prático com_gêneros

  1. 1. • Gênero: Anúncio • Função principal: referencial, ou seja, informar o leitor sobre uma festa julhina; • É uma mensagem direta, objetiva, que pode ser entendida pelo leitor em um único sentido, não há nenhuma possibilidade de “dupla interpretação”; • O FOCO É NO ASSUNTO. Esta função predomina nos jornais, nas revistas de informação, nos livros instrucionais, nos textos técnicos, etc. • De acordo com o quadro proposto por Schneuwly e Dolz, encontra-se dos domínios da instrução e prescrições (DESCREVER AÇÕES), tanto que o tipo textual mais comum é a descrição do evento, data, local, hora, comidas e atrações, patrocínio e também o apelo a presença das pessoas no evento, função secundária de apelação (centrada no destinatário), marcada pela presença do pronome “sua”; • As imagens são textos mais ilustrativos e compõem a informação;
  2. 2. • Este também é um gênero instrucional, cuja função é marcada pela informação. Contudo, é possível perceber uma função poética secundária, dada pelo humor no texto-imagem, ou seja, elas não são apenas ilustrativas, elas informam também, pois visualizam os passos do como fazer de uma forma cômica; • Ainda podem ser explorados; • Tipo textual descrição, argumentação (dada pela função apelativa de tentar mudar o comportamento do outro diante do fato de se preparar para fazer uma receita). • O alinhamento exigido na leitura; • Este é um texto que se encontra em uma revista de culinária, na seção das regras do bom cozinheiro; • Também não é uma revista de culinária para adultos é uma DISNEY NA COZINHA, portanto a quem se destina? Isso faz a diferença na organização do texto? Existem símbolos no canto esquerdo do texto que auxiliam a compreensão da especificidade do público- alvo. Por que tantos cuidados?
  3. 3. • Este é um exemplo mais simples que explora com propriedade o texto (tamanho e a forma como foi escrito, a relação com a imagem), também possui um apelo ao leitor (você) – função conotativa, mas a principal é a informativa – instrução. • Pode-se explorar as cores do mesmo na intertextualidade com as cores sugeridas para designar a classificação de produtos recicláveis. Assim, é comum que outros textos desta temática tragam estes padrões de cores. • Este anúncio também pode ser uma rico detonador de temas ligados a outras áreas do conhecimento.
  4. 4. • Esse texto é também característico do grupo de gêneros Instrução, pois são anúncios. Contudo eles são ricos tanto na HETEROGENEIDADE TIPOLÓGICA, quanto nas possibilidades de intertextualidade. Contudo, a função principal é a de informar (anúncio). • A palavra BOLACHA pode ter muitos sentidos na língua portuguesa (quando associada à palavra FILHO pode suger agressão física), no entanto, aqui ela só pode ser entendida como BISCOITO, afinal o anúncio é do BONO da NESTLÉ. • Este anúncio pode abrir uma série de outras discussões e, consequentemente, muita interdisciplinaridade. VEJAM OS DEMAIS:
  5. 5. • São muito comuns nos outdoors, são muito engraçados e a população adora. Na verdade é uma apropriação de narrativas famosas na versão anúncio e sugere uma intertextualidade muito grande do leitor. • É possível perceber uma identificação com o tema da narrativa, com a apresentação gráfica do nome do legume a ser destacado (a configuração da escrita das manchetes são as mesmas dos filmes), o slogan de cada anuncio parafraseia os slogans dos filmes. Assim a função principal é a informação, mas a função poética tem efeito muito expressivo. Estes são ricos exemplos que podem se tornar uma produção escrita para as crianças.
  6. 6. Olhar o arquivo – diário
  7. 7. GRUPO DE GÊNEROS RELATAR: • Um exemplo de escrita no DIÁRIO. A criança relata a sua experiência de vida em uma determinada época; usa sempre a 1ª pessoa do singular para fazer referência a ela, portanto a função principal deste gênero é a emotiva, centrada no próprio emissor, evidencia seu mundo interior, sua subjetividade, seus sentimentos e emoções. Claro que para dar conta de tudo, ele usa a narração de fatos, a descrição dos acontecimentos, a argumentação do porque não tomar o banho...
  8. 8. GRUPO DOS GÊNEROS DO NARRAR: • Este é um exemplo muito interessante de ser analisado. A sua estrutura composicional sugere textos do grupo do INSTRUÇÃO E EXPOSIÇÃO (pela presença de verbetes que esclarecem o que tem na geladeira). Mas a pergunta é: para que serve este texto? Ele informa alguma coisa? Sim, o que existe na geladeira do PATETALOBO, mas esta é uma informação fictícia. Desta forma é necessário analisar o suporte. Este é um texto da revista Disney para cozinha, mas não é uma receita, ele pretende contar ao leitor o que existe na geladeira do PATETALOBO e faz isto por meio de verbetes, mas a função principal é a NARRAÇÃO. A pergunta introdutória (escrita em azul), leva o leitor imaginar o que pode ter dentro da geladeira de um PATETALOBO). Tem a finalidade de fazer o leitor rir e pode ser inclusive entendido como uma PIADA.
  9. 9. Entendendo que é uma NARRAÇÃO podemos evidenciar uma série de tipos textuais presentes, praticamente todos: a descrição e a exposição dos itens da geladeira (em forma de verbete) com setas apontando para o desenho dos itens (que também são textos); argumentação (o texto apresenta uma opinião sobre cada item da geladeira). A dica número 1 é também um texto informativo - injuntivo, pois utiliza da função informativa com a emotiva para dizer ao leitor: “não jogue a água do macarrão.”
  10. 10. • Gênero do grupo relatar, escrito na forma de HQ. • A HQ é um texto muito utilizado para organizar a escrita de manuais, cartilhas e, portanto, não possui um domínio apenas na narrativa, conforme as crianças estão habituadas (Revistas da Turma da Mônica e outras). • É possível perceber a presença de elementos característicos das HQs, mas a função do texto é a de informar e levar o leitor a inferir se a QUÍMICA faz mal ou não. • Este texto foi retirado da revista Ciências hoje, suporte dedicado às crianças do ensino

×