Subordinação

3.598 visualizações

Publicada em

Todos os tipos de orações subordinadas

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.598
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
122
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Subordinação

  1. 1. SUBSTANTIVAS relativas integrantes interrogativas indirectas infinitivas ADJECTIVAS relativas explicativas restrictivas ADVERBIAIS conjuncionais infinitivas gerundivas participiais condicionais causais finais temporais concessivas consecutivas comparativas condicionais causais finais etc.
  2. 2. ORAÇÕES SUBSTANTIVAS São as orações que exercem no período funções próprias do substantivo – função de sujeito, complemento directo, complemento indirecto, aposto, predicativo ou complemento determinativo.
  3. 3. 1. RELATIVAS: são introduzidas por um pronome relativo. Exemplos: a) Encontrei quem desejava. b) Quem empresta pode perder algo. c) Direi quanto souber. d) Ele não é quem eu supunha
  4. 4. 2. INTEGRANTES: são introduzidas por uma conjunção integrante. Exemplos: a) É conveniente que vás dar-lhe uma satisfação. b) Espero que atendas o meu pedido. c) A sua morte obstou a que partíssemos. d) Só tinha um desejo: que o filho se formasse. e) A verdade é que falaste muito bem. f) Tinhamos a certeza de que ele perdoaria a afronta
  5. 5. 3. INTERROGATIVAS INDIRECTAS: se envolvem sentido interrogativo, dependendo dum verbo que exprima pergunta ou desejo de saber. Podem ser introduzidas por um pronome interrogativo ou advérbio interrogativo e exercem, em relação às subordinantes, a função de sujeito ou de complemento directo. Exemplos: a) Estou a perguntar quantos anos tens. b) Queria saber se ele já chegou. c) A criada procurou saber quanto custavam as maçãs.
  6. 6. 4. INFINITIVAS: se têm o verbo no infinitivo pessoal, com sujeito próprio. Exemplos: a) Importa vivermos honestamente. b) Esse facto deve-se a teres-te distraído. c) O resultado foi termos de vir a pé. d) Tive uma ideia: irmos expor o caso ao comandante. e) O facto de falares francês não justifica a tua atitude.
  7. 7. ORAÇÕES ADJECTIVAS São todas as orações relativas que equivalem a adjectivos (ou seja, que têm o valor de atributos). Todas as orações adjectivas são relativas, quer sejam introduzidas por pronomes relativos, quer por advérbios relativos.
  8. 8. 1. EXPLICATIVAS: se exprimem uma qualidade acessória, podendo ser eliminadas sem prejudicar o sentido da oração subordinante. Devem vir sempre separadas por vírgulas. Exemplos: a) Abracei o meu pai, que já não via há anos. b) A nossa pátria, que é uma espécie de segunda mãe, tudo merece.
  9. 9. 2. RESTRICTIVAS: se restringem a significação do antecedente. A sua eliminação prejudicaria, por isso, o sentido da oração subordinante. Não se separam por vírgulas. Exemplos: a) Uma rapariga que seja honesta não procede assim. b) A casa onde nasci foi demolida. c) Vou a casa do homem de quem te falei.
  10. 10. ORAÇÕES ADVERBIAIS São orações que exprimem circunstâncias várias em relação às afirmações contidas nas suas subordinantes – circunstâncias de tempo, de fim, de causa... Exercem, por conseguinte, uma função adverbial.
  11. 11. CONDICIONAIS Exemplos: a) Só não irei à praia se chover. b) Caso não apanhe o comboio, regressarei a casa. c) Irei falar ao director, salvo se ele não me atender. d) Desde que queiras, consegui-lo-ás.
  12. 12. CAUSAIS Exemplos: a) Fui, porque quis. b) Descobri-lhe o segredo, tanto mais que ele era meu filho. c) Uma vez que foste desobediente, castigar-te-ei. d) Como não vou ao teatro, posso ajudar-te. e) Não saias, que está a chover.
  13. 13. FINAIS Exemplos: a) Para que ele não me apanhasse, segui por atalhos. b) Estuda, meu filho, a fim de que venhas a ser alguém. c) Tem cautela, que não tropeces nas pedras.
  14. 14. TEMPORAIS Exemplos: a) Quando aqui passares, bate-me à porta. b) Apenas acordei, ouvi cantar os melros. c) Hoje, que tenho de sair, é que chove. d) Lembro-me desse episódio, todas as vezes que passo na ponte. e) Depois que partiste, senti uma saudade imensa. f) Estarei aqui até que batam as 9 horas da noite.
  15. 15. CONCESSIVAS Exemplos: a) Não irei ao cinema, ainda que vós vades todos. b) Por muito bons que sejamos, podemos sempre ser melhores. c) O ministro não compareceu, se bem que tenha sido convidado. d) Conquanto me tivesse preparado, não consegui vencê-lo. e) Nós não tínhamos coragem; mas, que a tivéssemos, nunca o faríamos. f) Se não estive presente, ao menos fiz-me representar.
  16. 16. CONSECUTIVAS Exemplos: a) Tanto pedi, que acabou por me atender. b) A velhinha chorava (tanto) que metia pena. c) Respondeu de tal maneira que lhe concederam uma distinção.
  17. 17. COMPARATIVAS Exemplos: a) Sou mais amigo dele do que tu és. b) Temos de proceder como mandam as normas. c) Quanto mais praticares tanto menos dificuldades acharás. d) Assim como vemos, assim faremos. e) Qual é o cão, tal é o dono.
  18. 18. CONDICIONAIS Exemplos: a) Estudando, o exame parecer-te-à fácil. b) A trabalhares assim a obra não ficará concluída hoje. c) Não teremos férias no caso de ficares reprovado.
  19. 19. CAUSAIS Exemplos: a) Por seres indolente somos todos castigados. b) Não vim mais cedo em virtude de estar a chover. c) Vendo que ele demorava fui ao seu encontro.
  20. 20. FINAIS Exemplos: a) Saí mais cedo para ele não me ver. b) A fim de poderes estudar quantos sacrifícios não faço.
  21. 21. TEMPORAIS Exemplos: a) Ao soar o tiro todos fugiram. b) Ficarei aqui até completares o exercício. c) Em chegando o comboio ide esperar o tio. d) Ditas estas palavras todos foram abraçá-lo.
  22. 22. CONCESSIVAS Exemplos: a) Não quiseste seguir os meus conselhos sendo eu tão experiente. b) Apesar de todos o escarnecerem ele não desistiu. c) O meu irmão sem lho ter revelado descobriu-o.
  23. 23. CONSECUTIVAS Exemplos: <ul><li>Ele era inteligente a ponto de os professores o considerarem </li></ul><ul><li>um prodígio. </li></ul>b) A mala é demasiado pequena para nela caberem todos os livros.
  24. 24. COMPARATIVAS N.B.: Não possuem a forma participial, gerundiva ou infinitiva.

×