Novas descobertas...        Café.No combate à dengue    Leia este texto       Imperdível!!!
Uma cientista paulista, a bióloga Alessandra Laranja, doInstituto de Biociências da UNESP, durantea pesquisa de mestrado, ...
O processo é extremamente           simples:     O mosquito pode ser  combatido colocando-se  borra de café nospratinhos d...
O único trabalho é o de colocá-la nas plantas, e jogá-lasobre o solo do jardim e quintal.    Os especialistas em saúde   p...
Conforme explica a bióloga, 500           microgramas de     cafeína por mililitro de águabloqueia o desenvolvimento      ...
A solução com cafeína pode ser feita com 2 colheres de sopa deborra de café para cada meio copo de água o que facilitaria ...
Vocês sabem porque isso não foi divulgado até agora???                 Acertaram!!! As prefeituras arrecadam todos os anos...
“Quem denuncia salva”       ...Juntos somos mais fortes...              Texto técnico enviado por :                Luciana...
Fim
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Caf!!!e dengue!!!

179 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
179
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caf!!!e dengue!!!

  1. 1. Novas descobertas... Café.No combate à dengue Leia este texto Imperdível!!!
  2. 2. Uma cientista paulista, a bióloga Alessandra Laranja, doInstituto de Biociências da UNESP, durantea pesquisa de mestrado, descobriu que a borra de café produz um efeito que bloqueia a postura edesenvolvimento do AEDES AEGYPTI ( DENGUE)
  3. 3. O processo é extremamente simples: O mosquito pode ser combatido colocando-se borra de café nospratinhos de coleta de água dos vasos, nos pratos dos xaxins, dentro das folhasdas bromélias... e o café que é produzido todos os dias, empraticamente todas as casas, o custo é Zero.
  4. 4. O único trabalho é o de colocá-la nas plantas, e jogá-lasobre o solo do jardim e quintal. Os especialistas em saúde pública, entre elas médicos sanitaristas estão saudando a descoberta de Alessandra, uma vez que, além da ameaça da dengue tipo 3,possível de acontecer devido às fortes tempestades de final de ano, ainda surge outra ameaçaproveniente do exterior: a dengue tipo 4
  5. 5. Conforme explica a bióloga, 500 microgramas de cafeína por mililitro de águabloqueia o desenvolvimento da larva no segundo, de seus quatro estágios e reduz o tempo de vida dos mosquitos adultos. Em seu estudo ela demonstrou que a cafeína da borra de café altera as enzimas ESTERASES responsáveis por processosfisiológicos fundamentais com o metabolismo hormonal
  6. 6. A solução com cafeína pode ser feita com 2 colheres de sopa deborra de café para cada meio copo de água o que facilitaria o uso pela população de baixa renda e pode ser aplicada em pratos. O mosquito se desenvolve até mesmo na película fina de água queàs vezes se forma sobre a terra endurecida dos prédios e hortas, e de outros recipientes com água parada... (pneus, latas, caixas d’água etç...)“A borra não precisa ser diluída em água para ser usada” - diz a bióloga . Pode ser colocada diretamente nos recipientes, já que a água queescorre depois de regar as plantas, dilui as borras . Ela sugere, enfim, que a borra de café passe a ser usada, também como um adubo ecologicamente correto. Atualmente, o método usado no combate à dengue é altamente tóxico!!! para homens, animais e plantas...
  7. 7. Vocês sabem porque isso não foi divulgado até agora??? Acertaram!!! As prefeituras arrecadam todos os anos, uma polpuda verba extra por conta dosmosquitinhos... Concluimosque: ...eles não acham vantajoso acabar com eles......Que tristeza!!! Mas Deus tem muitos mensageiros do Bem... E como o Bem sempre vence o mal!!! ( Prefeituras , isso é uma Lei Cósmica...)Dengue e verão andam juntas. Repassem...
  8. 8. “Quem denuncia salva” ...Juntos somos mais fortes... Texto técnico enviado por : LucianaRocha Antunes Bióloga Especialista em Gestão Ambiental Obrigada Luciana.Criação: Tea LótusImagens : Google tealotus3@oi.com.br
  9. 9. Fim

×