Avaliação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Avaliação

em

  • 3,473 visualizações

 

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
3,473
Visualizações no SlideShare
3,473
Visualizações incorporadas
0

Actions

Curtidas
4
Downloads
84
Comentários
1

0 Incorporações 0

No embeds

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

Avaliação Presentation Transcript

  • 1. Formação dosFormação dos Orientadores de EstudoOrientadores de Estudo Rio Branco (AC) 4 a 8 de março de 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE
  • 2. Ler em grupo os quadros de direitos de aprendizagem - em Língua Portuguesa Cada GT deverá observar e socializar os seguintes pontos: Identificar as capacidades de cada eixo, segundo o ano; Destacar as capacidades de maior ênfase do eixo, segundo cada ano; Destacar as capacidades, daquele eixo, que já no primeiro ano os alunos devem dominar.
  • 3. Discutir sobre o quadro de acompanhamento de aprendizagem e o quadro de perfil da turma. Cada GT deverá observar e socializar os seguintes pontos: Identificar quais os facilitadores e os dificultadores do trabalho para a aquisição de cada capacidade em sala de aula; Identificar quais os dificultadores e facilitadores do trabalho para a aquisição de cada capacidade fora da sala de aula; Quais os instrumentos (sequência, projetos, rotina...) podem ser utilizados para melhor desenvolver as capacidades, segundo o ano.
  • 4. Analisar o livro didático utilizado; selecionar algumas atividades e relacionar aos quadros de direitos de aprendizagem.
  • 5. Avaliação no ciclo de alfabetização Rio Branco (AC) 4 a 8 de março de 2013
  • 6. O que sabem sobre avaliação na perspectiva do letramento?
  • 7. Avaliação no ciclo de alfabetização • Texto ano 2 – Avaliação no ciclo de alfabetização: o monitoramento do processo de ensino e de aprendizagem. • Texto ano 3 – Avaliação para inclusão: alfabetização para todos.
  • 8. Avaliação no ciclo de alfabetização • Antes de iniciar o processo formal de alfabetização, os alunos eram avaliados para saber se tinham prontidão para o processo. • No ensino da leitura e da escrita, a avaliação era fundamental. Avaliava-se os alunos para diagnosticar se estavam aprendendo o código alfabético na perspectiva da memorização das unidades ensinadas pelo professor e presentes no livro didático.
  • 9. • O objetivo da avaliação – medir e classificar a aprendizagem dos alunos para determinar seu prosseguimento nos estudos; • Avaliava-se por meio de atividades que exigiam a leitura e a escrita das letras, sílabas, palavras, frases e textos trabalhados; • Os alunos eram rotulados em aptos ou não aptos a prosseguir os estudos;
  • 10. • Na perspectiva construtivista e interacionista de ensino, e também inclusivista, avaliam-se as conquistas e as possibilidades dos estudantes ao longo do ano escolar; • Os objetivos da avaliação estão relacionados à identificação dos conhecimentos que os estudantes já desenvolveram, com o objetivo de fazê-los avançar em suas aprendizagens.
  • 11. Leal (2003) faz alguns apontamentos sobre os objetivos da avaliação: •a) Identificar os conhecimentos já construídos pelos alunos, a fim de planejar as novas atividades de ensino de forma ajustada, isto é, considerando as aprendizagens que eles já desenvolveram, as dificuldades ou lacunas que precisam superar; •b) Decidir sobre a necessidade ou não de retomar o ensino de certos itens já ensinados ou de usar estratégias de ensino alternativas, a partir da verificação do que os alunos aprenderam; •c) Decidir sobre se os alunos estão em condições de progredir para um nível (série, ciclo, etc.) escolar mais avançado.
  • 12. • Avalia-se para mapear seus percursos de aprendizagem, e as práticas pedagógicas com o objetivo de analisar as estratégias de ensino adotadas de modo a relacioná- las às possibilidades dos educandos; • Os instrumentos utilizados quanto ao registro das avaliações eram: cadernos de registros dos estudantes; portfólios ; ficha de acompanhamento individual do aluno e da classe;
  • 13. • Na perspectiva da inclusão que norteia a proposta da organização escolar em ciclos é fundamental que os sistemas de ensino (seriados ou ciclados) estabeleçam o que deve ser ensinado em cada ano escolar e construam estratégias didáticas para que os estudantes progridam em seus conhecimentos, respeitando-se a heterogeneidade do grupo.
  • 14. • Ao contrário do processo excludente das avaliações tradicionais, a autora propõe que a avaliação seja: contínua, inclusiva, reguladora, prognóstica, diagnóstica, emancipatória, mediadora, qualitativa, dialética, dialógica, informativa, formativa- reguladora. • Porque e para quê avaliar? Para quem? Onde? Quando? O quê? • Como? Com quem? Quais os resultados das ações empreendidas?
  • 15. • Para Leal (2003, p. 30), as finalidades do eixo central de uma proposta de avaliação formativa envolvem: “ (...) avaliar para identificar conhecimentos prévios; avaliar para conhecer as dificuldades e planejar atividades adequadas; avaliar para verificar o aprendizado e decidir o que precisa retomar; avaliar para verificar se os alunos estão em condição de progredir; avaliar para verificar a utilidade/validade das estratégias de ensino; avaliaras estratégias didáticas para redimensionar o ensino.”
  • 16. • Para avaliar, é imprescindível pensar: O que os meus alunos já sabem sobre a escrita? O que ainda não sabem? O que devo ensinar? De que ponto meu trabalho deve partir? Que metas de ensino e aprendizagem devo almejar? Como avaliar cada habilidade/competência/conteúdo? • “No paradigma educacional centrado nas aprendizagens significativas, a avaliação é compreendida como processo/instrumento de coleta de informações, sistematização e interpretação das informações, julgamento de valor do objeto avaliativo através das informações tratadas e decifradas, e por fim, tomada de decisão (como intervir para promover o desenvolvimento das aprendizagens significativas) • (SILVA, 2003, p.12-13).
  • 17. A Provinha Brasil é uma avaliação diagnóstica do nível de alfabetização das crianças matriculadas no 2º ano de escolarização, das escolas públicas brasileiras. Na sua última edição (2012) avaliou, por meio de 20 questões, o nível de alfabetização dos alunos /turma nos anos iniciais do ensino. Por meio desse instrumento, é possível diagnosticar possíveis insuficiências das habilidades de leitura e escrita.
  • 18. O que os professores ainda precisam aprender sobre avaliação da aprendizagem dos alunos no que diz respeito a leitura e a escrita? Como a escola avalia as crianças atualmente no ciclo da alfabetização?
  • 19. Formar três grupos para fazer a leitura dirigida do texto AVALIAÇÃO NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTO Grupo 1 – vai ler o texto do caderno 2 e responder a pergunta: se a alfabetização na perspectiva do letramento tem como princípio fundamental a inclusão, o que o professor precisa saber para avaliar bem as aprendizagens dos alunos?
  • 20. Avaliação na perspectiva da aprendizagem pela memorização Avaliação na perspectiva do letramento
  • 21. Grupo 2 – vai ler o texto do caderno 3 Elaborar uma questão sobre o texto e debater com a turma.