Metodologias de
softwares no Contexto
Agrícola
Tópicos de AP
Alunos: Rafael Buist
Daniel Ramos
Professor: André Andrade
 Objetivo: Softwares presentes na área
agrícola, e suas aplicações práticas na
agricultura.
 Sumário:
 1 Introducao
 2 Tipos de Softwares;
 3 Contexto na Agricultura;
 4 Exemplos de Softwares;
 5 Objetivos do...
 Introdução
Os softwares podem estar presentes diretamente
na área agrícola ou não, podendo também estar
presente nas emp...
 TIPOS DE SOFTWARE:
 O software pode ser aplicado a qualquer
situação em qualquer área de estudo em
que um conjunto de a...
 • Software básico: é o programa de
apoio a outros programas. Esse software
básico realiza interação com o
hardware, oper...
 • Software comercial: são programas
que gerenciam as operações comerciais
de empresas;
• Software científico/engenharia:...
 • Software embutido: são programas usados
em atividades específicas e podem estar
inseridos dentro de produtos inteligen...
CONTEXTO AGRÍCOLA:
 Segundo STAFFORD (2000), a agricultura
de precisão necessita de um grande
número de informações que s...
EXEMPLOS DE SOWTWARES:
 EXCEL
Começando do mais simples, o Excel é uma
ferramenta útil no campo, pois os dados
coletados ...
 ERP CONTROLE DE GRÃOS
FUNCOES:
Cadastro de Produtos - Dentro do cadastro de produtos temos o campo Tipo de
Produto que i...
 Movimentação de Produtos - Pela nota
fiscal será dado recebimento da carga do
produtor rural, controlado as quebras, imp...
 Extratos de Produtores / Relatório de
Produtores - As Notas Fiscais de
entrada, devolução, depósito e compra
geram infor...
 Exemplo de Relatório de Extrato de
Produtor

 Exemplo de Relatório de Estoques de
Produtores
 Relatórios para recolhimento do CDO
e Funrural - O sistema possui relatórios
que permitem controlar a tributação
gerada ...
 Exemplo de Relatório Mapa de Compras
de Produtor
 Controle de Certificados de Classificação -
Atendendo a necessidade da fiscalização de
produtos primários, o sistema dis...
 Integração com Balanças Eletrônicas
- O sistema permite o registro de
pesagens, emissão de ticket de
balança, registro d...
RCN8 Agro
 O RCN8 Agro é um software de gestão
agrícola totalmente desenvolvido para Web e
está dividido em 6 módulos:
 ...
 2- Módulo Agricultura
 Este módulo tem como objetivo controlar todas as
atividades de uma fazenda (Plantio, Colheita,
A...
 5- Módulo de Controle de Máquinas
 Este módulo tem como objetivo o controle
das máquinas dentro da fazenda e
máquinas d...
 Objetivos dos Softwares;
Hoje existem os softwares pagos e
gratuitos, a escala de preços é larga, e
alguns softwares tem...
Problemas;
 O primeiro problema na atuação de um software é
seu agente atuador, uma vez que a pessoa a operar
qualquer pr...
 Visoes Futuras;
 Controle e monitoramento remoto na
agricultura. Certamente muito tem a evoluir
a agricultura e projeto...
 Conclusao
Hoje a automação do campo é apenas um
processo de ida, para obter melhores
resultados agrícolas a utilização d...
Metodologias de softwares no contexto agrícola
Metodologias de softwares no contexto agrícola
Metodologias de softwares no contexto agrícola
Metodologias de softwares no contexto agrícola
Metodologias de softwares no contexto agrícola
Metodologias de softwares no contexto agrícola
Metodologias de softwares no contexto agrícola
Metodologias de softwares no contexto agrícola
Metodologias de softwares no contexto agrícola
Metodologias de softwares no contexto agrícola
Metodologias de softwares no contexto agrícola
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Metodologias de softwares no contexto agrícola

638 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
638
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Metodologias de softwares no contexto agrícola

  1. 1. Metodologias de softwares no Contexto Agrícola Tópicos de AP Alunos: Rafael Buist Daniel Ramos Professor: André Andrade
  2. 2.  Objetivo: Softwares presentes na área agrícola, e suas aplicações práticas na agricultura.
  3. 3.  Sumário:  1 Introducao  2 Tipos de Softwares;  3 Contexto na Agricultura;  4 Exemplos de Softwares;  5 Objetivos dos Softwares;  6 Problemas;  7 Visoes Futuras;  8 Conclusao
  4. 4.  Introdução Os softwares podem estar presentes diretamente na área agrícola ou não, podendo também estar presente nas empresas agrícolas, como softwares de controle de estoque, parte financeira, pós- venda, etc... Atualmente estão sendo desenvolvidos softwares tanto para computadores como para aplicativos móveis, que são muito uteis para obtenção de dados em tempo real, podem estar tanto presentes na máquina quanto em celulares
  5. 5.  TIPOS DE SOFTWARE:  O software pode ser aplicado a qualquer situação em qualquer área de estudo em que um conjunto de algoritmos é definido e executado para alcançar os resultados. Separar em categorias as aplicações de softwares é uma tarefa difícil, pois quanto mais completo o sistema, mais difícil de determinar onde ele se encaixa
  6. 6.  • Software básico: é o programa de apoio a outros programas. Esse software básico realiza interação com o hardware, operações concorrentes, compartilhamento de recursos, entre outros processos; • Software de tempo real: são programas que monitora, analisa e controla eventos do mundo real;
  7. 7.  • Software comercial: são programas que gerenciam as operações comerciais de empresas; • Software científico/engenharia: são programas usados para o processamento numérico e processamento de dados para as diferentes áreas de pesquisa;
  8. 8.  • Software embutido: são programas usados em atividades específicas e podem estar inseridos dentro de produtos inteligentes; • Software de computador pessoal: são programas desenvolvidos para o uso pessoal do computador; • Software de inteligência artificial: são programas que usam de algoritmos não numéricos e de técnica de inteligência computacional para a resolução de problemas complexos.
  9. 9. CONTEXTO AGRÍCOLA:  Segundo STAFFORD (2000), a agricultura de precisão necessita de um grande número de informações que só será possível com os avanços obtidos no processamento computacional. Os desafios são transformar dados em informações, isto é, transformar dados em conhecimentos que poderão ser utilizados para tomada de decisões.
  10. 10. EXEMPLOS DE SOWTWARES:  EXCEL Começando do mais simples, o Excel é uma ferramenta útil no campo, pois os dados coletados de uma máquina ou qualquer dado no campo, passados para o mesmo e através de médias e cálculos de todas as maneiras neste software é possível reduzir dados, estimar maior numero de dados, encontrar áreas que apresentam variação,etc... através de análises exploratórias.
  11. 11.  ERP CONTROLE DE GRÃOS FUNCOES: Cadastro de Produtos - Dentro do cadastro de produtos temos o campo Tipo de Produto que irá definir qual o tipo de procedimento será adotado pelo sistema. Também pelo cadastro de produtos tem campo para definir a Pauta de ICMS, comum para produtos primários. Cadastro de Lavouras – Rotina que permite o registro da localidade de origem Unidade de Produção, facilitando o controle administrativo da cerealista e possibilitando o rastreamento da origem. Cadastro de Quebras - O cadastro de produtos está vinculado o cadastro de quebras, que permitem uma predefinição dos índices de quebra em função do grau de umidade do produto. Este cadastro permite uma padronização dos procedimentos, facilitando a entrada do produto em depósito
  12. 12.  Movimentação de Produtos - Pela nota fiscal será dado recebimento da carga do produtor rural, controlado as quebras, impurezas e afins, bem como as movimentações de estoque de terceiros de cada produtor. O estoque de terceiros armazenado na empresa pode ser movimentado através de devolução ao produtor, vendas para terceiros ou comprado pela própria empresa. Pelas emissões de Notas Fiscais o sistema faz todo o controle de estoque próprios e de terceiros e dos extratos dos produtores.
  13. 13.  Extratos de Produtores / Relatório de Produtores - As Notas Fiscais de entrada, devolução, depósito e compra geram informações que permitem o controle do estoque de cada produtor na empresa. Esse estoque tem informações necessárias a administração da empresa quanto a umidade, rendimento, quebras, transportador e etc.Através dos Extratos de Produtores e do Relatório de Produtores, a empresa tem condições de administrar os seus estoques e decidir sobre compra / venda .
  14. 14.  Exemplo de Relatório de Extrato de Produtor 
  15. 15.  Exemplo de Relatório de Estoques de Produtores
  16. 16.  Relatórios para recolhimento do CDO e Funrural - O sistema possui relatórios que permitem controlar a tributação gerada pela compra de produtos primários. A base destas informações são as Notas Fiscais de compra da empresa, permitindo uma integração completa entre a administração de estoques e o controle fiscal da empresa.
  17. 17.  Exemplo de Relatório Mapa de Compras de Produtor
  18. 18.  Controle de Certificados de Classificação - Atendendo a necessidade da fiscalização de produtos primários, o sistema disponibiliza um módulo para o controle de Certificados de Classificação da EMATER, ou órgão correspondente, integrados a emissão das Notas Fiscais e com geração de arquivo em meio magnético. Através deste módulo são cadastrados os certificados por produto ou marca e na emissão da Nota Fiscal o sistema busca o certificado em aberto, imprime na Nota Fiscal e gera o movimento que permite a geração do arquivo a ser entregue.
  19. 19.  Integração com Balanças Eletrônicas - O sistema permite o registro de pesagens, emissão de ticket de balança, registro de informações de quebras (impurezas, umidade...), integrando estes dados on line na geração de notas fiscais. Esta integração agiliza e automatiza todo o processo, evitando a ocorrência de erros nos lançamentos manuais.
  20. 20. RCN8 Agro  O RCN8 Agro é um software de gestão agrícola totalmente desenvolvido para Web e está dividido em 6 módulos:  1- Módulo de Segurança  Este módulo tem como objetivo alterar dados cadastrais da empresa (Razão social, CNPJ, Inscrição Estadual, Telefones e etc.) bem como alterar dados que serão usados nos boletos bancários. O usuário pode também incluir, alterar e excluir perfis, usuários e associa-los para todos os módulos do sistema.
  21. 21.  2- Módulo Agricultura  Este módulo tem como objetivo controlar todas as atividades de uma fazenda (Plantio, Colheita, Atividades Agrícolas, Beneficiamento, Contratos Futuros e etc.).  3- Módulo de Pessoal  Este módulo tem como objetivo controlar o cadastro dos profissionais (efetivos ou não) dentro da fazenda (Folha de pagamento, Cadastro de Pessoal e etc.)  4- Módulo de Estoque  Este módulo tem como objetivo o controle de estoque da fazenda. Tudo que entra e é utilizado dentro da fazenda é controlado por este módulo.
  22. 22.  5- Módulo de Controle de Máquinas  Este módulo tem como objetivo o controle das máquinas dentro da fazenda e máquinas de terceiros.  6- Módulo de Relatórios  Este módulo tem como objetivo apresentar de maneira simples e gerencial as informações necessárias para tomada de decisão do agricultor.
  23. 23.  Objetivos dos Softwares; Hoje existem os softwares pagos e gratuitos, a escala de preços é larga, e alguns softwares tem um fim lucrativo, mas antes de tudo a principal função de um software sendo ele complexo ou não, tem como objetivo auxiliar, diminuir o esforço humano, e efetuar larga escala de cálculos matemáticos, isto em tempos reduzidos.
  24. 24. Problemas;  O primeiro problema na atuação de um software é seu agente atuador, uma vez que a pessoa a operar qualquer programa, não saiba as informações essenciais e primárias para o andamento de um software, muitas vezes chega a um resultado mas que não pode não ser o resultado real ou próximo do real.  Em muitos casos por nao existem muitas pessoas qualificadas que entendam do programa e falta de informação, não utiliza muitos recursos do software.  Coleta de dados também pode ser outro problema, pois a coleta da máquina não segue os parâmetros necessários para um bom andamento, ou esta mal regulada, pois um software por si só não faz milagres, as coletas devem ser corretas para uma boa visualização, e todas as informações necessárias para informa-lo.  Preço é outro fato que as vezes é levado em consideração, pois determinados sinais as vezes tem um custo e o proprietário não adere a tecnologia devido a um custo relativamente alto.
  25. 25.  Visoes Futuras;  Controle e monitoramento remoto na agricultura. Certamente muito tem a evoluir a agricultura e projetos sobre o monitoramento de máquinas a distancia já vem sendo estudados.  De um fator não há dúvida, para que seja possível este monitoramento a distancia, softwares ainda terão de ser desenvolvidos para atuar neste controle remoto das aplicações e visualizações no campo.
  26. 26.  Conclusao Hoje a automação do campo é apenas um processo de ida, para obter melhores resultados agrícolas a utilização da tecnologia vem se tornado fundamental ao processo, empresas vem desenvolvendo softwares com intuito de auxiliar os agricultores a dimensionar a área agrícola, e quantificar os resultados a tornar o processo lucrativo ao homem do campo.

×