Laboratório de Ciências Sociais Aplicadas
NECON – Núcleo de Estudos Econômicos
Nota Técnica
Evolução Recente do Preço do L...
Por sua vez, o gráfico 2 apresenta a evolução dos preços em termos reais,
ou seja, descontando o efeito inflacionário ao l...
Gráfico 3: Peso Relativo do Preço do Leite em Relação ao Preço da Cesta
Básica Sorocabana (jun/09 à mai/13)
Tendo isso em ...
Em conclusão, o leite é um produto cujo preço apresenta uma
sazonalidade bastante considerável. Ao longo dos últimos meses...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Núcleo de Estudos Econômicos - Preço do Leote

257 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
257
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
63
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Núcleo de Estudos Econômicos - Preço do Leote

  1. 1. Laboratório de Ciências Sociais Aplicadas NECON – Núcleo de Estudos Econômicos Nota Técnica Evolução Recente do Preço do Leite (junho/2009 à maio/20013) Como sabemos, o leite pode ser considerado um produto básico na alimentação do consumidor sorocabano, de modo a representar um dos principais produtos na cesta básica. Nesse sentido, o objetivo desta nota técnica é analisar a evolução do preço do leite em Sorocaba, entre junho de 2009 e maio de 2013, em termos nominais e reais. O preço do leite vem sofrendo aumentos ao longo dos últimos meses, principalmente em virtude da sazonalidade e da oferta do produto no mercado. Em um primeiro momento é apresentada a evolução nominal do preço do leite entre junho de 2009 e maio de 2013 (gráfico 1). É possível observar uma queda no preço em 2009, porém ao longo dos próximos anos, o preço apresenta uma tendência de alta, intensificada nos primeiros meses de 2013. O preço mais baixo foi verificado em dezembro de 2009, R$ 1,47, e o mais caro, em maio de 2013, R$ 2,45. Uma diferença de 66,67%. Gráfico 1: Evolução do Preço Nominal do Leite (jun/09 à mai/13) 1,00 2,50 jun/09 ago/09 out/09 dez/09 fev/10 abr/10 jun/10 ago/10 out/10 dez/10 fev/11 abr/11 jun/11 ago/11 out/11 dez/11 fev/12 abr/12 jun/12 ago/12 out/12 dez/12 fev/13 abr/13
  2. 2. Por sua vez, o gráfico 2 apresenta a evolução dos preços em termos reais, ou seja, descontando o efeito inflacionário ao longo do período. O comportamento dos preços reais é relativamente similar aos preços nominais. Pode-se observar, entretanto, que nos primeiro meses de 2013, a inflação maior no período possibilitou um desconto considerável do preço do leite. O preço real mais baixo foi verificado em dezembro de 2009, R$ 1,81, e o mais caro, em junho de 2009, R$ 3,01. Uma diferença de 66,30%. Gráfico 2: Evolução do Preço Real do Leite (jun/09 à mai/13) O gráfico 3, abaixo, apresenta o peso relativo do preço do leite no preço da cesta básica, ou seja, quanto o preço do leite representa do preço da cesta básica. Nota-se uma sazonalidade bastante considerável no período com uma variação entre 5,3% e 3,3% do valor da cesta. Especificamente ao longo dos primeiro meses de 2013, o peso relativo do leite vem aumentando, o que contribui para o aumento do preço da cesta básica no período. 1,00 2,50 jun/09 ago/09 out/09 dez/09 fev/10 abr/10 jun/10 ago/10 out/10 dez/10 fev/11 abr/11 jun/11 ago/11 out/11 dez/11 fev/12 abr/12 jun/12 ago/12 out/12 dez/12 fev/13 abr/13
  3. 3. Gráfico 3: Peso Relativo do Preço do Leite em Relação ao Preço da Cesta Básica Sorocabana (jun/09 à mai/13) Tendo isso em vista, o gráfico 4 apresenta a evolução percentual do preço do leite e do preço da cesta básica. É possível confirmar o aumento do peso do leite na cesta, uma vez que a cesta básica apresenta um comportamento declinante entre março e maio de 2013, e o leite apresenta uma forte tendência de alta neste período. Gráfico 4: Evolução do Preço Nominal do Leite e Evolução do Preço da Cesta Básica Sorocabana (jun/12 à mai/13) 3,00% 3,50% 4,00% 4,50% 5,00% 5,50% jun/09 ago/09 out/09 dez/09 fev/10 abr/10 jun/10 ago/10 out/10 dez/10 fev/11 abr/11 jun/11 ago/11 out/11 dez/11 fev/12 abr/12 jun/12 ago/12 out/12 dez/12 fev/13 abr/13 jun/13 -2,00% -1,00% 0,00% 1,00% 2,00% 3,00% 4,00% 5,00% 6,00% 7,00% -0,60% 0,33% -0,14% 2,15% 3,14% 0,40% 2,25% -1,15% 0,72% 3,33% 6,63% 3,12% 1,26% -0,67% 1,94% 3,02% 3,94% 1,26% -0,62% 2,68% -1,31% -0,33% -0,78% -0,88% Variação 12 Meses do Leite Variação 12 Meses da Cesta BásicaVariação do Preço do Leite Variação do Preço da Cesta Básica
  4. 4. Em conclusão, o leite é um produto cujo preço apresenta uma sazonalidade bastante considerável. Ao longo dos últimos meses, entretanto, o preço do leite vem apresentando uma alta bastante evidente, o que impacta no preço da cesta básica. Um dos fatores responsáveis por esse aumento recente no preço do produto diz respeito às baixas temperaturas, que fazem com que os animais se alimentem menos, e consequentemente, produzam menos. Com produção menor, o preço se eleva. O fator climático apresenta uma importância significativa principalmente devido à baixa produtividade da produção de leite no Brasil. Conforme publicação do jornal Valor Econômico, em 14 de maio de 2013, a produtividade no Brasil é de 4 litros de leite por animal/dia, enquanto nos Estados Unidos é de 30 litros, e na Argentina, de 18 litros. Pesquisa elaborada por Fábio Sobral Cruz, aluno do 5º período do curso de Ciências Econômicas, Estagiário do Laboratório de Ciências Sociais Aplicadas (UNISO) e integrante do Núcleo de Estudos Econômicos. Laboratório de Ciências Sociais Aplicadas (Uniso) Coordenadores: Prof. Ms. Lincoln Diogo Lima / Prof. Ms. Renato Vaz Garcia Estagiários: Fábio Sobral Cruz / Clayton Murari

×