Cavalos iris8 b

2.952 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.952
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cavalos iris8 b

  1. 1. Cavalos - Equitação<br />
  2. 2. Cavalos<br /> A.P.<br /> PROFª : Alda Vagarinho<br />Trabalho feito por:<br />Iris nº7<br />Raquel nº20<br />Rodrigo nº22<br />Solange nº 24<br />1<br />
  3. 3. Índice:<br />1- Como tudo começou -------------- 4<br />2- A evolução do cavalo ------------- 5<br />3-Cavalos utilizados na antiguidade----6<br />4- Raças de cavalos------------7<br />5- Os processos de limpeza--------26<br />6- Aparelhar um cavalo--------29<br />7- Cavalo mais pequeno do mundo -----30<br />8-conclusão --------------31<br />9- Bibliografia ------------------------- 32<br />2<br />
  4. 4. Introdução:<br />Nós escolhemos este tema porque achámos interessante descobrir mais coisas sobre o cavalo, visto que este animal exerce uma enorme atenção sobre as pessoas. Temos como objectivo mostrar às pessoas mais coisas sobre o cavalo, pois a maior parte delas tem uma certa definição sobre o que é este animal.<br />3<br />
  5. 5. Como tudo começou:<br />Descendente de uma linha evolutiva com cerca de sessenta milhões de anos, numa linhagem que parece ter-se iniciado com o Hyracohteriun - um animal primitivo com cerca de 40 cm de altura. Os antecessores do cavalo, são originários do Norte da América mas extinguiram-se aí por volta do Pleistoceno há cerca de cento e vinte mil anos. Os cavalos selvagens originais eram de constituição mais robusta do que as raças de membros esguios que existem na actualidade. Há cinquenta milhões de anos atrás, uma pequena criatura semelhante a uma lebre, possuindo quatro dedos nas patas dianteiras e três em cada pata traseira, corria através de densas e húmidas vegetações rasteiras, alimentando-se de suculentas plantas e pastagens. Pelo fato de poder fugir e esconder-se dos seus predadores, o pequeno mamífero conseguiu sobreviver. Esse animal era o Eohipuus, o antecessor do cavalo moderno.<br />4<br />
  6. 6. A evolução do cavalo:<br />5<br />
  7. 7. Cavalos utilizados na antiguidade:<br />Na antiguidade, os cavalos eram essencialmente utilizados para o trabalho, mas também como meio de transporte e auxílio dos militares.<br /> Hoje em dia, vê – se muito menos gente a cavalo, visto que já existem outros meios de transporte, como os carros, autocarros, etc. Ainda assim, este animal exerce uma grande atenção sobre as pessoas, e há por todo o mundo eventos dedicados ao cavalo e às suas capacidades.<br />6<br />
  8. 8. Raças de cavalos:<br /> Aqui estão apenas algumas (das mais conhecidas).<br />Andaluz: <br />Características: altura média de 1.55 m., cabeça de perfil recto, orelhas médias, pescoço forte e arredondado na linha superior, garupa arredondada, com movimentos ágeis e elevados. Nobre e dócil, com temperamento muito vivo. <br />Aptidões: Rápido, mas dócil, e grande facilidade de aprendizagem, bom para passeios, feiras, provas, trabalho com gado, etc.<br />7<br />
  9. 9. 8<br />
  10. 10. Puro sangue Lusitano:<br />Puro sangue Lusitano é uma raça de cavalos com origem em Portugal. É o cavalo de sela mais antigo do mundo(cerca de mais de 5000anos).<br />Os cavalos puro sangue Lusitano apresentam uma aptidão natural para alta escola e exercícios de ares altos, é também um cavalo óptimo para o toureio e equitação clássica , dress age , obstáculos equitação de trabalho , estando no mesmo patamar que os melhores dessa modalidade.<br />9<br />
  11. 11. As suas características:<br />Altura média 1,60m<br />Cabeça com perfil subconvexo<br />Orelhas médias e muito atentas<br />Pescoço arredondado<br />Garupa arredondada<br />Movimentos ágeis, elevados e briosos <br />Pelagem predominante,alazã,preta e a baia<br />No toureio são imbativéis<br />11<br />
  12. 12. 10<br />
  13. 13. 12<br />
  14. 14. 13<br />
  15. 15. 14<br />
  16. 16. 15<br />
  17. 17. Brasileira de Hipismo:<br />Brasileira de Hipismo teve origem no Brasil.<br />As suas aptidões são para as modalidades de salto, adestramento , concurso completo de equitação, hipismo rural ou até mesmo atrelagem.<br />16<br />
  18. 18. As suas características :<br />Cavalo leve e ágil<br />Altura superior a 1,65m<br />Perímetro torácico 1,90m<br />Perímetro de canela 21cm<br />Pescoço médio <br />Dorso bem ligado ao lombo e á garupa<br />Membros fortes<br />Excelente mecânica de salto <br />Coragem<br />Inteligência e elegância nos movimentos <br />Pelagem de todas as cores <br />17<br />
  19. 19. 18<br />
  20. 20. 19<br />
  21. 21. 20<br />
  22. 22. 21<br />
  23. 23. Árabe:<br />Origem: É uma das mais puras e antigas raças de cavalos do mundo, e que praticamente entrou na formação de quase todas as raças modernas. Seleccionada no deserto da Península Arábica, entre o mar Vermelho e o Golfo Pérsico, por onde vagueavam algumas tribos nómadas; a quem se deve a pureza sanguínea na selecção do cavalo árabe e a importância dada às éguas mães - Koheilan, Seglawi, Ibeion, Handani e Habdan, as cinco éguas que serviram de matrizes para as cinco principais linhagens que compõe a raça Árabe até os nossos dias. <br />Características: Cavalo com altura média de 1.50m, podendo actualmente chegar até 1.58m, possui cabeça de forma triangular com perfil concavo, orelhas pequenas, olhos grandes arredondados e muito salientes, narinas dilatadas, boca pequena, pescoço alto e curvo na sua linha superior, peito amplo, tórax amplo, dorso e lombo médios, garupa horizontal e saída de rabada alta /elevada durante o movimento. O seuntrote e galope são rasteiros, amplos e cadenciados, com muito estilo, tendo um temperamento muito vivo e grande resistência. As pelagens básicas são lazão, castanho, russo e preto. <br />Aptidões: Pelas suas características são aptos aos desportos hípicos de salto em obstáculos e adestramento em categorias intermediárias, hipismo rural, trabalhos agro-pecuários, etc. <br />22<br />
  24. 24. 23<br />
  25. 25. Puro Sangue Inglês:<br />Origem: Raça seleccionada na Inglaterra pelo cruzamento de três garanhões orientais, Beverly-Turk e DarleyArabian árabes , e GodolphinBarb de origem berbere, com éguas existentes na Inglaterra e as “Royal Mares” de origem na Península Ibérica. O objectivo da selecção do Puro Sangue Inglês era o de obter cavalos de corridas para grandes percursos. É considerada uma das raças melhoradoras e que entrou na formação das principais raças modernas de cavalos de desporto. <br />Características: Cavalos de muita finura, beleza e grande classe, com altura média de 1.60m, linda cabeça, perfil recto ou levemente ondulado, fronte ampla, olhos grandes, narinas dilatadas, orelhas médias, pele fina, destacada e musculada, dorso recto comprido e lombo curto, garupa inclinada, peito estreito e tórax profundo. Espádua inclinada, membros fortes, joelhos baixos e canelas curtas. Pelagem de preferência uniforme, castanho, lazão ou russo. <br />Aptidões: Corridas planas ou com obstáculos, saltone Concurso Completo de Equitação.<br />24<br />
  26. 26. 25<br />
  27. 27. Os processos de limpeza:<br />No caso de se ter um cavalo em baia deve limpar os seus cascos todos os dias e verificar as ferraduras. Deve também escovar o pelo para tirar toda a lama seca, principalmente nas zonas onde são colocados coberjões ou arreios. Deve lavar também os olhos e narinas.<br />No caso de o cavalo ser castrado deve limpar a bragada com água morna.<br />26<br />
  28. 28. 27<br />
  29. 29. 28<br />
  30. 30. Aparelhar um cavalo:<br />29<br />
  31. 31. Cavalo mais pequeno do mundo:<br />Mede apenas 45cm.<br />30<br />
  32. 32. Conclusão:<br />Gostámos todos da fazer este trabalho,achámos bastante interessante, e conseguimos encontrar as respostas para todas as nossas questões.<br />Achamos que as pessoas que virem o trabalho vão ficar satisfeitas, como todos nós ficámos com todas as coisas novas que aprendemos.0<br />31<br />
  33. 33. Bibliografia:<br />Google Imagens<br />http://www.tudosobrecavalos.com/<br />Wikipédia Cavalos<br />http://pt.wikipedia.org/wiki/Cavalo<br />YouTube<br />http://www.youtube.com/results?search_query=cavalos&aq=f<br />32<br />

×