05/11/2012
1
Organização Morfofuncional
da Medula
Função
Capacidade de gerar comportamentos
motores, devido a sua organiza...
05/11/2012
2
Vias descendentes da medula
 Trato córtico espinhal (piramidal);
Trato rubroespinhal;
Trato reticuloespinh...
05/11/2012
3
Recrutamento de U.M. no Pool
O recrutamento depende da excitação. Quanto maior a
excitação nervosa maior o nú...
05/11/2012
4
Locomoção
É um dos mais automáticos
atos voluntários. Ela pode ser
atribuída a circuitos medulares
intrínsico...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Medula espinal

2.339 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.339
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
224
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Medula espinal

  1. 1. 05/11/2012 1 Organização Morfofuncional da Medula Função Capacidade de gerar comportamentos motores, devido a sua organização intrínsica = “programas”, reflexos e interneurônios. Comportamento motor: ação de muitos músculos agindo em diferentes articulações. Importância A medula espinhal recebe impulsos sensoriais de receptores e envia impulsos motores a efetuadores tanto somáticos quanto viscerais. Ela pode atuar em reflexos dependente ou independentemente do encéfalo. Este órgão é a parte mais simples do Sistema Nervoso Central tanto ontogenético ( embriológico), quanto filogeneticamente (evolutivamente). Daí o fato de a maioria das conexões encefálicas com o Sistema Nervoso Periférico ocorrer via medula. Anatomia Entrada sensorial corno dorsal  pele, músculos, articulações; Fibra aferente (conduz informação aos receptores) se divide em ramo ascendente e ramo descendente; Ramo ascendente  centro superior; Ramo descendente  respostas reflexas; Substância cinzenta: composta por corpos de neurônios, encontram-se os receptores; Substância branca: trafegam os tratos; Vias ascendentes da medula  Trato espinotalâmico anterior;  Trato espinotalâmico lateral;  Trato grácil (fascículo);  Trato cuneiforme (fascículo);  Trato espinocerebelar anterior;  Trato espinocerebelar posterior;  Trato cuneocerebelar anterior;  Trato cuneocerebelar posterior;
  2. 2. 05/11/2012 2 Vias descendentes da medula  Trato córtico espinhal (piramidal); Trato rubroespinhal; Trato reticuloespinhal – bulbar e pontino; Trato vestibuloespinhal - lateral e medial; Interneurônios Localização: entre o corno anterior e posterior da medula; Constituem a grande maioria dos neurônios da medula; Capaz de transformar os sinais de entrada em novos padrões = função excitação  inibição ou vice-versa. Características: - Individuais = inter de inibição - Circuitos = sistema de coativação / Propriedades dos interneurônios Divergência: caracterizada por um estímulo que chega a um determinado ponto e vai para várias direções. Convergência: caracterizada por vários estímulos que chegam a um só ponto. Circuito reverberante: a informação fica em um determinado estímulo. Eu tenho um estímulo e a mesma resposta várias vezes. Ex: clonos no paciente com AVC. O circuito reverberante também está presente nos centros superiores. E os centros superiores têm a capacidade de inibir o circuito reverberante da medula. Circuito alternado rítmico: é o circuito de retirada e extensão, presente na marcha.Por ex: na marcha de um lado fascilita uma musculatura e inibe a outra e do outro lado o contrário Gating medular !!!!!!!!! Teoria das Comportas !!!!!!!!! Gating pré sinaptico inibitório: acontece antes da sinapse acontecer. A informação aferente vai para o C.S. e vai para um interneurônio ao mesmo tempo. O C.S. vai determinar se essa resposta vai acontecer ou não. Motoneurônios Localizados nos corno anterior ou ventral da medula; Podem ser: - Motoneurônios ; - Motoneurônios ; Pool de motoneurônios: conjunto de motoneurônios que se destinam a um músculo = conjunto de unidades motoras. U.M. conjunto de FEFs inervadas por um motoneurônio.
  3. 3. 05/11/2012 3 Recrutamento de U.M. no Pool O recrutamento depende da excitação. Quanto maior a excitação nervosa maior o número de U.M. recrutadas. Para recrutar as U.M. eu dependo das minhas vias que vão para os motoneurônios  e . Localização dos motoneurônios: - Que vão para a mms flexora (movimento) se localizam mais dorsolaterais; - Que vão para a mms extensora (postura) se localizam mais ventromediais; Vias relacionadas com o movimento:  Córticoespinhal – pode ser anterior ou lateral ( 90% das fibras);  Rubroespinhal;  Reticuloespinhal bulbar – presente na formação reticular. Função: facilita mms flexora e inibe a extensora. Vias relacionadas com a manutenção da postura:  Trato vestibuloespinhal lateral;  Trato reticuloespinhal pontino; Função: facilita mms extensora e inibe a flexora; Propriedades da Medula Inervação recíproca: a ação no agonista promove efeito oposto no antagonista. Favorece a realização do movimento. Co-contração: mecanismo de contração simultânea de agonista e antagonista ( com predomínio extensor), possibilitando a manutenção da postura. Movimento Realizaçãodo movimento: - Fixação do segmento proximal; - Movimentação do segmento distal; Co-contração +  Maioria dos movimentos Inervação recíproca Essas duas reações ocorrem com base nos mecanismos do fuso/golgi. A sinalização entre os sistemas de tensão e de comprimento atuam sinergicamente em todos os movimentos. Reflexos Medulares Origem muscular: - golgi; - Fuso; Origem cutânea: estímulo doloroso: - reflexo flexor ou retirada; - reflexo extensão cruzada; Circuitos espinhais: - Reflexo de proteção: reflexo de retirada; - Movimentos voluntários: golgi/fuso, reflexo de extensão cruzada (marcha); Reflexo flexor = retirada/ extensão cruzada  Estimulação nociceptiva;  Via polissináptica reflexa;  Contração coordenada de músculos de múltiplas articulações;  Envolve a inervação recíproca e o padrão alternado rítimico; Assim a medula isolada é capaz de gerara ritmicidade com alternância de movimentos. Reflexo da marcha!!!!
  4. 4. 05/11/2012 4 Locomoção É um dos mais automáticos atos voluntários. Ela pode ser atribuída a circuitos medulares intrínsicos que detalham a complexa coordenação da contração muscular necessária para gerar ritmicidade dos passos, onde há contração alternada dos músculos flexores e extensores. Marcha: - Fase de apoio (predomínio extensor); - Fase de oscilação predomínio flexor; Marcha funcional – interação dos mecanismos espinhais com os centros superiores. Lesado medular X AVC Conclusão Medula  Funções complexas;  Reflexos relativamenteestereotipados (tenho um estímulo com uma resposta x esperada);  Movimento e postura - interneurônios; - Motoneurônios; - Co-contração; - Inervação recíproca;  Controledo músculo individualmente;  Controledos grupos musculares de uma articulação;  Controlede grupos musculares de diferentes articulações.

×