Antigo oriente

9.120 visualizações

Publicada em

Material de apoio para nossas aulas...

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.120
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.649
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
283
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Antigo oriente

  1. 1. Sociedades do antigo oriente
  2. 2. MESOPOTÂMIA
  3. 3. EGITO
  4. 4. MESOPOTÂMIA <ul><li>Nome GREGO que significa &quot; entre rios &quot; ( meso - pótamos ) localizado no Oriente Médio, entre os rios Tigre e Eufrates. </li></ul>
  5. 5. EGITO <ul><li>Um dos antigos nomes egípcios para o país, Kemet , ou &quot;terra negra&quot; (de kem, &quot;negro&quot;), se origina do solo fértil negro transformado pelas cheias do Nilo. </li></ul><ul><li>“ O Egito é uma dádiva do Nilo” </li></ul><ul><li>Heródoto </li></ul>
  6. 6. FIXAÇÃO <ul><li>Os primeiros povos (nômades) que chegaram a essas regiões escolheram o local para se fixarem pela proximidade aos rios. </li></ul><ul><li>Com o tempo e com as condições favoráveis passam de nômades a sedentários. </li></ul>
  7. 7. DESAFIOS <ul><li>Tanto egípcios quanto mesopotâmicos tiveram desafios pela frente, pois os períodos de cheia dos rios causavam estragos. Assim, essas civilizações desenvolveram: </li></ul><ul><li>Diques; </li></ul><ul><li>Canais; </li></ul><ul><li>Barragens; </li></ul><ul><li>Construções em elevações. </li></ul>
  8. 8. RELIGIÃO
  9. 10. RELIGIÃO <ul><li>EGITO </li></ul><ul><li>Politeístas  Crença na vida após a morte; Mumificação servia para que o corpo estivesse preparado para o retorno da alma após o Tribunal de Osíris; cultuavam animais como sagrados; os templos eram construídos com a intenção de serem a habitação dos deuses. </li></ul><ul><li>MESOPOTÂMIA </li></ul><ul><li>Politeístas  Crença em vários deuses com personalidade e atributos humanos; alguns dos relatos bíblicos , como: Gênesis e sobre o Dilúvio, são oriundos dessa civilização; </li></ul>
  10. 11. POLÍTICA <ul><li>O Faraó era a representação do poder máximo. Considerado como um intermediário entre os deuses e os humanos, escolhia todo o alto escalão do poder egípcio (vizires, nomarcas, chefes militares, religiosos e juízes). </li></ul><ul><li>De forma geral, existia a figura do PATESI, que era um líder político, religioso e militar. Uma espécie de Rei. A questão política variava entre os grupos que habitavam a região mesopotâmica. </li></ul>
  11. 13. Mesopotâmia <ul><li>SUMÉRIOS / BABILÔNICOS </li></ul><ul><li>Os Sumérios são os primeiros ocupantes da Mesopotâmia. A cultura dessa civilização pode ser considerada suméria, pois foram os sumérios que desenvolveram a escrita (cuneiforme), a religião, o sistema jurídico, comercial e científico. </li></ul><ul><li>Hamurabi foi seu principal representante, unindo os territórios e desenvolvendo o código jurídico que leva seu nome. </li></ul><ul><li>ACADIANOS / ASSÍRIOS </li></ul><ul><li>Localizados ao norte da região mesopotâmica, tiveram como característica básica a guerra. Principalmente, os assírios desenvolveram a arte da guerra e suas tecnologias (armas de ferro e aro nas rodas). Conseguem efetivar um Império. Exército poderoso, violento e disciplinado subjulgou inúmeros povos do oriente. Seu general mais conhecido foi Assurbanípal (668 a 626 a. C.). Com sua morte o Império cai, em 612 a. C. </li></ul>
  12. 15. ECONOMIA <ul><li>EGITO </li></ul><ul><li>Agricultura; </li></ul><ul><li>O Estado controla todas as atividades e as terras; </li></ul><ul><li>Camponeses prestam serviços ao Estado nos períodos entressafra; </li></ul><ul><li>Pesca e Pecuária são atividades secundárias; </li></ul><ul><li>e Indústria Extrativa (pedras, cobre e ouro) </li></ul><ul><li>MESOPOTÂMIA </li></ul><ul><li>Agricultura; </li></ul><ul><li>Pesca e Pecuária são atividades secundárias; </li></ul><ul><li>Guerras, saques e pilhagens. </li></ul>
  13. 16. PERSAS <ul><li>Localizado no local onde hoje vemos o Irã, à margem do Golfo Pérsico. </li></ul><ul><li>A região era composta por vários clãs rivais entre si. Dentre eles destacavam-se dois: Persas e Medas . </li></ul><ul><li>Ciro, chefe de um pequeno clã persa, após algumas batalhas consegue em, aproximadamente, 549 a. C. unir todos sob seu comando. </li></ul>Ciro, o Grande.
  14. 17. <ul><li>Em menos de 20 anos, Ciro consegue alargar seus territórios e formar um verdadeiro Império. A manutenção desse vasto território se deu através do respeito e da preservação das culturas dos povos vencidos. </li></ul>IMPÉRIO PERSA
  15. 18. RELIGIÃO <ul><li>No início, era politeísta. No entanto, entre os séculos VII e VI a.C., Zoroastro empreendeu uma nova concepção religiosa . Acreditava que o posicionamento religioso do indivíduo consistia na escolha entre o bem e o mal. </li></ul>
  16. 19. POLÍTICA / ECONOMIA <ul><li>Assim como no Egito (Nomos – Nomarcas), havia uma nomenclatura específica para as unidades governamentais. Para os Persas, esse nome era Satrápias, que eram governadas pelos Sátrapas . </li></ul><ul><li>Houve, durante o Império Persa o uso de moedas, padronização de pesos e medidas e consolidação das rotas comerciais. </li></ul><ul><li>A economia, inicialmente, era baseada na agricultura. Posteriormente, baseou-se nas conquistas territoriais e cobrança de impostos. </li></ul><ul><li>O Império cai, aproximadamente, em 360 a. C. </li></ul>
  17. 20. HEBREUS <ul><li>Os Hebreus são semitas que viviam em tribos nômades, conduzidas por chefes. Eles atravessam a Palestina na época de Hamurabi, penetram no Egito, retornam (Êxodo) à Palestina e instalam-se aí entre os Hititas e os Egípcios. </li></ul><ul><li>O Êxodo, fuga do povo hebreu da perseguição e da escravidão faraônica no Egito, foi comandado por Moisés. </li></ul>
  18. 21. HEBREUS <ul><li>Por volta de 1800 a. C. um pequeno grupo sai da cidade de Ur, na Mesopotâmia, e emigram em direção à Síria. Durante a dominação dos hicsos sobre os egípcios, o pequeno grupo emigra para o Egito. </li></ul><ul><li>Contudo, quando os hicsos são expulsos do Egito, os hebreus começam a sofrer. Assim, com a necessidade de sair de lá, um líder chamado Moisés teria levado o povo à Terra Prometida (Canaã – Palestina). O longo caminho de volta dura cerca de 40 anos. Moisés não consegue, segundo alguns autores, completar o retorno. Mas, apresenta algo que seria uma evolução para seu tempo: um código ético-religioso conhecido como “os Dez Mandamentos”. </li></ul>
  19. 23. HEBREUS <ul><li>12 Tribos (1500 a 1200 a. C.)  Juízes (líderes militares e religiosos)  Monarquia  Rei Saul, Davi, Salomão  construção do Templo de Jerusalém e crescimento econômico  morte do Rei Salomão (931 a. C.)  crise política e divisão do país. </li></ul><ul><li>12 Tribos  10 formaram o Reino de Israel, ao norte com a capital Samaria  2 formaram o Reino de Judá, ao sul com a capital Jerusalém. </li></ul>
  20. 24. HEBREUS <ul><li>722 a. C. o Reino de Israel é destruída pelo Império Assírio (Sargão II)  deportação dos hebreus  1ª Diáspora. </li></ul><ul><li>Um século depois, Nabucodonosor constrói o Império Neobabilônico toma Jerusalém e destrói o Templo  Cativeiro da Babilônia  Ciro conquista o Império Neobabilônico, dando início ao Império Persa (como falado, Ciro respeita a cultura dos dominados)  Ciro autoriza o retorno dos hebreus à Palestina  vários povos dominam a região da Palestina  Ano 6 a Judéia se torna província romana  nova destruição de Jerusalém  2ª Diáspora. </li></ul>
  21. 25. FENÍCIOS <ul><li>Localizada ao norte da Palestina, no litoral mediterrâneo. Eram conhecidos também como cananeus. Organizaram-se em Cidades-Estado. Destacam-se: Biblos, Sidon e Tiro. </li></ul><ul><li>Estimulados por sua localização, desenvolvem a navegação e, através dela, o comércio. Foram os maiores comerciantes do Mediterrâneo. </li></ul><ul><li>Não formavam colônias, mas entrepostos. </li></ul><ul><li>Há indícios que os Fenícios chegaram ao Atlântico e à região onde hoje conhecemos por Brasil. </li></ul>
  22. 26. RELIGIÃO <ul><li>Politeísta e antropomórfica. </li></ul><ul><li>Para aplacar a ira dos deuses sacrificavam-se animais. E, às vezes, realizavam-se terríveis sacrifícios humanos. </li></ul>
  23. 27. Fenícia - Líbano Tiro – Patrimônio Cultural da UNESCO Castelo do Mar - Sídon
  24. 28. Fenícios <ul><li>L egado cultural: </li></ul><ul><li>alfabeto fonético simplificado, com cerca de 22 letras, que inovava em relação a outros sistemas de escrita da antiguidade por basear-se em sinais representando sons, ao invés de sistema de símbolos. </li></ul><ul><li>Vale ressaltar que a invenção da escrita é atribuida aos Sumérios, uma das mais antigas civilizações mesopotâmicas(4000 a.C-1900 a.C),com o objetivo de registrar as transações comerciais. </li></ul><ul><li>Os principais destaques da cultura Fenícia foram: cristais transparentes, tecidos (principalmente de púrpura), armas, jóias, objetos de bronze, couro curtido e estatuetas de barro esmaltado. </li></ul>
  25. 30. Questão <ul><li>(UEL) “...essencialmente mercadores, exportavam pescado, vinhos, ouro e prata, armas, praticavam a pirataria, e desenvolviam um intenso comércio de escravos no Mediterrâneo...&quot; </li></ul><ul><li>O texto refere-se a características que identificam, na Antiguidade Oriental, os </li></ul><ul><li>a) fenícios. </li></ul><ul><li>b) hebreus. </li></ul><ul><li>c) caldeus. </li></ul><ul><li>d) egípcios. </li></ul><ul><li>e) persas. </li></ul>
  26. 31. Questão <ul><li>(UFRS) O soberano dividiu o seu império em províncias, chamadas satrapias, sendo a terra considerada como propriedade real e trabalhada pelas comunidades. </li></ul><ul><li>Estas características identificam o </li></ul><ul><li>a) império dos persas durante o reinado de Dario. </li></ul><ul><li>b) império babilônico durante o governo de Hamurabi. </li></ul><ul><li>c) antigo império egípcio durante a dinastia de Quéops. </li></ul><ul><li>d) reino de Israel sob o comando de Davi. </li></ul><ul><li>e) estado espartano durante a vigência das leis de Dracon. </li></ul>
  27. 32. Questão <ul><li>(UNESP ) Os Estados Teocráticos da Mesopotâmia e do Egito evoluíram acumulando características comuns e peculiaridades culturais. Os Egípcios desenvolveram a prática de embalsamar o corpo humano porque: </li></ul><ul><li>a) se opunham ao politeísmo dominante na época. </li></ul><ul><li>b) os seus deuses, sempre prontos para castigar os pecadores, desencadearam o dilúvio. </li></ul><ul><li>c) depois da morte a alma podia voltar ao corpo mumificado. </li></ul><ul><li>d) construíram túmulos, em forma de pirâmides truncadas, erigidos para a eternidade. </li></ul><ul><li>e) os camponeses constituíam categoria social inferior. </li></ul>

×