C:\Fakepath\ComunicaçãO

4.230 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.230
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
146
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

C:\Fakepath\ComunicaçãO

  1. 1. Comunicação
  2. 2. A  comunicação  é um processo que envolve a troca de informações, e utiliza os sistemas simbólicos como suporte para este fim.
  3. 3. LINGUAGEM: é todo sistema de sinais convencionais que nos permite realizar atos de comunicação. Pode ser verbal e não-verbal. a) verbal: aquela cujos sinais são as palavras linguagem escrita linguagem falada
  4. 4. Língua é o sistema de códigos lingüísticos utilizados por um grupo social. Os indivíduos do grupo devem decodificar os signos para obterem a mensagem e efetivar a comunicação. Fala é o uso particular que o indivíduo pertencente a um grupo social faz da língua.
  5. 5. Elementos da comunicação Humana
  6. 6. b). não-verbal: aquela que utiliza outros sinais que não as palavras. Exemplos: LIBRAS - Linguagem Brasileira de Sinais O conjunto dos sinais de trânsito, mímica etc. Todos eles constituem tipos de linguagem não-verbal.
  7. 7. Emissor –  o que emite a mensagem.  Receptor –  o que recebe a mensagem.  Mensagem –  o conjunto de informações transmitidas.  Código –  a combinação de signos utilizados na transmissão de uma mensagem. A comunicação só se concretizará, se o receptor souber decodificar a mensagem. 
  8. 8. Canal de Comunicação –  por onde a mensagem é transmitida: TV, rádio, jornal, revista, cordas vocais, ar...  Contexto –  a situação a que a mensagem se refere, também chamado de referente.  Ruído –  qualquer perturbação na comunicação. 
  9. 9. Funções da Linguagem
  10. 10. Funções da linguagem são recursos de ênfase que atuam segundo a intenção do produtor da mensagem, cada qual abordando um diferente elemento da comunicação. Um texto pode apresentar mais de uma função enfatizada. O modelo a seguir foi proposto por Roman Jakobson no livro Lingüística e Comunicação (1970).
  11. 11. Modelo de Roman Jakobson 1 Função emotiva ou expressiva 2 Função referencial ou denotativa 3 Função apelativa ou conativa 4 Função fática 5 Função poética ou estética 6 Função metalingüística
  12. 12. <ul><li>Função emotiva ou expressiva </li></ul><ul><li>A mensagem é centrada nas opiniões e emoções do emissor. </li></ul><ul><li>Geralmente usa-se a 1ª pessoa do singular, interjeições e exclamações. </li></ul><ul><li>O texto é pessoal, subjetivo. </li></ul><ul><li>Exemplos: autobiografias, memórias, poesia lírica e cartas de amor. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Função referencial ou denotativa </li></ul><ul><li>A mensagem é centrada no referente (contexto relacionado a emissor e receptor). </li></ul><ul><li>O emissor procura fornecer informações da realidade, sem a opinião pessoal, de forma objetiva, direta, denotativa. </li></ul><ul><li>A ênfase é dada ao conteúdo, às informações. </li></ul><ul><li>Geralmente usa-se a 3ª pessoa do singular. Exemplos: textos jornalísticos, científicos, etc. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Função apelativa ou conativa </li></ul><ul><li>A mensagem é centrada no receptor e organiza-se de forma a influenciá-lo. </li></ul><ul><li>Geralmente usa-se a 2ª e 3ª pessoa, vocativos e imperativo. </li></ul><ul><li>Exemplos: discursos, sermões, textos de publicidade e propaganda. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Função fática </li></ul><ul><li>O canal é posto em destaque. </li></ul><ul><li>O interesse do emissor é emitir e simplesmente testar ou chamar a atenção para o canal. </li></ul><ul><li>Exemplos típicos da função fática são: &quot;alô&quot;, &quot;pronto&quot;, &quot;oi&quot;, &quot;tudo bem?&quot; &quot;boa tarde&quot;, &quot;sentem-se&quot;, etc. Ou na propaganda, de forma a chamar a atenção, a tipografia, layout, etc. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Função poética ou estética </li></ul><ul><li>É aquela que põe em evidência a forma da mensagem, ou seja, que se preocupa mais em &quot;como dizer&quot; do que com &quot;o que dizer&quot;. </li></ul><ul><li>A mensagem é posta em destaque, chamando a atenção para o modo como foi organizada. É afetiva, sugestiva, conotativa, metafórica. Valorizam-se as palavras e suas combinações. </li></ul><ul><li>Exemplos: obras literárias, letras de música, em algumas propagandas. </li></ul><ul><li>Características: Subjetividade Figuras de linguagem Brincadeiras com o código </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Função metalingüística </li></ul><ul><li>O código lingüístico é posto em destaque. </li></ul><ul><li>Usa-se o código para falar dele mesmo. </li></ul><ul><li>Exemplos: dicionários, gramáticas, textos que analisam textos, poemas que abordam o assunto da poesia. </li></ul>

×