Ler parlendas é muito bom!denise

2.724 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.724
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
60
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ler parlendas é muito bom!denise

  1. 1. Ler Parlendas é muito bom! Autora: Denise Costa CardosoEscola Municipal Crispim Pereira Alencar Taquaruçu/Palmas–TO
  2. 2. A Escola Municipal Crispim Pereira Alencar está situada no Distrito de Taquaruçu localizado a 32 Km da capitalIdentificação Palmas–TO. O local é bastante conhecido na região devido ao seu clima ameno e à grande potencialidade turística que oferece, devido ao número considerável de cachoeiras que existem no entorno do distrito.
  3. 3. Intencionalidade • Ampliar a leitura e a escrita das crianças do 2º e 3 ano do ensino fundamental, valorizando a leitura de parlendas e utilizando as novas tecnologias como fontes de informações; • Possibilitar o uso pedagógico do laptop; • Integrar a tecnologia as atividades curriculares; • Possibilitar a construção de conhecimento pelos alunos.
  4. 4. • Roda de conversa, relembrando algumas parlendas que as crianças já conheciam, depois organizava-se um momento para brincar com elas, fazendo expressão corporal ou criandoDinâmicas gestos conforme as parlendas; • Confecção do livrinho “Hoje é domingo”, ilustrado por meio de desenhos e pinturas;
  5. 5. • Ilustração de algumas parlendas com E.V.A;Dinâmicas • Utilização do data show para apresentação da parlenda “A Velha a Fiar”. Após a exibição do vídeo, distribuiu-se cópias da parlenda para que acompanhassem a leitura;
  6. 6. • Uso da internet para pesquisa de parlendas;Dinâmicas • Utilização dos laptops: pesquisa, digitação de parlendas no processador de textos kword, correção ortográfica, paragrafação e gravação da Hora da parlenda.
  7. 7. • Pesquisa de campo: Entrevista com pais dos alunos para levantamento de parlendas; Produção de vídeos com os pais ou membros da família recitando parlendas.Dinâmicas
  8. 8. A maior dificuldade encontrada em sala de aula foi o acesso à internet para realização de pesquisa das parlendas. Como solução utilizou-se o data show e os aplicativos oferecidos no programa metasys. Outro fatorLimites e soluções foi a resistência de alguns pais e da direção escolar no início do projeto quanto a mobilidade dos laptops educacionais, que após um processo de sensibilização tornaram-se parceiros efetivos e colaborativos.
  9. 9. • Inclusão das tecnologias no projeto para desenvolvimento dos conteúdos programáticos; •Envolvimento efetivo dos educandos nas atividadesResultados proposta; • Aulas mais dinâmicas e motivadoras, favorecendo a construção do conhecimento e o desenvolvimento da aprendizagem; • Participação ativa e cooperativa dos pais nas práticas escolares dos filhos; • Fortalecimento do trabalho em equipe dentro e fora da escola.
  10. 10. • Os educandos se divertiram com as parlendas; • Ampliaram o repertório de parlendas conhecidas; • Realizaram as tarefas de leitura, arriscando-se emdesdobramentos Interlocuções e antecipar o que estava escrito e considerando as marcas gráficas e os índices quantitativos e qualitativos; • Souberam usar as tecnologias como ferramenta para construção do conhecimento.
  11. 11. HEYLEN, Jaqueline. Parlenda, riqueza folclórica. São Paulo: Hucitec, 1987. Portal do Professor, Sugestão de aula. http://portaldoprofessor.mec.gov.brReferências PEITRO, Heloisa. Jogo da parlenda. São Paulo: Companhia das letrinhas, 2005. p.47. VEEN, W.; WRAKKING, B. Homo zappiens: educando na era digital. Porto Alegre: Artmed, 2009. WWW.google/imagens.com.br. Acesso em 16 de agosto de 2011.
  12. 12. Obrigada! “Utilizar a tecnologia pode fazer toda a diferença para a qualidade das aulas e o desenvolvimento dos educandos.” ( Betina Von Staa)

×