Comunicação Institucional nas Redes Sociais

638 visualizações

Publicada em

Apresentação à Assembleia Legislativa da Bahia, outubro de 2014. Comunicação institucional de órgãos públicos em redes sociais.

Publicada em: Governo e ONGs
4 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
638
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
4
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comunicação Institucional nas Redes Sociais

  1. 1. A Comunicação Institucionalnas Redes SociaisMURILOPINTOALBA, SALVADOR–NOV.2014slideshare.net/murilopintotwitter.com/murilopinto
  2. 2. Antes de começar (1)
  3. 3. Antes de começar (1)
  4. 4. I. A força das redesOU: UM TRUQUEPRA ATRAIR A ATENÇÃODE VOCÊS
  5. 5. Gráfico com todas as pesquisas de todos os institutos reunidasblog.estadaodados.com
  6. 6. Gráfico com todas as pesquisas de todos os institutos reunidasblog.estadaodados.com
  7. 7. Gráfico com todas as pesquisas de todos os institutos reunidasblog.estadaodados.com
  8. 8. A internet importa Três tuítescorrespondem a cerca de 360 caracteres O equivalente ao conteúdo desta tela elegeu o presidente da sexta maior economia e quarta maior democracia do mundo Obviamente, os tuítesnão existem no vácuo Redes sociais são redes de pessoas Mídias tradicionais repercutem e expandem as agendas das redes, que discutem e redefinem os contextos das mensagens da mídia tradicional Mídias sociais das fontes influem no debate
  9. 9. II. Estar ou não estar nas redes OU: RESPOSTAS REAIS PARA UMA PERGUNTA FALSA
  10. 10. STF “não tem” página...
  11. 11. STJ já estava no Facebook (em 2011)
  12. 12. A decisão de entrar ou não já está tomada. Resta decidir como e quem vai falar por e sobre você@NinoCarvalho
  13. 13. A decisão já está tomadahttps://www.youtube.com/watch?v=r-ERajkMXw0
  14. 14. III. Porque estar OU: ALGUNS DADOS, SE AINDA PRECISA SER CONVENCIDO
  15. 15. Como você se informa e trabalha? https://www.youtube.com/watch?v=KQnjfFSi-14
  16. 16. Se a notícia for importante, ela vai me achar(estudante em grupo focal, 2008) As notícias costumavam ser o destino, e você ia buscá-las no seu quintal ou no seu navegador. Agora, você é o destino, e a informação te encontra. Derek Thompson, editor The Atlantic, 2014
  17. 17. Tráfego da capa NYTOrigem de tráfego The Atlantic
  18. 18. E seu público? http://j.mp/videoiforgotmyphone
  19. 19. Essa tecnologia nos faz antissociais!
  20. 20. Usuários ativosde internet no Brasil 81 milhões de pessoas49%da população diretamenteusuária 21% (19m) 69% (61m) 73% (65m) 15% (13m) 65% (58m) 41m de contas, mas média de usuários ativos é de 34% 10h/mês
  21. 21. eGov: carente e presente Receita Federal e demais tributos (CPF, IRPF, taxas) 78% (45m) Emissão de documentos (certidões, licenças etc.) 47% (27m) Justiça(processos, direitos de consumidor e trabalhista) 44% (25m) Concurso e emprego 38% (22m) Educação 26% (15m) Previdência e assistência social 23% (13m) Saúde 22% (13m) Habilitação e veículos 21% (12m) Direito do consumidor 14% (8m) Boletim de ocorrência 6% (3m) Canais de interação e participação6% (3m) % dos usuários de e-gov: serviços usados Base: 65% do total de usuários ativos de internet TIC domicílios, jun/2013Espaço a ser ocupado e provido essencial e prioritariamente pelo Legislativo
  22. 22. Presença de instituições públicas emredes sociaisFacebook 25% Twitter23%Instagram14% YouTube20% LinkedIn4% Slideshare3% Flickr11% Redes e-gov, maio de 2014 base: 88 tumblrfoi ignorado na consulta
  23. 23. IV. Como estar OU: A LINGUAGEM DAS MÍDIAS SOCIAIS INSTITUCIONAIS
  24. 24. PolíticaPromoção de um agente, marketing político, interesse eleitoralGovernamentalPrestação de contas, lobbyestatal (advocacy, convencimento quanto a uma política pública), propaganda, institucionalPÚBLICAEsclarecimentodos cidadãos sobre temas de interesse público, para deliberação informadasobre questões da coletividadeDialógica e horizontal Comunicação estatal
  25. 25. Formador de opinião Dono da razão Habituado a tecnologias e redes Crítico, carente e imediatista Cético diante do governo, instituições e publicidade/propaganda Em busca de informação e entretenimento Desinformadosobre organização do estado e o papel e trabalho das instituiçõesMarca “Governo” é odiadapor um público:
  26. 26. Humor: A linguagem das mídias sociais... o humor... se tornou a principal força que junta pessoas, organiza movimentos, protestos, cria comunidades e, com isso, assume cada vez mais uma importância política. Ronaldo Lemos, CTS/FGV Direito-RJ, na Trip As intervenções com apelo de humor não podem ser gratuitas, simplesmente pela exploração da graça. As mensagens relevantes para a instituição precisam ser comunicadas conjunta e primordialmente.
  27. 27. Apocalipse zumbiCDC (equivalente americano da Fiocruz, responsável pelo controle de epidemias), publicou um post sobre o assunto em seu blogAlém de discutir de onde vêm os zumbis e porque gostam tanto de cérebros, a CDC informava como sobrevivera ataques e à expansão da “contaminação” Ao tratar dos zumbis, também dava informações sobre como se portar em casos de emergências e epidemias reaisResultado: mais de 1.200 comentários, tanto sobre a “cultura” zumbi quanto sobre a preparação para emergênciasHoje, a seção é fixa e continua a ser atualizada: blog, material para professores, cartazes, kits, cartões postais e até uma graphicnovel http://www.cdc.gov/phpr/zombies.htm
  28. 28. “Memes” e níveis de informação Meme Notícia Decisão Mesmos critérios de seleção e relevânciaNão necessariamente mesmos conteúdosAdaptação da linguagem ao públicoFundamentos técnicos, com termos próprios do campo de estudoExplicação simples, prática e geralAtração de novos públicos
  29. 29. 2,5 milhões de pessoas alcançadas 123 mil engajadas
  30. 30.  
  31. 31. Governos são usinas de conteúdoAproveite o bomconteúdo jádisponívelrelatórios, pautas/agendas, estudos, pesquisas, dados... Reempacotepara as mídias digitaisinfográficos, memes, mashups... Acompanheas questões em debatena sociedadetraga os temas para a instituiçãoCom tempo e experiência, o conteúdo pensado especificamente para essas mídias começará a surgirMas o aproveitamento do existente deixa “a bola rolando”
  32. 32. Boletim estatístico vsinfográfico infogr.am j.mp/STJestatisticas2012
  33. 33. Ações de improbidade/MPF-BAEmendas parlamentares?  A Assembleia na sua cidadeDestinos de viagens oficiais?  Onde seu deputado está hoje?
  34. 34. V. A presença da ALBA
  35. 35. Parlamento baiano Gráfico: IG
  36. 36. O caminho de todos Ir aonde o povo está: necessidade imposta •Operação fora dos muros e contextos tradicionais •Hesitação institucional •Visto como modismo ou irrelevante Experimentação: mapeamento de terras desconhecidas •Decisões tomadas sem regulamentação e procedimentalização •Decisões de níveis operacionais, sem cúpulas •Soluções improvisadas Freio de arrumação: alguns conhecimentos já internalizados •Alinhamento com objetivos institucionais •Integração com mídias e procedimentos estabelecidos •Respeito a cada campo e plataforma •Dificuldades culturais internas e organizacionais, não técnicas •Reações da direção às implementações, sucessos e erros da fase anterior Próximo nível de maturidade?
  37. 37. Cidadão fala Governo escuta Governo atua Cidadão confia
  38. 38. Graus de eGovDifusãoFomento ao debate público esclarecidoAmpliação do alcance e circulação de informaçõesDesenvolvimento de confiança institucionalServiçoOtimização de recursos com uso de ferramentas eletrônicas em redeTransações onlineColaboraçãoCooperação e coordenação intragovernamental Governo como plataforma (técnica) da sociedadeDados abertosParticipaçãoEnvolvimento público em questões públicasFormulação aberta de políticas públicasProcessos deliberativos visíveisPushIr até (novos) públicos Canais adicionais de distribuiçãoPullTrazer (novos) públicosAlguma interaçãoTentativa de controle do fluxo informacionalInterativaRelacionar-se com (novos) públicosEscuta tão intensa e relevante quanto difusão Estratégias de comunicação Levar informações de governo ao público Levar conhecimentos do público ao governo
  39. 39. EvitariscosProcessolentodetestesNenhumprodutoaté“pronto” GrandeslançamentosCiclos longos de desenvolvimentoRiscos são parte do processoTestes e correções contínuosNovidades incrementaisPequenos e constantes ajustesCiclos curtos de desenvolvimento Filosofias de desenvolvimento iterativo “waterfall”
  40. 40. A Comunicação Institucionalnas Redes SociaisMURILOPINTOALBA, SALVADOR–NOV.2014slideshare.net/murilopintotwitter.com/murilopinto
  41. 41. referências
  42. 42. Constituição crowdsourcedda Islândia http://youtu.be/4uJOjh5QBgA (http://j.mp/ConstituicaoCrowdsourced) https://www.facebook.com/Stjornlagarad (http://j.mp/ConstituicaoIslandia) Blog do Marco Civil http://culturadigital.br/marcocivil/ E-Democracia http://edemocracia.camara.gov.br/ http://edemocracia.camara.gov.br/web/marco-civil-da-internet/wikilegis http://edemocracia.camara.gov.br/web/ampliacao-do-judiciario/inicio
  43. 43. Pierre Lévy. Tudo dele, principalmente: http://j.mp/LevyInteligenciaColetiva http://j.mp/LevyTecnologiaInteligencia http://j.mp/LevyCibercultura http://j.mp/LevyPalestraSenac Nino Carvalho http://slideshare.net/ninocarvalho I ForgotmyPhone http://j.mp/videoiforgotmyphone
  44. 44. Benchmark de perfis e páginas de governo http://j.mp/MidiasSociaisGoverno Social Media in thePublicSector, InesMergel http://j.mp/LivroMidiaSocialGoverno Restoring Trust in Government: The Potential of Digital Citizen Participation http://j.mp/CidadaniaDigitalIBM John Oliver, Direito ao Esquecimento https://www.youtube.com/watch?v=r-ERajkMXw0
  45. 45. Mapa de ações de improbidade/MPF-BA http://j.mp/MapaImprobidadeBA TIC/Domicílios, 2012 http://j.mp/TIC2012-2013 Pierre Bourdieu, A influência do jornalismo http://j.mp/BourdieuInfluenciaJornalismo Usos e Significados do Conceito Comunicação Pública http://j.mp/ComunicaçãoPúblicaBethBrandão
  46. 46. Twitter, usuários no Brasil e ativos http://j.mp/usuariosTwitter ONU, eGov2012 http://j.mp/ONUeGov2012 Blog TSA, Hooray, bloggers! http://j.mp/blogTSA STJ http://j.mp/STJnoticias CNJ http://j.mp/fb-CNJ Prefeitura de Curitiba http://j.mp/fbCwb
  47. 47. Vote na Web http://j.mp/votenawebRevengePorn We, thepeople/ DeathStar by2016 http://j.mp/ObamaDeathStar CDC, Zombiecalypse http://j.mp/CDCzumbis Obama e a graça na política, Ronaldo Lemos http://j.mp/LemosHumor Google Moderator http://j.mp/GoogleModEx
  48. 48. 30 anos em uma mesa https://www.youtube.com/watch?v=KQnjfFSi-14 Grupo Comunicação Digital no Setor Público http://j.mp/grupoComDigSetPub Eu http://j.mp/murilopinto

×