Aula 2

2.009 visualizações

Publicada em

Aula 2 da matéria Processos Gerenciais, da Anhanguera de Cuiabá.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.009
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
67
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
82
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 2

  1. 1. Os Fundamentos da AdministraçãoAs empresas; O administrador; O contesto em queas empresas operam.Tecnologia em Gestão de Recursos HumanosProf. Murilo Amorim
  2. 2. Momento de Reflexão 2
  3. 3. As empresasAs organizações surgem da necessidade primária de cooperação. Toda organização écomposta de duas ou mais pessoas que interagem entre si, por intermédio de relaçõesrecíprocas, para atingir objetivos comuns.Existem três razões fundamentais que explicam a existência das organizações:Razões sociais: As pessoas necessitam de relacionamento com outras pessoas para viver.As pessoas se organizam por causa dessa necessidade de estar juntas e procuramsatisfações sociais que somente as organizações podem atender.Razões materiais: as pessoas se organizam para alcançar três coisas que isoladamentejamais conseguiriam sozinhas: Aumento de habilidades: Integração, agrupamento e ampliação das habilidades de várias pessoas. A união faz a força. Compressão de tempo: Ao conseguir alcançar objetivos com maior rapidez, as organizações obtêm um ganho de tempo e de esforço extremamente importante nos negócios empresariais. Acumulação de conhecimento: as organizações dispõem de meios e recursos para que as pessoas desfrutem a experiência e a vivência dos outros. 3
  4. 4. As empresasEfeitos sinergístico: As organizações devem apresentar um efeito multiplicador dasinterações entre seus membros.Sinergia e entropiaSinergia: Efeito multiplicador; O resultado da tarefa organizacional é mais do que a simplessoma das tarefas individuais. (2+2 = 5 ou mais)Entropia: Significa perda; Existe entropia quando há perda de energia ou de insumos nosistema que não são devidamente aproveitados. (2+2=1 ou menos) 4
  5. 5. As fases da história das organizações 5
  6. 6. Era industrial x Era da informação Fábrica – empresa física e tangível Empresa virtual e em rede Era da informaçãoEra industrial Empresa de cimento e concreto Empresa de bites e bytes Máquinas e equipamentos Computadores e terminais Estabilidade e permanência Mudança e instabilidade Manter o status quo Mudar e inovar Mão-de-obra braçal – trabalho Conhecimento – Trabalho cerebral muscular Atividade compartilhada, engajada e Emprego único, tradicional e virtual presencial Trabalho em equipe, participativo e Trabalho individual, isolado e solitário solidário Gerência tradicional Liderança, coaching e mentoring Impor ordens e comandos Conquistar a colaboração Obediência cega às regras e aos Empreendedorismo e intra- regulamentos empreendedorismo Especialização e foco em uma única Flexibilidade e multifuncionalidade atividade Capital intelectual Capital Financeiro Stakeholders Shareholders 6
  7. 7. Shareholders x Stakeholders Modelo Modelo Stakeholders Shareholders Proprietários acionistas Governo, Proprietários Administratores Entidades Acionistas reguladoras Fornecedores Clientes Empresa Consumidores Empresa Comunidade Sociedade Funcionários 7
  8. 8. Características das empresasO que faz as empresas diferentes das outras organizações sociais são as seguintescaracterísticas:As empresas são orientadas para o lucro: embora a atividade da empresa seja atender auma necessidade do mercado com a produção de bens ou serviços, seu propósito imediato éo lucro.As empresas assumem riscos: riscos envolvem tempo, dinheiro, recursos e esforços. Asempresas não trabalham em condições de certeza.As empresas são dirigidas por uma filosofia de negócios: os administradores tomamdecisões e executam ações que se relacionam com os stakeholders. Essas decisões estãosubordinadas a uma filosofia de negócios que define princípios e valores fundamentais para asempresas.As empresas geralmente são avaliadas sob um ponto de vista contábil: investimentos eretornos devem ser registrados, processados, sumariados e analisados de uma formasimplificada e medidos em termos de dinheiro. Presta contas aos acionistas (shareholders).As empresas são reconhecidas como negócios;As empresas constituem propriedade privada; 8
  9. 9. As empresas como sistemasA empresa constitui um sistema.Um sistema pode ser definido como um conjunto de elementos dinamicamente inter-relacionados que desenvolvem uma atividade ou função para atingir um ou mais objetivos oupropósitos.“conjunto de elementos”: partes, órgãos, componentes, ou melhor, subsistemas;“dinamicamente inter-relacionados”: estão em interação e interdependência, formando umarede de comunicações e relações.“que desenvolvem uma atividade ou função”: cada subsistema assume uma determinadaatividade ou função específica e importante para o sistema como um todo.“para atingir um ou mais objetivos ou propósitos”: a própria finalidade para que o sistemafoi criado. 9
  10. 10. As empresas como sistemasEm função dessas quatro características, o sistema funciona como um todo integrado eorganizado de modo lógico. Esse aspecto de totalidade e de integridade é o fundamento detodo sistema. Quando falamos em natureza sistêmica, queremos nos referir a essefuncionamento global, total e integrado, no qual o todo é maior (ou diferente) do que a somade suas partes.Para poder funcionar o sistema apresenta os seguintes parâmetros:Entradas ou insumos (inputs): todo sistema recebe ou importa do ambiente externo osinsumos que necessita para poder operar (recursos, energia ou informação);Operação ou processamento: todo sistema processa ou converte suas entradas por meiodos seus subsistemas. Cada tipo de entrada é processado por subsistemas específicos.Saídas ou resultados (outputs): todo sistema coloca no ambiente externo as saídas ouresultados de suas operações ou processamento. 10
  11. 11. As empresas como sistemasRetroação ou realimentação (feedback): é a reentrada ou o retorno no sistema de parte desuas saídas ou resultados, que passam a influenciar o seu funcionamento para alcançar oequilíbrio entre entradas e saídas. Retroação positiva: estimula a entrada de insumos no sistema para agilizar ou incrementar as suas operações e, em consequência, produzir mais saídas ou resultados. Retroação negativa: atua com a finalidade de inibir ou restringir a entrada de insumos para frear ou reduzir suas operações, e em consequência, produzir menos saídas ou resultados. 11
  12. 12. As empresas como sistemas abertosQuanto ao grau de abertura os sistemas podem ser fechados ou abertos.Sistema aberto: tem muitíssimas entradas e saídas que permitem intensas transações com oseu ambiente externo. Por essa razão apresenta pouca previsibilidade no seu comportamento.Exemplos: organizações, empresas, economia global ou nacional.Sistema fechado: tem pouquíssimas entradas ou saídas em relação ao ambiente externo.Nunca há um sistema absolutamente fechado. Suas entradas e saídas são limitadas eperfeitamente determinadas, guardando entre si uma relação de causa e efeito. Por esta razãoapresenta elevada previsibilidade no seu comportamento. Exemplos: motores, artefatos,programações, orçamentos.As empresas como sistemas abertosDentro da abordagem da Teoria dos Sistemas, a empresa é visualizada como um sistemaaberto em um dinâmico relacionamento com seu ambiente, recebendo vários insumos(entradas), transformando esses insumos de diversas maneiras (processamento, operação) eexportando os resultados na foram de produtos ou serviços (saídas). 12
  13. 13. Os níveis das empresasÉ possível definir diversos níveis de atuação dentro da empresa, cada qual desenvolvendodiferentes enfoques quanto aos objetivos empresariais. Chiavenato classifica-os em nívelinstitucional, nível intermediário e nível operacional. 13
  14. 14. Natureza dosNíveis Características Atuação Sistema problemas Estabelece objetivos Sistema aberto; É o nível estratégico; Problemas empresariais; Interface entre o Institucional corresponde ao nível mais Empresariais: Verifica e analisa sistema e seu elevado da empresa, Amplos e alternativas estratégicas; ambiente composto dos diretores, Complexos Toma decisões globais; externo; proprietarios e dos altos Adequação ao Elabora planejamento Expectativa de executivos. Ambiente estratégico e; incerteza e Avalia resultados globais. imprevisibilidade. Estabelece objetivos Nível mediador ou Problemas departamentais; Intermediário gerencial; Cuida da administrativos: Verifica e analisa articulação interna entre Intermediários e alternativas táticas; os dois outros níveis. Internos Toma decisões Composto por gerentes Ajustamento departamentais; de divisão ou Interno Elabora e implementa departamento. planejamento tático; Sistema fechado; Problemas Estabelece objetivos Núcleo fechado Operacional Operacionais: Nível técnico ou núcleo operacionais; que deve Definidos e técnico; nível no qual as Toma decisões funcionar com Limitados tarefas são executadas e operacionais; regularidade; Operação de as operações realizadas. Executa tarefas do dia-a- Baseado na tarefas dia. certeza e cotidianas. previsibilidade; 14
  15. 15. Alinhamento organizacionalNão bastam somente os níveis organizacionais em termos de estrutura. As empresasrequerem uma conjunção de crenças, ideias, princípios e valores que lhes dão consistência eidentidade própria.Todo negócio deve ter uma missão a cumprir; deve ter uma visão de futuro que o norteie edeve definir os valores que pretende consagrar. Tudo isso precisa ser muito claro para todosos stakeholders saberem exatamente o que fazer, como, quando e onde.Missão organizacionalA missão significa a razão de ser do próprio negócio. Por que ele foi criado e para que eleexiste.A primeira coisa que o administrador ou o empreendedor precisa pensar quando pretendeabrir um negócio – ou mesmo dar-lhe continuidade - é definir a razão de da existência de suaempresa.A missão da empresa sempre estará colocada fora de suas fronteiras e centrada nasociedade. 15
  16. 16. Alinhamento organizacionalA missão está voltada para a definição do negócio e do cliente a fim de definir exatamente oque fazer (produto ou serviço), como fazer (tecnologia a ser utilizada e métodos e processos)e para quem fazer (mercado ou cliente).Exemplos:McDonald’s: Servir alimentos de qualidade com rapidez e simpatia, em um ambiente limpo eagradável.Danone: Assegurar que as pessoas possam crescer, viver melhor e ser providas diariamentecom alimentos melhores, uma grande variedade de sabores, para uma saúde melhor.Disney: Alegrar as pessoas.Senac: Desenvolver pessoas e organizações para o mundo do trabalho por intermédio deações educacionais.A Missão não é estática, mas ativa e dinâmica.A IBM surgiu no século passado como um negócio de relógio de ponto, migrou para máquinasde escritório, depois para computadores de grande porte, entrou com relativo atraso nos PCse agora atua em informática e internet. Hoje, a missão da IBM não é exatamente produzircomputadores ou máquinas, mas oferecer soluções rápidas e criativas para problemas degerenciamento da informação. Os computadores e máquinas são apenas os meios eferramentas para que ela atenda à sua missão.O que aconteceu com as máquinas de escrever Olivetti? 16
  17. 17. Princípios e valores organizacionaisValores são crenças e atitudes básicas que ajudam a definir o comportamento individual. Osvalores variam entre pessoas e empresas.Muitas organizações procuram manter elevados padrões éticos nas suas atividades cotidianascom a introdução de códigos formais de ética, cursos internos sobre ética profissional e etc.Exemplo: Procter & Gamble (P&G) – Pág.53 PLTTem como principais valores:Pessoas;Liderança;Integridade;Confiança;Paixão por vencer;Propriedade. 17
  18. 18. Visão OrganizacionalEnquanto a missão trata da filosofia básica da organização, a visão serve para vislumbrar ofuturo que se deseja alcançar. A visão é a imagem definida pela organização a respeito do seufuturo, ou seja, do que ela pretende vir a ser.É o que o empreendedor pretende que o negócio seja dentro de certo período de tempo. É opróprio horizonte do administrador.É preciso ter um direcionamento, uma ideia de futuro, quase um sonho para ser realizado etransformado em um empreendimento.Funciona como uma bússola para a equipe quanto para os demais parceiros.A depender das características das empresas pode projetar-se ao longo 5 a 10 anos. 18
  19. 19. Diferença entre Missão e Visão Inclui o negócio É o que se sonha no negócio VisãoMissão É o ponto de partida É aonde vamos É a carteira de identidade da empresa É o passaporte para o futuro Indica “quem somos” Projeta “quem desejamos ser” Dá rumo à empresa Energiza a empresa É orientadora É inspiradora Foco do presente para o futuro Focalizada no futuro 19
  20. 20. Objetivos organizacionaisDo conceito da Visão Organizacional decorre o conceito dos objetivos organizacionais. Quenascem da subdivisão da visão e são etapas, ou meios para se alcança-la. O que somos hoje O que queremos ser no O que queremos ser próximo ano daqui a dois anos:Somos uma empresa que Queremos ser uma das Queremos ser a melhorpublica revista de moda melhores revistas de moda revista de moda feminina dofeminina. feminina do país. país.Nossa circulação mensal é Queremos uma circulação Alcançar 100.000de 50.000 exemplares. de 70.000 exemplares. exemplares mensais.Temos 30.000 assinantes Alcançar 50.000 Chegar a 90.000cadastradas.Faturamento mensal de Alcançar R$700.000 Atingir R$ 900.000bruto de R$500.000Nossa rentabilidade atual Queremos chegar a uma Rentabilidade de 18% sobresobre o patrimônio é de rentabilidade de 15%. o patrimônio.12%. 20
  21. 21. Objetivos organizacionaisToda empresa tem uma variedade de objetivos, como, administrativos, financeiros, comerciais,tecnológicos, sociais, etc.Esses objetivos precisam estar alinhados e ordenados para que não se tornem divergentes eatrapalhem uns aos outros.Para colocar ordem, muitas empresas definem hierarquia de objetivos de acordo com suasprioridades. Normalmente, definem três tipos de objetivos: Globais, departamentais eoperacionais.Objetivos Globais ou Estratégicos: são os objetivos mais importantes da empresa.Recebem o nome de Globais, porque envolvem a empresa como um todo e se estendem nolongo prazo. (3 a 5 anos) 21
  22. 22. Objetivos organizacionaisObjetivos Táticos ou Departamentais: são objetivos de cada divisão ou departamento daempresa.Exemplo: Objetivos financeiros (relacionados ao lucro, orçamento, despesas, custos); Mercadológicos (vendas, faturamento mensal, participação no mercado); Administrativos (aumento de eficiência e produtividade) entre outros. São na maioria das vezes objetivos de médio prazo (1 ano).Objetivos Operacionais: São objetivos de cada tarefa ou atividade da empresa. Referem-seaos objetivos cotidianos de cada atividade ou produto da empresa, como produção mensal,vendas mensais, vendas diárias. Exemplo: Vender um número X de produtos no mês quevem. 22
  23. 23. Recursos das empresasToda empresa precisa de recursos para poder funcionar e alcançar os objetivos. Os recursossão os meios empregados para possibilitar as ações e operações da empresas.Em geral, quando se fala em recursos, surge a imagem simplista de dinheiro, equipamento,materiais e pessoal. Porém os recursos empresariais são extremamente diversificados ecomplexos, podem ser um ativo, uma competência, um processo, uma habilidade o umconhecimento controlado pela empresa.Classificação dos recursos empresariais:De um modo genérico, os recursos empresariais são classificados em cinco grupos (físicos,financeiros, humanos, mercadológicos e administrativos).Recursos Físicos ou Materiais: são os recursos necessários para garantir as operaçõesbásicas da empresa, tanto para produzir bens ou produtos, como para prestar serviços. Ex.Espaço físico, prédio, instalações, máquinas, insumos, materiais, etc.Recursos Financeiros: são recursos relacionados com o dinheiro sob a forma de capital,fluxo de caixa (entradas e saídas), empréstimos, financiamentos, créditos, etc. 23
  24. 24. Recursos das empresasRecursos mercadológicos: constituem os meios pelos quais a empresa localiza, entra emcontato e influencia seus clientes e usuários. Ex. pesquisa e analise de mercado, organizaçãode vendas, promoção, propaganda.Recursos administrativos: constituem os meios pelos quais as atividades empresariais sãoplanejadas, organizadas, dirigidas e controladas. Incluem todos os processos de tomada dedecisões.Normalmente, cada conjunto de recursos empresariais similares é administrado dentro de umesquema de divisão do trabalho e de especialização. A cada área de recursos correspondeuma especialidade da administração, conforme a figura a seguir. ADMINISTRAÇÃO GERAL (Recursos Administrativos) ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIRA MERCADOLÓGICA DA PRODUÇÃO HUMANOS (Recursos (Recursos (Recursos Materiais) (Recursos Financeiros) Mercadológicos) Humanos) 24
  25. 25. Papel da empresaMas afinal, qual é o papel da empresa? Quais são as exigências que se faz a uma empresa?A empresa precisa desempenhar simultaneamente alguns papéis:Satisfazer uma necessidade da sociedade, do mercado ou do cliente: nenhuma empresaserve a si mesma.Gerar riqueza e agregar valor: o resultado das saídas deve ser maior do que o custo dasentradas.Distribuir a riqueza gerada: a riqueza gerada pela empresa não é totalmente apropriadapelos seus proprietários. Grande parte da receita gerada pela empresa é repassada aosdemais parceiros: fornecedores, funcionários, governo (impostos), comunidade.Respeitar a natureza e colaborar com a comunidade: Responsabilidade social e ambiental. 25
  26. 26. Prof. Murilo Amorim

×